WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Notícias Política de Feira de Santana’

Vereador diz que falta de Centro de Convenções e aeroporto de porte impacta no desenvolvimento de Feira de Santana

Vereador Cadmiel Pereira

Vereador Cadmiel Pereira (DEM)

O vereador Cadmiel Pereira (DEM) disse que a ausência de um aeroporto bem equipado e de um centro de convenções representa problema grave para o desenvolvimento de Feira de Santana.

Cadmiel responsabiliza o Governo do Estado da Bahia pelo problema e faz críticas às gestões petistas nos últimos 14 anos. “O feirense quer uma cidade comercial, atrativa e organizada”.

Para o vereador, o Aeroporto João Durval Carneiro, com porte e estrutura precários, não atrai o interesse das companhias aéreas. Já o Centro de Convenções até teve sua construção iniciada, mas a obra encontra-se inacabada e abandonada há mais de uma década. :: LEIA MAIS »

Roberto Tourinho denuncia abandono do Campo do Gado

Foto: Divulgação / Ascom

O vereador Roberto Tourinho (PSB), em seu discurso na manhã desta terça-feira (06), na Câmara Municipal de Feira de Santana, criticou as ações da Prefeitura de Feira de Santana com relação ao destino dado às barracas retiradas do centro da cidade. “As barracas estão sendo despejadas no Campo do Gado e em alguns bairros de Feira. O local está virando um verdadeiro depósito a céu aberto. Essa é a gestão do prefeito Colbert Martins Filho, que não gosta de gente, que é preguiçoso e não sabe trabalhar pelo povo. O campo do gado, um importante entreposto comercial e cultural para a nossa cidade está abandonado”, afirma.

Tourinho destacou a difícil realidade enfrentada pelos guardas municipais. Segundo ele, “a guarda municipal sofre com a desvalorização e falta de condições de trabalho, com coletes vencidos e defasagem nos valores do ticket refeição, dentre outras dificuldades. A prefeitura desdenha da população e dos seus servidores”, comentou. :: LEIA MAIS »

José Carneiro informa que população de Maria Quitéria teme perder acesso atual na 116 Norte

Vereador José Carneiro

Vereador José Carneiro (PSDB)

A distância do principal acesso ao Distrito de Maria Quitéria via BR 116 Norte (Feira-Serrinha), para o primeiro retorno na rodovia, que se encontra em obra de duplicação pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), está causando preocupação aos moradores do distrito. O assunto foi tratado na Câmara, nesta terça-feira (6), pelo vereador José Carneiro Rocha (MDB).

Ele teme que aquela comunidade venha a enfrentar problema semelhante ao que foi criado para os moradores do populoso conjunto Viveiros, nesta cidade, que “ficou praticamente isolado após a duplicação do Anel de Contorno (trecho da avenida Froes da Motta em direção à BR 116 sul, a rodovia Rio-Bahia)”.

Carneiro adverte para a possibilidade de que a estrada ofereça um retorno distante em vez da construção de um viaduto ou túnel no local onde historicamente as pessoas acessam a pista municipal para chegar ao distrito. “É preciso facilitar o acesso dos moradores, mantê-lo como acontece nos dias de hoje”, defende.

O edil entende que não apenas os residentes em Maria Quitéria, mas toda a sociedade, deve se mobilizar em torno da medida. Considera oportuna uma manifestação na presença do presidente Jair Bolsonaro, “que visitará Feira de Santana em breve”, sensibilizá-lo a chamar a atenção do DNIT ao possível “isolamento” do distrito. Para o vereador, é “inaceitável um projeto que prejudique um dos maiores distritos de Feira de Santana, referência da nossa cidade”. :: LEIA MAIS »

Vereador governista reclama de “difícil acesso” a secretários e superintendentes da Prefeitura de Feira

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (MDB)

O vereador Edvaldo Lima (MDB), em seu pronunciamento na semana passada, na Câmara Municipal de Feira de Santana, reclamou de não ter “acesso fácil” aos secretários e superintendentes da Prefeitura, na busca por solução de problemas que lhe são apresentados pela comunidade.

“Não consigo resolver nenhuma questão dentro do grupo de gestores do poder público, embora sejam do mesmo Governo que apoio”, criticou Edvaldo Lima, que é integrante da base do Governo Municipal no Legislativo feirense.

Para Edvaldo, o quadro desfavorece a população, que busca a sua intermediação com o Governo, para a resolução de demandas as mais diversas. “Evidentemente estas pessoas são frustradas em suas expectativas. Não quero tratamento privilegiado, mas a necessária, adequada para um representante legítimo da sociedade”. :: LEIA MAIS »

Eleições 2020: Zé Neto inaugura Comitê Central “A mudança que Feira Quer”

Foto: Divulgação / Ascom

“Este comitê será o espaço para que a gente possa somar ainda mais força a essa caminhada rumo a mudança que Feira Quer”. Assim Zé Neto, candidato a prefeito de Feira, inaugurou o comitê central de campanha majoritária na noite de quinta (1º/10), junto ao vice Roque Santos, aos vereadores, vereadoras e presidentes dos partidos que compõem a coligação: PT, PP, PDT, Avante e PCdoB, ao deputado federal Joseildo Ramos, ao deputado estadual Robinson Almeida e à ex-deputada estadual Eliana Boaventura. Diferente do habitual, por conta da Pandemia do Coronavírus, a inauguração contou com público reduzido, cumprindo com as normas sanitárias, sendo transmitida nas redes sociais.

Em seu discurso, Zé Neto também ressaltou que a cidade anseia por uma mudança de gestão e por mais cuidado. “Feira precisa de humanização, de gestão e de cuidado. Não há outro caminho, porque é este sentimento de mudança que estamos vendo na cidade. Os setores não são ouvidos como deveriam e como desejam; o povo também não. Portanto, é “sola de sapato”, coragem e determinação para podermos, juntos, com Roque, com os partidos e com toda a cidade, construirmos a mudança que Feira quer!”. :: LEIA MAIS »

Orçamento de 2021 para Feira tem previsão de crescer sete vezes menos que o deste ano

Foto: Divulgação / CMFS

Enquanto em 2019 a previsão de crescimento da receita orçamentária de Feira de Santana atingia 15,43%, visando o exercício 2020, a estimativa para 2021, conforme projeto do Poder Executivo apresentado nesta quarta-feira (30) à Câmara é de um aumento muito inferior, de apenas 1%.

O secretário de Planejamento do Município, Carlos Brito, esteve na Casa da Cidadania para entregar o Projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) para apreciação dos vereadores. O documento foi entregue ao presidente José Carneiro Rocha (MDB).

O Orçamento de Feira para o ano em curso é de R$ 1.461.798.378,00 (1 bilhão, 461 milhões, 798 mil e 378 reais). A proposta para 2021 prevê aproximadamente R$ 25 milhões mais, R$ 1.486.000.000,00 (1 bi e 486 milhões). Para que se tenha uma ideia do tamanho da perda, em 2019 a previsão de aumento da receita foi de cerca de R$ 195 milhões (de R$ 1.266.366.238 para R$ 1.461.798.378, algo  em torno de sete vezes mais que o estimado agora para o futuro exercício). :: LEIA MAIS »

Vereador sugere à Prefeitura não punir inadimplentes de tributos na pandemia

Vereador Roberto Tourinho

Vereador Roberto Tourinho (PV)

Favorável à decisão judicial que suspendeu, liminarmente, a “Blitz do IPVA” em Feira de Santana, o vereador Roberto Tourinho (PSB) defendeu nesta terça (29), na Câmara Municipal, que a Prefeitura deixe temporariamente de negativar, nos órgãos de proteção ao crédito, contribuintes que estejam inadimplentes em impostos e taxas municipais, bem como de buscar judicialmente a inclusão destes na Dívida Ativa. A sugestão tem como justificativa o momento econômico difícil porque passam todos os trabalhadores, por conta da pandemia do coronavírus no país.

Segundo Tourinho, não se trata de abrir mão de receita, muito menos estimular a inadimplência. “Não estou com isso incentivando o calote, ou dizendo que não se deve pagar, mas apenas mostrando a percepção que muitos se encontram em dificuldades. É preciso que os órgãos públicos e autoridades compreendam que muitas pessoas estão enfrentando o desemprego”, diz o vereador, que é advogado. :: LEIA MAIS »

Câmara determina investigação imediata sobre servidores inscritos no auxílio emergencial

Vereador José Carneiro foto Política In Rosa Anderson Dias

Vereador José Carneiro – Foto: Política In Rosa / Anderson Dias.

Serão exonerados, caso comprovada a irregularidade, após o amplo direito de defesa, servidores comissionados, lotados em gabinetes de vereadores, que tenham feito inscrição e recebido o auxílio emergencial – valor destinado pelo Governo Federal para pessoas que estejam sem renda durante a pandemia de coronavírus.  O compromisso é do presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro (MDB).

Ele falou sobre o assunto na abertura da sessão desta terça-feira (29) da Casa, informando à sociedade sobre notificação do Tribunal de Contas dos Municípios quanto a existência de oito funcionários de caráter temporário, mais três efetivos, que teriam indevidamente se utilizado do programa de auxílio financeiro. A documentação que está sendo encaminhada imediatamente à Procuradoria Jurídica da Casa da Cidadania, para as necessárias providências. Sobre esses servidores concursados, também responderão a sindicância, podendo sofrer penalidades administrativas previstas na legislação, uma vez confirmado seu envolvimento. “Não vamos tolerar, absolutamente, que servidores atentem contra a legalidade impunemente. É preciso apurar, antes da adoção de medidas punitivas, pois existem notícias de que indivíduos utilizam nome e documento de terceiros para ter acesso ao benefício de maneira fraudulenta”, diz José Carneiro. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia