WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Mobilidade - CoronaVírus X Transporte SECOM - AÇÕES FEIRA

:: ‘Deputado Estadual Marcelo Nilo’

TSE acata recurso e valida busca e apreensão em investigação de “Caixa 2” envolvendo Marcelo Nilo

Deputado Marcelo Nilo

Deputado Marcelo Nilo

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgou como válidas as medidas de busca e apreensão executadas em operação deflagrada em setembro passado, dentro da investigação em que o órgão apura crime eleitoral conhecido como “Caixa 2” envolvendo o deputado estadual Marcelo Nilo, além de outros investigados. A decisão foi a favor do recurso movido pelo Ministério Público Federal, por meio da Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia (PRE/BA), em 10 de janeiro deste ano.

Os fatos apurados envolvem possível captação de recursos a título de supostos pagamentos por pesquisas eleitorais, mas cujos valores tiveram possivelmente outro destino, como a campanha de Nilo ao cargo de deputado estadual nas eleições de 2014.

Os mandados autorizando a operação haviam sido expedidos pelo Tribunal Regional Eleitoral na Bahia (TRE/BA), a pedido da procuradoria, mas os atos foram anulados em decisão do mesmo tribunal em dezembro passado. Com a decisão do TSE, de 10 de maio, o Ministério Público Federal (MPF) poderá utilizar as provas produzidas durante a operação para, se for o caso, oferecer a denúncia por crime eleitoral, dando início ao processo judicial que pode resultar na condenação dos envolvidos.

Marcelo Nilo diz que não aceita chapa majoritária sem uma mulher

Filiação de Nilo para o PSB

Filiação de Nilo para o PSB

Em seu discurso na solenidade de filiação ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), o deputado estadual Marcelo Nilo reforçou a presença de Lídice da Mata e de Jaques Wagner como candidatos ao Senado na chapa majoritária e destacou que não se deve mexer em time que está ganhando. “Ser técnico da Seleção Brasileira é bem difícil. Você tem excelentes jogadores, mas só tem 11 vagas. O governador Rui e Wagner estão nessa situação. Tem bons nomes para compor a chapa. Mas não vejo uma chapa sem uma mulher. Não aceito ter uma chapa montada sem ouvir o povo da Bahia. O povo é soberano”, defende.

O secretário-geral do PSB e ex-deputado federal, Domingos Leonelli, também defendeu a reeleição da senadora na chapa do governador Rui Costa. “Muito importante para a Bahia que Lídice da Mata continue senadora ao lado do ex-governador Jaques Wagner”, afirma Leonelli.

PRE recorre ao TSE contra nulidade de busca e apreensão em investigação envolvendo Marcelo Nilo

Deputado Marcelo NiloA Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia (PRE/BA) ajuizou recurso especial para garantir a validade das medidas de busca e apreensão executadas em operação deflagrada em setembro passado, dentro da investigação em que o órgão apura crime eleitoral de falsidade ideológica, por meio de denominado “Caixa 2”, envolvendo o deputado estadual Marcelo Nilo. Os mandados haviam sido expedidos pelo Tribunal Regional Eleitoral na Bahia (TRE/BA), a pedido da PRE, mas os atos foram anulados em decisão do mesmo tribunal em dezembro.

Quando o TRE autorizou a busca e a apreensão, levou em consideração elementos colhidos em quase dois anos de investigações da PRE, que apuravam a prática do delito de falsidade ideológica eleitoral, caracterizado pelo uso do chamado “Caixa 2”. No curso da investigação, foram ouvidas testemunhas e reunidos documentos, inclusive por meio da quebra do sigilo bancário, fiscal e de telecomunicações dos investigados, material que levou à expedição dos mandados.

Os fatos apurados envolvem, dentre outros investigados, Marcelo Nilo, Marcelo Dantas Veiga e sócios da empresa Leiaute Comunicação e Propaganda Ltda, que se valiam da empresa de pesquisa Babesp – administrada por pessoas que mantinham vínculo com o deputado – para captação de recursos a título de supostos pagamentos por pesquisas eleitorais, mas cujos valores tiveram possivelmente outro destino, como a campanha de Nilo ao cargo de deputado estadual nas eleições de 2014.

De acordo com o recurso, subscrito pelo procurador Regional Eleitoral Cláudio Gusmão e pelo procurador auxiliar Ovídio Machado, a decisão do TRE que anulou as medidas anteriormente autorizadas frustrou a possibilidade de o Ministério Público, na fase investigativa própria, reunir provas para oferecer a denúncia por crime eleitoral, dando início ao processo judicial que poderia resultar na condenação dos envolvidos.

Com o recurso especial, ajuizado em 10 de janeiro, agora é o TSE que deverá julgar a validade das medidas de busca e apreensão.

Marcelo Nilo rasga elogios a senadora Lídice da Mata

Marcelo Nilo, Lídice da Mata e Domingos LeonelliO deputado estadual Marcelo Nilo (PSL) rasgou elogios a senadora Lídice da Mata (PSB). Nilo se disse alegre por compartilhar a sua avaliação sobre o cenário político no estado e o rebatimento no plano nacional. “Almoçamos juntos e eu reforcei o apoio na composição da chapa majoritária nas eleições de 2018. Sai revigorado da conversa e mesa, ainda desfrutei da companhia do amigo Domingos Leonelli”, afirmou. Informações dão conta de que Nilo pode sair do PSL. E pelo visto o PSB pode ser um dos destinos.

Em encontro informal com Otto, Nilo diz: “Estaremos ainda mais próximos”

Otto Alencar e Marcelo NiloO deputado estadual Marcelo Nilo (PSL) divulgou em suas redes sociais no último domingo (20) uma foto ao lado do senador Otto Alencar (PSD). De acordo com Nilo, a conversa entre ele e Otto rendeu com um bate-papo repleto de “causos” sobre política, história, futebol, outros assuntos, traçaram um panorama do país e, obviamente, o rebatimento no estado.

“Combinamos de tornar mais frequentes esses encontros informais, pois, conforme o andar da carruagem, fica mais claro o quanto teremos que conversar para preparar o nosso time em 2018. E, certamente, estaremos ainda mais próximos”, disse o deputado.

Nilo pede Diretas Já para solução da política brasileira

Deputado Marcelo NiloO deputado estadual Marcelo Nilo (PSL) destacou que a Câmara Federal não permitiu, quando não aceitou o pedido de investigação ao presidente Michel Temer, que o Supremo Tribunal Federal o julgasse. “Ele está envolvido em crimes como corrupção passiva, lavagem de dinheiro e obstrução da Justiça. Estes mesmo deputados que absolveram Temer foram os que condenaram Dilma Rousseff”, lembrou. Nilo disse que o povo brasileiro repudia esses políticos que não pensaram nele, mas nas emendas parlamentares garantidas por Temer para que votassem ao seu favor.”Queremos eleições Diretas Já. O povo quer eleger o seu novo presidente”, concluiu.

Marcelo Nilo diz que fechamento de comarcas no interior do Estado é retrocesso

deputado estadual Marcelo NiloO deputado estadual Marcelo Nilo (PSL) fala sobre a decisão de se fechar comarcas no interior pela parte do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia. Marcelo disse que esteve recentemente com a presidente do TJ-BA, a desembargadora Maria do Socorro, a quem ele credita que vem fazendo um excelente trabalho e elogia a sensibilidade para as solicitações políticas. “Eu sei que a Justiça tem que olhar o seu lado orçamentário e técnico, mas nós que vivemos a política sabemos que se uma comarca é fechada no interior significa um retrocesso para aquele Município”, explicou.

Ele finalizou sua fala pedindo ainda que a decisão do fechamento das comarcas seja adiado para o ano que vem para que se espere que o país saia da situação crítica em que se encontra.

Nilo abre o coração e fala sobre desistência de candidatura na ALBA e ataca PC do B

Deputado Marcelo NiloO ex-presidente da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (ALBA), deputado estadual Marcelo Nilo (PSL) em entrevista ao Informa1, contou detalhes da última campanha para tentar sua sexta reeleição. Nilo alega que foi traído politicamente e sofreu perseguição por membros da imprensa baiana e que por isso declarou que retirava sua candidatura no dia 31 de janeiro deste ano. “Eu não queria mais ser presidente porque tenho a visão que é melhor sair por cima do que por baixo e eu sai por cima. Foram dez anos e não vi um deputado criticando a minha gestão”, afirmou emocionado.

Governador

Sobre o processo para a sua sexta reeleição, Nilo disse que o governador Rui Costa ficou o tempo inteiro neutro. “Eu não imaginava que isso iria acontecer. Eu imaginava que ele iria me ajudar. As vezes que o procurei ele disse que não poderia me ajudar. Fiquei triste. Foram dez anos dando tranqüilidade ao Governo do Estado na ALBA”, disparou.

Traições

Ainda de acordo com Nilo, o PC do B deixou a sua candidatura justamente por causa da neutralidade do governador Rui Costa. “Um partido com 90 anos participou comigo de dois almoços declarando publicamente o apoio, jurando fidelidade me deixou na véspera sem nem me dar satisfações. Fiquei sabendo pelos sites”, disse.

Nilo ainda não poupou informações. Segundo ele, o partido referido só pensa em cargos, empregos e diretorias. “Em tudo que eles me pediram eu atendi, dei muito mais do que o pedido, mas acho que o outro lado ofereceu mais e eles me deixaram. O PC do B é a maior tristeza que eu tive na vida como político”, disparou.

Ele concluiu dizendo que a decisão de retirar o apoio a sua candidatura foi exclusivamente da executiva do partido e não dos deputados, que são seus amigos.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia