WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


CMFS - ECONOMIA DE VERBA - BANNER SITE POLÍTICA IN ROSA 729X90PX PMSE-BANNER 728x90- POLITICA IN ROSA - AÇÕES

:: ‘Prefeito ACM Neto’

ACM Neto quer entregar cem imóveis a interesses privados, denuncia vereador

Vereador Hilton CoelhoNa polêmica sessão ordinária desta quarta-feira, 12, o vereador Hilton Coelho (PSOL) manifestou mais uma vez seu repúdio à desafetação que abre caminho para alienação de cerca de 100 imóveis públicos promovida pelo prefeito ACM Neto e apoiada por sua bancada, majoritária na Câmara Municipal de Salvador. “Somos contra a venda de nossa cidade e sua entrega aos interesses dos grandes grupos imobiliários. Com o atual projeto de lei essa gestão consolida a prática da venda literal da cidade. Não existem dados precisos sobre a destinação do dinheiro arrecadado”, disse.

O legislador acrescenta que “o atual projeto é eivado de ilegalidades. Chega a essa Casa desacompanhado dos devidos estudos que respaldem a venda desses imóveis. O mais grave, porém, é que tal projeto abre a possibilidade para o processo de securitização na cidade de Salvador, mesmo processo que quebrou a cidade de Belo Horizonte e até mesmo um país, no caso a Grécia”.

As críticas de Hilton Coelho são veementes. “O projeto de ACM Neto submete a cidade mais uma vez ao interesse de iniciativas privadas e coloca sobre a população de Salvador o ônus de uma política privatista adotada pela prefeitura. Além disso, a propriedade pública consiste em um dos principais mecanismos de organização do espaço urbano e sua alienação pode acarretar o inchaço e descontrole sobre o crescimento da cidade de Salvador. Devemos considerar ainda que outros instrumentos urbanísticos poderiam ser utilizados no sentido de obter recursos e, ao mesmo tempo, manter a propriedade pública, previstos no Estatuto da Cidade”.

O vereador Hilton Coelho considera ilegal a ação do prefeito ACM Neto em relação à Companhia de Desenvolvimento e Mobilização de Ativos de Salvador (CDEMS), que seria beneficiaria da alienação dos bens desafetados. “Demos entrada em representações junto ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) na quarta-feira (05); no dia 06, quinta-feira, no Ministério Público Federal (MPF) e também no Tribunal de Contas do Município (TCM). Acreditamos que está em gestação um esquema ilegal de transferência de recursos públicos para o setor financeiro privado através de geração de dívida pública sem nenhuma contrapartida social. Mais uma vez vamos denunciar esse esquema financeiro que beneficia os investidores e prejudica a população”.

Trindade critica situação de escola em Salvador: “fora da realidade do prefeito”

José Trindade em Escola do Pau MiúdoNa manhã desta terça-feira (12), o vereador Trindade (PSL) visitou a escola municipal do Pau Miúdo, na cidade de Salvador, com a finalidade de fazer fiscalização das condições físicas e pedagógicas. Trindade destacou que o que se viu está completamente fora da realidade quando comparadas às propagandas do prefeito ACM Neto. “Vi escadas e degraus fora do padrão e sem corrimão; alunos sem fardamentos; salas de aula improvisadas, inclusive uma logo na entrada da escola com pouca proteção contra a chuva; e merenda do dia “xixim de galinha” o que não é recomendado em merenda escolar”, afirmou.

Para Trindade, esse é um total desrespeito com a população que mais precisa. “Escolas em péssimas condições não só relacionadas à estrutura como, também, limitações pedagógicas. É revoltante saber que situações como estas ocorrem em Salvador, quando, por outro lado, se tem um prefeito preocupado com as festas na cidade”, dispara.

“ACM Neto deve exonerar secretária Taissa Gama”, afirma vereador

Hilton Coelho, ACM Neto e Taissa GamaO vereador Hilton Coelho (PSOL), suplente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara, critica a postura do prefeito ACM Neto diante do episódio envolvendo a secretária municipal de Políticas para as Mulheres, Taissa Gama – presidente do PTB Salvador e do PTB Mulher Bahia.

“O prefeito ACM Neto deu o caso por encerrado, dizendo apenas que tudo já estava esclarecido. Não estava não. Incentivar o ataque à honra e ao direito da mulher, mesmo que a agressora seja também mulher, é estimular a manutenção de uma sociedade machista e misógina”, afirma o legislador.

Para Hilton, os áudios divulgados comprovam o ataque à honra e a diminuição da condição de mulher. “Não entro no mérito da situação anterior e o que causou o rompimento de Taissa Gama com a sua ex-funcionária Schirley Pinheiro. As palavras utilizadas e as ameaças contidas nas gravações demonstram que Tassia Gama não pode continuar ocupando um cargo no Executivo, em especial o que é responsável por políticas públicas para as mulheres. De forma imediata deve ser exonerada, sem prejuízo para as demais medidas jurídicas e políticas”, salienta.

Mercado Popular de Água de Meninos deverá ser inaugurado em abril

Mercado Popular de Água de MeninosAs obras no Mercado Popular de Água de Meninos já estão em fase final de execução. O prefeito ACM Neto, acompanhado de outros representantes municipais, visitou as instalações do mercado na manhã de hoje (24) para acertar os últimos ajustes que devem ser feitos no local. O espaço passa por requalificação, com investimento de aproximadamente R$800 mil.

Três pontos foram observados e destacados pelo prefeito para que sejam ajustados antes da entrega do equipamento: o ordenamento do serviço de carga e descarga, a logística do descarte de resíduos sólidos e o mau cheiro no entorno do mercado, ocasionado pelo descarte e manipulação de alimentos na área externa. Durante a vistoria, alguns comerciantes agradeceram ao prefeito pela aceleração das obras nesta fase final, período que antecede a Semana Santa, quando o volume de vendas aumenta. “Queremos entregar o mercado no dia quatro de abril”, anunciou o prefeito ACM Neto.

No equipamento, que é referência na comercialização de pescados frescos em Salvador, foram realizadas intervenções em toda a rede elétrica e hidráulica, além da instalação de novos sanitários, pias, balcões e a substituição do azulejo na área interna dos boxes, seguindo a orientação da Vigilância Sanitária. Com a reforma da iluminação, foram instaladas lâmpadas em LED. Um dos destaques da requalificação do mercado foi a instalação de uma câmera fria, para inibir o mau cheiro. Também foram instaladas barreiras nas áreas vazadas das paredes e teto para impedir a entrada de pombos.

“O mercado está de cara nova. Encontramos algumas dificuldades na manutenção do telhado, pois, quando ele foi projetado, não foi levado em consideração a facilidade para a sua manutenção. Então, hoje, para realizarmos qualquer intervenção, é preciso montar uma estrutura interna, pois ele é muito alto”, ressaltou o gestor da Secretaria de Manutenção, Marcílio Bastos, pasta responsável pela execução das intervenções estruturais no espaço.

Atualmente, o Mercado Popular abriga 64 permissionários. Para manter o ordenamento do espaço após a inauguração, uma equipe de agentes da Secretaria de Ordem Pública (Semop), responsável pela administração do espaço, vai atuar fixa no local realizando a fiscalização e garantindo o funcionamento adequado dos espaços.

Prefeitura regulamenta serviço de mototáxi em Salvador

O decreto que estabelece regras para o Serviço de Transporte Individual de Passageiro com o uso de Motocicleta (mototáxi) foi assinado pelo prefeito ACM Neto e pelo secretário de Mobilidade, Fábio Mota, em cerimônia realizada na tarde desta quarta-feira (22), no Palácio Thomé de Souza. A regulamentação, que será publicada no Diário Oficial do Município, foi fruto de estudos realizados pela equipe da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) e das diversas reuniões realizadas com sindicatos, associações e sociedade civil organizada, além de audiências públicas com promotores e vereadores, atendendo aos pleitos dos mototaxistas.

De acordo com o prefeito ACM Neto, esta é uma demanda tanto da Prefeitura quanto dos profissionais da categoria, que reivindicam a regulamentação há mais de 30 anos. “Desde 2013, houve uma preocupação da gestão em estabelecer regras para o serviço. No fim das contas ganham todos: Prefeitura, mototaxistas e cidadãos. Ganham, principalmente, as pessoas mais pobres que, por morarem em locais mais distantes ou cujas vias não possuem dimensão suficiente para circulação dos ônibus, tinham dificuldade de se locomoverem.” Ele ainda salientou que esta ação, realizada antes do Carnaval, é importante para dar mais segurança a profissionais e usuários e tira qualquer duvida quanto à operação de mobilidade no Carnaval.

O regulamento estabelece direitos e deveres dos mototaxistas, estabelecendo regras para o exercício da atividade. Entre elas, o profissional deve possuir pelo menos dois anos de habilitação na categoria “A”, atestado de sanidade física e mental emitido no máximo há 30 dias, certificado de curso de especialização para condução de passageiros em veículo motorizado de duas rodas (conforme Resolução de número 410 do Conatran, de 2 de agosto de 2012), declaração de que não possui vínculo empregatício em cargos e empregos públicos de quaisquer esfera (federal, estadual ou municipal) e documento que comprove a propriedade da moto, que precisa ter no mínimo 250 cilindradas e possuir velocímetro.

Além disso, a Prefeitura vai exigir do mototaxista utilização dos equipamentos de segurança obrigatórios e acessórios como touca descartável, fundamental para a higiene dos passageiros. Só será permitido o transporte de um passageiro por corrida e o profissional deve usar colete e capacete nas cores amarela, dotado de dispositivos retro-reflexivos e com o número do prefixo na cor preta para identificação da pessoa física autorizada. Para este Carnaval, a fiscalização será feita por meio de verificação do documento do veículo, condições e uso de itens de segurança.

Os representantes das entidades de defesa dos mototaxistas agradeceram à Prefeitura pela atenção com a classe. “Os gestores finalmente tiveram coragem de colocar a mão na ferida e atender às nossas reivindicações. Com esse decreto assinado hoje, vamos fazer parte do sistema de transporte da cidade”, afirmou o presidente da Associação dos Motociclistas Profissionais da Bahia (Asmop), Adailson Couto.

Em reunião, ACM Neto diz que Imbassahy será um colaborador de todas as causas de Salvador

O ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy (PSDB), foi recebido ontem (20) pelo prefeito ACM Neto (DEM) e por vereadores, deputados estaduais e federais em uma reunião de de trabalho que aconteceu no Palácio Thomé de Souza. Na pauta, a liberação de recursos federais para a capital baiana e as reformas estruturantes que o governo federal discute junto ao Congresso Nacional com o objetivo de recuperar a renda das famílias brasileiras, promovendo geração de novos empregos, inclusive em Salvador.

“Foi a minha primeira vinda à Bahia após ser empossado como ministro. E entendi que deveria ter uma conversa com o prefeito ACM Neto, que acabou por ampliar essa reunião convocando parlamentares federais, estaduais e municipais. Foi um encontro bem produtivo, pois nosso objetivo é sempre alocar recursos para a Bahia e Salvador. Também abordei as reformas que são essenciais para o país”, contou Imbassahy.

ACM Neto disse que é fundamental ter Imbassahy na Secretaria de Governo da União. “Trata-se de uma posição estratégica e tenho certeza que ele será um colaborador de todas as causas de Salvador. Ele é nosso interlocutor junto a questões do governo federal”, declarou o prefeito. ACM Neto lembrou que a Prefeitura depende da União para avançar em projetos estruturantes como a implantação do BRT e requalificação de novos trechos da orla.

Ministro do Turismo assegura liberação de recursos para projetos em Salvador

ACM Neto e o Ministro de TurismoO prefeito ACM Neto participou hoje (01), em Brasília, de audiência com o ministro do Turismo, Marx Beltrão, para tratar da liberação de recursos para projetos voltados à Orla de Salvador, o aeroporto e apoio à implantação de um novo Centro de Convenções para a cidade. O gestor retornou nesta tarde após passar a manhã de hoje (01) e o dia de ontem (31) na capital federal, quando teve audiências com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carmén Lúcia, com o ministro dos Transportes, Portos e Aviação, Maurício Lessa, e com o presidente da Infraero, Antonio Claret de Oliveira, ocasião em que tratou de temas como pacto federativo e plano de contingência para melhorar os serviços no aeroporto.

Com o ministro do Turismo, ACM Neto tratou do projeto de requalificação da Praça Cairu, reurbanização da Praça dos Dendezeiros, implantação de sinalização turística em Salvador e revitalização de outros trechos da Orla. Esses são projetos que dependem da liberação de recursos federais, e o ministro assegurou fluxo orçamentário para essas intervenções em 2017.

Sobre a questão do aeroporto, que vai passar por intervenções emergenciais até o dia 15 de fevereiro, ou seja, com previsão de conclusão antes do início do Carnaval, conforme anunciado ontem ao prefeito pela Infraero, Marx Beltrão afirmou que a pasta do Turismo vai dar uma atenção especial ao equipamento e contribuir com melhorias na infraestrutura. Já sobre o novo Centro de Convenções, o ministro do Turismo assegurou que está acompanhando o desenrolar da definição sobre a escolha de um novo local para o equipamento, a cargo do governo do estado, e garantiu apoio ao projeto.

Em reunião com presidente do STF, ACM Neto solicita revisão do pacto federativo

STFAo lado de colegas das principais capitais brasileiras, o prefeito ACM Neto (DEM) participou nesta terça-feira (31) de uma reunião com a presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Cármen Lúcia, para solicitar a revisão do pacto federativo e ter mais recursos para melhorar os serviços públicos essenciais, como saúde, educação e transporte público.

Em carta assinada pelo presidente FNP (Frente Nacional de prefeitos), Marcio Lacerda, os gestores municipais dizem que têm enfrentado muitos desafios em consequência da crise econômica que atinge o país. “É notório que o país atravessa uma aguda e prolongada crise econômica. A cada dia somam-se, aos números da recessão, informações de cidades de todo o país em dificuldades crescentes”, diz o texto. De acordo com os prefeitos, ao longo dos anos, os municípios foram “sobrecarregados por novas responsabilidades e atribuições, sem a devida contrapartida financeira para custear as demandas”.

Ainda no texto, os prefeitos afirmam que o cenário de dificuldades que o Brasil atravessa pode ser também de oportunidades. “Como já temos defendido publicamente, é necessário que aproveitemos este momento para apoiar e promover a revisão do Pacto Federativo, pelo Congresso Nacional, em amplo diálogo institucional e social. Precisamos rever a instituição de impostos nomeados como contribuições que acabam por ferir princípios constitucionais e prejudicar a já combalida situação financeira dos municípios. Assim, é fundamental restabelecer compromissos, responsabilidades e redimensionar a divisão do bolo tributário para atender de forma eficiente e qualificada às demandas da população”, diz outro trecho da carta entregue à presidente do STF.

Os prefeitos também solicitaram uma agenda fixa com o Supremo para que técnicos possam debater questões envolvendo a judicialização de serviços públicos. Ao deixar o STF, acompanhado pela procuradora-geral do Município, Luciana Rodrigues, o prefeito ACM Neto disse que ficou muito satisfeito com o encontro. “A crise econômica tem provocado constantes quedas nas arrecadações municipais. Nós, que temos responsabilidade de comandar as maiores cidades do país, precisamos estar sempre unidos para reivindicar o que achamos justo”, disse.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia