WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘novo aeroporto de Vitória da Conquista’

Novo aeroporto de Conquista recebe R$ 145 milhões em investimentos; obras estão na reta final

Obras do novo aeroporto de Vitória da Conquista

Novo aeroporto de Vitória da Conquista

As obras do novo aeroporto de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, serão concluídas no segundo semestre deste ano. Os trabalhos estão concentrados no terminal de passageiros e nas instalações complementares. Estão sendo investidos R$ 145 milhões na construção, com financiamento dos governos federal e estadual. No último dia 20, o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil aprovou o edital de concessão da administração do aeroporto. A empresa que vencer a licitação vai administrar o terminal pelo prazo de 30 anos. O certame está marcado para 31 de julho.

A Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra) é o órgão responsável pelas obras. A pista de pouso e decolagem com 2,1 mil metros de comprimento e 45 metros de largura já está pronta, assim como o pátio para aeronaves, taxiway, rampa de equipamentos, subestação elétrica, balizamento noturno, acessos viários internos e seção contra incêndio.

Com o início da operação, a movimentação esperada é de 500 mil passageiros por ano até 2020. Batizado em homenagem ao famoso cineasta conquistense, o Aeroporto Glauber Rocha poderá receber aeronaves do modelo Boeing 737-800, com capacidade de 160 a 189 passageiros.

Em Brasília, Herzem Gusmão cobra apoio para barragem e aeroporto

Herzem cobra apoio para barragem e aeroporto de Vitória da ConquistaO projeto da barragem do Rio Pardo e as obras paralisadas do novo aeroporto de Vitória da Conquista foram tema da reunião do prefeito Herzem Gusmão com o ministro da Secretaria de Governo, Antônio Imbassahy, na tarde desta terça-feira, 26. A audiência ocorreu no Palácio do Planalto, em Brasília.

Na pauta da audiência, o prefeito apresentou demandas de suma importância para Conquista, discutindo sobre o abastecimento hídrico da cidade e o projeto para a construção da barragem e da adutora do Rio Pardo; sobre a continuidade das obras do novo aeroporto e a construção das vias de acesso e do viaduto na BR-116; e sobre políticas públicas para a juventude, apresentando o interesse do governo municipal para a implantação do Estação Juventude 2.0 na cidade.

“A grande preocupação de Conquista é a água. Com o governo do Estado, a barragem do Rio Catolé não sai do papel, e ela não vai resolver o nosso problema. Nosso problema vai ser resolvido definitivamente com a barragem do Rio Pardo, com capacidade para acumular mais de 400 milhões de m³ de água. Estamos aqui aproveitando a força política de Vitória da Conquista para apresentar esta demanda”, afirmou o prefeito.

Ao longo da reunião, o prefeito Herzem também falou sobre a paralisação das obras do novo aeroporto. “Estamos trabalhando para que a obra do aeroporto seja retomada. Teve uma interrupção dos repasses, que são recursos já destinados pelo Governo Federal, e contamos com o apoio dos nossos deputados e do governo federal para que Vitória da Conquista tenha seu aeroporto”, destacou.

No encontro, esteve presente o secretário de Assuntos Federativos da Presidência da República, Paulo Câmara, o ex-governador Nilo Coelho, o deputado federal Arthur Maia, o secretário municipal de Governo e chefe de gabinete, Marcos Ferreira, e o secretário de Infraestrutura, José Antônio Vieira.

Conquista: Segunda etapa das obras do novo aeroporto deve começar em março

ConquistaO novo aeroporto de Vitória da Conquista foi o tema da reunião desta quinta-feira, 26, entre representantes do Governo Municipal e da Superintendência de Infraestrutura de Transportes da Bahia (SIT). Acompanhado pelo chefe de gabinete, Marcos Ferreira, e pelo secretário de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, José Antônio Vieira, o prefeito Herzem Gusmão recebeu Denisson Oliveira, diretor de Terminais e Aeroportos da SIT, e a engenheira Regina Meireles. Acompanhando as obras desde o início, eles estiveram na cidade para verificar a conclusão da primeira etapa do trabalho, tomar as providências para o início da segunda, que envolve a construção do terminal de passageiros, e solicitar da Prefeitura a manutenção do apoio para que as obras prossigam com celeridade.

No canteiro de obras do aeroporto – uma área de 6 milhões de m², a cerca de 12 quilômetros do perímetro urbano – estão sendo finalizados os trabalhos de drenagem e iluminação, instalação de postes e ligação de grupos geradores, além do início do balizamento noturno. Trata-se de serviços complementares, já previstos no cronograma da obra.

Segunda etapa – Agora, as atenções se voltam para a segunda fase. A licitação foi coordenada pelo Governo Estadual. “O terminal de passageiros foi licitado recentemente, e nós já temos uma empresa vencedora. O contrato está sendo assinado e, possivelmente, nós estamos iniciando essa obra no mês de março”, informou Denisson. “Temos um prazo de doze meses para a execução da obra do terminal. Com isso acontecendo, a gente já começa a pensar na nova operação do aeroporto”.

O convênio entre os governos Federal e Estadual, para a construção do terminal de passageiros, envolve recursos de R$ 45 milhões – sendo R$ 28 milhões para a construção do terminal propriamente dito, e os R$ 17 milhões restantes, destinados a outras obras necessárias, como auxílios de navegação e telecomunicação e homologações a serem feitas junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e à Secretaria de Aviação Civil (SAC), entre outros serviços.

O Governo Municipal se comprometeu a providenciar a sinalização e o bloqueio de um acesso ao canteiro de obras e ainda a colaborar com a fiscalização do local. Além disso, garantiu a continuidade da participação de técnicos da Administração Municipal no trabalho conjunto com a equipe do Governo Estadual.

‘Salto extraordinário’ – “O que a Prefeitura tem que fazer agora? Contribuir e colaborar”, afirmou o prefeito, que destacou o fato de que a maior parte do volume de recursos destinados ao aeroporto é proveniente do Governo Federal. “Estive em Brasília no ano passado, na SAC, com o Dario Lopes e o deputado Lúcio Vieira Lima. Ele canalizou, através da medida provisória, R$ 398 milhões no orçamento deste ano. E lá na SAC, o diretor Dario Lopes assegurou ao deputado Lúcio que a licitação de Conquista seria a primeira. Isso está se cumprindo”, informou o gestor, que considerou a inauguração do novo aeroporto como “um salto extraordinário para a cidade”. “O prefeito se mostrou bastante interessado em que a gente continue trabalhando com a Prefeitura da forma como vínhamos trabalhando, com total parceria, e se colocou à disposição para nos ajudar”, declarou Denisson.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia