WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Copa de Bairros 2018

:: ‘vestibular’

Uefs finda vestibular e José Carneiro se mostra contra atitude da instituição

Vereador José Carneiro

Vereador José Carneiro (PSDB)

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta segunda-feira (11), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o presidente da Casa, vereador José Carneiro (PSDB) repercutiu a possibilidade de a Universidade Estadual de Feira de Santana- Uefs findar com o vestibular e adotar o processo seletivo do Enem. O presidente sugeriu que a universidade discuta o assunto com a sociedade e entidades de classe antes de tomar qualquer decisão. Antes de argumentar sobre os percalços dessa decisão, o presidente lembrou a historia da Uefs em Feira de Santana, bem como os benefícios que ela traz a sociedade feirense. “A Uefs é mantida com o dinheiro dos baianos, é bom que isso seja ressaltado e a reitoria dela está tentando adotar uma posição sem discutir com a população e entidades envolvidas. Não consigo me convencer de que há motivos para suspender o vestibular e adotar o processo seletivo através do Enem. Estamos muito aquém de outras universidade e, se isso se concretizar, tenham certeza de que muitos baianos ficarão de fora, pois concorrerão com estudantes de outros estados”, pontuou.

E continuou. “O nordestino não tem condição de concorrer de igual com estudantes do sul do país, pois entendo que o ensino do sul é diferente do nordeste. Hoje na Uefs há grande quantidade de estudantes nordestinos e até defendo que nas provas hajam questões de conhecimentos locais, para que os estudantes do estado tenham mais oportunidade de adentrar em universidade do nível da Uefs. Somos de um único país, mas de situações diferentes e não há como negar que há grandes desníveis, como na educação”, avaliou.

Para finalizar, o presidente José Carneiro sugeriu que a reitoria da Uefs abra um debate com a sociedade e entidades de classe envolvidas, para saber a opinião delas em relação a possibilidades da mudança. “Fico confiante de que a reitoria abrirá uma ampla discussão sobre o assunto. Espero também que o reitor repense esta decisão antes de determinar a mudança, que ele dê oportunidade de a sociedade de manifestar. Peço ainda que a Comissão de Educação desta Casa faça uma reunião com a reitoria da universidade para que traga o assunto à discussão”, finalizou.

Uefs divulga o resultado do vestibular 2015.2

downloadA Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) divulgou, nesta quinta-feira (23), o resultado do vestibular 2015.2 (ProSel), que teve as provas aplicadas de 12 a 14 de julho. A relação dos aprovados está disponível no portal da Uefs e fixada em murais localizados no prédio da Administração Central, Campus Universitário.

A matrícula será realizada de 27 de agosto a 4 de setembro, em dias pré-determinados, por curso. A Uefs também disponibilizou, na internet, a relação dos documentos necessários à matrícula.

Resultado do vestibular da Uefs será divulgado em até 15 dias

Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs)

Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs)

O Processo Seletivo (ProSel 2015.2) da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) chegou ao fim na manhã desta terça-feira (14), com a realização das provas de Física, Química e Biologia. De acordo com a Comissão Permanente de Acesso ao Ensino Superior, o resultado deverá ser divulgado até o dia 30 de julho.

A Pró-Reitora de Ensino de Graduação da Uefs, professora Amali Mussi, avaliou positivamente o vestibular desse semestre. “Não tivemos ocorrências graves, nem nas unidades de saúde nem nos postos do Instituto de Identificação Pedro Melo. Realizamos um processo seletivo extremamente tranquilo”, ressaltou. Nessa edição do ProSel, o índice total de abstenções foi de 17,75%, o que significa que dos 10.623 candidatos, 1.886 deixaram de realizar as provas. Nove candidatos foram excluídos por porte indevido de telefones celulares.

Foram oferecidas 870 vagas distribuídas em 25 cursos. O número de vagas preenchidas pode ser ainda maior, já que são oferecidas duas a mais, por curso, para candidatos que comprovadamente residam em comunidades indígenas e quilombolas. As políticas de ações afirmativas da Uefs preveem, ainda, que 50% das vagas sejam destinadas a candidatos que tenham cursado, em escolas públicas, pelo menos dois anos do ensino fundamental 1 (6º ao 9º ano) e os três anos do ensino médio. Destas vagas, 80% são reservadas às pessoas que se declaram afrodescendentes.

Fonte: Secom Bahia

CÂMARA DE VEREADORES_somos parceiro_banner de site Política in Rosa - 500x500 gif


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia