WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Covid-19’

Especialista alerta para importância de manter medidas de prevenção pessoal da Covid-19

Foto: Divulgação / PMS

Mesmo com a redução do número de casos da Covid-19, a manutenção das medidas preventivas como lavagem constante das mãos, uso da máscara e distanciamento social – evitar aglomerações – ainda devem ser seguidas para evitar a disseminação viral.

De acordo com o coordenador médico do gripário do Pau Miúdo, Elmar Dourado, o número de atendimentos recebidos na unidade que é administrada pela FABAMED – Fundação ABM de Pesquisa e Extensão na Área da Saúde, ainda são significativos. Durante o mês de julho, cerca de 2 mil atendimentos foram registrados apenas na unidade dedicada ao atendimento das síndromes gripais no bairro do Pau Miúdo.

“É importante que as pessoas entendam que a pandemia ainda não acabou. Temos uma circulação viral relevante na cidade, mesmo com a queda significativa de casos. Por esse motivo alertamos que é necessário manter os cuidados para conseguirmos seguir com o cenário de queda de episódios da doença”, alertou o médico.
Mudança de hábitos – O especialista explicou também que o uso da máscara e a lavagem das mãos são boas práticas utilizadas há décadas como protocolos da indústria química e alimentícia, bem como dos centros de saúde. Ele afirma que esses protocolos de assepsia podem ser incorporados à rotina das pessoas, uma vem que as medidas minimizam os riscos de contaminação por micro-organismos, como bactérias, fungos e vírus.
“A pandemia trouxe esses protocolos para a rotina das pessoas. E aos poucos, os cidadãos já conseguem perceber que ganharam em qualidade de vida ao manter as mãos higienizadas, por exemplo. Acredito que podem ser medidas que podem adotadas por toda população, mesmo após o relaxamento das exigências sanitárias”, finalizou Elmar Dourado. (Ascom/SMS)

Mais de 200 municípios baianos não registraram óbitos decorrentes da Covid-19 em julho

Foto: Divulgação / Sesab

Até esta quinta-feira (22), 202 municípios baianos não registraram óbitos decorrentes da Covid-19 no mês de julho. Na avaliação do secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, isso é uma vitória para a sociedade e reflexo da imunização.

De acordo com o secretário, “a Bahia ultrapassou a marca de 6 milhões de vacinados com a primeira dose ou dose única de imunizante contra a Covid-19. Isso representa mais de 53% da população baiana com 18 anos ou mais. Outros indicadores positivos se apresentam, como uma queda de até 77% nas internações de pessoas acima de 60 anos, quando comparado os meses de março e junho deste ano”, destaca Vilas-Boas.

Na avaliação do titular da pasta da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, “os dados comprovam a eficácia da vacinação, mas isso só está sendo possível graças ao planejamento estadual na aquisição de insumos para a aplicação das vacinas e a logística de distribuição em até 24 horas para os 417 municípios. Os gestores municipais também estão de parabéns ao criarem estratégias para vacinar rapidamente”, analisa o secretário.

Confira abaixo a lista completa dos municípios que não registraram óbitos relacionados à Covid-19: :: LEIA MAIS »

Feira de Santana ganhará Centro Pós-Covid para tratar sequelas da doença

Secretário de Saúde de Feira de Santana, Marcelo Britto – Foto: Divulgação / PMFS

O secretário de Saúde de Feira de Santana, Marcelo Britto, anunciou que a cidade ganhará um Centro de Tratamento Pós-Covid. A Coordenação da unidade será do cardiologista e ex-secretário de Saúde, Edval Gomes. “Esse é um equipamento especializado novo, uma novidade no Brasil e que poucas cidades dispõe dele. É especifico para atender as eventuais sequelas que o Covid-19 tem. São sequelas muito novas até mesmo para a medicina que ainda está estudando as especialidades, quais são as consequências técnicas, como recuperar essas pessoas de forma a minimizar esses riscos”, informou.

Conforme o secretário de Saúde, a unidade terá uma equipe grande de fisioterapeutas, clínica médica, neurologia, psiquiatria, dentre outras especialidades como psicologia e nutrição. “Teremos todas essas equipes para recuperar essas pessoas que, por acaso, tenham tido qualquer tipo de consequência da doença”, disse.

O secretário ainda disse que uma outra novidade é que as pessoas que estão em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de forma grave já estarão agendadas para atendimento no local no momento da alta. “Tendo alta já vai ter o dia para comparecer e verificar se teve alguma sequela ou problema”, comunicou. :: LEIA MAIS »

Trabalhadores da Educação de todas as idades serão vacinados contra Covid-19

Foto: Divulgação / Sesab

Está garantida a imediata vacinação contra a Covid-19 para trabalhadores da Educação a partir de 18 anos, desde que estejam na ativa. A decisão será publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (23), conforme deliberação da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) da Bahia, que é uma instância do Sistema Único de Saúde (SUS) e reúne os 417 municípios e o estado.

A proposta do secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, foi aprovada por unanimidade e vem atender a um pleito formulado pela Secretaria de Educação. “Cerca de 4 mil trabalhadores com idade inferior a 40 anos não tinham recebido nenhuma dose da vacina contra a Covid-19, impossibilitando o pleno retorno as aulas em parte dos 417 municípios da Bahia”, afirma o secretário. :: LEIA MAIS »

Uefs retoma discussão sobre Plano de Desenvolvimento Institucional

Reunião PDI – Foto: Divulgação / Uefs

O Plano de Ação referente ao PDI 2017 – 2021 da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) foi avaliado e monitorado na manhã desta quinta-feira (15). A iniciativa foi coordenada pela equipe da Assessoria Técnica e de Desenvolvimento Organizacional (Asplan) e reuniu além de pró-reitores, assessores e diretores de unidades organizacionais, o reitor, vice-reitora e chefe de gabinete da Instituição.

De acordo com Derneval Lisboa, assessor técnico da Asplan, o objetivo da atividade foi antes de mais nada, avaliar o andamento das ações propostas pela Gestão para o alcance das metas da Instituição dentro do período 2017-2021, as adequações que se fizeram necessárias em decorrência da pandemia de Covid-19 e as prioridades que diante da atual circunstância se apresentam. “O momento foi de grande valia pois conseguimos com a participação ativa dos gestores e coordenadores identificar e priorizar as ações que terão uma atenção maior para o seu desenvolvimento no âmbito da Universidade”, explicou.

Para o professor Evandro do Nascimento, reitor da Uefs, o momento foi oportuno para deixar evidente o quanto as ações de planejamento são essenciais, mesmo num cenário atípico como o que estamos vivendo.  “O contexto de excepcionalidade da pandemia não nos exime de cuidar dos instrumentos de planejamento institucional. Pelo contrário, requer continuar pensando a universidade de forma estruturante. A experiência foi muito positiva”, afirmou. :: LEIA MAIS »

Prefeitura de Feira de Santana autoriza retomada das aulas nas escolas particulares

Foto: ACM

O retorno às aulas nas escolas particulares está permitido. O prefeito Colbert Filho, na manhã desta segunda-feira, 12, autorizou o reinício das atividades letivas em formato híbrido, a partir de 19 de julho.

Conforme a publicação é imprescindível seguir os protocolos sanitários de segurança emitidos no decreto municipal, como: uso obrigatório de máscaras (e uma a mais no conjunto de material do aluno); termômetros digitais com infravermelhos para aferir temperatura no acesso e controle do número de pessoas circulantes no interior das unidades de ensino.

O decreto determina também o distanciamento no ambiente escolar, incluindo revezamento dos horários de entrada e saída, da recreação e número de alunos por sala (ocupação máxima de 50%).

As instituições devem manter higienização e a manutenção dos ambientes ao final das atividades presenciais. As aulas deverão ser ministradas em espaços ventilados, mantendo janelas e portas abertas. :: LEIA MAIS »

Especialista cobra plano de emergência de saúde dos municípios

Foto: Divulgação / TCM-BA

O epidemiologista Wanderson Oliveira, secretário de serviços integrados e saúde do Supremo Tribunal Federal, afirmou que os municípios brasileiros precisam se empenhar para acelerar o processo de vacinação de suas populações, e também desenvolver campanha de comunicação para estimular as medidas preventivas por parte dos cidadãos, de modo a conter o processo de contaminação. Além disso, para ele, é preciso tirar lições desta crise de saúde, e elaborar ou renovar os planos de emergência municipais “para nos preparar para uma nova pandemia, que por certo irá nos atingir nos próximos anos”.

As advertências foram feitas durante palestra realizada na manhã desta sexta-feira (09/07), pelo canal no Youtube do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia, dentro do ciclo de “Conferências do Cinquentenário”, que marca os primeiros 50 anos de fundação do TCM/Ba. O professor e mestre Wanderson Oliveira, um dos mais importantes epidemiologistas do país – com 16 anos de trabalho no Ministério da Saúde em emergências públicas de saúde – disse que não há outra alternativa para vencer a Covid-19, a não ser “vacinar e vacinar rápido, manter o distanciamento social e o uso de máscara para conter a transmissão, evitar o surgimento de novas mutações mais graves e, por fim, extinguir a doença”.

Segundo ele, variantes do coronavírus estão em circulação no mundo já há algumas décadas, e provavelmente boa parte da população já contraiu o vírus – que é responsável por 30% dos casos de gripes nos últimos anos. Também aves, morcegos e outros animais (inclusive baleias) foram e são frequentemente contaminados. Esta mutação, causadora da Covid-19, é que se revelou mais letal e de maior contágio. :: LEIA MAIS »

Lauro de Freitas mantém liderança na geração de empregos formais na RMS

Foto: Divulgação / PMLF

Mesmo diante da crise gerada em diversos setores da economia pela pandemia do novo coronavírus, Lauro de Freitas registrou saldo positivo de postos de trabalho pelo segundo mês consecutivo. De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) de maio, o município registrou 708 postos de trabalho, resultado da diferença entre admissões e demissões. Esse é o melhor cenário dentre os municípios da Região Metropolitana de Salvador (RMS).

O número é inferior ao registrado no mês de abril, quando o município registrou a criação de 2.053 postos de trabalho celetista. No entanto, no acumulado do ano soma um total de 3.563 postos de trabalho, o que mantém o município na primeira posição na RMS no que diz respeito à geração de empregos com carteira assinada. O maior número de postos foi gerado no setor de serviços, seguido pela construção civil e indústria.

De acordo com o secretário municipal de Trabalho, Esporte e Lazer (SETREL), Uilson Souza, parte deste avanço se deve às ações desenvolvidas pela gestão e à aproximação da Prefeitura com os segmentos econômicos. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia