WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Municípios da Bahia’

111 municípios da Bahia têm situação de emergência declarada por desastres naturais

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração Nacional, reconheceu nesta quarta-feira (9) a situação de emergência em municípios atingidos por desastres naturais na Bahia, no Ceará, Maranhão e Pará. A medida, publicada no Diário Oficial da União, permitirá que as prefeituras solicitem apoio do Governo Federal para ações de socorro e assistência à população, além do restabelecimento de serviços essenciais e recuperação de áreas públicas danificadas.

O município de Floresta, no Pará, foi afetado por fortes chuvas, assim como Lago dos Rodrigues e Marajá do Sena, no Maranhão, que obtiveram o reconhecimento federal de emergência em razão de alagamentos e enxurradas. Na Bahia, a medida contempla 111 cidades por causa da estiagem prolongada. Outros 37 municípios cearenses atravessam um extenso período de seca. O reconhecimento federal tem vigência por 180 dias.

Feira de Santana, Candeal, Conceição do Coité, Iaçu, Ipecaetá,  Ipirá, Pé de Serra, Riachão do Jacuípe, Tanquinho e Santa Bárbara estão entre as cidades que tem a permissão para pedir apoio do Governo Federal.

Seis municípios da Bahia entram em situação de emergência

Seis municípios baianos tiveram o reconhecimento federal de situação de emergência publicados no Diário Oficial da União desta segunda-feira (17). A medida, concedida pelo Ministério da Integração Nacional, vai permitir que as cidades afetadas por desastres naturais possam solicitar o apoio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec) para ações de socorro, assistência, restabelecimento de serviços essenciais e recuperação de áreas públicas danificadas.

Os reconhecimentos são decorrentes do extenso período de estiagem  nos municípios da Bahia e contemplam as cidades de Belo Campo, Crisópolis, Ibipitanga, Remanso, São Domingos e Teofilândia.

A portaria tem vigência por 180 dias e segue critérios fixados pela Instrução Normativa nº 2, que define procedimentos da Defesa Civil Nacional para o reconhecimento de situação de emergência ou de estado de calamidade pública decretada pelos municípios.

Auxílio emergencial

Para obter apoio material e financeiro do Ministério da Integração Nacional para ações emergenciais, os municípios devem apresentar um relatório com diagnóstico dos danos e o Plano Detalhado de Resposta (PDR), por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID). Após análise da Sedec, o Ministério da Integração define o valor do recurso a ser disponibilizado.

Deputado consegue benefícios para a saúde de Municípios da Bahia

O deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB) esteve no Ministério da Saúde em audiência com o ministro Ricardo Barros na companhia do prefeito da cidade de Governador Mangabeira, Marcelo Pedreira. Lúcio disse ter ido em busca do atendimento de pleitos dos Municípios baianos e que cidades como Condeuba, Ibirataia, Serrinha e a própria Governador Mangabeira teriam boas notícias.

O prefeito Marcelo Pedreira destacou que como resultado da audiência a cidade será contemplada com um micro-ônibus para o Tratamento Fora do Domicílio (TFD), o que de acordo com ele vai melhorar ainda mais a qualidade deste importante serviço prestado à população. “Foi garantido ainda que nosso Município entrará na cota dos que receberão novas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Agradeço ao deputado Lúcio Vieira Lima pelo empenho e dedicação, sempre atencioso com as demandas da nossa cidade”, destacou o prefeito.

Municípios da Bahia têm emergência reconhecida pelo governo federal

A situação de emergência em municípios da Bahia foi reconhecida nesta quinta-feira (30) pelo Ministério da Integração Nacional. Com a medida, as prefeituras passam a ter acesso às ações de apoio emergencial da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec) para socorro, assistência, restabelecimento de serviços essenciais e recuperação de áreas danificadas por desastres naturais. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União.

O extenso período de seca e estiagem levou à situação de emergência as cidades de Pilão Arcado, Malhada de Pedras, Mirangaba, Várzea Nova, Gentio do Ouro, São Miguel das Matas e Anguera.

Solicitação de apoio – Para ter acesso ao auxílio emergencial disponibilizado pela Sedec, os municípios devem apresentar um relatório com o diagnóstico dos danos e o Plano Detalhado de Resposta (PDR), por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID), disponível no endereço eletrônico www.mi.gov.br/defesa-civil/s2id. Após a análise, se aprovado, o recurso é definido e liberado.

Desastres naturais provocam situação de emergência em municípios da Bahia

O Ministério da Integração Nacional reconheceu situação de emergência em 4 municípios atingidos por desastres naturais. O longo período de seca e estiagem foi o motivo do reconhecimento em Queimadas, São Domingos, Serra Preta e Serrinha, na Bahia.

A medida foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (20) e tem vigência de 180 dias.

Solicitação de apoio – Para acessar os recursos materiais e financeiros de apoio emergencial disponibilizados pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec-MI), os municípios devem apresentar o Plano Detalhado de Resposta (PDR), por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID), disponível no endereço eletrônico www.mi.gov.br/defesa-civil/s2id. Após a análise técnica por equipes da Sedec, o Ministério da Integração define o valor do recurso a ser disponibilizado.

Bahia tem municípios reconhecidos por chuvas intensas e estiagem

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec) do Ministério da Integração Nacional reconheceu nesta quinta-feira (22) a situação de emergência em quatro municípios da Bahia. A medida permite que as Prefeituras possam solicitar o apoio do Governo Federal para ações de socorro, assistência, restabelecimento dos serviços essenciais e reconstrução das áreas danificadas. A portaria de reconhecimento foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) de hoje.

As cidades contempladas foram: Jaborandi (chuvas intensas), Paulo Afonso (estiagem), Piritiba (estiagem) e Presidente Jânio Quadros (estiagem). O reconhecimento tem validade por 180 dias.

Para receber o apoio federal os municípios precisam apresentar um Plano de Trabalho ao Ministério da Integração Nacional, por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID).

Seis municípios da Bahia estão em situação de emergência

SecaO Ministério da Integração Nacional reconheceu a situação de emergência de seis municípios da Bahia. Os municípios baianos afetados pela estiagem são Andorinha, Belo Campo, Chorrochó, Gavião, Monte Santo e Sebastião Laranjeiras.

Com o reconhecimento da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec-MI), as prefeituras podem também fazer a renegociação de dívidas para o setor de agricultura junto ao Banco do Brasil e a aquisição de cestas básicas por meio do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, dentre outros auxílios.

Governo decreta situação de emergência em 12 municípios

Seca

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração Nacional, reconheceu a situação de emergência em municípios da Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba e Sergipe. Os municípios da Bahia que entraram em situação de emergência foram Crisópolis e Quijingue por estiagem.

Confira aqui a portaria com o reconhecimento federal foi publicada na edição desta quinta-feira (1) do Diário Oficial da União.

A partir do reconhecimento, as prefeituras podem solicitar apoio à Sedec para as ações de socorro, assistência e restabelecimento de serviços essenciais, como o reforço das operações de abastecimento de água.

A medida também permite renegociação de dívidas para o setor de agricultura junto ao Banco do Brasil e a aquisição de cestas básicas por meio do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, dentre outros auxílios.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia