WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Vitória da Conquista’

Prefeitura investirá mais de R$ 700 mil em obra de novo cemitério municipal

Prefeitura investirá mais de R$ 700 mil em obra de novo cemitério municipal

O cemitério ocupará 22,500 m² de terreno, no Bairro Zabelê – Foto: Divulgação/PMVC

Na próxima terça-feira (5), a Prefeitura de Vitória da Conquista dará início à obra do novo cemitério municipal. Serão investidos R$ 703.392,73 de recursos próprios e o prazo de conclusão é de cinco meses, desde que sanadas as eventuais dúvidas técnicas, contados da data de emissão da ordem de serviço e respeitando os critérios da lei. A obra será executada pela Empresa Municipal de Urbanização (Emurc).

O equipamento está sendo implantado em uma área 22.500 m² localizada no Bairro Zabelê, nas proximidades do Cemitério das Acácias. Será dividido em três quadras, com capacidade total para 1.164 jazigos. A estrutura também inclui sala administrativa, banheiro, copa e ambiente para velórios.

Segundo o secretário municipal de Serviços Públicos, Luís Paulo Santos, a obra se justifica porque os dois cemitérios da cidade já estão com sua capacidade comprometida e no do Kadija já não há espaço nas alas de sepultamento. “Esse novo cemitério vai trazer um alívio grande e oferecer às famílias uma estrutura adequada para sepultar seus entes queridos”, diz Luís Paulo. :: LEIA MAIS »

Vitória da Conquista poderá sediar Batalhão de Infantaria do Exército

Foto: Divulgação / PMVC

Na manhã desta quarta-feira (18), a prefeita Sheila Lemos recebeu, em seu gabinete o chefe de instrução do Tiro de Guerra 06-006, 1º Sargento Paulo Robinson Ferreira Ben. No encontro, o militar informou à gestora que há uma possibilidade de Vitória da Conquista se tornar a sede de um batalhão de infantaria do Exército.

O 1º Sargento Robinson disse que ele conheceu o projeto de criação do batalhão em recente encontro com o Chefe de Relações Públicas da 6ª Região em Salvador, Coronel Marco Antônio. O comandante do Tiro de Guerra informou que há uma necessidade por ser uma cidade de porte médio que atende outras regiões do Estado da Bahia. “Nesta região não tem quartel, só os tiros de guerra próximos. A terceira maior cidade do Estado, inclusive tem as demandas da Operação Pipa. Tem uma região grande aqui, no norte de Minas Gerais e parte também do Espírito Santo, que não tem o quartel do exército”. Será agendada uma reunião da prefeita com o Coronel Marco Antônio para levantar o interesse da comunidade local e das lideranças, principalmente políticas, para colocar em execução o projeto que já está pronto.

Também foram solicitadas melhorias na estrutura do Tiro de Guerra e houve a entrega de um exemplar da revista do Comando Militar do Nordeste, a pedido do Comandante Gen Marco Antônio. De acordo com o 1º Sargento Robinson, o encontro foi positivo. “Prefeita educada e carismática. Conseguimos colocar algumas demandas. Agradeço a cordialidade e a recepção da prefeita mais uma vez, por ter esse carinho com o Tiro de Guerra”. :: LEIA MAIS »

Mais 19 ônibus serão incorporados à frota do transporte coletivo de Vitória da Conquista

Foto: Divulgação / PMVC

A partir da próxima semana, mais 19 ônibus serão incorporados à frota do transporte coletivo de Vitória da Conquista. Durante a pandemia, em razão da restrições do uso do transporte público, a quantidade de veículos passou por uma redução temporária, agora, com o retorno de aulas a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) decidiu incorporar novos veículos à frota.

Além disso, conforme a gestão, a Semob tem cobrado das empresas melhoria do serviço e está realizando uma rigorosa inspeção dos ônibus. A ação começou na manhã desta quinta-feira (12), acompanhada pela secretária Tônia Rocha, e incluiu vistoria interna e externa dos veículos. “Medidas vêm sendo tomadas para garantir a circulação de veículos nas condições adequadas, mais seguros, mais limpos e que atendam à demanda de passageiros”, afirmou a secretária.

De acordo com ela, a demanda de passageiros do transporte coletivo está voltando a crescer, como resultado da constante ampliação do número de pessoas imunizadas e pelo retorno gradual dos estudantes às aulas semipresenciais.

Uma das medidas adotada pela Semob para assegurar o cumprimento de horários, itinerários e uma frequência maior dos ônibus em cada ponto, foi a reimplantação do monitoramento da circulação dos ônibus, por meio de GPS, que será monitorado pela Central de Controle Operacional (CCO) criada. O sistema permite monitorar a localização e os deslocamentos dos ônibus. :: LEIA MAIS »

Prefeitos propõem movimento de fortalecimento regional

Prefeito de Guanambi, Nilo Coelho, e a prefeita de Vitória da Conquista, Sheila Lemos – Foto: Divulgação / PMG

Com o objetivo de unir o Sudoeste da Bahia em torno das grandes demandas regionais, a prefeita de Vitória da Conquista, Sheila Lemos, e o prefeito de Guanambi, Nilo Coelho, estão propondo a criação da Frente Integra Sudoeste (FIS), que será uma instância política formada por gestores municipais com o fim de viabilizar grandes projetos e investimentos para a região.

A apresentação da proposta da Frente para os demais gestores regionais acontecerá em reunião no próximo dia 30, em Vitória da Conquista, com a participação do prefeito de Petrolina (PE), Miguel Coelho, que também é secretário-geral da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e que vai apresentar os benefícios da integração dos municípios para o desenvolvimento regional. Petrolina é dos municípios que mais crescem no Norte e Nordeste e vem experimentando grandes avanços nos últimos anos.

Sheila Lemos e Nilo Coelho estão discutindo a ideia há algum tempo e decidiram que é hora de levar o projeto ao conhecimento dos gestores de outros 72 municípios. Para delimitação geográfica da Frente, as duas lideranças consideraram a composição administrativa da Microrregião de Saúde definida pelo Governo do Estado. Todos os prefeitos serão convidados a participar por e-mail e telefone.

Segundo os organizadores da Frente, os municípios do Sudoeste têm inúmeras demandas comuns e vários projetos e ações que dependem do fortalecimento da região como um todo. Entre os investimentos apontados como fundamentais para impulsionar a economia e o desenvolvimento regional estão a barragem do Rio Pardo; um ramal da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol) até Vitória da Conquista; a duplicação da BR 116 e a revitalização e ampliação do setor agropastoril (bacia leiteira, citricultura, ovinocultura, cafeicultura, entre outros potenciais). :: LEIA MAIS »

Aulas semipresenciais nas redes pública e privada começam dia 12

Foto: Paula Fróes/GOVBA

Após discussões com a sociedade civil, estudos e planejamento das secretarias envolvidas, a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista publicou, nesta segunda-feira (5), o Decreto nº 21.192 que dispõe sobre a possibilidade de realização de atividades letivas com 50% da capacidade de cada sala de aula, nas unidades de ensino públicas e privadas de Vitória da Conquista, a partir de 12 de julho.

A decisão tem como critério principal a taxa de ocupação hospitalar, que não pode passar de 90%, segundo o coordenador do Comitê de Gestão, Kairan Rocha. “Caso a taxa de ocupação dos leitos de UTI no município fique acima de 90% por sete dias consecutivos, a ocupação máxima cai para 25% da capacidade de cada sala de aula”, explica o coordenador.

O decreto dispõe que as instituições de ensino estarão condicionadas a manter ocupação máxima de 50% (cinquenta por cento) da capacidade de cada sala de aula, mantendo-se o distanciamento mínimo de 1,5 metro por aluno, bem como à realização de frequente higienização dos ambientes (mínimo de quatro vezes ao dia, compreendendo os períodos de recreio e fim de expediente) onde as aulas serão desenvolvidas e dos materiais utilizados pelos alunos, professores e demais profissionais da educação.

Também serão exigidos os mesmos cuidados sanitários exigidos de outros estabelecimentos com atividade presencial, a exemplo de afastamento de carteiras, dispensação e uso de álcool em gel, além de aferição de temperatura corporal de professores, alunos e trabalhadores da escola na entrada e na saída. :: LEIA MAIS »

Prefeita reivindica a ministros ações do Governo Federal em Vitória da Conquista

Foto: Divulgação / PMVC

Em Brasília desde terça-feira (15), a prefeita Sheila Lemos (DEM) esteve com dois ministros quais tratou de investimentos do Governo Federal em Vitória da Conquista, para a infraestrutura, esporte e para a área social. Em reunião com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, a gestora conquistense reivindicou a participação do ministério com perfuração de poços artesianos e construção de açudes e barragens, como forma de ajudar a mitigar ou solucionar o problema de falta de água na zona rural do município. O ministro Rogério Marinho se comprometeu a avaliar as demandas.

A prefeita também esteve com o ministro da Cidadania, o baiano João Roma, a quem pediu apoio aos diversos pleitos de Vitória da Conquista em Brasília. Ele anunciou que virá à cidade em julho, acompanhado da ministra Damares Alves, que tem fortes ligações com Conquista. Roma afirmou que tratará das demandas de infraestrutura apresentadas por Sheila com o também ministro Tarcísio de Freitas, da Infraestrutura.

Em vídeo gravado ao lado da prefeita, João Roma disse que atuará firmemente pelo município, visando, “cada vez mais, melhorar a qualidade de vida de vocês que estão em Conquista e de toda a região”. O ministro da Cidadania, garantiu que este é um compromisso do Governo Federal em que o presidente Bolsonaro está empenhado.

Sheila agradeceu o empenho do ministro em defender a Bahia, em defender Vitória da Conquista junto ao governo Bolsonaro.

Na manhã desta quarta-feira (16), a prefeita teve reuniões na Federação Nacional dos Prefeitos (FNP), da qual ela é a vice-presidente para o Nordeste, e discutiu alternativas que possam melhorar a situação do transporte público e ações na área do abastecimento de água e saneamento na zona rural. :: LEIA MAIS »

Prefeita de Vitória da Conquista anuncia R$ 300 mil para edital cultural em apoio a artistas

Foto: Divulgação / PMVC

Em reunião para a qual convidou representantes do movimento artístico-cultural de Vitória da Conquista e os vereadores Alexandre Xandó e Valdemir Dias, a prefeita Sheila Lemos, ao lado do secretário de Cultura, Adriano Gama, informou que a Prefeitura vai destinar R$ 300 mil para realização de um edital cultural para auxiliar a categoria. O anúncio atende às reivindicações dos artistas, que, na última semana, apresentaram ao Governo Municipal uma pauta solicitando apoio durante o momento difícil da pandemia.

Do total, R$ 200 mil serão do Fundo Municipal de Cultura e R$ 100 mil de recursos próprios do Município, com o objetivo de ampliar a abrangência do benefício. O edital será regulamentado pela Secretaria de Cultura, Turismo Esporte e Lazer (Sectel) e submetido à deliberação do Conselho Municipal de Cultura.

“A Prefeitura está de portas abertas para ouvir e trabalhar pelos nossos artistas, categoria que vem sendo tão prejudicada com a pandemia. Colocamos não apenas o recurso à sua disposição, mas também a nossa força de vontade de auxiliar e apoiar essa classe o quanto for possível”, afirmou a prefeita. :: LEIA MAIS »

Deputado sugere criação de Dercca em Vitória da Conquista

Deputado estadual Tiago Correia – Foto: Divulgação / ALBA

O deputado estadual Tiago Correia (PSDB) apresentou indicação sugerindo ao governador Rui Costa que seja determinada a instalação de uma Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes contra a Criança e o Adolescente (Dercca) em Vitoria da Conquista. Ele argumenta que a Bahia só possui uma dessas unidades, localizada em Salvador.

Na indicação, o tucano cita a Lei 13.431/2017, que trouxe importante contribuição ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). A norma estipula garantias para que meninas e meninos vítimas ou testemunhas de violências, possam contar sua história de forma protegida e não revitimizante. “A lei também estabelece diretrizes para a integração das políticas públicas de atenção e proteção, mediante a implantação de centros integrados de atendimento a crianças e adolescentes vítimas de violências”, explica Tiago.

Pesquisas sobre o assunto revelam, segundo o parlamentar, que as crianças são ouvidos de oito a dez vezes ao longo de um processo judicial, precisando repetir – e reviver – a situação de violência sofrida em diversos órgãos de atendimento, investigação e responsabilização. A lei estabelece apenas duas formas distintas de se ouvir esses depoentes.

“Uma é a escuta especializada, realizada pelos órgãos da rede de proteção e voltada para o levantamento de informações estritamente necessárias para o cumprimento de sua finalidade”, diz Tiago. Ele acrescenta que a outra é o depoimento especial, realizado por autoridades policiais e judiciárias, como Polícia Civil, Ministério Público, Defensoria Pública e Juizados da Infância ou criminais. “Tanto a escuta especializada como o depoimento especial devem ser feitos em espaço adequado, com salas acolhedoras, mobiliário compatível e equipamentos de áudio e vídeo para se gravar a entrevista”, diz. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia