WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


.
.
PMSE---BANNER---SAO-JOAO-728x90

:: ‘morte violenta’

Bahia registra menor número de mortes violentas dos últimos 12 anos

Bahia registra menor número de mortes violentas

Foto: Divulgação/GovBA

O mês de maio de 2024 terminou com o menor número de morte violenta registrado pela Polícia Civil nos últimos 12 anos, na Bahia. Os índices criminais do período de janeiro a maio deste ano foram apresentados na manhã desta segunda-feira (10), no Centro de Operações e Inteligência (COI).

Com 347 casos, maio apresentou o menor número contabilizado para um mês nos últimos 12 anos, superando junho de 2020, quando foram computadas 348 ocorrências. No balanço dos cinco meses de 2024, a Polícia Civil registrou 1.928 casos este ano, contra 2.162 mortes em 2023, representando uma redução de 10,8%.

“A integração das Forças da Segurança, o investimento em efetivos e equipamentos, além da ampliação das ações de inteligência resultaram na redução das mortes. Fechamos 2023 com diminuição de 6% das mortes e, este ano, com muito trabalho e dedicação dos policiais e bombeiros, chegamos a 10,8% de queda dos índices”, destacou o secretário da Segurança Pública, Marcelo Werner.

Número de prisões

Com uma média de 51 prisões realizadas por dia na Bahia, o número total de capturados chegou a 7.749, nos cinco primeiros meses de 2024. Na comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram presas 7.482, o aumento é de 3,6%. Apenas no mês de maio, operações realizadas pelas Forças Estaduais e Federais localizaram mais de 100 criminosos. :: LEIA MAIS »

Município chega ao sexto mês sem registro de morte violenta

Gandu chega ao sexto mês sem registro de morte violenta

Foto: Reynaldo Melo

O município de Gandú, situada na região Sul do Estado, completou, no último domingo (19), seis meses sem registro de Crimes Violentos Letais Intencionas – homicídio, latrocínio e lesão corporal dolosa seguida de morte. O último caso registrado no município, com cerca de 33 mil habitantes, aconteceu em 19 de julho de 2019 e foi elucidado. “Os criminosos foram identificados e localizados após fugas para as cidades de Lauro de Freitas, Salvador e Aracaju”, detalhou o titular da Delegacia Territorial de Gandu, delegado Thiago Campos, responsável pela investigação do crime.

As atividades de repressão e prevenção a crimes foram intensificadas pelas policias Civil e Militar, entre elas estão as ações de inteligência de identificação das lideranças criminosas e o patrulhamento em pontos críticos.

De acordo com o comandante da 60ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), major Francisco Moreira, o trabalho ostensivo com motocicletas vem sendo empregado pois facilita o acesso às áreas mais difíceis. Além dessa ação com viaturas de duas rodas, o oficial salientou também as blitze e o combate a poluição sonora (paredões ligados a atividades criminosas) como medidas fundamentais para a ausência de crimes. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia