WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘fardamento escolar’

Mais de R$ 6 milhões são investidos em fardamento escolar para as aulas semipresenciais

Na foto: Geovana Souza

Como parte das ações voltadas para a segunda fase do ano letivo, que começou nesta segunda-feira (26), com o ensino semipresencial, a Secretaria da Educação do Estado investiu mais de R$ 6,1 milhões na aquisição de fardamento escolar. O material já foi distribuído para as escolas, por meio dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE), para a entrega aos estudantes.

O superintendente de Planejamento Operacional da Rede Escolar da Secretaria da Educação, Manoel Calazans, disse que o novo fardamento também amplia a segurança dos estudantes quanto aos protocolos sanitários. “Nós adquirimos dois milhões de máscaras de proteção individual, mediante doação da Secretaria de Planejamento do Estado (Seplan), e desde o ano passado adquirimos as novas camisas, cerca de 900 mil, visando as aulas semipresenciais. É um fardamento a mais e isso também vai ampliar a segurança dos estudantes, pois é possível lavar e fazer a troca entre um dia e outro de aulas na escola”, afirmou.

Geovana Souza, 17 anos, estudante do Centro Educacional Monteiro Lobato, em Firmino Alves, já recebeu o novo fardamento e falou sobre a importância de se seguir os protocolos sanitários. “Receberemos fardas, máscaras e garrafinhas, um grande auxílio para nos adaptarmos ao novo normal. Espero que os estudantes de toda a rede se conscientizem sobre a importância de voltar presencialmente e que entendam que é mais um passo para que tudo se normalize. Depois de um semestre inteiro estudando por telas, me sinto ansiosa para esta nova modalidade de ensino”. :: LEIA MAIS »

Justiça autoriza Prefeitura de Camaçari a continuar licitação

fardamento escolar da rede municipal de Camaçari

Foto: Reprodução

No final da tarde desta quinta-feira (19), foi publicada a decisão da Justiça de aprovar a solicitação da Prefeitura de Camaçari contra o pedido de suspensão do pregão presencial 034/2018 para a compra do fardamento escolar da rede municipal. Na decisão, a relatora Desembargadora, Sandra Inês Moraes Rusciolelli Azevedo, pontuou que “O edital de licitação determinou corretamente o objeto a ser licitado, inclusive mencionando, em uma das exigências, a utilização do fio modal na confecção dos fardamentos, não se vendo qualquer exigência de utilização de tecido de comercialização exclusiva por empresa brasileira”.

A expectativa da Secretária da Educação, Neurilene Martins, é que até o mês de junho esse processo seja finalizado e os alunos recebam o fardamento escolar. “Os nossos alunos são nossa prioridade, por isso planejamos para que no início deste ano letivo os estudantes recebessem o material didático e o fardamento simultaneamente, como isso não foi possível estamos agora planejamento para que isso ocorra no prazo legal”, afirmou. Desde o dia 8 de março o processo licitatório estava paralisado, a partir dessa decisão o setor de licitação da prefeitura retomará o pregão presencial do ponto em que parou, e o processo seguirá o curso legal.

O processo visa atender a alunos da educação infantil (incluindo creches comunitárias) e do ensino fundamental I e II. Os estudantes receberão duas camisas gola polo, uma camisa sem manga e bermuda (meninos) ou short/saia (meninas). Cerca de 34 mil alunos matriculados serão atendidos com o novo fardamento, mas vale ressaltar que o número de estudantes pode aumentar, visto que as matrículas ainda estão acontecendo.

Após superar recursos em licitação, Secretaria entrega fardamento escolar

Fardamento escolar em Feira de SantanaEstudantes da Rede Municipal de Ensino de Feira de Santana estão recebendo uma nova farda. A essa altura, mais de 50 por cento das unidades de ensino receberam os itens do uniforme. A distribuição será concluída até a primeira quinzena de setembro. Os chamados “alunos da casa” já contavam com o fardamento. O investimento do município com a aquisição dos diversos itens é de R$ 893.445,00. A aquisição dos itens, via licitação pública iniciada em dezembro de 2016, sofreu um atraso considerável por conta de diversos recursos impetrados pelas empresas participantes do próprio certame.

Somente uma das empresas participantes da licitação apresentou nada menos que 40 questionamentos a respeito das características dos tecidos e modelos das peças. “Infelizmente a aquisição de materiais por órgãos públicos está sujeita às normas específicas da licitação pública, o que permite às empresas participantes fazerem questionamentos e impugnações que na maioria das vezes só atrasam o processo de compra”, lamenta a secretária de Educação, Jayana Ribeiro.

Conforme a secretária, a maioria dos alunos já tinha farda. “Obviamente precisamos contar com o apoio das famílias no sentido de compreender um problema que às vezes foge à nossa capacidade de resolver num curto espaço de tempo”, explica Jayana.

Para as crianças da Educação Infantil, o uniforme completo é composto por short saia (para meninas), short (para os meninos) e camisa de manga; no caso das crianças e adolescentes do Ensino Fundamental I e II, os shorts são substituídos por calça de tactel (para os meninos) e calça de elanca (para as meninas), além da camisa de manga.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia