WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


CMFS - ECONOMIA DE VERBA - BANNER SITE POLÍTICA IN ROSA 729X90PX PMSE-BANNER 728x90- POLITICA IN ROSA - AÇÕES

:: ‘Vigilantes’

UFRB explica atraso nos salários dos vigilantes

ufrbA Reitoria da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) através de nota explicou os motivos de os salários dos vigilantes estarem atrasados nos campus das cidades de Amargosa, Cachoeira, Feira de Santana e Santo Amaro. De acordo com a instituição, existe uma cláusula contratual, claramente expressa nos instrumentos celebrados com as empresas que prestam serviços terceirizados, o pagamento dos salários dos funcionários deverá ser realizado até o 5º dia útil de cada mês. “A não realização do pagamento no prazo estipulado em contrato incorre nas penalidades de advertência, multa, e, em persistindo as irregularidades, rescisão unilateral do contrato. A partir da regularização da liberação de financeiro por parte do MEC, a UFRB tem efetuado o pagamento das faturas das empresas que prestam serviços terceirizados à UFRB, no mês subsequente  ao período em que o serviço fora prestado”, diz.

Veja a nota completa:

A Reitoria da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) vem a público prestar esclarecimentos acerca do atraso dos salários dos vigilantes terceirizados vinculados à empresa ATENTO, que prestam serviços nos campi de Amargosa, Cachoeira, Feira de Santana e Santo Amaro da Purificação.

De acordo com cláusula contratual, claramente expressa nos instrumentos celebrados com as empresas que prestam serviços terceirizados, o pagamento dos salários dos funcionários deverá ser realizado até o 5º dia útil de cada mês. A não realização do pagamento no prazo estipulado em contrato incorre nas penalidades de advertência, multa, e, em persistindo as irregularidades, rescisão unilateral do contrato.

A partir da regularização da liberação de financeiro por parte do MEC, a UFRB tem efetuado o pagamento das faturas das empresas que prestam serviços terceirizados à UFRB, no mês subsequente  ao período em que o serviço fora prestado.

Após o recebimento das faturas, a UFRB tem até 30 dias para efetivar o pagamento. As faturas correspondentes aos meses de julho e agosto foram entregues pela ATENTO no dia 09 de setembro. Após o devido ateste por parte dos fiscais, duas faturas foram devidamente pagas no dia 20 de setembro e duas se encontram em processo de quitação.

Vale ressaltar que ao assinar o contrato, a empresa se responsabiliza em assumir o pagamento dos seus funcionários rigorosamente em dia, por até 03 meses, independente de a Universidade ter quitado a fatura correspondente  ao mês que está sendo pago.

A Universidade atende plenamente às obrigações legais e contratuais firmadas com as empresas que prestam serviços e mais uma vez manifesta sua indignação com o atraso do pagamento dos salários de funcionários terceirizados.

A UFRB reconhece a relevância dos serviços prestados pelos trabalhadores vigilantes e, na qualidade de contratante, exige a regularização imediata do pagamento dos salários pela empresa ATENTO.

Deputado Gika Lopes sai em defesa dos vigilantes das escolas estaduais

Deputado Gika LopesO mandato do deputado Gika Lopes participou de reunião ocorrida no Núcleo Regional de Educação – NRE 04, com os vigilantes das escolas estaduais do município de Serrinha, com o intuito de entender a real situação dos trabalhadores.

Na última terça-feira (05), a MAP, empresa responsável pela vigilância das Escolas estaduais, enviou comunicado ao Sindicato dos Vigilantes, avisando sobre a demissão desses trabalhadores em 256 municípios do Estado. O que a principio deixou todos apreensivos e inseguros sobre o futuro dos seus trabalhos.

O diretor do NRE 04, Carlos Carneiro, fez uma apresentação da conjuntura atual da educação, relatando sobre a situação do Estado e das terceirizadas. Estiveram presentes na reunião representantes da categoria, funcionários do Núcleo Regional de Educação, como também o mandato do deputado Gika Lopes.

Gika Lopes já declarou apoio aos vigilantes e colocou o mandato a disposição em ajudar no que for cabível, em tempo buscará respostas e soluções para essa classe trabalhadora. Diante isso, os vigilantes e o parlamentar, reafirmaram apoio, consideração e empenho em garantir que a educação seja prioridade e de qualidade no Estado, território e município.

“Quero dizer aos vigilantes das escolas estaduais, as suas famílias, que estou atento a situação e mantendo um dialogo direto com a Secretaria Estadual de Educação, estamos acompanhando o caso e quero deixar o meu mandato a disposição desses trabalhadores e do sindicato dos vigilantes par intermediar o debate. Sou solidário a luta de vocês”, afirmou o deputado Gika Lopes.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia