WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


CMFS - ECONOMIA DE VERBA - BANNER SITE POLÍTICA IN ROSA 729X90PX PMSE-BANNER 728x90- POLITICA IN ROSA - AÇÕES

:: ‘CMPC’

Centro de Prevenção ao Câncer reforça a importância do diagnóstico precoce

Centro Municipal de Prevenção ao Câncer Romilda Maltez (CMPC) – Foto: Divulgação / PMFS

O Centro Municipal de Prevenção ao Câncer Romilda Maltez (CMPC) iniciou os atendimentos contra o câncer de mama dentro da programação do Outubro Rosa. Cerca de 15 mulheres estão sendo atendidas, por dia. Neste ano, devido a pandemia, os agendamentos estão sendo feitos exclusivamente por contato telefônico ou email.

A enfermeira Carolina Reis explica que essa foi estratégia encontrada diante do atual momento. E destaca que nos anos anteriores a programação incluía eventos presenciais internos e externos e que, neste ano, isso não foi possível. “Organizamos uma nova estratégia: os agendados estão sendo feitos apenas por e-mail ou telefone”, reitera. Para isso, o número de contato do CMPC é o (75) 3602 –7338 e email: outubrorosafhfs.ba.gov.br. Os agendamentos foram iniciados no dia 1° e prosseguem até 30 de outubro. :: LEIA MAIS »

Hospital da Mulher, CMDI e CMPC registram aumento de atendimentos em 2019

Hospital da Mulher

Foto: Divulgação

Todos os equipamentos administrados pela Fundação Hospitalar de Feira de Santana, autarquia da Prefeitura Municipal, registraram aumento no número de atendimentos e procedimentos no ano de 2019. O órgão de administração descentralizada é responsável pelo Hospital Inácia Pinto dos Santos (Hospital da Mulher), Hospital Dr. José Eduacy Lins (Hospital Municipal da Criança), Centro Municipal de Diagnóstico Por Imagem (CMDI) e Centro Municipal de Prevenção ao Câncer (CMPC).

O Hospital da Mulher, unidade de média complexidade com funcionamento 24 horas e que recebe pacientes de 88 municípios pactuados, registrou de janeiro a novembro deste ano 41.396 atendimentos na emergência – deste total, 9.814 foram referentes a internamentos para parto e curetagem.  De acordo com os dados da unidade, em 2018 foram realizadas 17.912 acolhimentos na Classificação de risco. Neste ano foram 18.588 acolhimentos. Em relação ao número de consultas ambulatoriais materno infantil, o HIPS teve um aumento significativo nos atendimentos: foram 25.827 consultas entre janeiro e novembro deste ano. Em relação a exames Ambulatoriais (USG com Doppler e Ecocardiograma), foram realizados 1.756.

De acordo com a presidente da Fundação Hospitalar, Gilberte Lucas, outro dado importante é em relação às consultas com o pediatra em 2019. Foram 7.788 atendimentos até novembro, enquanto mesmo período do ano passado 2.717 consultas. “As estatísticas do HIPS mostram que o Governo do prefeito Colbert Filho está no caminho certo com investimentos em equipamentos de alta tecnologia e também na estrutura do hospital, além dos investimentos na capacitação dos nossos profissionais. Com isso, com certeza possibilita um ambiente mais humanizado”, disse. :: LEIA MAIS »

Mulheres que não realizaram exames durante o Outubro Rosa, podem comparecer ao CMPC

Mulheres que não realizaram exames durante o Outubro Rosa, podem comparecer ao CMPC

Foto: Jorge Magalhães

Mesmo com o movimento Outubro Rosa chegando ao fim, tendo em vista o término do mês dedicado à prevenção ao câncer de mama e de colo do útero, as mulheres de Feira de Santana ainda podem realizar os exames, de forma gratuita, no Centro Municipal de Prevenção ao Câncer – Romilda Maltez (CMPC). Os serviços que se intensificam no mês de outubro são ofertados durante todo o ano no equipamento mantido pela Prefeitura, através da Fundação Hospitalar de Feira de Santana.

Durante todo o período da campanha, o Governo do prefeito Colbert Martins Filho ampliou a oferta de atendimento, visando garantir a realização de exames a todos as mulheres que se dirigiram ao órgão. Somente nesta quarta-feira, 30, penúltimo dia da campanha, foram distribuídas 112 fichas no turno da manhã. Nesta quinta-feira, 31, os atendimentos foram iniciados às 7h da manhã e as fichas serão distribuídas a todas as mulheres que comparecerem ao órgão. “Ao chegar ao órgão, as pacientes precisam passar pela triagem, mas ninguém sairá sem marcar os exames necessários”, garante a coordenadora do CMPC, Kênia Lasse.

“Além desses serviços, as mulheres acima dos 50 anos, após passar pela triagem, também estão sendo encaminhadas para a realização da mamografia no CMDI (Centro Municipal de Diagnóstico por Imagem). Estamos marcando ainda o preventivo, após os resultados dos exames a paciente será encaminhada para o Mastologista e se houver necessidade da Ultrasom de Mama faremos de imediato o encaminhamento”, explica. :: LEIA MAIS »

Foram realizados mais de 20 mil procedimentos no Centro Municipal de Prevenção ao Câncer até julho

Procedimentos no Centro Municipal de Prevenção ao Câncer até julho passam de 20 mil

Foto: Cau Preto

O número de exames e consultas realizadas no Centro Municipal de Prevenção ao Câncer (CMPC) entre janeiro e julho deste ano, foi 231 a mais, quando comparado com o mesmo período de 2018. Neste ano, foram realizados 20.252 procedimentos, e nos sete meses do ano passado foram 20.021. O CMPC é mantido pela FHFS (Fundação Hospitalar de Feira de Santana). Para a unidade especializada são encaminhados, via regulação, pacientes atendidos na rede municipal que apresentem suspeita de desenvolverem câncer, para receber as devidas orientações e encaminhamentos.

De acordo com a gestão, no CMPC são realizados biópsias, punção de mama, coleta de material, exame citopatológico cérvico vaginal, colposcopia, exérese/eletrocauterização e ultrassonografia, que é o mais demandado – em 2018 foram 11.924.

A gestão ainda diz que foram feitas consultas com anatopatologista, dermatologistas, ginecologistas – que foi a especialização mais procurada no ano passado, com 3.931 pacientes, enfermagem, mastologista, oncologista e urologista. (Secom)

Novembro Azul aberto oficialmente pelo CMPC

Novembro Azul aberto oficialmente pelo CMPC

Foto: Jorge Magalhães

A Campanha Novembro Azul, que nacionalmente mobiliza as unidades de saúde em torno do combate ao câncer de próstata, foi aberta oficialmente pelo prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho, na manhã desta segunda-feira,12, no Centro Municipal de Prevenção ao Câncer Romilda Maltez (CMPC). De janeiro a novembro, só no CMPC foram diagnosticados 125 casos de câncer de próstata. Conforme as estatísticas, o tumor é mais comum em homens acima de 50 anos de idade. Até o mês de setembro, as consultas com urologistas chegaram a 1.039, sendo que em janeiro foi registrada a maior demanda, com 150 pacientes. Maio contabilizou a menor incidência, com 70 casos.

Nos últimos três anos, os casos positivos de tumor na próstata somam quase a metade de todos os diagnósticos para os cânceres nos exames realizados no Romilda Maltez. Em apenas nove meses deste ano, o número de casos positivos, 104, somam quase 10% da demanda das consultas com urologista, que foram 1.029. No mesmo período foram realizadas 233 biopsias deste órgão. Com a deflagração da campanha Novembro Azul, que visa a promover a conscientização dos homens, em relação á necessidade imperiosa de realizar os exames preventivos que detectam a doença em fase inicial, a expectativa é de que as consultas vão aumentar exponencialmente. Gilbert Lucas, presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana, estima que a campanha deverá se estender até o mês de dezembro. Segunda afirmou, “as nossas equipes estão mobilizadas para atender esta demanda, desde a triagem, o PSA, a ultrassonografia e consulta ao urologista, com resultados rápidos e seguros”.

Médico, o prefeito Colbert Filho lembrou que a cada dez homens acima de quarenta anos de idade, dois correm o risco de estarem acometidos com o câncer de próstata, “e a chance de obter a cura é maior através dos exames preliminares, daí a importância da prevenção”. Sublinhando o preconceito ainda latente na maioria dos homens em se submeter ao exame de toque, Colbert alertou para os casos em que o paciente tem alguém na família que teve o câncer de próstata, quando os riscos de ter o tumor maligno se tornam maior. Os exames preventivos são realizados regularmente durante todo o ano nas demais unidades de saúde do Município. No CMPC, enquanto durar o Novembro Azul, diariamente, a partir das 7h, serão distribuídas 50 fichas no setor de triagem.

Câncer de próstata soma quase metade dos diagnósticos no CMPC

Câncer de próstata soma quase metade dos diagnósticos no CMPC

Foto: Divulgação

Nos últimos três anos, os casos positivos de tumor na próstata somam quase a metade de todos os diagnósticos para os cânceres nos exames realizados no Centro Municipal de Prevenção ao Câncer Romilda Maltez. Em apenas nove meses deste ano, o número de casos positivos, 104, somam quase 10% da demanda das consultas com urologista, que foram 1.029. No mesmo período foram realizadas 233 biopsias deste órgão. A quantidade de consultas vai aumentar a partir do próximo mês, quando é iniciada a campanha Novembro Azul, que visa a conscientização de homens quanto à realização de exames que detectam a doença na sua fase inicial, quando a chance de cura é maior.

Entre 2016 e 2017, a quantidade chegou a 277 – respectivamente 180 e 97. Neste ano, até setembro, 104 pessoas foram diagnosticadas com a doença. O tumor é mais comum entre homens com mais de 50 anos, como mostram as estatísticas. Até setembro, as consultas com urologistas no CMPC chegaram a 1.029 – em janeiro foi registrada a maior demanda, com 150 pacientes, e em maio a menor, com 76 atendimentos. Ela é responsável por 10% de todas as mortes provocadas por câncer em pacientes do sexo masculino. O CMPC é mantido pela Fundação Hospitalar de Feira de Santana, que ainda tem sob sua gestão o CMDI (Centro Municipal de Diagnóstico por Imagem) e os hospitais da Mulher e da Criança. Neste período, os casos de câncer de próstata foram 7,4 vezes maior do que o de mama e 5,6 vezes mais diagnosticados do que o câncer de útero. Todos os pacientes são encaminhados para tratamento pelo CMPC.

Em 2016, a doença foi nove vezes mais diagnosticadas no CMPC do que o câncer de mama e quase cinco vezes mais do que o câncer de útero, doenças associadas aos elevados índices de mortalidade feminina. Nos dois anos citados, somados, os cânceres que acometem as mulheres chegaram a 46 casos, de mama, e mais 62 de útero. Também foram registrados um caso de pele e outros 47 de tireoide.

Outubro Rosa: 100 vagas para exames preventivos serão ofertadas diariamente no CMPC

Outubro Rosa 100 vagas para exames preventivos serão ofertadas diariamente no CMPC

Foto: Divulgação

Atender 100 mulheres diariamente durante o mês de alerta para a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama e do colo do útero. Essa é a meta da campanha Outubro Rosa aberta nesta segunda-feira, 1º, pela Fundação Hospitalar de Feira de Santana (FHFS) no Centro Municipal de Prevenção ao Câncer Romilda Maltez (CMPC). Uma equipe médica especializada realizará o atendimento de mulheres que passarão por triagem para marcação de exame preventivo, ultrassom transvaginal e mamografia, além de exames laboratoriais. De segunda a sexta, o agendamento poderá ser realizado no CMPC das 7h às 12h e das 14h às 17h. “Todo o acompanhamento será realizado aqui [CMPC]. A paciente com mamografia agendada será encaminhada para realização do exame no CMDI [Centro Municipal de Diagnóstico por Imagem (CMDI) Dr. Eugênio Laurine]. Já os exames laboratoriais marcados serão coletados no novo laboratório de análises clínicas do Hospital da Mulher”, explica Kênia Lasse, coordenadora da unidade de saúde.

Segundo Gilberte Lucas, presidente da FHFS, especialmente neste período de campanha, a comunidade que necessitar deste tipo de atendimento não terá que agendar exames pela Central de Regulação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). “O nosso objetivo é ampliar e facilitar o acesso da comunidade a exames de prevenção contra os cânceres de mama e de colo de útero, bem como superar a meta do ano anterior de duas mil mulheres atendidas”, explica. A gestora ressalta que paralelamente à campanha Outubro Rosa todos os outros serviços continuarão sendo ofertados nos centros municipais de saúde, a exemplo de atendimento clínico com consultas a especialistas (mastologista e oncologista).

A manhã de abertura do Outubro Rosa da Fundação Hospitalar de Feira de Santana foi marcada por dinâmicas, rodas de conversa e palestra com a temática ‘Por um mundo mais rosa. Eu me cuido!’. A equipe técnica do CMPC, formada por psicólogas, enfermeiras e assistentes sociais conscientizaram as mulheres para a necessidade de se conhecer, se observar e atenção para a qualquer mudança no seio, como vermelhidão, abaulamentos ou retrações da pele, descamação da pele da aréola/mamilo, inversão recente do mamilo, ulcerações, nódulos palpáveis endurecidos ou fixos (nas mamas e/ou axilas), espessamentos palpáveis, secreções preocupantes (sangue ou transparente como água). “O ideal é fazer o autoexame uma vez por mês, de 5 a 7 dias depois da menstruação, ou um dia fixo para quem não menstrua”, explica a psicóloga Ana Regina Gonçalves.

O câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. Segundo dados do INCA (Instituto Nacional de Câncer José Alencar da Silva) estimam-se no Brasil 59.700 casos novos de câncer de mama, para cada ano do biênio 2018-2019, com um risco estimado de 56,33 casos a cada 100 mil mulheres. Na Região Nordeste esse tipo de câncer é o mais frequente em 40,36 para cada 100 mil. Durante a abertura, Giberte Lucas ressaltou os investimentos feitos com recursos próprios do município na ordem de R$ 250 mil no CMPC. Foram adquiridos equipamentos como mesa ginecológica com acionamento elétrico, videocolposcópio, bisturi elétrico e automatizada, além de ultrassom. “A gestão municipal consegue atender a comunidade que busca tratamento com agilidade e qualidade no atendimento, principalmente neste período que aumenta a procura”, explica a gestora.

Hospital da Mulher, CMPC e CMDI receberão mais de R$ 750 mil de recursos próprios do Município

Hospital da Mulher, CMPC e CMDI receberão mais de R$ 750 mil de recursos próprios do Município

Foto: Andrews Pedra Branca

Mais de 750 mil reais (R$ 764.335,82) de recursos próprios serão aplicados pela Prefeitura Municipal de Feira de Santana, através da Fundação Hospitalar de Feira de Santana (FHFS), na aquisição de novos equipamentos para melhoria da infraestrutura do Hospital Inácia Pinto dos Santos, o Hospital da Mulher, do Hospital Municipal da Criança Dr. José Eduacy Lins, além de unidades de atendimento de saúde como o Centro Municipal de Diagnóstico por Imagem (CMDI) Dr. Eugênio Laurine e o Centro Municipal de Prevenção ao Câncer Romilda Maltez (CMPC). Os novos equipamentos beneficiarão setores como laboratório de exames, enfermarias B.C e D, central de esterilização, centro obstétrico, UTI neonatal, berçário de médio risco.

Na lista de aquisições conta foco cirúrgico de teto com tecnologia LED, mesa ginecológica com acionamento elétrico, bisturi elétrico e automatizada, aparelho de fototerapia para tratamento de hiperbilirrubina em pacientes neonatal, videocolposcópio, ultrassom e ecografia com sistema digital, radiômetro, e cardiotocógrafo, este último indicado para monitoração da gestação durante as fases que antecedem o parto, por meio da ausculta e visualização dos batimentos cardíacos fetais, da monitoração da contração uterina e dos movimentos fetais. Serão adquiridas também centrífuga digital, bomba elétrica para extração de leite humano, destinado ao Banco de Leite Humano (BLH), refrigerador para armazenamento de soro e reagentes do laboratório de exames, mesa cirúrgica eletro-hidráulica, contador de células sanguíneas, homogeneizador para tubos de sangues, microscópio, banho maria digital e mamógrafo. O conjunto de investimentos foi divido em quatro licitações (028-2018/025-2018/035-2018/ 030-2018) e ainda contemplou a aquisição de 30 novos condicionadores de ar para todo complexo de unidades de saúde, incluindo o novo laboratório de análises clínicas, inaugurado no último dia 12.

Os dados estatísticos da FHFS comprovam a referência no atendimento materno-infantil especializado voltado para a área de obstetrícia em Feira e microrregião. De 2013 até 2018 foram atendidas realizados 567.240 atendimentos de emergência, 49.447 partos e procedimentos cirúrgicos, 29.394 consultas pediátricas e 1.634.193 exames laboratoriais. A área de tecnologias da informação (TI) – responsável pela implantação de softwares que promovem a eficiência na emissão de laudos e na geração de prontuários eletrônicos – do Hospital da Mulher, no CMDI e no CMPC recebeu a atenção especial com investimentos que somam R$ 220.893,98 para a compra de modernos equipamentos, como computadores, novos monitores LED, impressoras e materiais de manutenção.

Mais R$ 90 mil também foram destinados para a compra de uma nova ambulância da marca Peugeot (modelo Partner, tipo furgão) conforme normatização (padrões) do Ministério da Saúde que reforçará o translado de pacientes para as unidades de saúde. “Estamos repondo uma ambulância da frota e evitando a manutenção por uso excessivo de veículos mais antigos. O novo equipamento tem estrutura mais eficiente e moderna e, com isso, oferecemos um atendimento mais ágil, qualificado e com mais conforto à comunidade”, explica Gilberte Lucas, presidente da FHFS.

A nova “viatura” possui porta traseira de duas partes – que facilita o acesso ao compartimento do paciente – e iluminação interna em LED, além de sistemas fixo para cilindros de oxigênio, para soro e plasma, maca de alumínio retrátil, dois fluxômetros com umidificador para controlar a vazão de oxigênio, entre outros equipamentos que fazem parte de uma unidade móvel de saúde básica.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia