WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


CMFS---CÂMARA-SOLIDÁRIA---ENTREGA---BANNER-SITE-POLÍTICA-IN-ROSA-729X90PX-01 PMSE---FLISE-2021---BANNER-SITE-POLÍTICA IN ROSA ---729X90PX---FINAL

:: ‘obras’

Feira de Santana: Auditoria indica falhas em obras realizadas

Feira de Santana

Feira de Santana – Foto: ACM

Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia acataram, em parte, as conclusões contidas no relatório de auditoria realizada por técnicos do tribunal na Prefeitura de Feira de Santana, que indicou a existência de irregularidades formais em processos licitatórios, contratos e termo aditivos referentes ao exercício de 2017. Os certames tinham por objeto a construção de unidades escolares e a pavimentação de vias urbanas.

O relator do processo, conselheiro José Alfredo Rocha Dias, determinou ao atual prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins da Silva Filho, que, junto com o Controle Interno do município, adote as providências necessárias para a devida fiscalização dos processos licitatórios e da execução de obras e serviços.

Considerando apenas as fontes de recursos passíveis de fiscalização pelo TCM, os gastos com obras e serviços de engenharia pela prefeitura, no exercício de 2017 alcançaram o montante de R$25.175.815,34. Foram auditados sete processos licitatórios, que juntos representam mais de R$4 milhões.

Em relação a esses procedimentos, os auditores do TCM indicaram, como falhas formais, a ausência de composições de custos unitários de serviços e encargos sociais; de composição de BDI – Benefício e Despesas Indiretas – que fundamentou o percentual de 15%, padronizado pela administração; e de Anotação de Responsabilidade Técnica – ART referente aos orçamentos de referência da administração, bem como da empresa contratada.

Também foram apontados como ausentes, nesses processos, o critério de aceitabilidade de preço unitário; o cronograma físico-financeiro da administração e da empresa contratada; os Diários de Obras; e as memórias de cálculos que fundamentam os boletins de medição. :: LEIA MAIS »

Hospital Geral Costa das Baleias terá investimento de R$ 200 milhões entre obras e equipamentos

Hospital Geral Costa das Baleias

Hospital Geral Costa das Baleias – Foto: Divulgação/Secom

Atendimento de média e alta complexidade, incluindo tratamento oncológico, 180 leitos, sendo 30 de UTI, e sete salas de cirurgia, com investimento de R$ 200 milhões entre obras e equipamentos são as características do novo Hospital Regional Costa das Baleias, que está  sendo construído pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder) em Teixeira de Freitas, no extremo-sul da Bahia, após  a autorização assinada nesta sexta-feira (5), pelo governador Rui Costa.

Rui afirmou que a Bahia é o estado brasileiro que mais investe em saúde pública.  “Nos últimos 16 anos, construímos 16 hospitais estaduais. Tudo isso está sendo feito na Bahia, o décimo sexto entre os 27 estados brasileiros em arrecadação. Mas estamos há seis anos seguidos em segundo lugar entre os estados com maiores investimentos públicos de forma geral, ficando atrás apenas de São Paulo, que arrecada 7 vezes mais que a Bahia”.

Somente na Costa das Baleias, segundo Rui, estão sendo aplicados R$ 785 milhões. “Nenhum outro governo investiu tanto em saúde, educação, infraestrutura, e a gente vai na contramão do Brasil, fazendo investimento e gerando Emprego. Este hospital vai gerar no mínimo três mil empregos diretos e indiretos.  Além de cuidar da saúde, nós estamos gerando emprego e renda para a população, na construção e na operação do equipamento”.

Importância macrorregional

A secretária da Saúde, Tereza Paim, enfatizou o tamanho e a importância do Hospital da Costa das Baleias. “Este é um hospital de grande porte, com alta tecnologia e de referência macrorregional. São 180 leitos, sendo 30 de UTI, com serviço de hemodinâmica, neurointervenção, intervenção vascular e cardiológica. Isso transforma a assistência da região, faz com que a gente dê equidade de acesso à população”. :: LEIA MAIS »

Prefeito autoriza investimento de mais de R$ 7 milhões em obras de recapeamento asfáltico e recuperação de calçamento

Prefeito autoriza investimento de mais de R$ 7 milhões em obras de recapeamento asfáltico e recuperação de calçamento

Foto: Divulgação/PMJ

Iniciando o mês de outubro, quando o município de Jequié celebra 124 anos de emancipação político-administrativa da cidade, o prefeito de Jequié, Zé Cocá, numa iniciativa de comemoração pela passagem da data, assinou, na tarde desta terça-feira (05), a ordem de serviço para início das obras de recapeamento asfáltico e recuperação de calçamento do Centro.

Com investimentos de R$ 7,2 milhões de reais, em recursos próprios, as obras vão contemplar as vias públicas do Centro, totalizando mais de 100 mil metros quadrados de pavimentação asfáltica e de recapeamento, dando um novo ritmo ao tratamento da infraestrutura viária nas ruas e avenidas localizadas no eixo central do município.

O secretário de Governo, Hassan Iossef, destacou que tem um déficit de pavimentação na cidade e isso tem causado atrasos na evolução e desenvolvimento de projetos, uma vez que esses serviços devem ser prestados e prestados com qualidade. “Pensando nisso, estaremos aplicando esse montante de quase R$ 8 milhões de reais, na melhoria da infraestrutura viária do Centro. São recursos próprios e as pessoas vão poder ver de perto a aplicação dos recursos municipais, sendo transformados em obras e serviços em benefício do povo.”, ressaltou Hassan Iossef.

Lucindo Menezes, secretário de Infraestrutura, informou que essas obras vão marcar o dia 25 de outubro por ser de grande importância para a cidade. “É um presente que o prefeito de Jequié, Zé Cocá, está dando à população. As vias centrais da cidade estão completamente danificadas, com asfaltos antigos, então é necessário o recapeamento, e essa será uma obra que vai proporcionar espaços públicos melhores aos pedestres e condutores de veículos, vai melhorar o trânsito, vai beneficiar o comércio e vai ser de extrema importância para a nossa Jequié.”, disse o secretário de Infraestrutura.

Já o prefeito Zé Cocá falou que, no mês do aniversário de Jequié, o presente é para a população. “Essa obra será executada 100% com recursos próprios e será uma obra de extrema importância, que vai melhorar a mobilidade urbana do Centro da cidade, mas nós estamos indo além e levando pavimentação asfáltica para todos os bairros. Estamos trabalhando para deixar arrumadas, pavimentadas, recuperadas, não somente as ruas do Centro, mas diversas vias públicas por toda a cidade, como o nosso povo merece e, assim, transformar Jequié na capital da nossa região.”, disse. :: LEIA MAIS »

Professor Ivamberg critica falta de planejamento em obras da cidade

Vereador Professor Ivamberg (PT) – Foto: site Política In Rosa / Anderson Dias

Na manhã desta quinta-feira (2), em discurso na Câmara Municipal, o vereador Professor Ivamberg (PT) criticou a falta de planejamento das obras da Prefeitura de Feira de Santana. Ele falou sobre o BRT e a duplicação da avenida Artêmia Pires, com previsão para ser iniciada em fevereiro de 2022.

Segundo o edil, o secretário de Planejamento do Município, Carlos Brito, está na pasta há mais de 20 anos e é responsável pelo fornecimento de alvarás e habite-se na cidade, além da fiscalização. Por isso, não pode terceirizar a culpa por irregularidades em obras feitas anteriormente: “Onde estava a prefeitura quando essas obras foram feitas?”, questionou.

Ivamberg pontuou a falta de planejamento na construção do BRT, mencionando o ocorrido nesta quarta-feira (1°), na estação da avenida João Durval, quando um veículo ficou preso: “Um caminhão de uma empresa de alimentos ficou enganchado numa das estações e não é a primeira vez que isso acontece. Seria cômico se não fosse trágico”, afirmou o edil. :: LEIA MAIS »

Governo Municipal informa que primeira etapa do Novo Centro está com 80% das obras concluídas

Foto: Wevilly Monteiro

A avenida Senhor dos Passos está um canteiro de obras. De uma ponta a outra do trecho entre a Praça do Nordestino e a Igreja, homens e máquinas da Prefeitura dão agilidade aos serviços de revitalização do projeto Novo Centro. Além de passeios mais largos e piso tátil, favorecendo a acessibilidade para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, diversas vias do Centro estão sendo transformadas em modernas ruas compartilhadas ou ‘ruas de pedestre’ – também conhecido como ‘piso compartilhado’.

O diretor de Planejamento Urbano da Seplan (Secretaria de Planejamento), Wagner Souza, afirma que 80% dos serviços de urbanização da 1ª etapa de requalificação foram concluídos – corresponde as obras de pavimentação de ruas e calçadas com piso intertravado. :: LEIA MAIS »

Deputado destina mais R$ 3,2 milhões para obras de infraestrutura

Foto: Divulgação / Ascom

Uma nova emenda parlamentar de R$ 3,2 milhões, destinada pelo deputado federal Zé Neto (PT), vai garantir a execução de obras de infraestrutura na região da Lagoa Grande e nos bairros Feira X e Viveiros, em Feira de Santana, nos municípios do Consórcio Portal do Sertão e do Recôncavo, além da capital. O anúncio foi feito durante reunião com o deputado estadual Robinson Almeida (PT) e o diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Bahia (CONDER), José Trindade, nesta quinta-feira (4).

“São recursos importantes oriundos do nosso Mandato, em parceria com o deputado Robinson Almeida, que vão contemplar diversas áreas com a pavimentação e drenagem de vias na sede e nos distritos, construção de equipamentos comunitários, dentre outras, beneficiando essas comunidades”, explica o deputado. :: LEIA MAIS »

Feira de Santana receberá R$ 2 milhões para obras

Feira de Santana

Feira de Santana – Foto: ACM

Cerca de R$ 2 milhões, fruto de emendas parlamentares, serão aplicados em obras em Feira de Santana. Os locais beneficiados serão a Lagoa Grande, o Feira X e o Viveiros, além da construção de equipamentos comunitários em bairro ainda a ser definido.

O Governo do Estado comunicou à Prefeitura que a liberação do repasse já está garantida por meio da celebração do contrato com a Caixa Econômica Federal, vez que o dinheiro vem do Governo Federal.

Está sendo destinado R$ 1 milhão para obras de infraestrutura urbana na Lagoa Grande, R$ 259 mil para drenagem e pavimentação de ruas no Feira X e R$ 250 mil para obras semelhantes no Viveiros. Para a construção de equipamentos comunitários são R$ 477 mil. Todas as emendas são do deputado federal Zé Neto (PT). (PMFS)

Ponte Salvador-Itaparica: contrato para obras será assinado no dia 12 de novembro

Projeto Ponte Salvador-Itaparica – Foto: Divulgação / GOV-BA

O contrato definitivo da construção da Ponte Salvador-Itaparica será assinado no dia 12 de novembro pelo Governo do Estado e o consórcio chinês que irá realizar a obra, formado pelas estatais chinesas China Communications Construction Company (CCCC Ltd), CCCC South America Regional Company (CCCCSA) e China Railway 20 Bureau Group Corporation (CR20).  A data inicial de assinatura era no início do ano, mas foi prorrogada por conta da pandemia de Covid-19. Com o documento assinado, as empresas terão um ano para elaborar o projeto e outros quatro para executar o equipamento.

A ponte terá uma extensão de 12,4 quilômetros, com acessos em Salvador, por túneis e viadutos, e em Vera Cruz, com a ligação à BA-001. Também deverá ser realizada uma nova rodovia expressa e a interligação com a Ponte do Funil, que será revitalizada. A concessão do projeto executado por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP) será de 35 anos. O concessionário terá prazo de cinco anos para a realização de estudos e construção do sistema viário, os demais 30 anos serão de gestão e administração do sistema. O investimento será de R$ 5,4 bilhões e o aporte do Estado será de R$ 1,5 bilhão.

O projeto irá melhorar a mobilidade entre a capital, a região metropolitana e o sul do estado. A estimativa é que 24 municípios sejam beneficiados com o encurtamento da distância e redução do tempo de viagem em mais de 40%, por não mais ser necessário realizar o contorno de 100 quilômetros pela BR-101 para acessar a capital baiana. Outros 52 municípios devem ter a distância reduzida entre 20% e 40% da atual. A estimativa é que sejam gerados sete mil empregos durante a construção do equipamento e cerca de 100 mil postos de trabalho em 30 anos. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia