WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


CMFS - ECONOMIA DE VERBA - BANNER SITE POLÍTICA IN ROSA 729X90PX PMSE-BANNER 728x90- POLITICA IN ROSA - AÇÕES

:: ‘Rodovias Baianas’

Mais de 100 quilômetros de rodovias baianas passarão por obras de infraestrutura

Mais de 100 quilômetros de rodovias baianas passarão por obras de infraestrutura

Foto: Divulgação/Seinfra

O Governo da Bahia, por meio da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), irá restaurar ou pavimentar mais de 100 quilômetros de rodovias estaduais. Os avisos de licitação para a realização de obras em sete diferentes trechos foram publicados no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (12). Os serviços serão feitos nas regiões do Recôncavo, Piemonte Norte do Itapicuru, Médio Sudoeste, Sudoeste Baiano, Litoral Sul e Extremo Sul do estado. Os envelopes com as propostas das empresas interessadas serão abertos na primeira quinzena de março.

O secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, destaca as principais ações da Seinfra neste início de 2022. “Começamos o ano licitando a recuperação de 135 quilômetros da ligação de Itambé com Floresta Azul. Agora, publicamos o aviso para a execução de obras em mais 106 quilômetros. São 241 quilômetros de rodovias estaduais que passarão por melhorias e facilitarão o deslocamento entre os municípios baianos”, ressalta o secretário.

Trechos que vão passar obras: :: LEIA MAIS »

Situação de 44 rodovias baianas afetadas pelas chuvas é monitorada pela Seinfra

BA-650-entre-Ipiau-e-Itagiba

Foto: Divulgação/CTA

A Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra) está trabalhando com mais de 210 profissionais e cerca de 135 equipamentos, como retroescavadeiras, caçambas e pás carregadeiras, para dar condições de trafegabilidade às rodovias atingidas pelas fortes chuvas deste mês de dezembro. A equipe técnica do órgão já contabiliza 44 trechos de rodovias afetados desde o início do período chuvoso. A situação em mais quatro rodovias, nas BAs 887, 120, 161 e 650, também passou ser monitorada pela Seinfra nesta quarta-feira (29).

No acesso ao distrito de Guaibim, na BA-887, o grande volume dos rios que cortam a localidade motivou a invasão de água na pista em diferentes pontos. A Seinfra monitora o trecho. Somente está permitida a circulação de motos e carros. Os ônibus e caminhões apenas poderão voltar a passar pela rodovia quando houver a vazão de água.

Na BA-120, os serviços de limpeza entre Gandu e Ibirataia estão sendo realizados nesta quarta-feira (29), após registros de deslizamento de terra em alguns locais na rodovia. :: LEIA MAIS »

Pesquisa aponta que rodovias baianas têm cerca de 80% do pavimento considerado ótimo, bom e regular

Rodovias baianas têm cerca de 80% do pavimento considerado ótimo, bom e regular

Foto: Divulgação / Seinfra

Nos últimos cinco anos, o governo já investiu cerca de R$ 1,5 bilhão na pavimentação e recuperação das rodovias estaduais. Já foram entregues 5,5 mil quilômetros totalmente recuperados e além disso, estão em andamento serviços em mais de 470 quilômetros. Outros 745 quilômetros tem a previsão de terem as obras iniciadas ainda este ano. De acordo com a pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), divulgada nesta terça-feira (22),  79,7% do pavimento foi apontado como ótimo, bom e regular.

Dos  8.995 mil quilômetros de estradas baianas avaliadas pela pesquisa CNT 2019, 2.665 são de responsabilidade do estado, o que corresponde a 29,6% dos trechos analisados. Foram considerados além do pavimento, sinalização e geometria da via. Ainda conforme a pesquisa, o estado geral das rodovias baianas estaduais entre Ótimo, Bom e Regular, está em 58,7%. Já no item sinalização, o somatório chegou aos 62,2% e em Geometria da Via está com 35,8%. Apenas no último ano já foram realizadas obras em mais de 1600 quilômetros com o Programa de Recuperação e Manutenção das Rodovias Baianas (PREMAR II). A BA-210, de Juazeiro a Paulo Afonso, a BA-172, entre Santa Maria da Vitória de Jaborandi, além de trechos entre Brumado e Vitória da Conquista. O Anel da Soja, que compreende trechos da BA-459 e 460 também estão passando por recuperação.

“As obras do PREMAR além de recuperar garantem a manutenção da rodovia por cinco anos. Outros 745 km estão em processo licitatório para a recuperação de trechos como da BA-160, entre Ibotirama e Bom Jesus da Lapa, que vai melhorar a logística, escoamento de produção e estímulo ao turismo”, ressalta Marcus Cavalcanti, secretário de Infraestrutura da Bahia (Seinfra). Além da BA-160, serão recuperadas a BA-148, do entroncamento da BR-242 até Rio de Contas, a BA-046, entre Itaberaba e Iaçu, e de Itaetê a Sussuarana, passando por Mucugê. (Secom)

Em quatro anos, houve redução de 16% em acidentes nas rodovias baianas

A Bahia teve uma redução de aproximadamente 16% no número de acidentes em rodovias estaduais, em comparação aos anos de 2015 e 2018. Em 2015, houve 6.021 ocorrências, enquanto 5.023 acidentes ocorreram no ano passado. Uma diminuição de 998 ocorrências registradas em estradas baianas em quatro anos. A informação é do Sistema de Acidente e Estatística de Trânsito (ACT), da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra). Também houve no estado uma diminuição de cerca de 5% em relação ao número de mortes em rodovias baianas entre os anos de 2017 e 2018. No ano passado, foram 343 vítimas fatais e 703 feridos por conta de acidentes. Em 2017, ocorreram 361 mortes e 711 feridos.

Ainda de acordo com o relatório, a principal causa de ocorrências em 2018 foi a imprudência do motorista como falta de atenção, excesso de velocidade e ultrapassagem indevida, com 3.436 registros. A rodovia com maior quantidade de acidentes no último ano foi a BA-099, com 584 casos. Em seguida, a BA-001, com 489 registros, e a BA-262, com 253 acidentes. Em busca de contribuir com a melhoria na segurança viária, a Secretaria de Infraestrutura promoveu a entrega de novas viaturas e etilômetros para o Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv), para que as fiscalizações nas estradas fossem intensificadas. Além disso, a Seinfra também promove ações com foco na promoção de um trânsito mais seguro.

“Realizamos workshops, cursos para policiais rodoviários e campanhas educativas, como o Programa de Educação para o Trânsito, com objetivo de ajudar na capacitação dos agentes de trânsito e também tornar o motorista mais prudente ao conduzir o veículo”, destaca o secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti.

Deputado critica “péssimas condições” das rodovias baianas

ESTRADAS

Foto: Ilustração

É no período junino em que os baianos geralmente vão às cidades interioranas. Segundo o deputado federal João Gualberto (PSDB) é preciso enfrentar o perigo, com os buracos e as péssimas condições em que as rodovias se encontram. “A CNT (Confederação Nacional do Transporte) analisou 57 rodovias baianas. Destas, 64,8% foram avaliadas como regulares, ruins ou péssimas, percentual acima da média nacional que é 61%. É impressionante como em diversos setores a Bahia tem apresentado os piores índices”, lamentou o deputado.

Bahia é o segundo estado em número de mortes nas estradas

Rodovias baianasA Bahia foi o segundo estado com o maior número de mortes em acidentes nas rodovias federais em 2015. Segundo um levantamento feito pela empresa Volvo, com dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), 641 baianos perderam a vida nas estradas no ano passado. O estado ficou atrás apenas de Minas Gerais, que registrou 961 casos.  Sendo seguido por Paraná (584 mortes) e Santa Catarina (461 casos).

A pesquisa aponta a falta de atenção como a principal causa de morte nas rodovias federais. Em todo o Brasil, 1.203 pessoas morreram por conta de distrações ao volante. O excesso de velocidade e a ultrapassagem indevida também são causas frequentes de acidentes. Os casos mais violentos, envolvem motoristas que dormiram no volante, estavam acima da velocidade, embriagados ou com problemas no veículo.

A assessoria da Polícia Rodoviária Federal na Bahia (PRF-BA) informou que a BR-324 é a campeã no número de acidentes, mas que as BRs 101 e 116 têm o histórico de acidentes mais violentos. A razão é o número maior de veículos de carga e carros pesados que circulam nessas vias.

A PRF-BA acredita que a Bahia ficou na liderança do ranking porque possui malha viária maior que a de outros estados. A assessoria destacou também que o estado serve de ligação entre diferentes regiões do país, o que aumenta o número de veículos que circulam nas estradas e de acidentes.

Programa

Em 2015, foram registrados 122.007 acidentes nas rodovias federais de todo o Brasil. No total, 90.110 pessoas ficaram feridas e outras 6.859 morreram em acidentes de trânsito. O número equivale a uma média de 18,8 mortes por dia. Por conta disso, a Volvo criou um Atlas da Acidentalidade no Transporte Brasileiro que está sendo lançado pelo Programa Segurança no Trânsito (PVST) da empresa.

O atlas apresenta um diagnóstico de acidentes de trânsito do país, com informações sobre os piores trechos em acidentes em todas as rodovias federais, as principais causas e as mais letais, os dias da semana e o horário em que mais acontecem acidentes por tipo de veículo.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia