WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Expofeira 2018’

Volume de vendas diretas na Expofeira 2018 passa de R$ 5 milhões

Expofeira-Leil_o Machador da Princesa-Fotoas-Washington Nery-07-09-18 (1)

Foto: Washington Nery

A 43ª edição da Exposição Agropecuária de Feira de Santana (Expofeira) superou a expectativa da organização em relação ao volume de negócios. De acordo com o secretário municipal de Agricultura, Joedilson Freitas foram mais de R$ 5 milhões em vendas diretas no Parque. E esse número deverá aumentar. “Ainda temos alguns leilões a computar, além das vendas concretizados após o evento, mas que as negociações começaram na Expofeira, o que chamamos de venda futura”, explica o secretário.

Joedilson destaca alguns aspectos positivos durante a 43ª edição. “Algumas raças, como a mangalarga marchador, alcançaram excelente resultado. Os pôneis, por exemplo, registraram cerca de R$ 300 mil em volume de negócios, o que é ótimo”, destaca.

 

Team penning atrai grande público à Expofeira 2018

Team penning atrai grande público à Expofeira 2018

Foto: Abnner Kaique

Quem visitou a Expofeira nas noites de sexta-feira e sábado pôde assistir a uma emocionante disputa. O Team Penning foi responsável por atrair dezenas de pessoas à estrutura montada no Parque de Exposição João Martins da Silva. O esporte consiste na apartação de gado e é praticado em trios. Estes devem, em um tempo máximo de noventa segundos, tanger três bois até o curral; a equipe que fizer o percurso em menos tempo garante a vitória.

Segundo o competidor e um dos organizadores do evento, João Murilo Carvalho, este ano cerca de duzentos trios participaram da competição. Ele conta que, com o apoio da Prefeitura Municipal de Feira de Santana, que cedeu toda a estrutura, a competição pôde ser realizada. Praticante há dois anos, João Murilo garante que o esporte é democrático e familiar. “Aqui estamos rodeados de amigos e familiares. Todo mundo pode praticar!”. Foi esse clima que atraiu Tuane Silva, pela segunda vez, ao torneio. Apaixonada pela vida no campo, a técnica em agropecuária conheceu o esporte na Expofeira do ano passado. “É a área que eu atuo e amo. É um esporte muito interessante e que lembra o trabalho no curral”, afirma.

Este ano a competição teve premiação de R$10 mil reais divididos entre os melhores colocados. Concentração, habilidade e entrosamento em equipe são essenciais para chegar ao pódio.

Sebrae e Senar oferecem capacitação na Expofeira 2018

Sebrae e Senar oferecem capacitação na Expofeira 2018

Foto: Washington Nery

A Expofeira oferece muitos atrativos para todos os públicos. Do ponto de vista do agronegócio, por exemplo, o produtor rural que busca inovação e melhoria na sua produção tem opções. O Sebrae, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) oferece durante os dias do evento uma programação especial voltada a agricultores e pecuaristas. São oferecidos cursos e palestras. Como ter um sistema de produção de leite na região de Feira de Santana é um deles. Eberval de Cristo Santos, analista técnico do Sebrae, acredita que os cursos oferecem uma oportunidade de avanço na produção. “Quando o Sebrae traz essa proposta, é justamente para que o produtor venha e leve essas informações. São técnicas, ideais novas de reserva alimentar, reserva de água, manejo de animal. A gente dá essa informação para que ele tenha o conhecimento de novas técnicas, para melhor qualidade de vida na sua propriedade rural, principalmente se tratando da região semiárida de Feira de Santana”, explica Eberval.

Caravanas vindas de municípios vizinhos, como Irará, Santo Estevão, Conceição da Feira, Valente, dentre outros, chegam todos os dias para acompanhar a programação.

As palestras são abertas ao público. Para participar, basta preencher uma ficha na recepção do estande do Sebrae. Fora a programação específica para a Expofeira 2018, tanto o Sebrae quanto o Senar oferecem consultorias e cursos profissionalizantes para o produtor rural que quer agregar conhecimento em sua área de trabalho. Como explica Leonardo Paulino, coordenador de Programas do Senar. “O Senar tem a missão de capacitar os produtores rurais com cursos de bovino, cultura de leite, inseminação artificial, mandiocultura, enfim, agricultura e pecuária. São cursos com capacitação técnico e gerencial, focando na parte de gerenciamento e planejamento da propriedade”, acentua Paulino.

Programação de palestras e oficinas

05 e 06/09 – 10:00 h – Alternativas para a Alimentação animal no semiárido;

13:00 h – Oficina de Crédito.

02 a 09/09 – venda de Produtos da agroindústria, artefatos de couro e sisal, beiju e derivados, além de queijos e iogurtes, mel, frutas desidratadas e barras de cereais.

Barracas já podem ser montadas na Expofeira

Barracas já podem ser montadas na Expofeira

Foto: Divulgação

Os barraqueiros que participaram das licitações escolheram, na manhã desta segunda-feira, locais onde trabalharão durante os oito dias da 43ª Exposição Agropecuária de Feira de Santana, que acontece de 2 a 9 de setembro, no Parque de Exposição João Martins da Silva. De acordo com as regras do edital, a prioridade da escolha estava relacionada à oferta apresentada à área que deseja ocupar durante a Expofeira. O processo foi coordenado por Antônio Joel, da Secretaria de Agricultura. “Todos estão conscientes das suas obrigações iniciais, que é pagar e apresentar o Documento de Arrecadação Municipal com o valor ofertado”, disse Antônio Joel. “E no mais é desejar a todos que tenham boas vendas e disposição para o trabalho”, observa.

Nos próximos dias serão definidos os locais onde trabalharão os pequenos comerciantes, como vendedores de algodão doce e balas, por exemplo, cujos espaços não são levados à licitação pública. A partir desta terça-feira, 28, estes comerciantes que venderão bebidas e comidas estão autorizados a iniciar a montagem dos seus negócios. Eles recebem toldo e ficam responsáveis pela parte interna, como geladeiras, freezers e utensílios domésticos.

Expofeira 2018 terá o dobro de cavalos campolina

Expofeira 2018 terá o dobro de cavalos campolina

Foto: Silvio Tito

A quantidade de cavalos da raça campolina que será levada este ano ao Parque de Exposição João Martins da Silva, para a 43ª Exposição Agropecuária de Feira de Santana, será quase 50% maior do que a entrada registrada na Expofeira de 2017. A partir do dia 2 de setembro até o dia 9, quando vai acontecer a mostra, o parque vai receber 130 animais campolina – no ano passado foram 90. De acordo com o presidente do Núcleo Campolina da Bahia, Nilton dos Anjos, o número destes animais que será levado a julgamento também será 30% maior, se comparado à Exposição passada, quando 76 foram levados à pista. Neste ano serão 100.

Outro destaque, diz o presidente, será o nível dos animais que vão participar da Expofeira 2018. “Vamos apresentar, naquela semana, o que há de melhor na raça”, prevê. A Bahia se destaca pela qualidade do plantel. Outro ponto evidenciado por Nilton dos Anjos foi a realização do leilão, marcado para o dia 8, no Parque de Exposição João Martins da Silva, com a participação de 40 cavalos campolina. “Será uma excelente oportunidade para renovação ou formação do plantel”.

Expofeira: Divulgada grade de atrações do Caminho da Roça

Divulgada grade de atrações do Caminho da Roça na Expofeira

Foto: Arivaldo Publio

O palco do Caminho da Roça será o destino de quem busca shows musicais durante a 43ª Exposição Agropecuária de Feira de Santana – Expofeira 2018, que acontecerá de 2 a 9 de setembro, no Parque João Martins da Silva. O forró, principalmente o genuíno pé de serra, vai predominar na programação. No dia de abertura do evento, domingo, 2, três atrações farão a poeira subir na área de shows do Caminho da Roça: Zé do Norte, Trio Forró do Nordeste e Forró Tia Nastácia. A animação será iniciada às 16h. Na segunda-feira não haverá programação de shows. Mas o fole volta a roncar na terça-feira, 4. Ás 16h quem sobe ao palco é Pedrinho dos Oito Baixos e às 18h será a vez do Trio Maracás e Banda animar o público.

O Forrozão 4.4 e Coronel da Sanfona serão as atrações na quarta-feira, 5. Já na quinta-feira, 6, o público será animado por três bandas: Anita do Acordeon, Amantes do Forró e Forrozão Novilha de Prata. As apresentações começam as 16h. No final de semana, quando aumenta o fluxo de pessoas no Parque de Exposição, a programação contará com quatro atrações por dia. Na sexta-feira, 7, animam o público, a partir das 14h, as atrações: Frutos Nordestinos, Flor da Jurema, Quarteto Nordestino, e Geruza Guedes. No sábado, 8, a programação também começa as 14h, ao som de: Trio Barra do Nordeste, Entre Amigos Chorinho e Samba, Nu Xote e Meninos de Seu Zé. No domingo, 9, a festividade será encerrada com: Forrozão Balanço Novo, Os Pé Quente do Forró, Mequinha do Forró e Forró Fulêro.

Expofeira 2018: Entidades e Prefeitura definem detalhes

Expofeira 2018

Reunião sobre a Expofeira 2018

Representantes de associações de criadores bovinos e da Secretaria de Agricultura de Feira de Santana se reuniram nesta quarta-feira (8) para discutir detalhes da realização da 43ª Exposição Agropecuária de Feira de Santana, que acontecerá de 2 a 9 de setembro. “São encontros setoriais onde buscamos nos alinhar no sentido da realização da Expofeira, para, juntos, torná-la ainda maior, mais participativa, com o melhor que cada uma das associações pode trazer para o Parque de Exposição João Martins da Silva”, afirma o secretário Joedilson Freitas.

Nestes encontros, as associações apresentam suas demandas e a prefeitura apresenta o que pode fazer e quais caminhos percorrer. “Os objetivos de todos que participam da Expofeira são afins: queremos o melhor, porque esta mostra é feita a várias mãos e consenso”, destaca. O secretário diz que nas próximas semanas outros encontros serão realizados.

O presidente do Núcleo Campolina da Bahia, Nilton dos Anjos, diz que esse ano animais de Alagoas e Pernambuco, pela primeira vez, participarão da Expofeira. E a expectativa dele é de que em 2018 o número de animais desta raça nas baias chegue a 130, quase 50% maior do que o registrado no ano passado – cem serão levados para julgamento, contra 76 em 2017. A meta do Núcleo Mangalarga é que animais de todas as regiões da Bahia participem da Expofeira, diz o seu presidente, major Lobão. “Vamos trazer o melhor da raça”, promete. Dezenas de animais serão levados a julgamento. A Expofeira é ranqueada pela Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Mangalarga Marchador. Participaram do encontro representantes dos núcleos dos criadores de pônei, mangalarga marchador e caprinos e ovinos.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia