WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Sarampo

:: ‘zona rural’

Governo discute estratégias de ação para patrolamento da zona rural

Governo discute estratégias de ação para patrolamento da zona rural

Foto: Divulgação

As estratégias para o trabalho de patrolamento das estradas da zona rural de Feira de Santana foram discutidas na manhã desta terça-feira, 08, durante encontro entre o secretário de Desenvolvimento Urbano, José Pinheiro, e administradores distritais.  “O prefeito Colbert Martins Filho autorizou uma licitação de duas mil horas de máquinas para melhorar estradas, corredores de tráfego e algumas ruas da cidade. Essa reunião com os administradores é para alinharmos o trabalho, definindo as prioridades”, disse. O secretário informou ainda que as ações de melhorias na zona rural foram iniciadas pelo distrito de Maria Quitéria.

Entre os administradores, é grande a expectativa para a conclusão dos serviços. “As pessoas cobram de nós administradores, uma solução. Estamos trabalhando dentro das nossas possibilidades e não foi possível concluir os serviços ainda, mas em breve isso ocorrerá”, afirmou a administradora de Jaguara, Eliene Brandão.

Ela acrescenta que o volume de chuvas este ano comprometeu bastante o trabalho de recuperação de estradas e corredores de tráfego. (PMFS)

“Secretário sepultou nossas estradas”, critica Zé Curuca

Vereador Zé Curuca

Vereador Zé Curuca (DEM)

O vereador Zé Curuca (DEM) fez um desabafo na sessão ordinária desta quarta-feira (25), na Câmara Municipal de Feira de Santana, sobre as péssimas condições das estradas dos distritos de Feira de Santana. O edil criticou o trabalho realizado pelo secretário José Pinheiro na pasta de Desenvolvimento Urbano. Segundo Zé Curuca, as estradas estão completamente esburacadas e, apesar dos constantes apelos feitos por ele, suas solicitações não são atendidas por José Pinheiro. “Foi uma luta para conseguir uma patrol para o distrito de Humildes, através do deputado federal José Nunes. Eu contribuí muito com o prefeito Colbert Martins, mas, sinceramente, puxaram meu tapete, quebraram as minhas pernas, tiraram a patrol de Humildes e colocaram em outra região, enquanto o povo está lá falando mal de Zé Curuca e do outro colega vereador. Nós não temos culpa, estamos cobrando. O secretário Pinheiro sepultou as nossas estradas. O povo está lá fazendo manifestação, fazendo vaquinha para comprar material para botar nas estradas”, esbravejou.

Zé Curuca cobrou do prefeito Colbert Martins uma solução para as estradas dos distritos. “prefeito Colbert Martins acorda pra vida! Quando faço reunião e peço voto para o prefeito, eu encontro dificuldade. O povo da zona rural pede pouco, quer máquina e iluminação e o povo não é atendido. Eu sou Governo, eu defendo o Governo, mas não estou aguentando mais do jeito que está”, concluiu.

Resposta

O vereador e líder da bancada governista, Marcos Lima (Patriota), em resposta ao colega, afirmou que o Governo Municipal está em processo de licitação para a aquisição do maquinário que irá recuperar estradas dos distritos feirenses. “A cidade é cheia de zona rural e não pode atender só Humildes. Peço paciência e tranquilidade. A preocupação do governo é atender todas as zonas rurais”, disse.

Zé Curuca rebateu dizendo que fez um acordo com o prefeito e José Nunes para a patrol ficar em Humildes.

 

Prefeitura de Feira publica cronograma para equipar vans que fazem o transporte para a zona rural

Prefeitura de Feira publica cronograma para equipar vans que fazem o transporte para a zona rural

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Feira de Santana, através da SMTT (Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito), publicou cronogramas para procedimentos necessários à entrada em operação das terceira e quarta etapas do STPAC (Sistema de Transporte Público Alternativo e Complementar). Os veículos deverão ser apresentados na SMTT, nos dias úteis, com toda documentação exigida – dos veículos, proprietários e motoristas, para que a regularização seja efetivada. O cronograma pode ser lido na edição do Diário Oficial Eletrônico (www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br), de sábado, dia 3 de agosto.

O prazo para a pré-vistoria das vans – padronização e a instalação do GPS, que é um rastreador do veículo, que atenderão moradores dos distritos de Governador João Durval Carneiro (Ipuaçu) começou na segunda-feira, 5, e termina dia 12. O prazo para entrada de operação será 10 de setembro. Os procedimentos para os veículos que atenderão aos moradores de Tiquaruçu, que correspondem à quarta etapa deste processo, serão iniciados no dia 18 e encerrado dia 21. A entrada de operação deste setor está previsto para o dia 19 de setembro. :: LEIA MAIS »

Parcerias são fechadas para alavancar a produção da zona rural

Parcerias são fechadas para alavancar a produção da zona rural

Foto: ACM

A Prefeitura Municipal de Feira de Santana vai estabelecer parcerias com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), com vistas a desenvolver programas de cooperação técnica na zona rural. Presente em 34 países sob a coordenação da Organização dos Estados Americanos (OEA), o IICA se compromete a fornecer o seu aporte tecnológico para alavancar a produção de mandioca e de frutas  cultivadas em pequenas propriedades rurais, além de fazer a intermediação na captação de recursos para o setor. “Podemos manter uma agenda efetiva. Há 75 anos trabalhamos com estes temas, e entendemos que há um leque de oportunidades que podemos desenvolver com o Governo Municipal”, asseverou Cristian Fisher, diretor do Instituto Interamericano.

Dentre as etapas que considera fundamentais para melhorar a produção agrícola da região, o secretário de Agricultura, Joedilson Machado, destacou os seguintes gargalos que precisam ser resolvidos: A utilização de irrigação racional nas glebas, efetivação na mecanização agrícola; retenção das águas pluviométricas com o uso de barragens subterrâneas; melhoramento genético animal/vegetal; otimização a assistência técnica ao produtor; uso de calagem no solo, e linha de crédito especial.

Pontuando que o Nordeste é considerado alvo prioritário do Governo Federal, Alberto Duarte, da Embrapa, defendeu a realização de um diagnóstico minucioso para identificar as carências e potencialidades das áreas de produção agrícola, “para que possamos implantar um plano de ação para desenvolvermos esta parceria”, disse. :: LEIA MAIS »

Vereador denuncia precariedade nas estradas da zona rural

Vereador Roberto Tourinho

Vereador Roberto Tourinho (PV)

O vereador Roberto Tourinho (PV) em seu discurso na sessão ordinária desta segunda-feira (10), na Câmara Municipal de Feira de Santana, denunciou a precariedade das estradas na zona rural de Feira de Santana. O edil criticou a justificativa dada pela Prefeitura Municipal de que as fortes chuvas da última semana deterioraram as estradas.

Segundo Tourinho, a população já estava desassistida com as estradas abandonadas – dificultando o transporte e a passagem de veículos pelo local. O vereador ressaltou os prejuízos para a população que precisa se locomover diariamente nas vias de Jaguara, São Vicente e Alecrim Miúdo.

Marcos Lima pede que Estado invista em perfuração de poços artesianos na zona rural

Vereador Marcos Lima

Vereador Marcos Lima (Patriota)

O vereador e líder do Governo, Marcos Lima (Patriota), reivindicou do Governo do Estado mais assistência para o trabalhador rural de Feira de Santana. “O Governo do Estado deveria investir na perfuração de poços artesianos aqui na zona rural. Não tem nenhum programa neste sentido na nossa região. Isto ajudaria na irrigação e contribuiria para agricultura. O Governo do Estado é sempre bem votado na zona rural, mas não faz nada, não traz nada”, reprovou.

O edil acrescentou que o Governo Municipal distribuiu, este ano, 60 toneladas de feijão e 30 toneladas de milho para pequenos agricultores. Mais de 15 mil famílias foram beneficiadas com as sementes orgânicas.  Segundo ele, uma safra boa pode resultar em 270 toneladas de feijão e milho. “Mas é preciso água para irrigar a plantação. Ou podemos perder boa parte destas sementes”, concluiu. :: LEIA MAIS »

Monte Santo: Justiça determina que município ofereça serviço de transporte escolar para toda zona rural

A pedido do Ministério Público estadual, a Justiça determinou que o Município de Monte Santo ofereça imediatamente serviço de transporte escolar eficiente e ininterrupto para toda a zona rural. Segundo o promotor de Justiça Ernesto Cabral de Medeiros, autor da ação civil pública, denúncias como falta de fornecimento de merenda escolar, ausência de transporte escolar para alunos, de auxiliares nas creches e pré-escolas e superlotação de estudantes em sala de aula foram ratificadas em procedimentos instaurados pelo MP, cuja ocorrência vem se repetindo desde a gestão anterior.

“Cobramos providências da gestão municipal, no entanto não obtivemos qualquer resposta”, afirmou o promotor de Justiça. Ele complementou que os índices de desenvolvimento da qualidade do ensino público em Monte Santo encontram-se entre os piores do Estado e do País. Um exemplo é que “apenas 21% dos alunos até o 5º ano aprenderam adequadamente português e tão somente 12% dos alunos até o 9º ano alcançaram essa competência”. A juíza Sirlei Caroline Alves Santos concedeu integralmente a medida liminar requerida pelo MP, determinando o provimento total do quadro de professores em todas as unidades escolares, sendo vedadas aulas ministradas exclusivamente por estagiários. O Município terá ainda que respeitar a execução da carga horária mínima dos professores de todas as turmas do ensino fundamental, de modo a garantir que haja aula regular em todos os dias da semana; prover creches e pré-escolas com auxiliares; além de garantir condições adequadas de trabalho aos professores, cessando remoções e designações de um mesmo professor para turmas e matérias para as quais não prestaram concurso e que se localizam em direções opostas do Município.

Secretarias farão pesquisa para saber onde moram cadeirantes da zona rural

Secretarias farão pesquisa para saber onde moram cadeirantes da zona rural em Feira

Foto: Jorge Magalhães

As Secretarias de Transporte e Trânsito e a de Agricultura de Feira de Santana farão, conjuntamente, pesquisa de campo para traçar o perfil dos cadeirantes e pessoas que enfrentam dificuldades de locomoção que residem na zona rural – quem são, quantos, onde moram e a periodicidade que usam o transporte público. A iniciativa foi apresentada a administradores distritais em reunião realizada na manhã da última quarta-feira, 13, na Secretaria de Agricultura. Para o titular da Seagri, Joedilson Freitas, saber onde está esta público vai incluir novos passageiros no sistema. “Este é o lado social muito importante da prestação deste serviço. É inclusivista, também”.

O levantamento, diz o diretor do Departamento de Transportes do Município, Rodolfo Suzart, tem como meta apresentar para estudos e análises alternativas para otimizar a prestação de serviço para este segmento, que ainda é um tanto desconhecido para as autoridades do setor. O preenchimento dos questionários será feito por partes. Os primeiros distritos e povoados serão Humildes e a Matinha. O serviço deverá ser iniciado nos próximos dias. “Quanto mais cedo for concluído, mais rápido as nossas estratégias para atender estas demandas serão concluídas”, diz o diretor. À medida que o serviço for concluído, outros distritos e povoados passarão pelo levantamento – dois por vez, que ainda não foram definidos. Os resultados dos levantamentos serão enviados pelos administradores distritais para o setor de assistência social da SMTT, onde serão feitas as análises.

Ação pede fornecimento imediato de água a localidades da zona rural de Amélia Rodrigues

O Ministério Público estadual pediu à Justiça, em ação civil pública ajuizada nesta quarta-feira (30), que determine de forma liminar à Empresa Baiana de Águas e Saneamento S/A (Embasa) e ao Município de Amélia Rodrigues o fornecimento imediato de água mediante caminhões-pipa ou outro meio alternativo a todos os moradores das localidades conhecidas como Loteamento Canto Verde, Bolandeira e Rio Seco, situadas na zona rural do município. Segundo a ação, de autoria do promotor de Justiça Marcell Bittencourt, há pelo menos quatro anos os habitantes daquelas localidades sofrem com falta de água porque não contam com serviço público de abastecimento convencional e não são atendidos regularmente por carros-pipa.

Conforme a ação, as reclamações dos moradores do Loteamento Verde ocorrem desde 2013, as de Bolandeira desde 2015 e as de Rio Seco desde 2018. As queixas foram registradas em abaixo-assinados e se repetiram ao longo do tempo, inclusive no final do ano passado. O promotor afirma que o MP realizou diversas reuniões com as autoridades para resolver o problema extrajudicialmente, chegando a expedir 14 ofícios cobrando informações e soluções da empresa e da Prefeitura quanto ao abastecimento. Segundo a ação, o MP foi informado de que há um projeto de ampliação do Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Amélia Rodrigues e mais quatro municípios, mas as obras estão paralisadas em razão de embargo do Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Inema) e da falta de autorização da Ferrovia Centro Atlântica (FCA) para a travessia da adutora de água bruta sob a via férrea.

No pedido, o promotor afirma que o fornecimento deve ser em “quantidade e periodicidade suficientes para atender, plenamente, as necessidades domésticas e familiares em todos os domicílios existentes nas localidades, atualmente privados do acesso à água através da rede de tubulação convencional, por motivos que os moradores não deram causa”. Conforme a ação, a Embasa e o Município deverão ser obrigados a informar aos moradores os exatos dias e horários que fornecerão água nos locais.

Paulo Afonso recebe investimentos de R$ 5,8 milhões para evitar desabastecimento de água na zona rural

Paulo Afonso recebe investimentos de R$ 5,8 milhões para evitar desabastecimento de água na zona rural

Foto: Divulgação

As localidades de Juá, Várzea, Serrote, Alagadiço, Bonamão e Lagoa do Rancho, no município de Paulo Afonso, no norte da Bahia, receberão investimentos da ordem de R$ 5,8 milhões para evitar o desabastecimento de água na região. Serão beneficiados cerca de 4,5 mil habitantes. A assinatura do termo de cooperação técnica financeira ocorreu no gabinete da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs), em Salvador, na manhã desta segunda-feira (12). Os recursos serão destinados à implantação de sistemas de captação, tratamento, adução e reservação como ação de prevenção à seca, garantindo ainda o abastecimento de água potável para a população.

O secretário estadual de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto, acompanhado pelo presidente da Companhia de Engenharia Hídrica e Saneamento (Cerb), Marcus Bulhões, e pelo superintendente de Proteção e Defesa Civil (Sudec), Paulo Sérgio Luz, autorizou o início do processo licitatório no valor de R$ 2,4 milhões, com recursos do Ministério da Integração (MI), repassados pela Sudec. As obras serão executadas pela Cerb. Na primeira etapa das obras serão executadas as ações referentes à captação, adução e reservação de água. Na segunda etapa, a Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf) fará a recuperação das redes para distribuição de água. “As atividades serão realizadas em duas etapas, visando a melhor aplicação dos investimentos e o pleno atendimento à população”, afirmou Cássio Peixoto.

Para o secretário, a união de esforços no desenvolvimento de ações para o convívio com a seca, coordenada pela Casa Civil, é de extrema importância para minimizar os impactos da estiagem na Bahia. “Precisamos atuar de forma planejada, estratégica, em conjunto e em diversas frentes, porque temos como prioridade o abastecimento humano, sem perder de vista os sistemas produtivos como a dessedentação animal, a agricultura e a indústria”, finalizou.

Vereador cobra da Prefeitura de Jequié reforma de quatro escolas da zona rural

Vereador Soldado Gilvan

Vereador Soldado Gilvan (PPS)

O vereador Soldado Gilvan (PPS) teve aprovado Requerimento (185/2018) de sua autoria em que a adoção das providências necessárias para a reforma das seguintes escolas nas zonas Rurais: Escola José Batista Neves – Campo Largo, Escola Edivaldo Machado – Emiliano, Escola Eufrásio Santana – Emiliano e a Escola Maria na Atividade – Água Vermelha. Segundo Soldado Gilvan, há muito tempo que as comunidades anseiam por reforma nas referidas escolas.

Soldado Gilvan aponta a existência da necessidade de se preservar a estrutura da instituição de ensino, bem como promover melhor qualidade e oferecer para os estudantes mais conforto, haja vista que as escolas encontram-se danificadas por fatores climáticos e por utilização de longos anos sem reforma, comprometendo o bem-estar dos alunos e professores. “Considera-se que essa reivindicação partiu dos próprios moradores que se preocupam com a estrutura física desse equipamento de educação”, destaca o Requerimento.

“Sindicatos e associações só assistem os agricultores que são ligados ao PT”, denuncia vereadora

Vereadora Neinha

Vereadora Neinha (PTB)

A vereadora Neinha (PTB) destacou o sofrimento dos agricultores da zona rural de Feira de Santana. Segundo Neinha, as dificuldades enfrentadas pelos moradores da zona rural não têm sido debatidas de maneira adequada. “Nesse fim de semana fui visitar meus pais no distrito de Bonfim de Feira e vi como a situação está precária. Existem os sindicatos e associações, porém estes só assistem os agricultores que são ligados ao partido do PT. Isso está errado, é muita injustiça. A terra foi presente de Deus e todos têm direito de desfrutar dela. O dever dos sindicatos é auxiliar todos. As irregularidades vão acabar. Venho aqui levantar mais uma vez essa bandeira e garanto que tudo vai se regularizar. Estarei acompanhado de perto”, garantiu.

Censo mostra queda em estabelecimentos agropecuários de Feira

Censo mostra queda em estabelecimentos agropecuários de Feira

Feira de Santana

A redução de 1,7% na quantidade de estabelecimentos agropecuários na zona rural de Feira de Santana foi constatado pelo Censo Agropecuário de 2017, realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Preliminarmente foi informado que este número caiu de 9.200 em 2017 para 9.040 – foram contados apenas os que estão em atividades. Os números finais, tabulados e analisados do Censo, encerrado em maio, deverão ser divulgados pelo IBGE no início de julho.

A informação é do coordenador da subárea do Censo, Saturnino Falcão, que esteve na Secretaria de Agricultura, na manhã de segunda-feira, 11, para agradecer o apoio recebido do município durante a execução do trabalho. Para ele, a agropecuária é um dos caminhos a serem trilhados para que o país enfrente e saia bem da crise na sua economia e diz que os agricultores mostraram algum receio de prestar informações, por relacionar o censo à fiscalização.

O secretário de Agricultura, Joedilson Freitas, concorda com a opinião do coordenador com relação à importância do setor para a economia e afirmou que o município sempre está à disposição do IBGE para ajudar nos serviços realizados na zona rural. Os administradores dos distritos, como reconhecimento, receberam um certificado de participação do IBGE, como integrante da Comissão Municipal de Geografia e Estatística. Eleiene Ribeiro, recebeu simbolicamente o certificado em nome de todos.

Unidade Satélite de Saúde da Laranjeira é inaugurada em Sapeaçu

Unidade Satélite de Saúde da Laranjeira é inaugurada em Sapeaçu

Unidade Satélite de Saúde da Laranjeira

O prefeito de Sapeaçu, Dr. George, entregou na noite do último domingo (10) aos moradores da comunidade de Laranjeiras e adjacências, a nova Unidade Satélite de Saúde Geraldo Pacheco Costa, um anseio antigo dos moradores locais, desde quando os mesmos eram atendidos na Unidade Saúde da Família (USF) José Artur Santana Velame, em Baixa do Palmeiras. A Secretária Municipal de Saúde, Cristiane Gois, falou sobre os principais serviços que serão oferecidos na nova unidade. “É um momento de grande realização. Esta nova Unidade Satélite de Saúde vai oferecer à população uma assistência equânime e integral, não só a Laranjeira, mas a população das comunidades vizinhas. A equipe da Unidade de Saúde de Baixa de Palmeira estará prestando assistência e atendendo todos os programas (Pré-Natal, Planejamento Familiar, Hiperdia, Puericultura, Tabagismo, dentre outros), objetivando melhorar a qualidade de vida dos moradores e ampliando ainda mais o acesso à saúde”, falou.

“Fico muito satisfeito em estar aqui entregando essa tão sonhada unidade de saúde, isso só mostra o compromisso de nossa gestão com toda população do município, da sede a zona rural”, disse o prefeito Dr. George.

Presentes também o vice-Prefeito, Ramon de Sena, secretária Municipal de Saúde, Cristiane Gois, deputado estadual Targino Machado, diretora de Promoção e Assistência à Saúde, Acilene Novaes, secretários municipais, vereadores, coordenadores de saúde e sociedade em geral. Após a inauguração o público curtiu os shows dos cantores Davi Silva, Nenho e Orlandão.

Câmara Municipal de Feira de Santana - Lado a Lado


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia