WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Seminário

:: ‘Feira de Santana’

Feira de Santana adere ao programa de Combate à Mobilidade do Crime

Colbert Filho assegura que firmará termo de cooperação com a Polícia Rodoviária Federal

Foto: ACM

Com vistas a incluir Feira de Santana na Política Nacional de Combate à Mobilidade do Crime, lançado em 2017 pelo Ministério da Justiça, através do projeto Alerta Brasil, o prefeito Colbert Martins Filho recebeu, na manhã desta quinta-feira, 8, o superintendente  da Polícia Rodoviária Federal (BA), Virgílio de Paula Tourinho. O Alerta Brasil, que contabiliza, em todo o Brasil, números expressivos de ações positivas no combate a criminalidade, utiliza as ferramentas de segurança disponibilizadas por estados e municípios, cruzando as informações em tempo real, tornando a busca por veículos roubado mais eficaz.

A integração entre os órgãos de segurança pública amplia o combate à criminalidade, a exemplo do roubo de carros, que alimenta o mercado clandestino de autopeças, que pode ser usado na barganha com drogas,  além da  prática de assaltos. Para a eficácia concatenada destas ações, os centros integrados de segurança pública fazem uso de câmeras com a tecnologia Optical Character Recognition (OCR), ou leitor óptico de caracteres. Trata-se da mesma tecnologia utilizada por fotossensores que captam informações como licenciamento atrasado para efetuar multas de trânsito.

O conceito da operação foi exposto numa síntese apresentada ao prefeito Colbert Filho pela  inspetora Jaqueline Neves Ribeiro, que assessorou o superintendente da PRF, durante a visita ao Paço Maria Quitéria. Ao disponibilizar  o Centro de Controle Operacional do Transporte Público de Feira de Santana, que conta com  186 câmeras de vídeo-monitoramento disseminadas pela cidade, além de 22 câmeras no Anel de Contorno, Colbert Filho assegurou que firmará o termo de cooperação com a Polícia Rodoviária Federal. :: LEIA MAIS »

Vereador pede cancelamento de concurso público

Vereador Roberto Tourinho

Vereador Roberto Tourinho (PV)

O vereador Roberto Tourinho (PV) em seu discurso na sessão ordinária desta quarta-feira (07), na Câmara Municipal de Feira de Santana, denunciou a igualdade das provas aplicadas nos concursos realizados em Feira de Santana e Serra Preta. “Nosso papel principal é acompanhar, fiscalizar os atos municipais e criar leis e vota-las. Somos empregados do povo. Vou trazer uma informação para que vejam o que esta acontecendo: Só se pode ingressar no Poder Público através de concurso. Não há apadrinhamento”, afirmou o edil fazendo a leitura da definição da palavra concurso público.

Tourinho continuou dizendo que “dia 28 de julho de 2019, a Prefeitura de Feira fez o concurso público para o Conselho Tutelar. A empresa que ganhou o concurso foi Seleta Seleção e Consultoria, com sede em Alagoinhas. Mas, essa mesma empresa também ganhou a licitação para realizar o certame em outras cidades como Cachoeira, Araçás e outras na Bahia. No dia 21 de julho, esta mesma empresa aplicou as provas de concurso público na cidade de Serra Preta”, disse. :: LEIA MAIS »

Estrutura de fundação da obra do Hospital Clériston Andrade 2 é concluída

Estrutura de fundação da obra do Hospital Clériston Andrade 2 é concluída

Foto: Divulgação

Uma das partes mais importantes de uma construção que é a Fundação já foi concluída na obra do Hospital Geral Clériston Andrade dois (HGCA2). De acordo com um dos engenheiros responsáveis pela obra, José Gonçalves, uma equipe de técnicos e engenheiros trabalha diariamente para cumprir o calendário de obras. “As obras  seguem o ritmo previsto e estão dentro do cronograma. Os serviços avançam na parte estrutural, e a expectativa é que todo equipamento fique pronto até maio de 2020. Até agora, 20% da obra já foi concluída”, afirmou.

A construtora Metro Engenharia, empresa responsável pela obra, utiliza gruas para erguer pré-moldados. Ainda segundo José Gonçalves, a obra está com a fase de supra estrutura concluída. A Fundação principal já terminou, os pilares foram montados e agora estão sendo colocadas as virilhas. Estamos na metade da estrutura metálica. A partir daí até o final deste mês devemos completar as Lajes. Ele ressalta ainda que paralelo a estas ações também estão sendo construídos os setores anexos: Praça de alimentação com 11 boxes e dois banheiros, central de utilidades e casa de gases medicinais. :: LEIA MAIS »

Advogado de Associação critica Shopping Popular

advogado da Associação Feirense dos Vendedores Ambulantes (AFEVA), Rodrigo Lemos

Advogado da Associação Feirense dos Vendedores Ambulantes (AFEVA), Rodrigo Lemos.

O advogado da Associação Feirense dos Vendedores Ambulantes (AFEVA), Rodrigo Lemos, esteve na manhã desta quarta-feira, 07, na Câmara Municipal de Feira de Santana para explanar a respeito das cláusulas contratuais entre a Prefeitura e o consórcio responsável pela construção e distribuição de boxes do Centro Comercial Cidade das Compras – Shopping Popular. Na oportunidade, Rodrigo Lemos explicou aos vereadores e ambulantes presentes nas galerias da Casa, que a Prefeitura concedeu o prazo de cinco anos ao consórcio para acomodar os 1800 camelôs cadastrados. “Desde 2014 conta-se a história de revitalização do centro comercial de Feira de Santana. A Prefeitura pretende com esta obra retirar das ruas 1800 vendedores. Mas, segundo estudos realizados pela UEFS, só no centro de Feira trabalham mais de 9 mil ambulantes”, informou o advogado.

Ele também teceu duras críticas à concessão de uma área do Centro de Abastecimento que, segundo ele, é a região mais rentável de Feira de Santana. “O entreposto desempenha um papel essencial e histórico para a cidade. É um local supervalorizado. O Município entregou o Centro de Abastecimento e R$ 13 milhões nas mãos de um empresário que responde por inúmeros processos em São Paulo, Minas Gerais e Manaus”, lamentou. Direcionando a fala para os ambulantes, o advogado forneceu informações sobre a lei do inquilinato estabelecida no contrato do empreendimento. “Se o vendedor cadastrado não pagar as taxas exigidas pelo consórcio será desapropriado, ou seja, vocês não estão resguardados em nada”, frisou.

Ao concluir, Rodrigo Lemos se colocou a disposição dos vendedores e vereadores para esclarecer dúvidas.

“Todos tem direitos e deveres”, diz secretário, ao refutar críticas de criminalista ao Centro Comercial Popular

Antonio Carlos Borges Júnior

Foto: Divulgação

“O Centro Comercial Popular é um projeto amplamente discutido com os vendedores ambulantes e seus representantes em várias e longas audiências públicas; com os dirigentes de entidades de classes e o Conselho  de Desenvolvimento Econômico e com a Câmara de Vereadores,  com quem também compartilhamos os debates”. A declaração é  do secretário de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico do Município, Antonio Carlos Borges Júnior. Ele se refere a críticas e especulações feitas nesta quarta-feira sobre a obra na região do Centro de Abastecimento, por um advogado criminalista, em entrevistas concedidas a vários veículos de comunicação.

De acordo com Borges Júnior, o projeto teve a participação não apenas  da sociedade civil, do Poder Legislativo e dos camelôs, diretamente interessados. Também passou  pelo crivo do Ministério Público, inclusive em apreciação de denúncias feitas por oposicionistas.

Sobre as acusações do advogado, as vésperas da entrega do empreendimento, ameaçando acionar a Justiça, o secretário informa que não há preocupação com isto. “Todos tem direitos e deveres perante o contrato e também à lei: Poder público, o consórcio de empresas envolvido na obra e os comerciantes que venham a se estabelecer no entreposto. E todos  devem cumprir o que lhes cabe”, diz o secretário. A meta da Prefeitura é retirar 1.800 vendedores ambulantes das ruas e leva-los para o Centro Comercial Popular. Com isto, organizar o centro da cidade. Ao final do período de concessão, 30 anos, o equipamento retorna para o patrimônio do Município. (Secom)

“O poder público está botando a mão no bolso do povo de Feira de Santana”, diz vereador

Vereador José Carneiro

Vereador José Carneiro (PSDB)

O presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro Rocha (PSDB), em seu discurso na sessão ordinária desta terça-feira (06), repudiou as cobranças das taxas de guincho feitas pelo DETRAN e pela Superintendência Municipal de Trânsito (SMT), julgando os valores como abusivos. De acordo com Carneiro, ambos os departamentos cobram valores excessivos no reboque dos veículos para os pátios, enquanto empresas privadas de guinchos fazem o mesmo serviço por preços menores.

“O poder público está botando a mão no bolso do povo de Feira de Santana. É inadmissível que se pague tanto dinheiro pelo transporte de um veículo, de uma moto, que está sendo apreendida do centro da cidade até o pátio”. Além do preço do transporte, o edil criticou os valores cobrados pelas diárias nos pátios. “Parar em local proibido já é errado, a SMT multa, mas eles colocam o seu carro no guincho e a pessoa é multada novamente”. E completou “as pessoas que possuem carro estão sendo lesadas”.

Após anunciar saída do PSC, Isaías diz que pediu a presidência do partido e nunca deram oportunidade

Vereador Isaías de Diogo

Vereador Isaías de Diogo

O vereador Isaías de Diogo anunciou a sua desfiliação do Partido Social Cristão (PSC) durante seu discurso na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, nesta terça-feira (06). Em entrevista ao site Política In Rosa, Isaías de Diogo disse que está saindo do PSC porque na nova legislação ninguém quer concorrer com políticos de mandato. “Conversei com o presidente estadual do PSC, Heber Santana, expliquei a necessidade, pois algumas vezes eu já pedi para assumir a presidência do partido em Feira de Santana, tendo em vista que foram abandonados, não temos diretório municipal e nunca me deram a oportunidade de assumir a presidência do PSC”, disse.

De acordo com Isaías, Heber Santana teve uma reunião com a diretoria estadual do partido e concedeu a sua liberação para poder ir a outro partido. “Irei ficar sem partido e analisando algumas opções”.

Prefeitura de Feira publica cronograma para equipar vans que fazem o transporte para a zona rural

Prefeitura de Feira publica cronograma para equipar vans que fazem o transporte para a zona rural

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Feira de Santana, através da SMTT (Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito), publicou cronogramas para procedimentos necessários à entrada em operação das terceira e quarta etapas do STPAC (Sistema de Transporte Público Alternativo e Complementar). Os veículos deverão ser apresentados na SMTT, nos dias úteis, com toda documentação exigida – dos veículos, proprietários e motoristas, para que a regularização seja efetivada. O cronograma pode ser lido na edição do Diário Oficial Eletrônico (www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br), de sábado, dia 3 de agosto.

O prazo para a pré-vistoria das vans – padronização e a instalação do GPS, que é um rastreador do veículo, que atenderão moradores dos distritos de Governador João Durval Carneiro (Ipuaçu) começou na segunda-feira, 5, e termina dia 12. O prazo para entrada de operação será 10 de setembro. Os procedimentos para os veículos que atenderão aos moradores de Tiquaruçu, que correspondem à quarta etapa deste processo, serão iniciados no dia 18 e encerrado dia 21. A entrada de operação deste setor está previsto para o dia 19 de setembro. :: LEIA MAIS »

Cuca realiza matrículas diretas para oficinas

Cuca realiza matrículas diretas para oficinas

Foto: Divulgação

Até a próxima quinta-feira (08) está aberto o período das matrículas diretas para oficinas de Artes Visuais, Dança e Atividades Corporais, Música e Teatro do Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca). A chance de garantir a vaga para quem não foi sorteado na 1ª e 2ª chamada dos cursos do semestre 2019.2 deve ser efetivada por meio da matrícula presencial, nas coordenações das respectivas áreas das oficinas, no Cuca. As vagas remanescentes são para as oficinas de canto coletivo teen e orquestra de violão, no campo da música; na área de dança, hip hop (vagas também para adultos), dança do ventre, karatê, introdução ao ballet e ballet; também há vagas para teatro adulto I, teatro infantil, teatro adolescer, arte de falar em público e teatro realista; no ramo das artes plásticas as oportunidades são para os cursos de pintura II, desenho II, fotografia II, arte infantil no museu (7 a 8 anos), artesanato, mosaico IV, produção em vídeo II e fotografia poéticas visuais.

A isenção da taxa de matrícula atende vagas em até uma oficina para pessoas carentes da comunidade em geral; estudantes vinculados ao Programa Bolsa Arte e Cultura; alunos residentes e funcionários da Uefs. A dispensa parcial da taxa é direcionada para oficineiros do Cuca; alunos da Uefs não residentes; comunidade carente não contemplada pela isenção total; comunidade externa, após cada matrícula inteira própria; familiares de funcionários e servidores de empresas terceirizadas da Uefs. Esclarecimentos e dúvidas através do e-mail cuca@uefs.br, ou pelo telefone (75) 3221-9611, além da página ou redes sociais do Cuca (Instagram e Facebook).

“Buracos se multiplicam e cidade sofre com falta de gestão”, afirma vereador

Vereador Alberto Nery

Vereador Alberto Nery (PT)

“Existem pessoas na zona rural de Feira de Santana caminhando cinco quilômetros pra conseguir pegar o transporte porque os ônibus não conseguem transitar pelas estradas da zona rural”. O problema foi debatido durante a sessão desta segunda-feira (5), na Câmara Municipal de Feira de Santana pelo vereador Alberto Nery (PT).

Líder da bancada de oposição, Nery lembrou que “quando defendemos que o recurso do BRT fosse usado para recuperar os corredores de tráfego era exatamente para evitarmos a situação que chegamos hoje: estradas intransitáveis e usuários do transporte público sofrendo as consequências”.

Para o vereador, a situação é reflexo da falta de gestão pública que vive hoje Feira de Santana e questionou: “Cadê o governo municipal que não está vendo os buracos se multiplicarem não só na zona rural, mas por toda cidade? Não sei se em Feira de Santana existe uma só rua que não tenha um buraco”.

João Bililiu reclama do descaso com a obra do Parque Lagoa Grande

Vereador João Bililiu

Vereador João Bililiu (PPS)

O vereador João Bililiu utilizou a tribuna na sessão ordinária desta segunda-feira (05) para reclamar do descaso do Governo Estadual com a obra do Parque Lagoa Grande. O edil informou que escutou uma entrevista do deputado Zé Neto (PT) anunciando a obra de uma adutora para cidade. “Mas fiquei triste de não falar nada sobre a obra da Lagoa Grande.  O Caseb, Rocinha, Parque Getúlio Vargas e adjacências estão sofrendo com a fedentina e o esgoto a céu aberto. Parece que esqueceram que lá mora gente, seres humanos”, reclamou.

“Ainda vem dizer que será o candidato do governo. A comunidade deu uma votação massiva para ele, mas parece que esqueceu. Clamo a comunidade inteira que olhe bem e vote em quem tem responsabilidade com Feira de Santana”, alertou.

Colbert Martins Filho palestra em Fórum Mundial

Apresenta__o do Plano de Mobilidade Urbana Sustent_vel de Feira de Santana Foto ACM (13)

Foto: ACM

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho, vai palestrar no Council Meeting 2019 (Reunião do Conselho do WBCSD), durante o Diálogo com CEOs de Cidades e Mobilidade, em Lisboa, Portugal, no dia 15 de outubro, entre 14h30 e 16 horas. O WBCSD – World Business Council For Sustainable Development é o Conselho Empresarial Mundial Para o Desenvolvimento Sustentável, organização liderada por CEOs de 200 empresas globais de pensamento prospectivo que “trabalham juntas para acelerar a transição para um mundo sustentável”.

Além do prefeito, Feira de Santana também estará representada no evento mundial, que ocorre entre 14 e 17 de outubro, pelo secretário de Planejamento Carlos Brito, que na quarta-feira, 16, entre 11 horas e 13h30, compartilha a experiência de Feira de Santana na transformação de mobilidade, desafios, soluções e lições aprendidas com o trabalho com o SiMPlify, na sessão “Transformando Mobilidade Urbana”.

Na segunda-feira, 14, primeiro dia do evento, o prefeito Colbert Martins participa de jantar com os membros do Conselho Empresarial Mundial – que reúne 200  representantes de empresas, com receitas unificadas de 8,5 trilhões de dólares e que empregam 19 milhões de colaboradores. O convite para o evento mundial partiu do presidente do WBCSD Peter Baker, em virtude da “excelente colaboração da prefeitura municipal durante a execução do projeto SiMPlify”. :: LEIA MAIS »

Eremita Mota lamenta média baixa no Ideb de Feira de Santana

Vereadora Eremita Mota

Vereadora Eremita Mota (PSDB)

Na primeira sessão ordinária do segundo semestre, que aconteceu na manhã desta segunda-feira (05), na Câmara Municipal de Feira de Santana, a vereadora Eremita Mota (PSDB) falou sobre o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de Feira de Santana em 2017. Segundo a vereadora, a cidade alcançou a média 4 considerada como um dos piores índices de educação entre os dez maiores municípios da Bahia. “Há oito anos a cidade não atinge as metas do Ideb. Eu como professora lamento essa situação. Desde 2005 vejo isso na educação pública. E a cada dia que passa piora e não vemos empenho para os problemas serem resolvidos”, lamentou.

Com a falta de uma maior estrutura no ensino público, o resultado, ainda de acordo com a vereadora, que é também presidente da Comissão de Educação e Cultura da Casa, são as escolas vazias. “A evasão escolar só cresce. Os alunos se afastam da escola por qualquer motivo. Como consequência é esse número vergonhoso no Ideb da cidade”, afirmou.

Eremita lembrou ainda uma entrevista da ex-secretária de Educação, Jayana Ribeiro, em que ela falava sobre em estrutura das unidades escolares. “Uma escola construída de maneira adequada para os alunos é claro que faz diferença, mas tem que ter condição daquela estrutura construída funcionar do professor até o serviços gerais”, finalizou.

OSC para organizar comemorações do Dia da Consciência Negra será escolhida através de chamamento público

OSC para organizar comemorações do Dia da Consciência Negra será escolhida através de chamamento público

.

A Prefeitura de Feira de Santana vai escolher, por meio de chamamento público, o melhor projeto e, assim, definir a OSC (Organização da Sociedade Civil) feirense que vai organizar as comemorações relativas ao Dia Consciência Negra no município, com vistas ao desenvolvimento sustentável da cultura de matriz africana, dos Povos e Comunidades Tradicionais. A iniciativa do governo municipal foi apresentado à imprensa pelo secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Edson Borges, em encontro no Paço Municipal Maria Quitéria. O termo de fomento terá validade de três meses.

O melhor projeto vai receber R$ 50 mil do município para investir na execução do projeto. Entretanto, disse o secretário, a OSC vendedora poderá firmar parceria com a iniciativa privada. Terá que prestar contas dos recursos públicos recebidos. Afirmou também que várias organizações poderão se unir e apresentar projeto único, sendo uma delas deverá ser apresentada como responsável, inclusive pela prestação das contas. Metade do valor será liberada antes do evento e os outros 50% assim que a associação apresentar as contas da primeira metade.

O Dia da Consciência Negra, criado em 2013, é celebrado em 20 de novembro. Neste ano em Feira as comemorações serão iniciadas na quarta-feira, 20, e se estenderão até o sábado, 23. A data é atribuída à morte do líder negro Zumbi de Palmares. Todas as organizações que estiverem legalizadas podem participar do chamamento, que, de acordo com Edson Borges, será publicado na primeira quinzena de setembro. “As entidades terão tempo para se organizarem”, afirmou. Apenas poderão participar organizações sem fins lucrativos com no mínimo dois anos de fundada e que desenvolvam eventos, atividades e projetos voltados para a cultura de matriz africana, combate ao racismo e desenvolvimento sustentável dos povos e comunidades tradicionais. (Secom)

Levante a Voz - Todos contra a Dengue Câmara Municipal de Feira de Santana - Lado a Lado


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia