WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Seminário

:: ‘Vereadora Neinha’

Vereadora volta a criticar Central de Regulação e pede que familiares procurem o MP

Vereadora Neinha

Vereadora Neinha (PTB)

A vereadora Neinha (PTB) em seu discurso na sessão ordinária desta segunda-feira (09), na Câmara Municipal de Feira de Santana, falou sobre a importância da assistência médica na cidade e criticou a Central de Regulação Estadual. “O que salva vidas é atitude e não reformas. A fila da morte continua, ela escolhe quem vai viver e quem vai morrer”

Neinha falou para os familiares de pacientes que estão nas policlínicas ou UPAs, a espera da regulação: “Procurem o Ministério Público (MP), vão lá e denunciem. Levem os documentos dos pacientes. Porque esses locais não podem absorver o paciente por 24 horas. Pronto atendimento tem acontecido em Feira, mas continuar internado na policlínica e UPA não pode. Paciente grave precisa ser transferido. Recebi ligação da esposa de um homem que quebrou o pé e a Central de Regulação transferiu para outra cidade, que não Feira. Uma fratura de perna, foi para Irecê”, relatou.

Segundo Neinha, o direito do povo não está sendo respeitado. “Enquanto a Justiça prevalecer, vá para cima. Quantas pessoas morreram no final de semana, quantos acidentes? Isso é perda para nossa cidade. O Hospital da Mulher está lotado. Eu nunca vi transferir pessoas de Feira ou região para outras cidades. O Estado abandonou Feira, sim. Reforma não adianta nada. Não estamos falando de cidade pequena não, estamos falando da segunda maior cidade do Estado. Gostaria de pedir a atenção do MP em relação a isso. Vai continuar assim? Precisa ter um coração separado para cuidar do povo de Feira de Santana”, finalizou.

Vereadora cobra mais rapidez no atendimento a pacientes com anemia falciforme

Vereadora Neinha

Vereadora Neinha (PTB)

A anemia falciforme foi o tema do pronunciamento da vereadora Neinha (PTB), nesta segunda-feira (03), na Câmara Municipal de Feira de Santana. A edil afirmou que é preciso mais informação sobre essa doença hereditária, relativamente comum em Feira de Santana, que pode causar muitas dores pelo corpo e até mesmo levar a óbito. “A filha da minha assessora possui a doença. É uma criança de 2 anos, que estava com dor e febre, e quando foi ao Hospital da Criança demorou para ser atendida. O hospital possui espaço suficiente para ter uma unidade de referência”, disse.

Segundo a parlamentar, o programa de referência a anemia falciforme do município não é suficiente para atender a demanda da população. “Só quem tem algum familiar com esta doença sabe o que é. Um dia a pessoa acorda bem, no outro está com dor por todo corpo. Precisamos chamar mais atenção para este grave problema de saúde”, frisou.

Zé Curuca diz que Neinha queria ser a presidente da Comissão de Saúde e ele não deixou

Vereador Zé Curuca

Vereador Zé Curuca (DEM)

O vereador Zé Curuca (DEM), em seu pronunciamento, na sessão ordinária desta terça-feira (07), na Câmara Municipal de Feira de Santana, tratou sobre as visitas realizadas nas unidades de saúde de Feira de Santana e teceu duras criticas a vereadora Neinha (PTB) que também faz parte da Comissão de Saúde da Casa. Curuca é presidente da Comissão de Saúde. “Atentamente, a Comissão de Saúde desta Casa e eu, no papel de presidente, creio que estamos fazendo nossa parte. Estamos visitando as unidades de saúde na cidade e semana passada convidei a Comissão para ir ao HGCA e fui com o vereador Alberto Nery conversar com Pitangueira para saber sobre o conflito entre médicos. Acredito que é a direção do hospital quem deve resolver, não podemos nos envolver em todas os conflitos que acontecem lá. A vereadora Neinha precisa entender que não podemos mediar todos os conflitos que ocorrem dentro do HGCA”, pontuou mostrando posicionamento divergente ao da colega em assuntos relacionados à saúde.

De acordo com Zé Curuca, “as portas do Clériston Andrade se fecharam para a vereadora Neinha”. Curuca disse ainda que a conheceu lá mesmo no Clériston “mandando e desmandando”. “Agora que as portas se fecharam ela [Neinha] quer bater no hospital e jogar a culpa para a Comissão de Saúde”, completou.

Ainda de acordo com Curuca, Neinha queria ser a presidente da Comissão de Saúde e ele [Curuca] e o também vereador Luiz da Feira não deixaram, pois fizeram um compromisso no mandato. “Na época ela [Neinha] estava sem mandato e está sendo vereadora porque o ex-vereador Tom foi eleito deputado. Respeito todos os vereadores e quero ser respeitado também”, finalizou.

“A gente tem que fazer papel de vereador e não ficar na mão de diretor de Hospital”, dispara Neinha

Vereadora Neinha

Vereadora Neinha (PTB)

A vereadora Neinha (PTB) rebateu as críticas feitas pelo edil Zé Curuca (DEM). Neinha ressaltou que quando cobrou a visita ao Hospital Clériston Andrade, ao invés do presidente da Comissão de Saúde, Zé Curuca, chamar os membros acabou chamando o vereador Alberto Nery (PT) que é oposicionista. “Zé Curuca vive na mão do diretor do HGCA”, disparou Neinha.

A edil ainda disse que o vereador Zé Curuca serve a dois senhores. “Se tem a demanda, o senhor vai à unidade com um vereador do PT e volta caladinho, omitindo informações. Inclusive a minha pessoa ele omite informações”, disse.

Neinha ainda negou que haja alguma magoa por ela nao ser a presidente da Comissão de Saúde da Casa. “O atual presidente da Comissão não sabe se está com o Município ou com o Estado. Quem se divide nunca vai saber ou trazer aquilo que o povo precisa. A gente tem que fazer nosso papel de vereador e não ficar na mão de diretor de hospital. Ser amigo é uma coisa, ocultar as informações é outra”, finalizou.

Vereadora denuncia que funcionários do HGCA estão sem receber salário

Vereadora Neinha

Vereadora Neinha (PTB)

A vereadora Neinha (PTB) em seu discurso na sessão desta terça-feira (26), na Câmara Municipal de Feira de Santana, denunciou que os funcionários do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) estão há três meses sem receber salário. “O hospital hoje é todo terceirizado. Será que três meses sem pagar salário aos funcionários é bom? São pais e mães com salários atrasados. Chamo atenção do Ministério Público, Defensoria Pública para tomarem uma atitude. São pessoas que não têm como manter suas famílias porque não estão recebendo seus proventos”, alertou.

Neinha chamou a atenção dos funcionários do hospital. “Abram os olhos, pois não podem continuar trabalhando sem receber salários. Se fosse no Município, a notícia já estava na mídia e os funcionários se mobilizando, mas como é no Estado ninguém fala nada. Governador e secretário Estadual de Saúde tomem providência com o que está acontecendo no HGCA. Quem trabalha precisa ser respeitado e pagar suas contas. Como será que estes funcionários estão hoje?”, questionou.

A edil pediu ajuda da Justiça em Feira. “Atenção Justiça: precisamos de sua ajuda. Feira de Santana continua na mesma mazela: emprega pessoas e não paga”, finalizou.

Vereadora cobra transparência nas verbas destinadas ao Hospital Clériston Andrade

Vereadora Neinha

Vereadora Neinha (PTB)

A vereadora Neinha (PTB) em seu discurso nesta quarta-feira (27), na Câmara Municipal de Feira de Santana, voltou a elogiar ação do promotor de Justiça, Audo da Silva Rodrigues. Para quem não lembra, o promotor foi responsável pelo pedido de restabelecimento do atendimento de urgência ginecológica no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA). “Ontem estive reunida com o promotor e me informou que dentro do prazo de 10 dias o hospital voltará atender as urgências ginecológicas. O atendimento está garantido pela justiça”, comemorou.

A edil solicitou da Comissão de Saúde e Desporto que investigue o destino das verbas para o setor ginecológico do Clériston, uma vez que o próprio não atendia a população desde o ano de 2017. “Estou aqui para garantir o bem-estar do povo. Não tenho medo de retaliações, pois quem me colocou aqui foi Deus e eu não posso negligenciar com o meu mandato. Devo satisfação ao povo. Peço a ajuda dos meus colegas para esclarecer essa situação do Hospital Clériston Andrade”, finalizou.

Vereadora pede mais atenção para o distrito de Bonfim de Feira

Vereadora NeinhaNo uso da tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, na sessão ordinária desta quarta-feira (08), a vereadora Neinha Bastos (PTB) lamentou a realidade enfrentada pela comunidade do distrito de Bonfim de Feira. Segundo a edil, a violência tomou conta da zona rural, os moradores estão sendo vítimas frequente de assaltos.

Neinha destacou a necessidade de reforço do policiamento para garantir a segurança no local. A vereadora do PTB afirmou que a Escola Estadual Doutor Carlos Valadares, situada no distrito, está abandonada e servindo de esconderijo para os bandidos. “Bonfim de Feira está descoberto. O crime está em todo lugar. Quero pedir à polícia mais segurança para a comunidade da zona rural de nosso município. Peço que o secretário Estadual de Educação venha em Feira de Santana ver a situação dessa escola e tomar providência”, reclamou.

SAÚDE

Ainda no uso da tribuna, a vereadora Neinha Bastos voltou a reivindicar a construção de um novo hospital regional na cidade. Ela destacou a falta de estrutura adequada do Hospital Geral Clériston Andrade para atender a demanda crescente de pacientes de Feira de Santana e Municípios vizinhos.

“O governador Rui Costa precisa ter um olhar diferenciado para a saúde de Feira de Santana. O Clériston Andrade está passando por uma reforma e a cidade está gemendo com a situação da falta de assistência para a saúde. Mais uma vez volto a dizer: Feira precisa de um grande hospital para atender dignamente todos os pacientes. Deixo aqui minha indignação com a situação em que se encontram a saúde, educação e segurança pública em nosso município”, concluiu.

Neinha denuncia que salário de funcionários do HEC estão atrasados

Vereadora NeinhaA vereadora Neinha (PTB) afirmou na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana que recebeu uma denúncia de funcionários do Hospital Estadual da Criança (HEC) reclamando que mais uma vez os salários estão atrasados. De acordo com a vereadora, os funcionários não quiseram se identificar por medo de represália. “Muitos não puderam dar nenhum presente aos seus filhos no dia das crianças porque o salário está atrasado”, criticou.

Funcionários do HEC estão há três meses sem receber, denuncia vereadora

Vereadora NeinhaA vereadora Neinha (PTB) denunciou que os funcionários do Hospital Estadual da Criança (HEC) estão há três meses sem receber o seu pagamento. “Mais uma mazela do Governo do Estado. A cidade está refém do Governo”, criticou. A vereadora prometeu ainda que não pararia de falar. “O diretor do Hospital Geral Clériston Andrade ficou tão incomodado com as minhas denúncias na semana passada que ficou ligando para os vereadores pedindo para que fizesse defesa”, afirmou.

Neinha ainda chamou José Carlos Pitangueira de oportunista por ter pulado do governo do DEM para o do PT na primeira oportunidade. “Não tenho medo de Pitangueira e não sou mulher de mandar recado. Falo diretamente com ele. Se ele não fizer o trabalho bem feito eu denunciarei”, finalizou.

Vereador Tom defende Pitangueira após discurso de Neinha

Vereador TomComentando o discurso da vereadora Neinha (PTB) e fazendo a defesa do diretor do Hospital Geral Clériston Andrade, José Carlos Pitangueira, o vereador Tom (PEN) destacou que ele é seu amigo e que todas as vezes que precisou foi muito bem atendido.

“Sabemos que a demanda é grande, o HGCA é bombardeado e não suporta. Todas as cidades vizinhas enviam seus doentes. Como pessoa e como gestor Pitangueira tem o meu respeito”, afirmou.

Vereadora quer explicações sobre setor de obstetrícia do HGCA

Vereadora NeinhaReclamando da forma como as gestantes são tratadas na rede estadual de saúde de Feira de Santana, a vereadora Neinha (PTB) pediu que a Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Feira de Santana faça uma fiscalização no setor de obstetrícia do Hospital Geral Clériston Andrade para mostrar a sociedade o que está acontecendo no local. A vereadora lembrou que o HGCA era referencia no atendimento a mulheres com gravidez de risco.

“Eu quero saber a verdade escondida no Hospital Geral Clériston Andrade por que o Governo do Estado foi o que teve maior votação aqui na cidade de Feira de Santana. Quem tem plano de saúde não sabe o que é chegar para parir e não ter vaga”, reclamou.

Pablo solicita licença para voltar a SEPREV; Neinha assume vaga

Vereador Pablo Roberto e vereadora NeinhaO vereador Pablo Roberto (PHS) leu o seu pedido de licença da Câmara Municipal de Feira de Santana para que possa voltar a assumir a Secretaria Municipal de Prevenção a Violência e Promoção dos Direitos Humanos (SEPREV). A vereadora Neinha (PTB), suplente de Pablo, assume a cadeira na Casa da Cidadania a partir desta quarta-feira (06). Pablo agradeceu a todos os seus colegas a forma respeitosa e harmoniosa com que foi recebido na Casa.

Dia do Médico lembrado na Câmara

Vereadora NeinhaOs vereadores lembraram a passagem do dia do Médico, comemorado em 18 de outubro, lembrando que a categoria é guerreira, principalmente em tempos de saúde complicada no país. Os edis ainda ressaltaram a importância da categoria para a comunidade que muitas vezes deixam suas vidas para cuidar de outras vidas. “Ser médico é abrir mão da sua vida para servir a outras vidas”, disse a vereadora Neinha (PTB).

Karoliny Dias

 

Neinha responde a quem disse que seu mandato tinha dono

Vereadora Neinha“Tive 3.229 votos do meu povo. Não consegui chegar por causa de 290 votos”. Foi assim que a vereadora Neinha (PTB) respondeu a todos que disseram que o seu mandato tinha dono. “Na minha casa não teve polícia. Entrei como mulher de Deus e saio como mulher de Deus”, disse, provavelmente referindo-se ao Pastor Pedro, candidato a vereador que na semana passada foi conduzido coercitivamente pela Polícia Federal com a acusação de compra de votos e que na eleição passada a apoiou. “Não estou triste. É o jogo político. Quero parabenizar quem ficou”, completou.

Karoliny Dias

Levante a Voz - Todos contra a Dengue Câmara Municipal de Feira de Santana - Lado a Lado


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia