WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Via Bahia’

Vereador reforça críticas à Via Bahia pela ausência de serviços

Vereador Edjaime Rosa ‘Bibia’ – Foto: Divulgação / CMVC

O vereador Edjaime Rosa ‘Bibia’, durante a sessão ordinária da útima sexta-feira (19), na Câmara Municipal de Vitória da Conquista, fez um discurso focado em reforçar as críticas à Via Bahia pelos serviços prestados – e não prestados – ao município.

Bibia destacou todos os encontros que a comissão da Casa, junto com a Polícia Rodoviária Federal e outros órgãos, realizou com a Concessionária Via Bahia e afirmou que são feitas diversas solicitações e demandas para Vitória da Conquista e poucas são atendidas. “Tivemos vários e vários encontros, e nós cobramos muito. E a única que conseguimos para a Lagoa das Flores foi aquela iluminação do viaduto”, disse Edjaime, acrescentando que “a única coisa que a Via Bahia faz em Vitória da Conquista é a limpeza nas margens do Anel Viário”.

Ele ainda fez um paralelo entre o tempo de duração que o consórcio da Via Bahia é responsável pela BR-116 no trecho do município e os benefícios que a cidade recebeu nesse período. :: LEIA MAIS »

Deputado reclama dos serviços prestados pela Via Bahia

Deputado estadual Euclides Fernandes

Deputado estadual Euclides Fernandes – Foto: Divulgação / ALBA

Preocupado com a situação das estradas baianas, o deputado estadual Euclides Fernandes (PDT) apresentou, na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), uma moção, na qual critica a prestação dos serviços oferecidos pela Via Bahia Concessionária de Rodovia S/A. Ao justificar o documento, o parlamentar explica que a empresa assumiu a responsabilidade de gestão e melhoramento de quatro rodovias no Estado, que ligam 27 cidades, mas não vem cumprindo o que foi estabelecido no contrato.

De acordo com o pedetista, em 2009 a Via Bahia ganhou o edital de concessão ofertado pelo Governo Federal, só que, mais de 10 anos depois, “os serviços prestados se mostram precários e insuficientes”. Euclides relembra uma posição do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, que em outubro passado examinou as obras constantes nas BR-324 e BR-116 e chegou à seguinte conclusão: “Eu quero dizer que é um contrato que arrecadou 90% dos recursos previstos no plano de negócio, no entanto eles executaram só 30% das obras”.

Por conta da ausência dos serviços que deveriam ser executados, o deputado assegura que 441 quilômetros de duplicação das vias não foram implementados. Enquanto isso, pontua o pedetista, milhares de usuários que trafegam pelas respectivas estradas continuam pagando elevadas tarifas de pedágio sem usufruir dos benefícios devidos pela concessionária. :: LEIA MAIS »

Vereador propõe acionar a Justiça contra Via Bahia

Vereador Hermínio Oliveira

Vereador Hermínio Oliveira – Foto: Divulgação

Na sessão da última sexta-feira (11), o vereador Hermínio Oliveira (Cidadania) voltou a criticar a atuação da Via Bahia na região de Vitória da Conquista. Ele avalia que a concessionária só trabalha na região de Feira Santana. “Já no Sudoeste, obras como a duplicação de via na região do Batuque a Planalto não têm previsão. A Via Bahia lesa o consumidor, já que recolhe o pedágio, mas não realiza as melhorias”, disse.

Segundo o parlamentar, durante a visita de uma comitiva formada por vereadores, Prefeitura Municipal e outras entidades, ao Anel Rodoviário e imediações, representantes da concessionária sequer se pronunciaram sobre questionamentos. “A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) precisa se posicionar sobre essa situação”, solicitou. :: LEIA MAIS »

Sedur autua Via Bahia por ‘descaso’ com a BR 324

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), autuou, na última quarta-feira (24), a concessionária Via Bahia por não realizar a manutenção periódica das tubulações que passam na região de domínio, no bairro de Valéria, e pela instalação de fiação elétrica aérea proibida por lei.

De acordo com a Sedur, a falta de comprometimento da concessionária tem trazido sérios problemas de alagamentos na Terracon, em Valéria. Essa situação traz risco a saúde, segurança e bem-estar dos moradores do local. “A Via Bahia está fechando os olhos para os problemas da BR 324 e infringindo a lei. Não vamos permitir que a população soteropolitana seja prejudicada por uma má administração da empresa”, afirma o diretor de fiscalização da Sedur, Átila Brandão Júnior. Os autos de infração emitidos pela Sedur podem gerar multa. O valor será definido pela Comissão Julgadora de Autos.

Prefeitura diz que Via Bahia e DNIT são responsáveis pela recuperação do Anel de Contorno

Prefeitura diz que Via Bahia e DNIT são responsáveis pela recuperação do Anel de Contorno

Foto: Divulgação

A Prefeitura Municipal de Feira de Santana informou que a Via Bahia e o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura) são responsáveis por manter boas  condições de trafegabilidade em toda a extensão do anel rodoviário de Feira de Santana, denominado avenida Eduardo Froes da Motta. A Contorno, como é também conhecido este trecho de rodovia federal, encontra-se com grande quantidade de buracos, inclusive no Complexo de Viadutos Deputado Miraldo Gomes.

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho, disse que está cobrando da Via Bahia, concessionária que explora a BR 324,  que cumpra com a sua obrigação, realizando os serviços necessários para a manutenção do anel rodoviário. Ele também disse que está dirigindo ofício ao DNIT, órgão  que cuida das estradas federais, e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a quem cabe a devida fiscalização dos serviços prestados pela Via Bahia. Nos locais que se encontram em situação crítica, com eminente risco de acidentes, adverte o prefeito, é preciso entrar em ação a Polícia Rodoviária Federal. “Se não houver sinalização, o perigo aos motoristas se torna muito maior”, diz Colbert Filho.

Vereador critica duramente a Via Bahia

Vereador Marcos Lima no Subaé

Foto: Reprodução

O vereador Marcos Lima (Patriota) usou suas redes sociais nesta quinta-feira (04) para fazer uma denúncia sobre a falta de acostamento na Avenida de Contorno, nas proximidades da entrada do Bairro Subaé, em Feira de Santana. Marcos ressaltou que isso vem causando vários acidentes no local. “Aqui acontecem vários acidentes porque não existe acostamento. As pessoas que precisam entrar ou sair do Subaé tem que fazer isso rapidamente porque não tem uma pista de desaceleração. O lugar ainda está cheio de buracos. É muito perigoso e a Via Bahia não toma providências mesmo sendo ela a responsável por fazer a manutenção. A concessionária abandonou essa via”, criticou.

Vereador critica Via Bahia pelos péssimos serviços prestados

Vereador Isaías de Diogo

Vereador Isaías de Diogo (PSC)

O vereador Isaías de Diogo (PSC) fez críticas a Via Bahia em seu discurso na manhã desta quarta-feira (27). De acordo com o vereador, os serviços prestados pela concessionária são péssimos e caros. “Tenho cobrado nesta Casa muito da Via Bahia e quero pedir apoio aos deputados estaduais, pois não justifica pagar R$ 5,10 de pedágio em uma via que não teve obras concluídas. Isso é um assalto”, afirmou.

Em aparte, o vereador Edvaldo Lima (PP) parabenizou o colega pelo discurso e informou que sua assessoria jurídica já deu entrada em uma ação judicial com o objetivo de suspender a cobrança de pedágios da Via Bahia. “Não tem como as pessoas pagarem tanto pedágio, IPVA e ter rodovias sem benefícios. Certamente à justiça suspenderá”, informou.

O edil ainda reclamou da falta de iluminação na região do bairro Feira X e mediações do Hospital Geral Clériston Andrade. “Quem se acidentou ali na BR 116 foi por falta de sinalização e iluminação. Quantas pessoas vão precisar morrer para a Via Bahia cumprir sua responsabilidade? Já encaminhei um ofício para Brasília e a ANTT já autorizou fazer a publicação da rodovia e a abertura do bairro Viveiros”, finalizou.

“Se a Via Bahia estiver quebrada tem desvio de muito dinheiro”, dispara José Carneiro

Vereador José Carneiro

Vereador José Carneiro (PSDB)

Nesta terça-feira (07), o presidente do Legislativo feirense, vereador José Carneiro Rocha (PSDB), falou sobre sua insatisfação com os serviços da concessionária Via Bahia em especial dos municípios de Santo Estevão, Antonio Cardoso e os demais da região na BR 116. Ele ainda lamentou a morte de seis pessoas em um acidente ocorrido recentemente na via citada. “Essas pessoas morreram em consequência da irresponsabilidade da Via Bahia e do Governo do Estado que não cobra providências. Isso não pode continuar. O nome disso é roubo, estelionato. Pasmem, ainda ouço falar que a Via Bahia está quebrada. Se estiver tem desvio de muito dinheiro”, finalizou.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia