WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


Secom - GOVERNO PRESENTE, FUTURO PRA GENTE 2024

:: ‘deputado estadual Zé Neto’

Distritos de Feira sofrerão com mais uma redução no número de vans, diz Zé Neto

Zé Neto falando sobre as vans de distritos de Feira

Deputado estadual Zé Neto (PT)

O deputado estadual Zé Neto (PT) afirmou que os distritos da cidade de Feira de Santana sofrerão com a diminuição da quantidade de vans do transporte alternativo. Zé Neto disse que esteve neste sábado (04) no ponto de vans de Humildes conversando com os permissionários e que foi surpreendido com a notícia de que a linha Humildes/Feira vai reduzir de 35 para 20 o número de vans. “E o pior, não vai aumentar o número de ônibus e vai sacrificar ainda mais a população. Essa é uma situação grave e demonstra um total desinteresse da administração pública municipal em atender aos reclames da população e as suas necessidades de transporte público de qualidade”, lamentou.

Zé Neto lembrou ainda que quando José Falcão era prefeito, em 1997, o sistema de vans na cidade tinha 350 vans rodando. Dessas, 150 faziam os roteiros dos distritos e em 1998 chegamos a ter 40% da população usando transporte público de vans e de ônibus. “Essas pessoas esperavam menos no ponto de ônibus e isso dava mais confiabilidade ao sistema. Atualmente Feira vive uma catástrofe em que apenas 14% da população pega ônibus ou vans, e temos um dos piores sistemas de transporte coletivo de todo o país. O vídeo abaixo faz um pequeno relato de como a situação está nesse momento”, concluiu.

Deputado diz que Centro de Abastecimento de Feira de Santana pede socorro

Zé Neto no Centro de Abastecimento

Zé Neto no Centro de Abastecimento

O líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado estadual Zé Neto (PT), afirmou que esteve no Centro de Abastecimento de Feira de Santana para ver de perto as reclamações que tem recebido sobre o ambiente e o abandono do local por parte do Governo Municipal. Segundo o deputado, o local precisa de iluminação, saneamento, gradeamento, limpeza, pintura, reforma e sanitários. “O nosso Centro de Abastecimento é um espaço que deveria ser o grande altar da cidade em função da sua importância econômica, histórica e social e por ser uma das mais importantes referências na nossa existência como cidade”, afirmou o deputado.

Zé Neto quer que o Centro seja revitalizado de forma que seja recomposto dando uma nova trajetória ao espaço principalmente neste momento em que ele “cede um espaço imenso da sua área para a construção de um shopping popular privado que tem todo o apoio do Município”.

Primeira etapa da nova emergência do HGCA será entregue em julho, garante líder do Governo

Mais de 80 % da ampliação e reforma da emergência do HGCA está concluída

Ampliação e reforma da emergência do HGCA .

Questionado pelo site Política In Rosa sobre quando será entregue a nova emergência do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), o líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado estadual Zé Neto (PT), afirmou que a primeira etapa será inaugurada no dia 4 de julho. “Essa é uma intervenção muito importante naquela unidade. Triplicamos a urgência e emergência e vamos fazer o Clériston 2 que trará uma nova dinâmica para o Município”, disse.

“Partido que tem maior estrutura e votos sempre conta mais”, diz Zé Neto sobre chapa majoritária

Deputado Zé Neto

Deputado Zé Neto (PT)

O líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado estadual  Zé Neto (PT), falou ao site Política In Rosa sobre a chapa majoritária da coligação para as próximas eleições. Segundo o deputado, esse é um assunto que está sendo resolvido pelo governador Rui Costa, mas o partido que tem maior estrutura e votos sempre conta mais. “É um conjunto de situações em que a gente tem que equilibrar e tomar um posicionamento balizado. E o governador sempre teve um entendimento sereno sobre essa composição”, afirmou.

Conforme o deputado, o fato de alguém não ter uma vaga para disputar ao Senado não quer dizer que essa pessoa está fora do jogo político. “Ao contrário. Eu acho que está muito dentro do jogo porque vai acabar podendo negociar outras situações. É ter bom senso e esperar o resultado da composição que o governador está montando e entender que o mais importante é que estamos bem”, finalizou.

Anderson Dias

Viatura retirada de Jaíba foi a pedido de Zé Neto, denuncia Lulinha

Vereador Lulinha

Vereador Lulinha (DEM)

O vereador Lulinha (DEM) voltar a falar sobre a viatura que retirada do distrito de Jaíba, em Feira de Santana e enviada para a cidade de Caldas de Cipós a pedido do líder do Governo na Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (ALBA), deputado estadual Zé Neto. Lulinha afirmou que a viatura tinha inclusive o nome do distrito gravado. “Isso é crime. Desproteger uma comunidade, deixar os policiais sem carro para ir para o distrito e enviar para outra cidade do interior da Bahia. Não sei como o líder do Governo tem essa força de mandar retirar uma viatura de um local para colocar em outro”, reclamou.

“O pouco que foi feito pelo Estado em Feira foi através de Zé Neto”, critica vereador

Vereador Marcos Lima

Vereador Marcos Lima (PRP)

O vereador Marcos Lima (PRP) voltou a afirmar que o Governo do Estado não tem compromisso com a cidade de Feira de Santana. Fazendo isso ele acabou ressaltando também o trabalho do líder do Governo na Assembleia Legislativa do Estado da Bahia, o deputado estadual Zé Neto pela cidade.

“O pouco que foi feito na cidade foi através do deputado Zé Neto. O próprio governador da Bahia infelizmente não tem nenhum tipo de compromisso com Feira. Isso é fato e visto por todos que acompanham a política local. Tudo que foi feito aqui foi feito aos pedaços, aos poucos e ou abandonado”, reclamou. Ele finalizou sua fala salientando que existem cidades pequenas da Bahia que estão sofrendo e vivendo apenas com o Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Governo da Bahia autoriza licitação para elaboração de projeto executivo do Centro de Convenções de Feira

Centro de Convenções de Feira de Santana

Centro de Convenções de Feira de Santana / Divulgação

Finalmente a obra do Teatro do Centro de Convenções de Feira de Santana será finalizada. A obra já está na terceira etapa depois de muito trabalho e de quase quatro anos na justiça. “Sem falar que nós já encontramos a obra parada desde o governo Paulo Souto, onde tentamos agilizar, mas, infelizmente, por conta do atual prefeito municipal o projeto não andou”, afirmou o líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado estadual Zé Neto.

De acordo com Zé Neto, em conversas, o município exigiu do governo três áreas importantes do Estado, uma delas é a área onde hoje funciona uma parte da prefeitura, o antigo Instituto de Assistência e Previdência do Servidor do Estado da Bahia (IAPSEB), na Avenida Sampaio; uma escola que está desativada próxima ao Fórum Felinto Bastos; e também a área total da usina de algodão onde hoje, inclusive, funcionam vários órgãos do Governo do Estado, como Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA), Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR – BAHIATER), e também a sede do Portal do Sertão. Tudo isso inviabilizou administrativamente a possibilidade do Estado buscar empréstimos, já que não tinha a documentação oficial de doação do terreno por parte do município para o Estado”, justificou.

Zé Neto disse ainda que governador Rui costa, “cansado de esperar”, anunciou a contratação de uma empresa especializada para elaborar o projeto executivo da construção da última etapa que já teve publicado o edital. O líder diz que a abertura dos envelopes está marcada para o dia 26 de abril. “Agora, teremos um equipamento com capacidade de 720 lugares, com ampla estrutura, para que tenhamos salas de coro, sala de ensaio, parte administrativa, saguão e condições para que no futuro exista um 2º andar”, concluiu.

Zé Neto rebate críticas sobre período de conclusão e andamento das obras da Lagoa Grande

Deputado Zé Neto

Deputado Zé Neto (PT)

O deputado estadual e líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), Zé Neto (PT), rebateu as críticas de vereadores feirense a respeito das obras da Lagoa Grande. ‘’A obra da Lagoa Grande, realizada pelo Governo do Estado, é a maior intervenção urbana já feita em toda história de Feira de Santana. Em decorrência da sua proporção, ela carece de uma demanda de tempo muito acima do que se previu inicialmente. Inclusive, a previsão inicial é que fosse gasto um investimento total de R$ 68 milhões, e hoje, seguramente, já estão sendo gastos quase R$ 80 milhões, porque só nos últimos três anos, o Governo do Estado já aportou quase R$ 9 milhões a mais, para fazer intervenções que foram necessárias’’, disse.

Segundo Zé Neto, a ordem de serviço da obra foi dada no fim do ano de 2007 e ela foi dividida em etapas para serem cumpridas. A primeira delas, a parte social, foi iniciada em dezembro de 2008. Esta etapa durou em torno de quatro anos e, durante este período, foi construído um Conjunto Habitacional para cadastrar cada família. “Inicialmente, pensávamos em 690 famílias. Mas, ao final, foram 848, sendo que dessas, 626 foram para o Conjunto e as demais foram indenizadas”, esclarece o deputado estadual Zé Neto, líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia.

De acordo com Neto, a segunda parte da intervenção na Lagoa Grande, prevista no cronograma, foi a ampliação do espelho d’água. Além disso, como explica Zé Neto, foram feitas outras intervenções que não estavam previstas no projeto inicial e não estavam na órbita do Estado como, por exemplo, a obra de drenagem de água de chuva, de minação e intervenções dos canais em 10 ruas do entorno, dentre elas ruas que sempre tiveram dificuldades grandes. Depois das últimas intervenções dos canais, Feira de Santana esteve inundada, mas no entorno da Lagoa não houve nenhum problema. “Essa é uma demanda do município, que ‘cruzou os braços’, mesmo sabendo que a obra possui algumas etapas. A primeira etapa ficou pronta, mas não foi fácil o Governo Municipal assumir com transporte, limpeza, postos de saúde e muito mais. E a segunda etapa foi tão quanto dificultosa, pois, mais uma vez, deixamos tudo pronto, com grama arrumada e com quiosque pronto. Só faltava a iluminação. Mas, o Município não recebeu, demorou de liberar a parte da Coelba para que pudéssemos avançar e, enfim, temos agora duas licitações feitas para serviços complementares da Lagoa, uma de assistência e manutenção, realizadas pela Empresa MJF; e outra com o objetivo de colocar grades e canais de drenagem dessas ruas, que é a Metro Engenharia, que realiza uma licitação da ordem de quase R$ 3,6 mi. Lá existem problemas de décadas, e nós estamos tentando resolver demandas que não são nossas”, disse. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia