WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Alagamentos’

Prefeitura de Feira de Santana inicia ações para minimizar alagamentos no período de chuva

Foto: Wevilly Monteiro

Limpeza de caixas, sarjetas e sistemas de drenagem são algumas das ações que estão sendo realizadas pela Superintendência de Operações e Manutenção em Feira de Santana para prevenir alagamentos durante o período chuvoso.

Segundo o superintendente João Vianey Marval, o lixo é o principal fator para a obstrução e entupimento das caixas, que deixam de ter um funcionamento adequado. “Precisamos da colaboração da população com o descarte correto do lixo, evitar jogar lixo no chão”, apelou.

O serviço está concentrado em alguns bairros, como Feira X, George Américo, Campo Limpo, Baraúnas e Cidade Nova, que são apontados como críticos e recorrentes de alagamentos.

Estudo hidrológico

Um plano de drenagem e manejo das águas pluviais também faz parte das iniciativas para evitar possíveis alagamentos. Além disso, o estudo vai propor obras necessárias para melhorar o funcionamento dos sistemas de drenagem pluvial.

“Este plano é um estudo hidrológico em locais com frequente perda de materiais por alagamento, que vai definir os locais que necessitam de alguma intervenção”, explicou o superintendente. :: LEIA MAIS »

Sinalização para vias sujeitas a alagamentos

Geraldo JúniorO vereador Geraldo Júnior (SD) apresentou à Mesa Diretora da Câmara, um projeto de lei que dispõe sobre a sinalização informativa em vias públicas sujeitas a inundações e alagamentos. “A cidade de Salvador tem um histórico de inundações e alagamentos provocados pelas chuvas. Esses efeitos climáticos, potencializados pela impermeabilização da cidade são característicos em algumas regiões do município, disse o vereador.

De acordo com a proposta, é necessário que as pessoas tenham acesso a esse tipo de informação, para que possam se precaver de situações inesperadas. “As galerias pluviais em Salvador estão com muitos anos de vida e principalmente não tem tido a manutenção necessária, logo, elas devem estar entupidas de entulho, o que provoca uma redução na capacidade de vazão”, explicou.

Na justificativa do projeto, as chuvas são classificadas como fraca, quando a taxa é inferior a 5 milímetros por hora (mm/h); moderada, quando taxa está entre 5 e 25 mm/h; forte, quando taxa está entre 25 e 50 mm/h; e muito forte, quando taxa é igual ou superior a 50 mm/h.

 



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia