WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


185 anos de Feira de Santana

:: ‘ACM Neto’

ACM Neto diz que Ronaldo tem mais condições do que ele para ser governador

ACM Neto na convenção do Democratas - foto Anderson Dias - Política In Rosa

Foto: Anderson Dias / Política In Rosa

O prefeito da cidade de Salvador, ACM Neto, na convenção do Democratas que confirmou o nome do ex-prefeito de Feira de Santana José Ronaldo de Carvalho como candidato ao Governo do Estado, falou sobre o que ele chamou de “processo difícil” que foi a sua desistência de tentar concorrer a vaga. Neto disse que, ao pensar, chegou à conclusão de que Ronaldo era mais capaz do que ele para essa tarefa.

Segundo Neto, o grupo escolheu aquele que dentre todos estava mais preparado para liderar essa campanha política e que reunia as melhores condições para ser o governador. “Eu sei que serei cobrado pelos próximos quatro anos por aquilo que estou dizendo nesta convenção. Neste momento, José Ronaldo reúne muito melhores condições para ser o nosso governador do que eu mesmo poderia reunir”, afirmou.

Repasse de R$ 6 milhões para ONG da mãe de ACM Neto é criticado na Câmara

Vereador Sílvio Humberto

Vereador Sílvio Humberto / Ascom

“O vício está na raiz da tomada de atitudes do gestor municipal”. Com essas palavras, o vereador Sílvio Humberto (PSB) criticou a escolha do prefeito de Salvador pela entidade Parque Social, instituição gerida pela mãe do chefe do Executivo, como responsável pela execução do Programa Municipal de Aprendizagem. A medida garante o repasse de R$ 6 milhões para a referida organização.

O programa foi aprovado na Sessão Ordinária desta terça-feira (10/07), na Câmara Municipal de Salvador. Sílvio Humberto votou a favor da maioria dos artigos do Projeto de Lei 181/2018, que institui o referido programa, mas se posicionou contrariamente aos artigos 17, 19, 20 e 21 do PL. “Não há como ser contra à implementação do programa, que se propõe a promover aprendizado e renda para a juventude de Salvador. No entanto, não temos como nos alinhar a mais uma arbitrariedade do prefeito. A escolha antidemocrática de uma entidade gerida pela mãe do gestor atenta claramente contra a Constituição Federal e contra todos os princípios que regem o exercício da gestão pública”, denuncia o parlamentar.

Para Sílvio, a aprovação do projeto, nos termos que passou pela Casa Legislativa, “não garante a transparência no repasse dos recursos públicos, nem a moralidade e impessoalidade dos atos da Gestão Pública”. O vereador defende a abertura de um Chamamento Público, conforme institui a Constituição, para garantia da isonomia e do direito de concorrência de outras instituições.

Arbitrariedade – Sílvio citou o projeto ‘Novos Paradigmas da Equidade’, desenvolvido pelo Instituto Cultural Steve Biko, em parceria com outras organizações da sociedade civil, como exemplo de iniciativa exitosa de qualificação profissional e inserção produtiva, comprovando a capacidade de outras entidades para desenvolvimento dos programas do Município. Conforme o legislador, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) conta com quase 400 instituições cadastradas na cidade. “Com a escolha arbitrária do prefeito, todas elas foram desrespeitadas no direito legítimo de desenvolver o programa. As medidas adotadas pelo gestor municipal, mesmo quando são acertadas, saem viciadas do Palácio Thomé de Souza”, arremata o vereador.

Vereadora denuncia contrato de R$ 6 milhões envolvendo Prefeitura e ONG

Vereadora Aladilce

Vereadora Aladilce (PCdoB)

A vereadora Aladilce Souza (PCdoB) anunciou que apresentará um aditamento ao Ministério Público (MP-BA), informando sobre o projeto enviado pela Prefeitura que pretende autorizar o convênio no valor de R$ 6 milhões com a ONG Parque Social. De acordo com a edil, a organização não-governamental é presidida por Maria do Rosário Magalhães, mãe do prefeito ACM Neto (DEM) e dirigida por Sandra Paranhos, assessora especial da prefeitura e que recebe um salário de R$ 13 mil.

Em abril, Aladilce já havia entrado com uma representação no MP-BA para que se investigasse o repasse de R$ 2,8 milhões para a ONG da mãe do prefeito, alegando que o contrato feria o princípio constitucional da moralidade. “Não se trata de julgar o trabalho que é desenvolvido pela ONG, mas se pretende apelar para o princípio constitucional da moralidade para entender porque tantos recursos estão sendo destinados à organização, sem passar por nenhum tipo de licitação ou edital”, afirmou Aladilce.

O projeto 181/18 que vista instituir o Programa Municipal de Aprendizagem foi enviado pelo prefeito ACM Neto à Câmara e publicado no dia 20 de junho. Nele, consta a autorização de repasse de R$ 6 milhões para que a ONG de sua mãe execute algumas ações do programa.

Ainda de acordo com a edil, a tramitação na Comissão de Constituição e Justiça se deu em tempo recorde, antes mesmo de o projeto ser publicado no Diário Oficial e sem recolher os votos de todos os membros da comissão. O projeto acabou sendo aprovado pela base do prefeito, que compõe a maioria do colegiado. “ACM Neto brinca de ser imperador, passando por cima das prerrogativas dos vereadores e de todos os princípios democráticos e da moralidade. Ele governa sem nenhuma transparência e tratando o dinheiro público como se fosse seu e de sua família. Por isso estamos levando o caso para o Ministério Público.”, afirmou Aladilce.

ACM Neto diz que vai utilizar todos os meios legais para defender o BRT

Prefeito ACM Neto

ACM Neto

O prefeito ACM Neto reafirmou, nesta quinta-feira (14), que vai utilizar todos os meios legais para defender o BRT de Salvador. A afirmativa foi dada durante solenidade para marcar o início da emissão de carteiras de trabalho em seis das dez Prefeituras-Bairro, realizada na unidade da Cidade Baixa. As obras, que seguem em andamento no canteiro central da Avenida ACM, dentro do primeiro trecho, estão sendo questionadas pelos por promotores federais e estaduais, mesmo com o cumprimento de todo o rito legal por parte do município. “Vou enfrentar este assunto e defender o BRT com todas as forças perante a Justiça”, anunciou.

Segundo ACM Neto, as posturas dos dois órgãos vão contra os interesses da cidade. “Realizamos audiências públicas, agimos com o máximo de transparência. A imprensa acompanhou tudo, desde o primeiro momento: quando apresentamos o projeto conceitual, quando foram apresentados os detalhamentos, depois quando foi debatida essa matéria com a população, em seguida com a licitação e a ordem de serviço. Agora a obra começa e vem esse tipo de iniciativa. Com todo o respeito que tenho ao Ministério Público estadual e federal, mas eles estão fazendo algo contra a cidade”, avaliou.

Os mesmos órgãos, de acordo com o prefeito, se posicionam de maneira diferente de quando foi implantada a segunda linha do metrô de Salvador, que corta a Avenida Luis Viana Filho (Paralela). “Estranha-me muito porque o Ministério Público, principalmente o estadual, não teve a mesma postura com relação à obra do metrô, que suprimiu 2 mil árvores da Avenida Paralela, que era o maior parque verde contínuo da cidade. Hoje, se não está mais agredida, foi porque a Prefeitura não deixou. Nós exigimos o plano de recomposição da arborização e preservação da natureza, e é claro que esses mesmos cuidados temos com o BRT. Aliás, o BRT tem um impacto muito menor na fauna e flora do que teve o metrô, e agora vem o MP querendo cirar esse tipo de confusão.”

Responsabilidade ambiental – A Prefeitura conseguiu reduzir o impacto ambiental diminuindo a retirada de 579 para 154 árvores, além de transplantar 169. Para reparar ainda mais os possíveis danos causados ao meio ambiente, a administração municipal se comprometeu a plantar 2 mil mudas de espécies nativas da Mata Atlântica. O projeto BRT seguiu todos os trâmites legais com base no artigo 225 da Constituição Federal, na Lei Federal 6.938/81, na Resolução Conama 237/97, na Lei Complementar 140/2011, na Lei Municipal 9.148/16 (LOUS), na Lei Municipal 9.069/16 (PDDU), na Lei Municipal 8.915/15 (Política Municipal de Meio Ambiente) e na Lei Municipal 9.187/17 (Plano Diretor de Arborização Urbana). Para implantação do BRT, foram realizados o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e o Relatório de Impacto Ambiental (RIMA), além de audiências públicas no Ministério Público da Bahia, com a participação da sociedade, que acompanhou todo o processo de Licenciamento Prévio concedido pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente (Comam). As obras do BRT são executadas com base em estudos de reestruturação urbanística e paisagismo, intervenções no tráfego com novos viadutos, acessos, ciclovias, rearborização e obras de macro e micro drenagem. Tudo para garantir que o desenvolvimento urbano esteja em sintonia com o meio ambiente.

Projeto da LDO prevê receita de R$ 7,7 bi e investimentos de R$ 1,2 bi para Salvador

O prefeito de Salvador, ACM Neto, encaminhou hoje (15) à Câmara de Vereadores o Projeto de Lei das Diretrizes Orçamentárias do município para o exercício 2019. O PLDO prevê uma receita total de R$7,7 bilhões, com incremento da ordem de 5% em relação ao orçamento de 2018. Desse total, estão previstos investimentos da ordem de R$1,2 bilhão, que corresponde a um crescimento de 4% em relação à LOA de 2018 e representa 15,2% do total da receita estimada. Na mensagem, ACM Neto destaca o desafio de superar a cada ano o índice de investimento em Salvador. “Isso só tem sido possível pela condição da saúde financeira do município, restabelecida e sustentada ao longo desses cinco anos, o que tem credenciado a contratação de operações de crédito junto a organismos financeiros nacionais e internacionais e a celebrar convênios e contratos de repasses particularmente como o governo federal”, afirmou.

Para o próximo exercício estão previstos recursos da ordem de R$ 730 milhões originários de operações de crédito já assinadas ou em fase final de contratações para ainda este ano.  Dentre estes investimentos estão o financiamento do BRT, com a Caixa; o Prodetur e o novo Mané Dendê, com o BID; o Salvador Social, com o BIRD; e o Proquali (Programa de Requalificação Urbana de Salvador), com a Cooperação Andina de Fomento (CAF). Na peça orçamentária, elaborada na Casa Civil, estão estabelecidas as diretrizes do município de Salvador para o próximo ano, indicando as metas fiscais e prioridades da administração, a estrutura e organização dos orçamentos, as diretrizes relativas à política e despesas com pessoal e encargos e as disposições sobre alterações na legislação tributária do município, bem como medidas para incremento da receita. Segundo Luiz Carreira, secretário chefe da Casa Civil, as operações de crédito se somam aos recursos próprios e às transferências voluntárias da União, ampliando significativamente a capacidade de investimento do município. “Vale ressaltar que estes recursos, como aliás já vem acontecendo nestes cinco anos da gestão ACM Neto, serão aplicados na sua quase totalidade nas áreas mais carentes da cidade”, afirmou.

As metas prioritárias indicadas no PLDO estão compatibilizadas com o Plano Estratégico 2017-2020, o Plano Plurianual 2018 / 2021 e o programa Salvador 360. O projeto apresenta um elenco de 14 programas e 93 ações e metas para o exercício 2019, destinados prioritariamente às áreas mais carentes da cidade, em ações de saúde, educação, assistência, inclusão e proteção social, formação de cidadania, bem como para a conservação e manutenção dos espaços públicos, ações de resiliência e sustentabilidade, mobilidade, expansão e modernização da infraestrutura urbana e estímulo às atividades econômicas geradoras de emprego e renda, modernização da administração e a manutenção do equilíbrio fiscal, dentre outros. A manutenção da taxa de investimento de 15,2%, segundo Carreira, é bastante expressiva, principalmente se comparada à situação econômica da maioria dos municípios brasileiros.  “Estes investimentos, assim como a saúde financeira do município, têm permitido, de um lado, a manutenção de um amplo programa de trabalho com recursos próprios do município e, de outro, alavancar recursos financeiros expressivos junto a instituições nacionais e internacionais de crédito para investimento nas áreas sociais e de infraestrutura urbana, assim como na modernização e fortalecimento da administração municipal”.

Vereadora Aladilce rebate ACM Neto sobre críticas ao BRT

Vereadora Aladilce (PCdoB)

Vereadora Aladilce (PCdoB)

O prefeito ACM Neto (DEM) tem sido alvo de críticas e protestos contrários à implementação do BRT. Três manifestações já foram realizadas no canteiro de obras do projeto que prevê a retirada de 579 árvores, tamponamento de dois rios, além de ser o mais caro do país, orçado em R$ 820 milhões. Nas redes sociais também é forte as reações contrárias ao projeto do prefeito. Recentemente o cantor Caetano Veloso e o ator Érico Brás se posicionaram, além de Daniel Cady – marido de Ivete Sangalo – que usou suas redes sociais para repudiar o BRT proposto por ACM Neto.

Diante da pressão sofrida, o prefeito revidou e mandou o marido de Ivete e demais críticos a conversar “com quem anda de ônibus”. Para a vereadora Aladilce (PCdoB), que tem se posicionado contrariamente à implementação do BRT na região Lapa-Iguatemi, a fala de ACM Neto revela sua arrogância e despreparo para lidar com as críticas. “Um prefeito criado em berço de ouro, que nunca andou de ônibus, que não sabe nem a diferença entre uma pá e uma enxada, acha que pode dar lição de moral em quem?”, questionou Aladilce. Ainda de acordo com a vereadora, “ACM Neto faz de Salvador o seu playground, mexe na estrutura da cidade sem consultar ninguém, ouvindo apenas seus amigos megaempresários e quando a sociedade reage ele busca desqualificar seus críticos de forma arrogante e prepotente”, disparou Aladilce.

As mobilizações contra o BRT continuam. Já estão agendadas novas manifestações na região da obra e também em frente à sede do Ministério Público, do Inema e da Prefeitura de Salvador.

“Nós temos um líder e eles têm um gerente”, diz Joseildo sobre ACM Neto

Deputado Joseildo Ramos

Deputado Joseildo Ramos

Durante a Audiência Pública que debateu o possível fechamento da Fábrica de Fertilizante Nitrogenado (FAFEN) na Bahia, o deputado estadual e líder do PT na ALBA, Joseildo Ramos, aproveitou o discurso para comentar a decisão do prefeito ACM Neto (DEM) de não disputar o cargo para o Governo do Estado neste ano. “Como político, sou feliz porque sou liderado por um governador que é solidário [à causa das FAFENs]. Mas presto a minha solidariedade aos companheiros que nos são opositores porque eles não têm um líder, têm um covarde”, alfinetou o parlamentar.

Ainda durante o discurso, Joseildo afirmou que ACM teria “saído pela tangente” e desistido da disputa por conta da avaliação popular do Governo Rui Costa. “Nós temos um líder e eles têm um gerente. Política é coisa mais séria, é de gente que tem que ter sangue de trabalhador correndo nas veias”, afirmou. Sobre o cenário nacional, o parlamentar concluiu: “este é o ano de acertar as contas com esses carcamanos que estão vendendo o nosso país”.

 

ACM Neto diz que José Ronaldo tentou até o final que fosse ele o candidato da oposição

Prefeito de Salvador, ACM Neto

Prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM).

O prefeito da cidade de Salvador, ACM Neto, reconheceu que o ex-prefeito José Ronaldo tentou até o final que fosse ele o candidato das oposições ao Governo do Estado. “José Ronaldo foi de uma lealdade ímpar comigo nesse processo. Talvez a pessoa com quem eu mais conversei para tomar essa decisão. Ele não me aconselhava a continuar na prefeitura. Ele lutou até o fim com todas as forças para tentar me convencer a ser candidato”, disse Neto.

Antes de anunciar que não seria candidato ao Governo da Bahia, Neto destacou que teve uma conversa com José Ronaldo e disse a ele. “Zé, agora é sua hora. Você se preparou pra isso e vai levar para a Bahia toda esse seu jeito simples, de um homem sincero, verdadeiro e um homem que cujo a trajetória política é irretocável. Ninguém pode levantar a voz para falar nada contra Zé Ronaldo, pois a biografia dele é de um homem limpo, transparente e honesto. A Bahia precisa de um governador que faça menos propaganda e trabalhe mais pelo povo”, afirmou.

“Tive que dizer não frustrando expectativas de muitos amigos e familiares”, diz ACM Neto

ACM Neto

ACM Neto (DEM)

O prefeito da cidade de Salvador, ACM Neto (DEM), em seu pronunciamento no último sábado no lançamento da candidatura ao Governo do Estado do ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho (DEM), explicou os motivos pelos quais não renunciou ao seu mandato para concorrer ao cargo. Neto disse ter entendido que o sentimento majoritário do povo soteropolitano era de que ele não renunciasse.

Sobre a renúncia de José Ronaldo ele destacou que as circunstâncias são diferentes. “José Ronaldo já foi vereador, deputado estadual, deputado federal e teve a oportunidade de cumprir quatro mandatos como prefeito de Feira de Santana. Ronaldo não tem mais nada a provar a população de Feira, pois todos os serviços, as obras e as ações que ele poderia já realizou. Com isso, ele [Ronaldo] pode deixar a Prefeitura com o sentimento de quem cumpriu integralmente o seu dever e já escreveu o seu nome na história como o maior prefeito que Feira de Santana já teve’’, justificou.

Ele destacou ainda que apesar de todas as pesquisas mostrarem que ele teria a melhor avaliação dentre todos os prefeitos de capitais do Brasil, ele tem um caminho longo a percorrer com apenas 39 anos de idade. “Tomei a decisão mais difícil que foi a de dizer não. A mais fácil teria sido renunciar a Prefeitura de Salvador e cair nos braços do povo baiano começando uma candidatura ao Governo do Estado. Tive que dizer não até mesmo frustrando as expectativas de muitos amigos, companheiros políticos e de meus familiares que sonhavam com isso”, afirmou. O desejo de Neto é de deixar na Prefeitura de Salvador um legado inquestionável de transformações e mudanças.

Tia Eron diz que ACM Neto tem capacidade de ser candidato a presidente da República

Deputada Tia Eron

Deputada Tia Eron (PRB)

A deputada federal e secretária de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps) de Salvador, Tia Eron (PRB), falou ao site Política In Rosa sobre a desistência do prefeito ACM Neto em sua candidatura ao Governo do Estado. A secretária não vê como desistência, mas como uma avaliação do próprio Neto do que seria melhor para ele e confia em seu pensamento. “Neto é um homem de uma musculatura e construiu em sua trajetória de trabalho de grande gestor com a capacidade enorme de escolher o que ele quiser. A capacidade dele é tão grande que poderia ser um candidato a presidente da República sem nenhuma dificuldade”, disse. Tia Eron ainda garantiu que seria candidata a reeleição para deputada federal.

Leur Lomanto Jr. fala sobre desistência de ACM Neto e MDB

deputado estadual Leur Lomanto Jr.

Deputado estadual Leur Lomanto Jr. (DEM)

O deputado estadual Leur Lomanto Jr. (agora no DEM) em entrevista ao site Política In Rosa, afirmou que a oposição deve assimilar a desistência do prefeito ACM Neto (DEM) de concorrer ao Governo do Estado já que ele escolheu continuar com o seu mandato de prefeito da cidade de Salvador. “Ele entendeu que não era o momento de abdicar do seu mandato de prefeito. Precisamos virar essa página e construir uma nova história”, disse.

Ele ressaltou ainda que o partido mostrou o seu novo candidato, o prefeito de Feira de Santana José Ronaldo de Carvalho, e agora se busca apresentar um projeto novo e diferenciado para a Bahia. “Política se faz acreditando em projetos então nós mantivemos a nossa coerência e vamos agora abraçar a candidato de José Ronaldo, um homem experiente, correto, honrado, honesto e que já demonstrou a sua capacidade administrativa aqui na cidade de Feira de Santana”, destacou.

Debandada

Questionado sobre se acredita em uma debandada dos aliados, Leur disse que a oposição se manteve unida com a perda de um parlamentar, o deputado estadual Samuel Junior. “Continuamos com 20 deputados na Assembleia Legislativa e vamos procurar rodar o estado mostrando um projeto de que a Bahia pode muito mais”, completou.

MDB

Leur Lomanto Jr, que saiu do MDB para adentrar ao Democratas, salientou que o deputado federal Lúcio Vieira Lima continua a frente do partido na Bahia e deve ter um candidato próprio ao Governo do Estado. “Eles seguirão seu rumo e nós procuraremos seguir o nosso”, concluiu.

José Carneiro nega que áudio circulado nas redes sociais xingando ACM Neto seja ele

Vereador José Carneiro

Vereador José Carneiro (PSDB)

Um áudio falso atribuído ao presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana tem sido repassado nas redes sociais. A Assessoria de Comunicação da Casa negou que o áudio seja de José Carneiro e enviou uma Nota de Esclarecimento a imprensa. Veja!

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Suposto áudio do vereador José Carneiro criticando ACM Neto é falso

Circula um falso áudio nas redes sociais tentando criar uma celeuma entre o presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana e o prefeito do município de Salvador, ACM Neto, em virtude de o vereador ter se pronunciado sobre a desistência, de última hora, do referido prefeito a candidato a governador do estado da Bahia.

Vale salientar que o presidente do Legislativo feirense, realmente, se posicionou de forma firme, mas, em momento algum, foi desrespeitoso nem ofensivo.

A crítica é uma forma de se exercer a democracia, enquanto a agressão física ou verbal acirra os ânimos e não contribui em nada para resolução dos problemas de interesse da coletividade.

Joilton Freitas, chefe da Ascom

Presidente da Câmara de Feira sobre ACM Neto: “Não tem mais condições de comandar o grupo de oposição na Bahia”

Vereador José Carneiro

Vereador José Carneiro (PSDB)

O presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro (PSDB), deu declarações polêmicas sobre a desistência do prefeito da cidade de Salvador, ACM Neto, da sua candidatura a governador da Bahia. Ao site Política In Rosa, Carneiro mostrou a sua indignação com a decisão do prefeito, lamentando muito a sua postura como líder maior da oposição. “Nós acreditávamos que ele seria candidato quando colocou Bruno Reis, que é de sua extrema confiança, para ser vice-prefeito da cidade de Salvador. De lá para cá ele construiu a sua candidatura. O grupo de oposição todo trabalhou com o objetivo de fortalecer ACM Neto e hoje, no apagar das luzes, ele afirma que não é mais candidato’’, disse.

Na opinião de Carneiro, Neto poderia ter declarado a sua posição antes, ter permitido que o grupo se articulasse e decidido outro nome para substituí-lo. “Ele não é insubstituível. Existem nomes na oposição que são capacitados para estar em seu lugar. Mas ele não permitiu isso e se constituiu como uma grande liderança. Por isso foi infeliz primeiro quando manteve a candidatura até agora e segundo quando desistiu tornando-se, no meu ponto de vista, traíra com o grupo que ele comandou”, destacou.

O presidente ressaltou ainda que a desistência não é postura de um grande líder político e que foi falta de respeito com o grupo que ele comandou. “Acho que ele não tem mais condições de comandar o grupo de oposição no Estado da Bahia porque perdeu a confiança de seus correligionários que ficaram todos reféns da sua posição. Ele não pode, sob nenhuma hipótese, comandar hoje o grupo de oposição”, disparou. Ainda assim, José Carneiro salientou que entende a decisão do prefeito de Salvador e que ele tem uma carreira política bonita pela frente.

Meu coração me impede de deixar a prefeitura, diz ACM Neto

ACM Neto

Foto: Guilherme Reis

Em discurso, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM),  anunciou que desiste de disputar o governo do Estado. Desde meados do primeiro mandato, Neto era o nome da oposição para a disputa. Há quem diga que o demista se tornou refém de si mesmo.

Na Comunidade Guerreira Zeferina, chorando, Neto recuou. “Meu coração me impede de deixar a prefeitura”. (BNews)

José Carneiro critica indecisão de ACM Neto

Vereador José Carneiro

Vereador José Carneiro (PSDB)

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, José Carneiro (PSDB), criticou indignado a posição do prefeito de Salvador, ACM Neto, de não tomar e revelar qual a sua posição para as próximas eleições. Para Carneiro, ACM Neto não tem o direito de ficar colocando o prefeito José Ronaldo em segundo plano como outra opção para concorrer ao cargo de governador. “Líder não é para ficar em muro não, é para tomar posições. Ele tem que ter mais respeito com os correligionários. É inaceitável que permaneçamos até o dia 7 de abril esperando o bonitinho tomar uma decisão se é ou não candidato ao Governo do Estado. Se for estratégia é uma estratégia que está prejudicando a própria coligação”, disparou. Ainda assim, José Carneiro confirmou que, se ACM Neto for candidato, terá o seu voto.

Presidente do PR confirma convite de ACM Neto para chapa majoritária

José Carlos Araújo

Presidente PR na Bahia, José Carlos Araújo

José Carlos Araújo, presidente do Partido República (PR) na Bahia  em entrevista ao programa Se Liga Bocão, na noite desta quarta-feira (28), confirmou que o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), convidou a legenda para uma vaga na chapa majoritária, durante conversa com Neto na noite de terça-feira (27). José Carlos Araújo terá outra conversa com o governador Rui Costa, nesta quinta-feira (29).

“Ele [ACM Neto] nos ofereceu uma vaga na majoritária. Gostei muito da conversa dele. Mas vou ouvir minha base, conversar com o partido para depois tomar decisão. Uma decisão dessa não pode ser açodada. Preciso conversar com as pessoas para ver o que é melhor para o partido. Quero crescer o partido”, disse.

Deputado Rosemberg conclama ACM Neto a convencer Michel Temer a não fechar fábrica de fertilizantes na Bahia

Deputado Rosemberg conclama ACM Neto a convencer Michel Temer a não fechar fábrica de fertilizantes na Bahia

Rosemberg Pinto na Câmara de Camaçari

O deputado Rosemberg Pinto conclamou, nesta terça-feira (20), durante audiência na Câmara Municipal de Camaçari, que o prefeito de Salvador e presidente nacional do Democratas, ACM Neto, um dos principais aliados do presidente Michel Temer no Nordeste, convença o mandatário emedebista a não fechar a Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados da Bahia (Fafen), localizada no Polo Petroquímico de Camaçari.

O governo federal anunciou o fechamento da unidade até o final do primeiro semestre deste ano. Com o encerramento da produção de insumos essenciais à produção agrícola, a soberania alimentar e a produção agrícola brasileira correrão sérios riscos, já que passarão a depender da importação de fertilizantes. “Nesta hora, precisamos superar a disputa política e criar uma unidade na defesa da empresa e do desenvolvimento do nosso estado. O prefeito de Salvador tem que pegar o telefone e dizer ao presidente Michel Temer que ele não pode fechar empresa na Bahia”, conclamou o parlamentar petista.

O governador Rui Costa (PT) já se pronunciou sobre o assunto e anunciou, nesta terça-feira (20), durante o programa “Papo Correria”, que entrou em contato com o governador de Sergipe, Jackson Barreto (PMDB), para traçar uma ação conjunta entre os dois governos com o objetivo de reverter a decisão de Temer. O governo também anunciou o fechamento da Fafen sergipana, instalada no município de Laranjeiras.

De acordo com o Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro-BA), com o fechamento da Fafen-BA, 700 postos diretos de trabalho serão encerrados, impactando toda cadeia produtiva do Polo Petroquímico, que depende dos insumos produzidos pela unidade baiana, o que pode aumentar ainda mais o número de demissões, além de provocar uma forte queda na receita do Estado e dos municípios da Região Metropolitana de Salvador. “Nós precisamos entender que não se trata apenas da defesa do emprego dos trabalhadores, um pleito importante e fundamental, mas algo bem maior: a defesa do desenvolvimento da Bahia, de Camaçari e do Nordeste”, alertou Rosemberg.

ACM Neto acusa governador de usar SSP para investigação ilegal na Barra

ACM NetoO prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), acusou nesta quinta-feira (01) o governador Rui Costa de utilizar indevidamente a Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP) para investigar as obras de requalificação da orla da Barra. “O governador Rui Costa se esquece de dizer publicamente que, de maneira indevida, a Secretaria de Segurança Pública, a partir de uma provocação de deputados do PT, já está investigando as obras da Barra. Então, ele devia dizer isso, com coragem, à população da Bahia. Ele persegue seus adversários, como é uma característica do PT”, afirmou o prefeito.

As declarações foram dadas durante o lançamento do primeiro programa para seleção de startups na cidade, chamado de PItch Salvador, em evento realizado no Wish Hotel da Bahia, no Campo Grande. ACM Neto foi questionado pela imprensa sobre a posição de Rui Costa de só aceitar a instalação de uma CPI na Assembleia Legislativa para apurar a corrupção envolvendo a demolição e reconstrução da Arena Fonte Nova – com a cobrança de propina por parte do ex-governador e atual secretário estadual de Desenvolvimento Econômico da Bahia, Jaques Wagner – se houvesse uma outra comissão para apurar também eventuais irregularidades nas obras da Barra, o que nunca foi provado.

“Não tenho problema que exista qualquer investigação nas obras da Barra. E o governador sabe que sua Secretaria de Segurança Pública, de maneira indevida, já está fazendo isso. Ele persegue os seus adversários, como é uma característica do PT. Ele tenta encobrir os erros do seu governo e de seus aliados, a corrupção que é uma marca do PT em todo o país, com esse tipo de factoide”, disse o prefeito, para quem cabe aos deputados estaduais tomarem a decisão sobre a instalação de uma CPI sobre o processo de demolição e reconstrução da Fonte Nova.

CÂMARA DE VEREADORES_somos parceiro_banner de site Política in Rosa - 500x500 gif


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia