WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Matriculas 2020

:: ‘Vitória da Conquista’

Vitória da Conquista atende MP e rescinde contratos ilegais com escritórios de advocacia

Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista

Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista

O prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão, atendeu recomendação do Ministério Público estadual e rescindiu três contratos administrativos firmados pelo Município com escritórios de advocacia no ano passado. A rescisão foi publicada ontem, dia 23, no Diário Oficial do Município.

Segundo a recomendação expedida pela promotora de Justiça Lucimeire Farias, a contratação dos escritórios Fonseca e Maia Advogados e Associados, Ismerim Advogados Associados e Calmon e Mazzei Advogados foi ilegal porque realizada sem licitação. Os contratos somavam um total de R$ 936 mil e previam prestação de atividades que não poderiam ser terceirizadas, já que são atribuições típicas da Procuradoria Municipal e dos advogados públicos. O Município conta atualmente com 25 advogados e procuradores municipais que, segundo a recomendação, devem exercer as atividades previstas nos contratos rescindidos.

Líder deixa bancada de situação: “Não vou jogar fora meus anos de mandato por aliados que não querem trabalhar”

Vereador Edjaime Rosa Bibia

Vereador Edjaime Rosa Bibia (MDB)

Na sessão ordinária da última sexta-feira (19), na Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), o vereador Edjaime Rosa Bibia (MDB), até então líder da bancada de situação, declarou o seu desligamento com a bancada. Durante o seu pronunciamento, o edil fez duras críticas, principalmente ao secretariado do governo Herzem Gusmão. “Não vou jogar fora meus três anos de mandato porque tem aliados do governo que não querem trabalhar”, disparou.

“Quero declarar que estou independente de aliança política”, disse Bibia. “Só por mais pouco tempo vou estar defendendo administração”, falou sobre o seu papel enquanto líder de Situação. “Essa é uma mensagem que um político que tem ética e transparência. Depois não venham dizer que o vereador não reivindicou.”, afirmou sobre o seu mandato.

Bibia disparou críticas aos secretários municipais: “Os secretários acham que somos palhaços. Acham que só porque tem um cargo só vai fazer o que gosta. Cargo é uma indicação passageira. Já o vereador só sai aqui pelo voto popular”, disse. “Tenho indicações de estradas há dois anos e o governo não fez nada. Cobrança de bombas de água para zona rural, e nada. O bairro Nossa Senhora Aparecida está lá abandonado”, criticou.

O parlamentar falou também sobre a atuação do líder do prefeito. “Toda vez cobramos, o líder recua. Já cobrei reuniões, e fica: é hoje, é amanhã. Mas nada de acontecer”, contou. “Que o governo sente para conversar com a Câmara”, clamou.

Vitória da Conquista lança primeiro Manual de Redação Oficial do interior da Bahia

Vitória da Conquista lança primeiro Manual de Redação Oficial do interior da Bahia

Foto: Divulgação

“Escrever é uma arte… Assim como cada arte combina com um espaço, a escrita oficial combina com o que todo cidadão espera da administração pública: agilidade, respeito e eficácia”. Com estas palavras, o Manual de Redação e Padronização de Documentos Administrativos é apresentado no portal da Prefeitura de Vitória da Conquista, que o disponibiliza no formato pdf.

No lançamento oficial, realizado na tarde desta quarta-feira (17), o prefeito Herzem Gusmão anunciou: “Esse é o primeiro manual de redação do interior. Eu soube que só Salvador tem”. O documento foi elaborado pela secretária executiva do gabinete do prefeito, Jane Sála. “Parabenizo Jane por tomar a iniciativa de preparar esse manual que tem uma padronização para todos os documentos oficiais de uma prefeitura”, declarou Herzem.

Vereador diz que aumento da tarifa de ônibus em Conquista ocorreu de forma irregular

vereador Valdemir Dias (PT)

Vereador Valdemir Dias (PT)

Durante a Sessão da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), na manhã desta quarta-feira, o vereador Valdemir Dias (PT), líder da Bancada de Oposição, criticou veementemente a decisão do Governo Municipal de impor mais um aumento na tarifa do transporte público, que passou a custar R$ 3,80. Dias apontou também que o prefeito Herzem Gusmão escolheu deliberadamente um final de semana prolongado para promover o ataque ao bolso dos conquistenses. “Mais uma vez na calada. No final de semana prolongado, sem ouvir o conselho”, disse o parlamentar. “Seu Pereira está desrespeitando a Lei”, acusou o líder da Oposição.

“Cadê os estudos da planilha para justificar esse aumento?”, questionou Valdemir. “Essa casa tem que tomar uma atitude”, disse ele, destacando que os aumentos na tarifa de ônibus impostos por Herzem Gusmão foram todos acima da inflação. “A população de Vitória da Conquista precisa de respeito”, disse Dias. “O sistema está falido. Não tem regulamentação das vans, Uber não tem regulamentação nenhuma. Está uma terra de ninguém”, analisou Valdemir. “Nenhuma empresa que tenha a vida financeira saudável quer vir para Vitória da Conquista”, emendou. De acordo com Valdemir Dias, Herzem Gusmão está querendo fazer com que a população pague pela falta de planejamento do Governo Municipal. “Para que o sistema fique de pé, quer tirar nas costas do trabalhador a ineficácia desse governo”, disse o vereador.

Reajuste de tarifa no transporte público de Vitória da Conquista começa a vigorar no domingo

Transporte público de Vitória da Conquista

Foto: Divulgação

Como prevê o contrato que regula o Transporte Público de Vitória da Conquista, o reajuste da tarifa foi autorizado após a minuciosa análise da planilha de estudo tarifário, que detalha os custos do sistema, garantindo equilíbrio financeiro e a qualidade do serviço prestado. A equipe técnica da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana verificou que, desde o último reajuste da passagem, em janeiro de 2017, houve aumento nos custos o que causou prejuízos a empresa que opera o serviço. A nova tarifa do transporte coletivo urbano de Vitória da Conquista foi fixada em R$ 3,80. O decreto do executivo foi assinado no fim da tarde desta quinta-feira (11) e o novo valor da tarifa começa a valer no próximo domingo (14). O novo valor mantém Vitória da Conquista como uma das cidades com o menor custo do transporte público, se comparado com cidades de igual e menor porte.

Vale salientar que a planilha apontou um valor acima do que foi definido em negociação junto à empresa. No entanto, a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista adotou uma série de medidas no entendimento de não onerar ainda mais o custo de vida do trabalhador – como o envio de um projeto de Lei para a Câmara Municipal onde propõe a isenção do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza – ISS. Além das medidas para minimizar os impactos da defasagem do valor da tarifa para o usuário, a Prefeitura Municipal estabeleceu um plano de ação para restabelecer a normalidade do sistema de transporte coletivo junto à empresa Cidade Verde, onde esta assumiu a operação no lote 1 (que era operado pela Viação Vitória).

Após estas medidas, a Cidade Verde passou a contar com 147 veículos e irá disponibilizar mais 10 veículos “0 KM”, gerando mais conforto e segurança para os usuários do transporte. Outra importante iniciativa adotada é a disponibilização de micro-ônibus que circulam gratuitamente nas chácaras da Lagoa das Flores, facilitando a locomoção das pessoas que moram em locais mais afastados dos principais pontos de circulação do município. Esta mesma medida está em estudo para ser implantada em outras localidades como, por exemplo, o assentamento Santa Marta.

Vereador denuncia abastecimento de água em troca de votos

vereador Luciano Gomes

Vereador Luciano Gomes (PR)

O vereador Luciano Gomes (PR) em seu discurso na sessão desta quarta-feira (03), na Câmara Municipal de Vitória da Conquista, reforçou que a zona rural tem sofrido com a falta de água e afirmou que há pessoas abastecendo residências em troca de voto. “Isso não pode. Água é um direito de todos”, afirmou.

Luciano denunciou também a demora para o concerto de bombas de água na zona rural. Segundo ele, a média de tempo de espera é de 90 dias a 6 meses. “Com água não se brinca. Todos precisam de água todos os dias”, disse. Gomes informou que o povoado de Cabeceira da Jiboia, que tem mais de 300 famílias, está a cerca de 10 dias sem bomba.

O edil defende a convivência com a seca e atenção do governo municipal. “A seca está aí. Acontece todos os anos. Temos que aprender a conviver com ela. E o município precisa se preparar”, completou.

Câmara Municipal de Feira de Santana - Lado a Lado Vereador Alberto Nery - Boas Festas - site Política In Rosa Luiz da Feira Natal e Ano Novo - SITE POLÍTICA IN ROSA Vereador João Bililiu - Boas Festas Vereador Ron do Povo - BOAS FESTAS Gilmar-Amorim-Boas-Festas


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia