WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia







Ex-presidente do diretório municipal do Partido Novo lança pré-candidatura à deputado federal

Ex-presidente do diretório municipal em Feira de Santana, Thiago Martins – Foto: Divulgação / Ascom

Após reunião ocorrida na sede do diretório estadual do Partido Novo, em Salvador, a chapa majoritária anuncia o ex-presidente do diretório municipal em Feira de Santana, Thiago Martins, como pré-candidato à deputado federal nas eleições de 2022. Agente político na cidade, ele foi coordenador da campanha do Novo no pleito de 2020.

De acordo com Thiago, há uma “tendência clara da população pelo desejo de renovação dos seus representantes” em comparação com as últimas disputas eleitorais. “Nosso projeto é brigar por Feira de Santana”, afirma. Além dele, a agremiação também terá candidato a governador do estado.

Filiado ao Partido Novo desde 2018, Thiago Martins foi o fundador da agremiação em Feira de Santana, onde presidiu o diretório municipal até março de 2021. Em 2020, Feira de Santana foi a única cidade a ter candidatos na chapa majoritária em toda a região Norte-Nordeste, logrando quase 10 mil votos.

De olho em 2022, o Partido Novo está com processo seletivo aberto para futuros pré-candidatos, onde os concorrentes passam por um Curso de Formação promovido pela Fundação Brasil Novo. :: LEIA MAIS »

Comissão Especial de Combate ao Covid-19 fiscaliza filas gigantes para vacinação em Feira de Santana

Foto: Divulgação / Ascom

Os vereadores Professor Ivamberg e Luiz da Feira, representando a Comissão Especial de Combate ao COVID-19 da Câmara Municipal, estiveram fiscalizando a vacinação contra a COVID-19 nesta segunda-feira (25/05) que ocorreu na UniFTC, bairro SIM em Feira de Santana. Puderam tomar a vacina os trabalhadores da educação, limpeza pública e transporte rodoviário a partir de 30 anos, pessoas acima de 18 anos com comorbidades e nascidos em 1964 – 57 anos – sem comorbidades.

Segundo o Professor Ivamberg, presidente da Comissão, “existe a necessidade de outros locais para a vacinação, pois está sendo formada uma fila quilométrica com milhares de pessoas aglomerando. As pessoas estão passando uma média de 3h na fila e é necessário que haja um melhor planejamento por parte da Prefeitura e da Secretaria de Saúde do Município, pois de agora em diante, com a diminuição da idade, o número de pessoas sendo vacinadas tende a aumentar.”. :: LEIA MAIS »

“Não adianta abrir leitos quando a população não se cuida”, diz Colbert Filho

Prefeito de Feira de Santana, Colbert Filho – Foto: ACM

Todos os leitos de enfermaria e Unidades de Terapia Intensiva (UTI), da rede pública e privada, incluindo a mais recém inaugurada unidade hospitalar Dr. Benício Cunha Cavalcante, em Feira de Santana, estão ocupados. A informação é do prefeito Colbert Martins Filho, durante coletiva de imprensa virtual nesta segunda-feira, 24.

Segundo o prefeito, o aumento das internações está diretamente associado ao contágio durante as comemorações no Dia das Mães, há exatos 15 dias, e a outros contágios neste período. “Não adianta abrir leitos quando a população não se cuida. Por isso fica o alerta: mesmo vacinado, é preciso usar máscara e respeitar o distanciamento social. Nada de festas, nada de aglomeração”, destacou o prefeito.

Ainda segundo Colbert, a vacina é a forma mais eficaz para imunizar e reduzir as complicações provocadas pelo vírus, mas a distribuição das doses para o Município não tem sido proporcional e isso afeta o avanço da vacinação. “Vemos como exemplo a cidade de Alagoinhas, que com pouco mais de 150 mil habitantes recebeu 5.850 doses da vacina Pfizer, isso representa 3,84% da população. Enquanto Feira de Santana com mais de 600 mil habitantes recebeu apenas 7.350 doses, que representa 1,18% da população. É totalmente desproporcional, precisamos de uma distribuição justa. Precisamos receber mais doses”, criticou. :: LEIA MAIS »

Defesa Civil Nacional reconhece situação de emergência em municípios por desastres naturais

Defesa Civil Nacional – Foto: Divulgação / MDR

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), por meio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), reconheceu, nesta sexta-feira (21), situação de emergência em 15 municípios do País por desastres naturais.

Na Região Norte, as cidades de Anamã, no Amazonas, e Alenquer, Curuá e Faro, no Pará, tiveram a situação de emergência reconhecida por inundações. Já em Alto Alegre dos Parecis, em Rondônia, o motivo foram as chuvas intensas.

Em Minas Gerais, dois municípios tiveram a situação de emergência reconhecida, ambos também por chuvas intensas – Santo Antônio do Jacinto e Senador Modestino Gonçalves.

No Nordeste, as cidades de Água Fria, Casa Nova, Encruzilhada e Milagres, na Bahia, Riacho de Santana, no Rio Grande do Norte, obtiveram o reconhecimento federal por causa da estiagem. Já em Carira, em Sergipe, o motivo foi a seca. :: LEIA MAIS »

Prefeitura de Jequié pretende realizar São João virtual para garantir renda aos trabalhadores da cultura

Foto: Divulgação / PMJ

A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Cultura e Turismo, após diversas reuniões e encontros com representantes de todos os setores diretamente envolvidos com a realização dos festejos juninos de Jequié, que não ocorreram no ano passado, impactados pela pandemia da Covid-19, apresentou, na tarde da última sexta-feira (21), no auditório da Secretaria de Educação, um esboço para uma possível realização do São João, no formato de shows transmitidos para a internet.

Durante a exposição, o secretário de Cultura e Turismo, Domingos Ailton, apresentou o tema do evento “São João do Sertão de Jequié” que, pela proposta será virtual ou seja, exibido para a internet, com a participação de artistas locais, sem presença de público, e apenas contando com as equipes de filmagem e de apoio técnico, mantendo-se todos os protocolos sanitários de prevenção à Covid-19.

A festividade, neste novo formato, respeitaria o Calendário de Eventos do município e garantiria o pagamento de cachê para centenas de trabalhadores da Cultura que vivem do São João. Para isso, a Secretaria de Cultura e Turismo propõe a realização de um cadastramento para que, por meio deste, os artistas locais, interessados em participar do evento, possam se inscrever e este cadastro seria utilizado pela empresa responsável para a contratação das atrações, respeitando, assim, a prioridade de contratação apenas para aqueles trabalhadores que são locais.

“Estamos, ainda, concluindo o projeto do São João on-line. Apresentamos hoje, para que a sociedade saiba que o prefeito de Jequié, Zé Cocá, pretende realizar os festejos juninos e valorizar a prata da casa, o artista jequieense, que foi severamente atingido pela pandemia. Aliás, os setores do Turismo e da Cultura sofreram perdas irreparáveis e nós, enquanto responsáveis pela execução das políticas públicas voltadas à Cultura e ao Turismo, temos que buscar meios de reparar essas perdas. Os projetos com as lives, que temos feito, assim como São João virtual é uma dessas nossas ideias.”, destacou o secretário de Cultura e Turismo, Domingos Ailton. :: LEIA MAIS »

Toque de recolher é prorrogado até 1º de junho em toda a Bahia

Toque de recolher – Foto: Reprodução

O Governo do Estado decidiu manter a restrição da locomoção noturna de pessoas das 21h às 5h, em toda a Bahia e em conformidade com as condições estabelecidas nos respectivos decretos municipais, até o dia 1º de junho. Nas regiões da Chapada, Oeste, Sudoeste e Extremo-Sul, as medidas de restrição de locomoção tem validade das 20h às 5h.

Nos municípios integrantes das regiões de saúde em que a taxa de ocupação de leitos de UTI vier a se manter igual ou inferior a 75%, por cinco dias consecutivos, a restrição na locomoção será válida das 22h às 5h.

O funcionamento de bares e restaurantes deve ficar limitado às 19h todos os dias, até 1º de junho. No final de semana, o funcionamento dos bares e restaurantes deve estar restrito à comercialização de alimentos e bebidas não alcoólicas, pois das 18h de 28 maio até as 5h de 31 de maio, a venda de bebida alcoólica em quaisquer estabelecimentos fica proibida, inclusive por sistema de entrega em domicílio (delivery), com exceção apenas para as regiões de saúde que alcancem a taxa de 75% ou menos de ocupação de leitos de UTI, durante cinco dias consecutivos.

A circulação das lanchinhas deve ser suspensa das 22h30 às 5h, limitada a ocupação ao máximo de 50% da capacidade da embarcação durante o fim de semana. :: LEIA MAIS »

Ex-vereadora Neinha é nomeada no gabinete do prefeito

Vereadora Neinha Bastos

Ex-vereadora Neinha Bastos (DEM)

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho, através do Decreto Individual de Nº 484/2021, nomeou a ex-vereadora Aldney Bastos Marques (Neinha) para o cargo de Coordenadora de Projetos Especiais Nível I, do Gabinete do Prefeito símbolo DA-1.

Filiada ao Democratas, Neinha tentou a sua reeleição no ano passado, mas não conseguiu. Ela obteve 3.198 votos.

“O sistema de saúde entrará em colapso sem o apoio da população”, alerta governador

Governador Rui Costa – Foto: Reprodução / Redes Sociais

Durante conversa com profissionais da imprensa da região oeste da Bahia, nesta sexta-feira (21), em transmissão pelas redes sociais, o governador Rui Costa fez um alerta à população em decorrência das altas taxas de internação pelo coronavírus. “Nos últimos dias, registrarmos um crescimento acelerado no número de casos e, nessa situação terrível, temos assistidos com perplexidade a festas clandestinas que fazem a contaminação crescer. Estamos trabalhando muito, montamos uma estrutura grande e hoje temos cerca de 1,6 mil leitos de UTI abertos exclusivos para covid-19 em toda a Bahia. Temos medidas restritivas em vigor, mas a única forma de conter o vírus, além da vacinação, é evitando aglomerações, usando máscara e álcool em gel. É necessário que as pessoas se conscientizem disso. Sem o apoio de todos, não vamos vencer a guerra contra o vírus”, afirmou.

O governador também explicou os limitadores para a criação de novos leitos de UTI no Estado. “Para criarmos unidades de atendimento, não basta termos o espaço físico, onde construir e adaptar, precisamos de insumos, como oxigênio que, nesse momento, as empresas não têm para fornecer ou, quando têm, não possuem os tanques. Além disso, temos um grande empecilho, que é o maior de todos: a montagem das equipes médicas. Também está faltando no Brasil o chamado kit intubação, fundamental no tratamento de covid-19. Não temos mais como criar leitos. Por isso, é tão importante que cada um faça a sua parte para evitar o crescimento do vírus”.

Rui ainda fez um apelo aos comerciantes da região oeste. “Sem consumidor, não vai ter comércio funcionando. Sem saúde pública e sem vida humana, não há atividade econômica. Então, é preciso compatibilizar as duas coisas. Vamos respeitar as indicações de segurança e evitar aglomerações, não realizar eventos que colocam muitas pessoas juntas nos estabelecimentos. Se as medidas restritivas forem respeitadas, mais rapidamente poderemos sair desse momento e reabrir os estabelecimentos”. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia