WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘deputado estadual’

Ex-vereador admite que pode ser candidato a deputado estadual em 2022

Vereador João Bililiu

Ex-vereador João Bililiu

O ex-vereador João Bililiu admitiu que pode ser candidato a deputado estadual nas eleições 2022. “Sou pré-candidato a deputado estadual nas eleições 2022. Farei uma dobradinha com a deputada federal Professora Dayane Pimentel”, afirmou ele ao site Política In Rosa.

Sobre qual partido ele vai disputar as eleições, Bililiu informou que, através da orientação da deputada Dayane Pimentel, irá estudar qual o melhor lugar para lhe encaixar.

(Karoliny Dias)

Veja quem são os candidatos mais ricos de Feira de Santana

Eleições 2018

Eleições 2018

O site Política In Rosa fez um levantamento dos candidatos mais ricos da cidade de Feira de Santana. Os dados foram retirados do sistema Divulga Cand dos patrimônios declarados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por cada um deles que tem seu domicílio eleitoral na cidade. Confira.

Candidatos a deputado federal:

1 – Zé Neto (PT) – R$ 2.636.855,04 total em bens

2 – Alvaro Rios (PSDC) – R$ 710.000,00 total em bens

3 – Rei Nelsinho (PRTB) – R$ 626.525,00 total em bens

4 – Edklercio (MDB) – R$ 493.500,00 total em bens

5 – Gerusa Sampaio (DEM) – R$ 305.465,49 total em bens

6 – Sergio Carneiro (PV) – R$ 261.938,77 total em bens

7 – Sargento Joel (PSC) – R$ 199.190,26 total em bens

8 – Marcos Lima (PRP) – R$ R$187.835,80 total em bens

9 – Pastor Enoque (REDE) – R$ 100.500,00 total em bens

10 – Lú de Ronny (PHS) – R$ 90.000,00 total em bens

11 – SD. Josafá Ramos (PHS) – R$ 5.700,00 Total em Bens

12 – Marcos do Monte (PHS) – R$ 5.000,00 total em bens

13 – Luiz da Feira (PPL) – R$ 3.800,00 total em bens

14 – Prof. Dayane Pimentel (PSL)nenhum bem cadastrado

 

Candidatos a deputado estadual

1 – Targino Machado (DEM)R$ 4.210.052,48 total em bens

2 – Tarcízio Pimenta (DEM) – R$ 2.519.933,39 total em bens

3 – Magno Felzemburgh (PSL) – R$845.289,28 total em bens

4 – PR.Tom (PATRI) – R$ 653.200,00 total em bens

5 – Carlos Geilson (PSDB) – R$ 598.999,75 total em bens

6 – Angelo Almeida (PSB) – R$ 366.199,96 total em bens

7 – Lulinha (DEM) – R$ 243.379,52 total em bens

8 – José de Arimatéia (PRB) – R$ 99.951,58 total em bens

9 – Irmão Niel (PPL) – R$ 60.000,00 total em bens

10 – Beldes Ramos (PT) – R$ 20.000,00 total em bens

11 – Jhonatas Monteiro (PSOL) – nenhum bem cadastrado

12 – Isaías de Diogo (PSC) – nenhum bem cadastrado

Deputado promove audiência para debater situação dos Hospitais Psiquiátricos da Bahia

Pais, familiares, pessoas portadoras de transtornos mentais e entidades ligadas a saúde mental, se reuniram na tarde desta quarta-feira (dia 16), para declarar apoio ao não fechamento dos Hospitais Psiquiátricos da Bahia. A ocasião aconteceu através da Audiência Pública com a Associação de Apoio aos Familiares, Amigos e Pessoas com Transtorno Mental da Bahia (AFATOM-BA), proposta pelo presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Saúde e Institutos de Pesquisas Afins da Bahia, deputado estadual José de Arimateia (PRB-BA) e contou com a presença do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), Ângelo Coronel (PSD).

O encontro reuniu cerca de 100 pessoas na Sala Herculano Menezes, localizada na Casa Legislativa e resultou em uma discussão detalhada sobre situação do Hospital Juliano Moreira e do Hospital Especializado Mário Leal, em Salvador; do Hospital Especializado Lopes Rodrigues, em Feira de Santana; e do Hospital Especializado Afrânio Peixoto (HAP), em Vitória da Conquista. Caso haja o fechamento das instituições da área de psiquiatria, 60 mil pessoas ficarão desassistidas na Bahia.

O proponente da Audiência, que tem realizado uma série de reuniões para discutir o tema, pediu ao presidente, Ângelo Coronel, para reforçar junto ao Governo do Estado a situação dos hospitais psiquiátricos da Bahia para gerar avanços e soluções. “Trouxemos a força máxima do nível Legislativo, porque precisamos esgotar ao máximo o debate junto à população baiana sobre o processo de desinstitucionalização na área da saúde mental no nosso estado. Não podemos permitir a desassistência desses pacientes”, enfatizou Arimateia.

Conforme relatou a presidente da Associação de Apoio a Familiares, Amigos e Pessoas Portadoras de Transtornos Mentais da Bahia (Afatom-BA), Rejane de Oliveira, de 2002 até hoje foram mais de 900 leitos desativados no estado. No ensejo ela pontuou os malefícios com o fechamento das instituições médicas na Bahia para o paciente, família das pessoas portadoras de transtorno mental, como também a comunidade baiana.  “A nossa luta começou em junho, deste ano, quando o Governo da Bahia quis fechar os hospitais psiquiátricos de forma errônea. O objetivo do estado é não internar. Precisamos de um novo olhar para esses pessoas. Adequar sim, mas fechar não”, disse, Rejane, convocando todos os prefeitos para uma discussão integrada com o secretário Estadual de Saúde, Fábio Vilas Boas e o governador Rui Costa.

Para ilustrar a importância do Hospital Juliano Moreira, Solange de Oliveira Santana, que é farmacêutica há 28 anos na instituição, fez uma explanação sobre a parte história do hospital, e informou ao público presente dados precisos que evidenciaram os serviços prestados. Em 2016, mais 5,5 mil pessoas foram atendidas na emergência e 997 internadas. A unidade, localizada no bairro de Narandiba, em Salvador, conta com 122 leitos ativos, realiza 30 atendimentos por dia e 720 atendimentos em crianças.  “Estou aqui na luta por um ideal. Eu não acredito que todo o legado e esforço do fundador Juliano Moreira seja jogado no lixo, como um hospital descartável. É muito triste. Quero dizer aqui que seguirei com vocês até o apagar das luzes. Pacientes, vocês não estão só”, disse Solange.

O presidente da ALBA, Ângelo Coronel, ouviu atentamente as reivindicações apresentadas pelos convidados e garantiu que transmitirá a atual situação ao governador Rui Costa e ao secretário Fábio Vilas Boas. Na oportunidade ele declarou apoio ao não fechamento dos hospitais do segmento na Bahia. “Equipar e expandir tudo bem. Agora, fechar o que já existe é realmente inadmissível”, opinou.

Também compuseram a mesa da Audiência, a deputada estadual, Mirela Macedo (PSD), a funcionária do Hospital Mário Leal, Valdiria Lopes e a médica psiquiátrica e diretora da Federação Nacional das Associações em Defesa da Saúde Mental (FENAEMD – SM), Sandra Peu.

Deputado condena suspensão de recursos para a Santa Casa de Misericórdia de Valença

deputado estadual Hildécio MeirelesDiante da demanda já reprimida da saúde pública da região do Baixo Sul, composta por 15 municípios, que hoje conta apenas com o atendimento da Santa Casa de Misericórdia de Valença, o deputado estadual, Hildécio Meireles (PMDB) condenou a suspensão de recursos por parte do Governo do Estado para a unidade. “O governo simplesmente, em uma decisão unipessoal, corta a única possibilidade de acesso à saúde, deixando a população a mercê da própria sorte”, lamentou, lembrando que o governo não possui uma unidade pública sequer na região.

“E, lamentavelmente, a Santa Casa, trata-se da única alternativa, com mais de 20 especialidades, que representam mais de 20 mil atendimentos mensais, com destaque para média e alta complexidade, o que tem salvado milhares de vidas que necessitam de atendimento no Baixo Sul”, reforçou, cobrando sensibilidade do executivo estadual, de forma que o impasse seja revertido o quanto antes. O deputado aproveitou a oportunidade para cobrar a instalação de um hospital regional na cidade, bem como do Consórcio Intermunicipal da Saúde.

Deputado propõe debate sobre taxas de estacionamento em vias e prédios públicos

Deputado estadual Bira Corôa (PT)

Deputado estadual Bira Corôa (PT)

Na primeira sessão da Comissão de Defesa do Consumidor, da qual está como vice-presidente, realizada nesta quarta-feira (05), o deputado estadual Bira Corôa (PT) propôs a discussão de um tema bastante importantes: as taxas cobradas nos estacionamentos em vias e prédios públicos, além do recente início da cobrança nos shoppings da capital baiana.

Uma das motivações para para o debate do tema é a mudança pretendida pela Prefeitura de Salvador na cobrança do sistema Zona Azul, que passará a ser feita por máquinas de auto atendimento mantidos por empresa privada. “Precisamos debater os mecanismos que estabelecem a cobrança nesses estacionamentos. Há uma disparidade absurda. Não podemos fechar os olhos, principalmente em prédios públicos de serviços obrigatórios”, disse o parlamentar.

Projeto quer que chamadas 0800 sejam feitas a partir de celular

Deputado estadual Carlos Geilson (PTN)

Deputado estadual Carlos Geilson (PTN)

Fazer com que as empresas que dispõem de atendimento telefônico 0800 recebam chamadas feitas através de telefone celular. Este é um Projeto de Lei apresentado pelo deputado estadual Carlos Geilson, na Assembleia Legislativa da Bahia. Criado para ser um serviço gratuito, atualmente a ligação para um 0800 não tem sido mais uma facilidade, já que sua ligação, na maioria dos casos, só é permitida a partir de um telefone fixo.

A Lei proposta por Geilson pretende trazer de volta a facilidade oferecida pelo serviço de ligação 0800 uma vez que o crescente número aquisitivo de aparelhos celulares pré e pós-pagos, e a redução do número de orelhões e linhas fixas nas residências é uma realidade vivida não só na Bahia, mas em todo país. “Com a liberação das chamadas do 0800 para telefoneis móveis seria evitado muitos transtornos e problemas parar os usuários deste serviço, pois em casos de emergência ou viagens os mesmos acabam ficando impedidos de tal direito, já que as chamadas não são permitidas por telefones móveis”, frisou Geilson.

De acordo com o parlamentar, com a diminuição dos telefones fixos e dos orelhões utilizar os serviços disponibilizados através do 0800, fica cada dia mais difícil, diminuindo assim a própria aplicabilidade do mesmo”, diz o autor do projeto. Se aprovado, o Poder Público e as concessionárias terão um prazo de 120 dias para adequação às novas regras impostas após a publicação da Lei.

Geilson aguarda decisão da Justiça para definir novo partido

Deputado estadual Carlos Geilson (PTN)

Deputado estadual Carlos Geilson (PTN)

O deputado estadual Carlos Geilson, atualmente filiado ao Partido Trabalhista Nacional (PTN), esclarece que foi convidado a fazer parte do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), pelos presidente e ex-presidente da sigla, João Gualberto e Jutahy Magalhães Júnior, respectivamente, e pela bancada do partido na Assembleia Legislativa da Bahia.

Geilson ainda ressaltou que, por enquanto, não houve conversa sobre presidir o PSDB em Feira de Santana e, que ele só definirá sua nova filiação, após sair a decisão da Justiça Eleitoral sobre seu pedido de desfiliação do PTN.

Justiça concede liminar e proíbe veiculação de vídeo contra o deputado

Deputado estadual  Marcell Moraes (PV)

Deputado estadual Marcell Moraes (PV)

A Justiça baiana concedeu liminar favorável ao deputado Marcell Moraes (PV), em ação movida por calúnia e difamação. No processo, o deputado alegou ter sido surpreendido no mês de junho com a publicação nas redes sociais de um vídeo em que era acusado de agir com comportamento incompatível com sua conduta moral e reputação social, denegrindo sua imagem. A ação teria sido motivada pelo réu após tentativas frustradas de extorsão.

Na decisão, publicada na segunda-feira, 27 de julho, o juiz  Erico Araújo Bastos, da 21ª Vara de Relações de Consumo, Cível e Comercial, determinou a retirada do vídeo das redes sociais. “… o direito à imagem e honra do autor foram colocados em risco, vez que no vídeo veiculam-se alegações que comprometeria sua imagem política, calcada na defesa dos animais, sem que houvesse qualquer indício de meio de provar o quanto ali veiculado. O direito de expressão não é absoluto e possui limites, dentre outros, no direito à imagem e honra”, afirmou o magistrado.

O descumprimento da decisão acarretará aos condenados multa diária de R$ 200 reais. A rede social Facebook também foi notificada para que cancele a publicação do vídeo, também sob pena de multa por inadimplência. Na ação também foi requerido o pagamento de uma indenização de R$ 50 mil reais.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia