WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


CMFS - AGORA E LEI - IDOSOS - BANNER SITE POLÍTICA IN ROSA 729X90PX

:: ‘Covid-19’

Feira de Santana registra baixa procura por vacinação de crianças de 3 e 4 anos

Feira de Santana registra baixa procura por vacinação de crianças de 3 e 4 anos

Foto: Jorge Magalhães

Entre o último dia 20 e esta terça-feira, 2, foram imunizadas contra a Covid-19 crianças de 3 e 4 anos. O número é considerado baixo, visto que o público-alvo estimado é de 16.018 crianças. De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Carlita Correia, muitos pais acreditam que não há a necessidade de realizar a vacinação nos seus filhos.

“Temos um número maior de vacinação nas crianças de 4 anos que as de 3. Muitos pais estão surpresos com a baixa da idade e inseguros em vacinar seus filhos, mas isso não tem fundamento, pois a vacina CoronaVac, que é a recomendada pelo Ministério da Saúde para ser administrada nessa idade, é segura e não tivemos registros de intercorrências”, explica.

Desde o início da imunização, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) já vacinou mais de 59 mil crianças contra a Covid. É necessária a aplicação da segunda dose no intervalo de 28 dias. A criança só pode ser vacinada na presença dos pais ou de um adulto responsável legal. Para isso, é obrigatório apresentar o cartão SUS, CPF, RG ou certidão de nascimento e caderneta de vacinação. :: LEIA MAIS »

Covid-19: Juazeiro reduz idade para vacinação de criança e quarta dose

Juazeiro reduz idade para vacinação de criança e quarta dose

Foto: Divulgação/PMJ

A Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Saúde (Sesau), reduziu a faixa etária para vacinação contra a Covid-19 de crianças e quarta dose. A partir desta terça-feira (26) poderão ser vacinadas crianças a partir de 3 anos. A quarta dose passa a ser aplicada em pessoas a partir de 30 anos, além de imunossuprimidos e trabalhadores da saúde. O intervalo da quarta dose é de 4 meses em relação à dose de reforço.

Locais de vacinação

A vacinação está sendo realizada nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Penha/ Jardim Vitória, Jardim Flórida, Maringá, Palmares, Quidé, Santo Antônio, Alto da Aliança, Caic, CSU, Dom Tomás, João XXIII, Antônio Guilhermino, João Paulo II, Residencial Juazeiro, Tabuleiro, Alagadiço, Alto da Maravilha, Angari, Novo Encontro, São Geraldo e Vila Jacaré.

A vacinação deverá ocorrer no horário de funcionamento das UBSs. Na zona rural também é realizada mediante organização da equipe da unidade junto à comunidade. Além das UBSs, também há vacinação nos três pontos volantes: Juá Garden Shopping, das 10h às 16h e na Uneb e Unibras, das 8h30 às 14h. :: LEIA MAIS »

Feira de Santana já registrou mais de cinco mil casos da Covid-19 neste mês

Feira de Santana já registrou mais de cinco mil casos da Covid-19 em vinte dias do mês de julho

Foto: Thiago Paixão

Feira de Santana confirmou 5.608 casos da Covid-19 em vinte dias do mês de julho. Já em junho, foram registrados 1.177, o que representa um aumento de 376%.

O balanço também aponta que durante este mês houve um aumento de óbitos causados pela doença, com três mortes registradas. Enquanto em junho nenhuma foi contabilizada. As informações são da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde.

Atualmente, nove pacientes com complicações da doença estão hospitalizados no município. Nos últimos meses a taxa de internação estava zerada.

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, vem intensificando as testagens com o objetivo de rastrear e evitar a proliferação do vírus no município. :: LEIA MAIS »

Feira de Santana tem aumento de quase 80% dos casos da Covid-19

Em Feira de Santana, mais de mil casos da Covid-19 são diagnosticados no mês de junho

Foto: Thiago Paixão

Em treze dias do mês de julho, foram diagnosticados 3.189 casos da Covid-19 em Feira de Santana. O índice é superior ao quantitativo total contabilizado no mês passado, em junho, quando foram registrados 1.177 casos confirmados – o que representa um aumento de 79%.

Na avaliação do secretário de Saúde, Marcelo Britto, o aumento é provocado pelo relaxamento da população com os cuidados de prevenção contra a doença, especialmente nos festejos juninos. “Isso é reflexo das comemorações juninas, quando as pessoas se aglomeraram, o que resultou na propagação do vírus. O importante é que não houve aumento na taxa de internamentos por complicações graves e óbitos, graças à campanha de vacinação que vem sendo intensificada em todo o município”, avalia.

Pessoas com sintomas gripais ou da Covid devem procurar as unidades de saúde de seu bairro de abrangência para fazer o teste de antígeno – que colhe amostra nasal e apresenta resultado em menos de 20 minutos. O exame é realizado de segunda a sexta-feira. :: LEIA MAIS »

Paulo Afonso ultrapassa meta da vacinação contra a Influenza para grupos prioritários

Paulo Afonso ultrapassa meta da vacinação contra a Influenza para grupos prioritários

Foto: Reprodução

Após intensa campanha, o município de Paulo Afonso ultrapassou a meta da vacinação contra a Influenza/gripe para os grupos prioritários. O Ministério da Saúde estipulou o alcance de 90% para cada município e a secretaria aplicou 27.856 doses, atingindo a cobertura vacinal de 98,1% destas pessoas.

O grupo é composto de profissionais da saúde, crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), Idosos com 60 anos ou mais, povos indígenas, gestantes e puérperas, professores, pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, profissionais de forças de segurança e salvamento e Forças Armadas, caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários e funcionários do sistema prisional.

“Agradeço ao empenho dos profissionais para que Paulo Afonso atingisse essa marca e parabenizo a população por ter aderido à campanha. Os bons números são frutos de um trabalho coletivo”, diz o secretário de Saúde, Adonel Júnior. :: LEIA MAIS »

Bahia registra 4.981 casos de Covid-19 e mais 2 óbitos

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 4.981 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,31%), 2.932 recuperados (+0,19%) e 2 óbitos. Dos 1.591.269 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.546.061 já são considerados recuperados, 15.159 encontram-se ativos e 30.049 tiveram óbito confirmado. Os dados ainda podem sofrer alterações.

O boletim epidemiológico desta terça-feira (05) contabiliza ainda 1.912.828 casos descartados e 346.877 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até às 17 horas desta terça. Na Bahia, 65.410 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence. :: LEIA MAIS »

Em Feira de Santana, mais de mil casos da Covid-19 são diagnosticados no mês de junho

Em Feira de Santana, mais de mil casos da Covid-19 são diagnosticados no mês de junho

Foto: Thiago Paixão

Em Feira de Santana, somente em junho, foram 1.117 casos diagnosticados da Covid-19. É a maior quantidade registrada nos últimos três meses. O município não presenciava este aumento desde abril, quando a média de exames positivos era quatro por dia.

Mesmo com o crescimento significativo de casos, nenhuma morte foi registrada e cinco pessoas estão internadas por complicações da doença no município, de acordo com o último boletim divulgado pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde.

O painel epidemiológico da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) aponta que a taxa de letalidade em Feira de Santana é de 1,68%. Já em Salvador o índice é mais elevado, com 2,86%.

Vale destacar que as testagens estão sendo intensificadas pela Prefeitura a fim de rastrear e evitar a proliferação do vírus no município. :: LEIA MAIS »

Procura por exame da Covid-19 aumenta em 64% em Feira de Santana

Procura por exame da Covid-19 aumenta em 64% em Feira de Santana

Foto: Jorge Magalhães

A procura pela realização do exame para o diagnóstico da Covid-19 aumentou 64% em Feira de Santana. Em maio foram realizadas 1.741 coletas enquanto em junho 2.860. Somente este ano foram feitos 43.878 exames.

A coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Carlita Correia, atribui esse aumento ao relaxamento da população com os cuidados de prevenção contra a doença e a chegada do inverno, que facilita na proliferação do vírus e de casos de síndromes respiratórias.

“Toda a rede de saúde está intensificando a testagem para rastreamento e quebra da cadeia de transmissão do vírus, sempre orientando a população sobre os cuidados e as medidas de prevenção contra a doença”, afirma a coordenadora.

As pessoas que apresentarem sintomas gripais ou da Covid-19 devem se dirigir a uma unidade de saúde, onde será avaliada. O exame RT-PCR pode ser feito nas duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e nas sete policlínicas municipais. O serviço é disponibilizado gratuitamente pela Secretaria Municipal de Saúde todos os dias, das 7h às 19h. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia