WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Sarampo

:: ‘empregos’

Feira de Santana registra saldo positivo na geração de empregos no comparativo de um ano

Feira de Santana

Foto: ACM

Entre os meses de agosto de 2018 e deste ano, Feira de Santana registrou saldo positivo na geração de empregos formais, segundo levantamento feito pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), órgão do Ministério do Trabalho. No período estudado pelo órgão federal, em Feira de Santana foram admitidas 34.791 trabalhadores e demitidos 34.529 – saldo positivo de 271 pessoas formalmente contratadas.

O comércio do município, um dos mais pujantes de todo o interior nordestino, é o setor da economia local que tradicionalmente mais contrata, principalmente quando da aproximação de períodos o festivos, como o São João e o Natal.

Conforme a Prefeitura, a expectativa da Secretaria de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico é de que a partir do final deste mês, quando as empresas comerciais começam a contratar funcionários temporários para atender a demanda do final de ano, os números positivos se consolidem. A contratação de mão de obra temporária é observada em dois períodos no comércio local. O primeiro é nos meses que antecedem o São João e o segundo é constatado no final do ano. Este setor abre vagas, mesmo sob os efeitos de uma economia que enfrenta grave crise. :: LEIA MAIS »

Qualifica Feira vai contemplar 10 mil pessoas com cursos e empregos

Qualifica Feira vai contemplar 10 mil pessoas com cursos e empregos

Foto: Abnner Kaique

O prefeito de Feira de Santana Colbert Martins Filho lançou, na manhã desta quarta-feira (09), o sistema integrado Qualifica Feira, iniciativa que vai impulsionar o desenvolvimento de Feira de Santana através da geração de emprego e qualificação profissional para cerca de 10 mil pessoas neste primeiro momento. A iniciativa vai alavancar a economia, com oferta de mão-de-obra preparada para atrair novos investimentos, com a aplicação de recursos da ordem de R$ 1,5 milhão.

O sistema integrado foi lançado no auditório do SESI (Serviço Social da Indústria), instituição parceira do Governo Municipal na preparação da mão-de-obra. Terá como público prioritário aqueles que estiverem inseridos no CadÚnico, especialmente as famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família e trabalhadores do SUAS (Sistema Único de Assistência Social) neste município.

O Qualifica Feira é um sistema integrado que envolve a promoção de cursos profissionalizantes através de parceria com o Senai, oferta de cursos de capacitação pela equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso), cursos de capacitação para a população, promoção de Jornada Social, voltada para servidores; ações destinadas as associações, oferta de estágio curricular, curso preparatório para ensino superior, Projeto de Incentivo à Graduação, contratação de professores estagiários para curso preparatório, Espaço 4.0 para a juventude, alavancar o Feira Produtiva e também contempla a Guarda Mirim. :: LEIA MAIS »

Investimentos de R$ 155 milhões devem gerar 1,4 mil novos empregos em Itabuna e Ilhéus

Investimentos de R$ 155 milhões devem gerar 1,4 mil novos empregos em Itabuna e Ilhéus

Foto: Divulgação

O Sul baiano tem previsão de receber investimentos de R$ 155 milhões e geração de 1,4 mil novos empregos diretos, com a implantação de cinco empreendimentos, já em andamento, e outros 10 que assinaram protocolo de intenções com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), e deverão se instalar em Itabuna e Ilhéus. Atualmente, há 12 empresas em operação nos dois municípios, incentivadas pelo Estado, que geram juntas cerca de 4 mil postos de trabalho diretos. A perspectiva é de crescimento e de conexão entre cadeias produtivas, com a criação do Polo do Chocolate de Origem.

Em processo de implantação ou ampliação, os cinco empreendimentos nas duas cidades do Sul da Bahia, têm expectativa de investimentos que chegam a R$ 139 milhões e que poderão gerar 328 novos empregos diretos. O destaque é a OLAM Agrícola, do setor de Alimentos, em Ilhéus. Em sua ampliação, investiu R$ 122 milhões e gerou 75 novos postos de trabalho. E também a empresa Itabuna Têxtil (Trifil), que investirá R$ 710 mil na ampliação e a expectativa é empregar mais 150 itabunenses. “O cenário é de crescimento, com o trabalho intenso do Governo do Estado para atrair investidores e industrializar o interior da Bahia. O feedback dos empresários tem sido positivo e isto é comprovado nos protocolos assinados e nas empresas que estão ampliando ou modernizando suas atividades industriais na região”, afirma Luiz Gugé, chefe de Gabinete da SDE. :: LEIA MAIS »

Construção civil e agropecuária lideram geração de empregos na Bahia em 2019

Construção civil e agropecuária lideram geração de empregos na Bahia em 2019

Fotos: Pedro Moraes

As áreas da construção civil e da agropecuária lideram a geração de postos de trabalho na Bahia nos cinco primeiros meses de 2019. Os setores criaram, respectivamente, 8.387 e 8.196 empregos no estado, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), sistematizado pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (Sei). Nesse período, a Bahia gerou 26.071 novos postos de trabalho. “O papel do governo é fundamental como indutor de crescimento econômico e da geração de emprego. Veja que dos 1.559 postos criados na construção de edifícios, 430 são da obra do novo hospital Metropolitano, em Lauro de Freitas, num investimento de R$ 180 milhões de reais e previsto para ser inaugurado em dezembro”, afirmou o secretário do planejamento Walter Pinheiro.

Dentro do setor da construção civil, destaque para Obras para geração de energia elétrica e para telecomunicações, com 2.410 empregos, Construção de edifícios, com 1.559 e Instalações elétricas, com 966 novos postos de trabalho criados de janeiro a maio desse ano.

De acordo com o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães esse é o resultado do investimento em obras públicas estruturantes, tanto em Salvador, que obteve um saldo positivo de 3.623 vagas nesse período, como também no interior do estado. “Além disso, reflete o esforço que o Governo do Estado, por meio do SineBahia, tem feito na captação de vagas para o setor da construção civil”, explicou Magalhães.

Já na agropecuária, o Cultivo do café ficou com a primeira colocação na geração de empregos, anotando 3.479, o Cultivo de frutas de lavoura permanente, exceto laranja e uva, com 1.554, e a Criação de bovinos, com 1.388.

Caged aponta geração de 2.133 novos empregos em Salvador só em novembro

Salvador registrou, em novembro deste ano, a criação de 2.133 empregos formais. Um resultado que representa mais de 60% de todo o emprego gerado no conjunto dos municípios da Região Metropolitana e que superou novamente os dados alcançados pelo Estado como um todo, com 964 novas vagas. Os números foram divulgados na noite de quinta-feira (20) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. Como aconteceu em nível nacional, o setor do comércio foi o que mais contribuiu para o resultado positivo observado no mês de novembro também em Salvador, com a criação de 1.304 ocupações formais. O setor de serviços, por sua vez, gerou 613 postos de trabalho e o segmento da construção civil foi responsável pela criação de 251 empregos formais. “São números que expressam o esforço conjunto dos agentes econômicos soteropolitanos para superar a crise dos últimos anos. Nesse sentido, destaca-se a Prefeitura, que vem implementando, desde 2017, o programa Salvador 360, com um conjunto de intervenções estruturantes que visam estimular os investimentos na cidade e promover o desenvolvimento econômico”, afirmou o secretário de Desenvolvimento e Urbanismo, Sérgio Guanabara.

De janeiro a novembro do ano corrente foram criados na cidade 7.892 postos formais. Em dezembro, a expectativa é que os números sejam ainda mais positivos, sobretudo em função do Festival Virada Salvador, que vai movimentar algo em torno de R$500 milhões na economia da cidade, segundo levantamento feito pela Secretaria de Cultura e Turismo (Secult). Cerca de 90% dos leito dos principais hotéis da capital já estão reservados. “Os empregos nesse período são gerados em todos os setores, formais e informais, o que serve para demonstrar o peso que o turismo tem na geração de emprego e renda em Salvador. Nossa expectativa é a melhor possível para todo o Verão”, declarou o titular da Secult, Cláudio Tinoco.

Câmara Municipal de Feira de Santana - Lado a Lado


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia