WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Nova Lapa em Salvador’

Vânia e Aladilce visitam recém-inaugurada “Nova Lapa” e fazem críticas

imgNa manhã de quinta-feira (5), as vereadoras Vânia Galvão (PT) e Aladilce Souza (PCdoB) visitaram as dependências da Estação da Lapa, para vistoriar a estrutura recém-inaugurada, após denúncias de alagamentos devido às chuvas dos últimos dias. “Bastou um rápido temporal para que diversos problemas pudessem ser identificados nas ´grandes obras` do prefeito ACM Neto. Além dos prejuízos que tiveram no Mercado do Peixe, a Nova Lapa também revelou grandes problemas após a chuva”, frisou Vânia.

A estação apresenta sinais graves de infiltração e goteiras, que segundo ela “parecem não ter sido resolvidos com a reforma milionária”. Também constataram bueiros danificados, grades enferrujadas, paredes com mal acabamento, buracos e estruturas antigas não restauradas.

A partir das constatações visuais, as vereadoras pretendem entrar com ação no Ministério Público e solicitar esclarecimento aos órgãos responsáveis da Prefeitura de Salvador. Elas argumentam que a obra, cuja previsão inicial de R$13 milhões foi superada, ultrapassando a casa dos R$20 milhões, “mais parece uma obra de quinta, feita com preço de primeira qualidade”.

Intimidação

Durante a visita, os jornalistas, assessores de imprensa das vereadoras, foram abordados e constrangidos pela equipe de segurança da estação, que tentou proibir de fotografar o espaço. Insistentemente, exercendo a sua liberdade de imprensa e acesso ao local público, os profissionais continuaram executando o seu trabalho. As vereadoras também foram questionadas pelos seguranças.

“Me senti constrangida. Foi absurda a tentativa de impedir o meu trabalho, já que, enquanto vereadora, tenho a obrigação de fiscalizar as obras públicas de responsabilidade da prefeitura”, ressaltou a vereadora Aladilce. O assessor da vereadora Vânia Galvão, junto com a parlamentar, foram seguidos por seguranças que tentaram impedir o trabalho, constrangendo-os até o fim da visita. O assessor da vereadora Aladilce foi cercado por seguranças e sofreu uma tentativa de retirada do aparelho celular em que estavam arquivadas as fotografias.

“Foi um absurdo o que aconteceu hoje, a Lapa é um espaço público, estávamos realizando o nosso trabalho e fiscalizando o local, os nossos jornalistas têm todo o direito de exercer a sua liberdade de imprensa, a Lapa é um lugar público” atestou Vânia Galvão.

Acompanhadas também por Ednilson Pereira, representante da União de Usuários de Transporte Público, as vereadoras constataram ainda o uso indevido da marca da McDonalds como faixa de pedestre.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia