WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Coronavírus’

Lauro de Freitas adere à segunda fase do PlanificaSUS

Prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho

Prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho – Foto: Maína Diniz

A prefeita de Lauro de Freitas e presidente do Consórcio Público Interfederativo de Saúde da Região Metro Recôncavo Norte, Moema Gramacho, participou nesta segunda-feira (04) da mesa de abertura do Workshop sobre a segunda fase do PlanificaSUS e assinou o termo de compromisso que confirma a adesão do município às ações da iniciativa. A metodologia utiliza a Planificação da Atenção à Saúde para integrar o serviço em todas as unidades com a realização de oficinas, tutoriais e capacitações, seja na Atenção Primária ou Especializada.

Moema Gramacho reafirmou a importância da retomada do PlanificaSUS, enfatizando o momento como mais crítico que estamos vivendo com a pandemia do coronavírus. “Desde o início da pandemia temos criado estratégias em Lauro de Freitas, como a destinação de cinco das 16 Unidades de Saúde da Família (USF) para atender casos de síndromes gripais e um Pronto Atendimento exclusivo para Covid-19. Atualmente Lauro de Freitas tem 87% de cobertura da Atenção Básica”, afirmou.

Durante a primeira fase do PlanificaSUS, realizada em Lauro de Freitas em meados de 2019, mais de 400 profissionais da rede de Atenção Básica e Especializada de Saúde participaram de oficinas, orientações, trabalhos em grupos, estudos dirigidos e dramatizações do Workshop para a implementação do programa. “Essas oficinas treinaram os servidores de saúde para organizar melhor o processo de trabalho, voltado para a linha de cuidado ao paciente e, assim, poder ofertar um serviço do SUS com mais qualidade”, completou. :: LEIA MAIS »

Cruz das Almas: Ministério Público recomenda ao município fiscalização dos ruídos sonoros em eventos festivos

O Ministério Público estadual, por meio do promotor de Justiça Adriano Marques, recomendou ao Município de Cruz das Almas que determine ao órgão responsável a fiscalização do cumprimento da Lei Municipal 728/2001, realizando a medição dos ruídos sonoros em eventos festivos na cidade. Além disso, o Município não deve conceder permissão de equipamentos sonoros e revogar as permissões já expedidas ao Zorrus Restaurantes LTDA, em razão do local não possuir auto de vistoria do Corpo de Bombeiros.

“A extrapolação do nível máximo de ruído permitido na lei municipal pode configurar poluição sonora, inserindo-se tal conduta no artigo 54 da Lei 9.605/98, podendo-se adotar no momento do flagrante a apreensão do som e a prisão dos executores do evento”, destacou o promotor de Justiça. No documento, o MP recomendou ainda que o Município não conceda permissão para a realização de eventos festivos sem autorização da Polícia Militar e sem relatório informando as condições de segurança nas vias públicas próximas à realização da festa; e sem a prévia autorização da Vigilância Sanitária Municipal, bem como sem a apresentação de protocolo sanitário de acordo com o decreto municipal vigente, que institui medidas de enfrentamento à pandemia do coronavírus. :: LEIA MAIS »

Hospital de Campanha de Feira de Santana será desativado

Hospital de Campanha de Feira de Santana começa a funcionar

Foto: Washington Nery

O Hospital de Campanha de Feira de Santana vai encerrar as atividades no próximo dia 30, em decorrência da grande redução de internamentos por Covid-19. Nesta sexta-feira, 24, por exemplo, a unidade está com apenas um paciente na UTI e outro na enfermaria. O investimento da Prefeitura Municipal para manter o hospital é de cerca de R$ 3 milhões mensais.

“Até agora, em setembro, a UTI teve uma ocupação máxima de 60% e uma média de 30%. Na enfermaria, a média de ocupação foi de 30%”, explicou o diretor médico do hospital, Francisco Mota.

O Hospital de Campanha de Feira de Santana começou a funcionar no dia 4 de junho de 2020, com 10 leitos de UTI e 50 de enfermaria, mas houve uma variação nesses números em razão de altos e baixos no volume de casos e internações. Logo em julho de 2020 foi ampliado, com a UTI passando para 18 leitos. A unidade chegou em setembro de 2021 com 10 leitos na UTI e 10 na enfermaria. :: LEIA MAIS »

Governador afirma que está preocupado com aumento de casos ativos de coronavírus na Bahia

Governador Rui Costa – Foto: Reprodução / Redes Sociais

O governador da Bahia, Rui Costa, usou suas redes sociais nesta sexta-feira (24), para afirmar que está preocupado com o aumento de casos ativos de coronavírus no Estado.

“Estou preocupado porque, em uma semana, constatamos o aumento de 700 casos ativos de coronavírus na Bahia. Isso não é um bom sinal”, disse.

Rui ainda falou que não quer desanimar ninguém. “O vírus ainda não foi embora. Precisamos acelerar a vacinação e continuar com a prevenção, usando máscaras”, pediu.

Fisioterapia é o serviço mais procurado no Centro de Tratamento Pós-Covid

Fisioterapia é o serviço mais procurado no Centro de Tratamento Pós-Covid

Foto: Thiago Paixão

Mais de 80 pessoas que venceram o coronavírus e tiveram sequelas da doença foram atendidas no Centro de Tratamento Pós-Covid, em Feira de Santana. Desse total, 60 buscaram o serviço de fisioterapia. O equipamento completou o primeiro mês de funcionamento nesta sexta-feira, 10.

Em parceria com a Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), a Prefeitura de Feira, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, oferece assistência para a reabilitação de pacientes sequelados pela doença. O atendimento fica por conta de uma equipe multidisciplinar de apoio composta por mais de 60 profissionais e estudantes da UEFS, que têm a oportunidade de vivenciar na prática a profissão que estuda.

“A procura foi muito grande e temos uma equipe alinhada e focada em oferecer o melhor para essas pessoas que precisam de apoio nesse momento complicado. Foram 39 atendimentos só com pneumologista. Então consideramos que o serviço está sendo bem procurado e esperamos ajudar ainda mais a população neste momento”, explica a coordenadora do Centro de Tratamento Pós-Covid, Marluce Oliveira. :: LEIA MAIS »

José de Arimateia indica implantação de Centro de Atendimento Pós-Covid em Salvador

Deputado estadual José de Arimateia

Foto: Divulgação/ALBA

Preocupado com os impactos causados pela pandemia do coronavírus na saúde e bem-estar físicos da população soteropolitana, quanto com as consequências econômicas disso para o estado da Bahia, o deputado estadual José de Arimateia (Republicanos) acaba de indicar ao prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), a implantação de um Centro de Atendimento Pós-Covid na capital baiana.

Ao justificar a Indicação, o parlamentar se mostrou preocupado com a projeção do cenário pós-pandêmico, que já começa a se refletir desde agora. Ele citou as diversas variantes do vírus, que pode causar uma variedade de condições, que vão desde o resfriado comum até doenças mais graves, como a síndrome respiratória do Oriente Médio (MERS-CoV) e a síndrome respiratória aguda grave (SARS-CoV).

“O que nos chama a atenção é o número de pessoas afastadas das suas atividades laborais e vida social. Por conta das sequelas, não temos a real dimensão”, salientou Arimateia, ao enumerar as sequelas que podem ser adquiridas após a infecção por covid, como problemas cardiológicos, fragmentação de memória, surdez, problemas circulatórios e ainda psiquiátricos. A intenção do republicano é que, para minimizar essas consequências, o centro a ser implantado em Salvador conte com uma equipe multiprofissional para acolhimento, atendimento e reabilitação destes pacientes. :: LEIA MAIS »

Pela primeira vez desde o início da pandemia, 20 estados registram taxa de ocupação de leitos inferior a 50%

Pela primeira vez desde o início da pandemia, 20 estados registram taxa de ocupação de leitos inferior a 50%

Foto: Divulgação / MS

Pela primeira vez, desde o início da pandemia do coronavírus, 20 estados brasileiros registraram taxa de ocupação em leitos Covid-19 (clínicos e de UTI) inferior a 50%, índice considerado normal. Na prática, isso significa que a rede hospitalar desses estados está menos sobrecarregada e registrando menos casos graves ou gravíssimos de Covid-19, ou seja, situações que demandam internação e intervenção médico-hospitalar.

Os estados que registraram taxa de ocupação de leitos abaixo de 50% são: Acre, Pará, Amazonas, Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo e Santa Catarina.

Com menos internações e menos leitos ocupados, os hospitais desses estados passam a ter mais condições e estrutura para receber pacientes com outros problemas de saúde, além de permitir a retomada segura de cirurgias e procedimentos eletivos, por exemplo.

Atualmente, os estados de Goiás, Paraná e Rio Grande do Sul estão na zona de alerta, com 51% a 69% nas taxas de ocupação, Rio de Janeiro na faixa de emergência, com 70% a 80%, e apenas Roraima na zona grave, com ocupação entre 80% a 94%. :: LEIA MAIS »

Camaçari: Prefeitura desmobiliza leitos do Centro Intermediário de Enfrentamento ao Coronavírus

Camaçari Prefeitura desmobiliza leitos do Centro Intermediário de Enfrentamento ao Coronavírus

Foto: Divulgação / Ascom

Com a redução dos casos da Covid-19 em toda a Bahia, a Prefeitura de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, realiza a desmobilização do Centro Intermediário de Enfrentamento ao Coronavírus (CIEC) nesta segunda-feira (30).

Inaugurada em março deste ano, a unidade administrada pelo Instituto Baiano para o Desenvolvimento da Saúde (IBDS), conta com 21 leitos e cerca de 110 colaboradores realizando o trabalho ininterruptamente ao longo da semana, representando um importante equipamento assistencial aos pacientes da cidade durante o pico da pandemia.

Desde sua inauguração, quase 4 mil pessoas receberam atendimento no local, que oferece todo suporte necessário para estabilização dos casos da doença, inclusive os graves. Além dos espaços para internamento, o CIEC possui também atendimento por demanda aberta aos pacientes sintomáticos com realização de testes rápidos 24h, após avaliação médica. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia