WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Fala Feira 156

:: ‘Feira de Santana’

Rui anuncia que vai inaugurar colégio: “Em meu governo estudante não ficará sem escola”

Rui anuncia que vai inaugurar colégio “Em meu governo estudante não ficará sem escola”

Foto: Reprodução

O governador Rui Costa (PT), anunciou nesta quinta-feira (06), que vai inaugurar em breve um colégio estadual em Feira de Santana. “Vamos inaugurar em breve em Feira de Santana um novo colégio. Está quase pronto para receber os 600 alunos do Colégio Estadual Fênix, que atualmente estão em um prédio alugado. Logo eles se mudarão para essa unidade que tem laboratório, sala multimídia, cozinha, refeitório, biblioteca e quadra coberta. Isso é reestruturação da educação, que não se faz da noite pro dia, mas com esforço trabalhamos e o resultado aparece. No meu governo nenhum estudante ficará sem escola”, afirmou.

Colbert Filho vai se reunir com a direção da FIEB

Prefeito de Feira pede que deputados rejeitem o projeto de extinção do CIS

Foto: Reprodução

Atendendo aos apelos das classes produtoras de Feira de Santana, preocupadas com as consequências decorrentes da extinção do Centro Industrial do Subaé (CIS), conforme consta da reforma administrativa anunciada pelo governador Rui Costa, o prefeito Colbert Martins Filho se reunirá com a Direção da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB), na próxima segunda-feira (10), em Salvador. A interlocução do prefeito de Feira de Santana junto à FIEB e o governador Rui Costa, foi externada em carta aberta à comunidade,  subscrita por uma comissão formada por lideranças de instituições representativas do comércio e da indústria locais, cujo conteúdo foi reiterado na manhã desta quinta-feira (06), durante reunião ocorrida num restaurante da cidade.

O prefeito Colbert Filho, que defende a manutenção do Centro Industrial do Subaé enquanto autarquia, ponderou que o órgão “é de grande importância para a política de desenvolvimento industrial de Feira de Santana, e vamos buscar o apoio dos setores produtivos do Estado, para que o CIS não seja extinto”, disse.

Cíntia Machado diz que é preciso equilíbrio para assumir Corregedoria

Vereadora Cíntia Machado

Vereadora Cíntia Machado (PRB)

“Ser corregedor não é apenas saber o Código de Ética do início ao fim, mas ter equilíbrio, sabedoria”. A afirmação foi feita pela vereadora Cíntia Machado (PRB), na manhã desta quarta-feira (06), em pronunciamento na Câmara Municipal, logo após a eleição para a Corregedoria da Casa. Ela parabenizou a colega Gerusa Sampaio (DEM), eleita com 15 votos, contra dois do vereador Edvaldo Lima (PP).

Cíntia, que já ocupou o cargo, disse que a Corregedoria é acionada sempre no calor das discussões, por isso é preciso ter cautela. “Não estamos aqui para prejudicar ninguém, mas para mediar conflitos”, ressaltou a vereadora, lembrando que durante seu mandato foi pressionada várias vezes para uma posição, mas é preciso saber ponderar. No final do discurso, ela disse que o colega Edvaldo Lima foi quem mais lhe deu trabalho.

Limpeza em canais de drenagem é intensificada em Feira de Santana

Limpeza em canais de drenagem é intensificada em Feira de Santana

Foto: Divulgação

Visando melhorar o escoamento das águas e combater plagas urbanas, que são atraídas pelo acúmulo de lixo, entulho e vegetação alta, a Secretaria Municipal de Serviços Públicos(SESP) vem intensificando os trabalhos de limpeza em canais de drenagem. Segundo o secretário Justiniano França, o serviço de desobstrução é realizado, normalmente, uma a duas vezes por ano, em cada canal. “No entanto, em casos emergenciais, como ocorrência de fortes chuvas, as áreas mais críticas, com predominância de entupimentos e alagamentos, são assistidas quantas vezes forem necessárias pelas equipes da SESP, por meio da limpeza mecanizada e manual, tendo à disposição uma escavadeira hidráulica de esteira, uma pá carregadeira, uma retroescavadeira com braço estendido, oito caçambas e cerca de 20 trabalhadores”, disse.

Justiniano informou que, atualmente, os serviços de limpeza estão concentrados nos canais do conjunto Luís Eduardo Magalhães (Parque Linear) e na região da Mangabeira, que abrange Conceição I e II, Parque Brasil, Parque Ipê e João Paulo. Ele fez questão de ressaltar que, este ano, todos os canais de drenagem de Feira de Santana já passaram por manutenção. Porém, alguns, a exemplo do canal do conjunto Feira X, do bairro Aviário e da avenida do Canal, no bairro Rua Nova, vêm causando mais transtornos aos moradores, por conta do intenso volume de chuvas e, sobretudo, pelo descarte irregular de lixo e entulho.

De acordo com secretário de Serviços Públicos, somente no Canal das imediações do Centro de Abastecimento (avenida do Canal), foram retiradas cerca de 280 toneladas de resíduos sólidos e vegetação. “Infelizmente, um grande número de pessoas não tem colaborado com a limpeza pública. Temos encontrado, com frequência, lixo de várias espécies nos canais e córregos, a exemplo de entulho, eletrodomésticos, eletroeletrônicos, móveis e até animais domésticos mortos, como gatos e cachorros”, lamentou Justiniano França, alertando que o descarte inadequado de resíduos traz prejuízos financeiros e ambientais, além de colocar em risco à saúde pública.

Campanha arrecada doações para desabrigados em Entre Rios

Campanha arrecada doações para desabrigados em Entre Rios

Foto: Divulgação

Após as fortes chuvas que atingiram a cidade de Entre Rios,  a 144 km de Salvador, nos últimos dias, o Instituto Caminhada em parceria com a Prefeitura Municipal está realizando campanha de doação para arrecadar mantimentos e  itens de higiene pessoal para as 34 famílias que ficaram desabrigadas na cidade. A chuva atingiu de forma trágica cinco bairros, sendo a Baixinha o que registrou mais casos de inundação. São cerca de 150 pessoas desalojadas, sendo 40 crianças. Estão sendo arrecadados alimentos, roupas, água mineral, fraldas, material de higiene pessoal, colchões, lençóis e toalhas de banho.

Em Entre Rios as doações podem ser entregues no Hospital Dr. Edgar Santos, na rua Lauro de Freitas, 86. Já em Feira de Santana, o posto de arrecadação está funcionando no Instituto Caminhada, situado na Rua dos Contabilistas, 101, Centro.

Oposicionista questiona postura de Colbert e diz que a cidade vive um marasmo

Vereador Alberto Nery

Vereador Alberto Nery (PT)

O vereador Alberto Nery (PT) usou a tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana para criticar o posicionamento do atual prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho (MDB). De acordo com o vereador, em entrevistas recentes a veículos de imprensa, o prefeito afirmou que o seu governo será de continuidade, o quê na opinião do oposicionista, não solucionará os problemas do município. “Continuidade de quê, Sr. prefeito? Do marasmo em que se encontra a cidade? Continuidade das obras paradas? Continuidade do caos que vive o centro comercial de Feira de Santana, sem qualquer ordenamento urbano?”  questionou. Para Nery, a expectativa dos eleitores e dos moradores da cidade é bem diferente do que está sendo apresentado. “Colbert, você lutou durante décadas para se tornar prefeito. Quando finalmente consegue conquistar o cargo, não imprime sua identidade e não mostra a sua cara? Veja o legado deixado pelo seu saudoso pai”, ponderou.

Ainda durante seu discurso, Nery sugeriu a mudança no secretariado que ele afirmou viver um cansaço. “Muitos fizeram um bom trabalho, mas é preciso renovar, conferir ânimo novo e mostrar a cara da sua gestão. Todo gestor público busca sua equipe e nós esperávamos isso de Colbert também”, opinou. Problemas da gestão anterior, a exemplo de denúncias em irregularidades de licitação e o péssimo posicionamento do município em um ranking da Educação, também foram abordados. “Parece que a prefeitura não mudou a gestão. O ex-prefeito continua dando as ordens de lá de sua casa. Já tivemos a informação de que ele se manifestou contra a aprovação do orçamento impositivo, sob o argumento de que a medida dá “poder” a oposição. Felizmente o atual prefeito parece não pensar assim e o projeto já foi aprovado em primeira discussão e já estou cobrando ao presidente da Casa que coloque a segunda discussão na pauta ainda este ano”.

Nery finalizou o seu discurso lamentando a postura. “É muito triste ver que Colbert se tornou o prefeito e não está tendo sabedoria para dar a sua direção ao governo. Esperávamos muito mais dele. Recentemente eu e alguns colegas fomos visitar uma obra. Segundo o secretário da pasta, em 90 dias ela seria concluída. Mas, na semana seguinte, a obra estava finalizada. Quer dizer: Eles mesmos estão boicotando a gestão do prefeito? Está na hora de Colbert mostrar a cara. Vem aí 2019, e nós esperamos que ele possa verdadeiramente assumir a prefeitura e fazer as mudanças necessárias para o desenvolvimento de Feira”.

Deputado apresenta Emenda para inviabilizar extinção do Centro Industrial de Subaé

Targino Machado

Deputado Targino Machado (DEM)

Criado em 1970 pela Prefeitura de Feira de Santana e estadualizado em 1983 na gestão do então governador João Durval Carneiro, o Centro Industrial de Subaé (CIS), autarquia metropolitana de fomento dos setores industrial, comercial e de serviços, tem grande importância para a citada região. O CIS é considerado, hoje, um dos principais pólos de atração para novos investimentos em função da sua localização e do crescimento do entorno de Feira de Santana. Nele estão instaladas grandes empresas nacionais e multinacionais como: JBS, Pirelli, Brasfrut, Nestlé e Siemens. Ao todo, 150 empresas fazem parte do centro. Contudo, o CIS pode ser extinto. Isto porque, o governador do estado, Rui Costa, através do Projeto de Lei Nº 22.972/2018, tem como objetivo modificar a estrutura organizacional da Administração Pública do Poder Executivo Estadual, extinguindo o importante centro. Por este motivo, o deputado estadual Targino Machado (DEM), parlamentar atuante na região de Feira de Santana, apresentou uma Emenda Supressiva com o objetivo de evitar o fim do CIS.

Em sua justificativa, Targino lembrou da importância do CIS para a região: “O Centro Industrial de Subaé é o mais importante centro industrial de toda a região, ficando apenas atrás do CIA e do Pólo Petroquímico de Camaçari, justamente por este motivo não se justifica extinguir a autarquia, responsável pela administração do Centro Industrial. Além do que tem um quadro de cargos pequeno com apenas vinte e seis cargos em comissão”.

O CIS está localizado no bairro do Tomba e na BR-324, alcançando, também, os municípios de São Gonçalo, Conceição da Feira e Conceição do Jacuípe. Somente na década passada, seu crescimento registrou a marca de 350%, gerando cerca de 10 mil empregos diretos. “Agora, o governador Rui Costa se alia ao deputado líder dele na Assembleia Legislativa da Bahia, Zé Neto, para juntamente com os deputados Angelo Almeida e Carlos Geilson se tornarem os coveiros do CIS”, finalizou Targino.

Gerusa Sampaio é eleita nova corregedora da Câmara de Feira

Vereadora Gerusa Sampaio

Vereadora Gerusa Sampaio (DEM)

A Câmara Municipal de Feira de Santana elegeu, na manhã desta quarta-feira (05), a vereadora Gerusa Sampaio (DEM) como a nova corregedora da Casa. Com 15 votos a 02, Gerusa venceu o pleito para o edil Edvaldo Lima (PP). O mandato de corregedor tem duração de dois anos. Sendo assim, Gerusa assume o cargo em 02 de janeiro 2019findando em 31 de dezembro 2020. Atualmente, o petista Alberto Nery está no comando da função. Nery exerceria o cargo de corregedor de janeiro de 2017 a 01 de fevereiro de 2019, mas renunciará ao cargo porque foi eleito como 1º vice-presidente da nova Mesa Diretiva, que tomará posse no dia 02 de janeiro de 2019.

Edvaldo Lima diz que já estava tudo “arquitetado e montado” para que Gerusa fosse corregedora

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

O vereador Edvaldo Lima (PP), após o resultado da eleição para corregedor da Câmara Municipal de Feira de Santana, afirmou que já estava tudo arquitetado e montado para que a vereadora Gerusa Sampaio (DEM) fosse eleita corregedora da Casa. “Primeiro vou parabenizar a vereadora Gerusa Sampaio por ter sido eleita. Mas em nenhum momento eu lembro aqui nesta Casa a leitura da resolução que teria a votação para a Corregedoria. Como não sabia desta eleição e o senhor presidente anunciou no dia de hoje no microfone, automaticamente eu me credenciei. Pelo visto já estava tudo arquitetado e já tudo montado para que a vereadora Gerusa Sampaio pudesse ser a corregedora”, acusou.

Cardápio da merenda escolar deve priorizar agricultura familiar feirense nos próximos anos

Cardápio da merenda escolar deve priorizar agricultura familiar feirense nos próximos anos

Foto: Tarcilo Santana

Revisar o cardápio das escolas da Rede Municipal de Educação e inserir mais itens da agricultura familiar. É este um dos objetivos do setor de Alimentação Escolar da Secretaria Municipal de Educação que está implementando algumas das mudanças propostas pelo programa Cidade Empreendedora, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Para discutir as alterações e fortalecer a parceria com os agricultores familiares de Feira de Santana, gestoras escolares, merendeiras, membros do Conselho de Alimentação Educacional, agricultores e nutricionistas da equipe técnica da Seduc se reuniram na tarde desta segunda-feira (03). Durante o encontro, foram identificados no menu atual itens que não são do cultivo local e que podem ser substituídos por alguns daqueles produzidos pela agricultura familiar. Alguns itens foram sugeridos para compor a lista de alimentos distribuídos às escolas. A lista foi montada com base em dois aspectos prioritários: manter a qualidade nutricional do cardápio e estimular nos alunos uma alimentação saudável. O terceiro aspecto será outro de fundamental importância – contribuir  para o desenvolvimento econômico desses produtores.

O programa Cidade Empreendedora, fruto do convênio entre o Sebrae e o governo municipal, foi firmado em julho. A iniciativa integra uma gama de mudanças de administrativas que a Prefeitura de Feira de Santana está implementando em sua gestão. O programa já atinge 40 cidades baianas; é realizado em vários eixos – educação, agricultura, assistência social, etc. – visando promover o desenvolvimento da cidade e o estímulo ao empreendedorismo. A ideia, além de priorizar os alimentos produzidos pela agricultura familiar, é equilibrar as despesas do município, aumentando o custo-benefício dos itens da merenda adquiridos pela Prefeitura. A substituição de alguns itens já deve começar em 2019, mas o processo será implementado gradativamente. A batata inglesa, por exemplo, não é um item produzido por agricultores de Feira. Fabrine Schwanz, consultora de Compras da Agricultura Familiar, do Sebrae, faz um alerta ainda que seja de maneira hipotética. “Se há no cardápio das escolas, por exemplo, um purê de batatas, por que não substituí-lo por um purê de aipim?”.

Prefeito de Feira pede que deputados rejeitem o projeto de extinção do CIS

Prefeito de Feira pede que deputados rejeitem o projeto de extinção do CIS

Foto: Reprodução

O prefeito da cidade de Feira de Santana, Colbert Martins Filho (MDB), visitou a sede do Centro Industrial do Subaé (CIS) na manhã desta quarta-feira (05). Colbert lamentou o fato de que o CIS possa não existir mais nesta quinta-feira por decisão do governador Rui Costa. “O governador quer exterminar, acabar e sepultar o CIS. São mais de 550 médias, pequenas e grandes indústrias. O segundo maior centro do Estado. Isso é uma ação contra Feira de Santana. Estamos apelando à sensibilidade do governador para que ele evite isso e estamos pedindo para os deputados da Assembleia Legislativa da Bahia para que rejeitem essa posição de extinção do Centro Industrial do Subaé. Essa é uma posição contra o povo de Feira de Santana”, lamentou.

CÂMARA DE VEREADORES_somos parceiro_banner de site Política in Rosa - 500x500 gif


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia