WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Peixaria

:: ‘Vereador Roberto Tourinho’

Após vereador tecer críticas a Ronaldo e ex-prefeitos, líder do Governo puxa microfone

Vereador Roberto Tourinho e o líder do Governo Lulinha-montagem Política In Rosa

Vereador Roberto Tourinho e o líder do Governo, vereador Lulinha-montagem Política In Rosa

O vereador Roberto Tourinho (PV), após a aprovação em primeira discussão do projeto de lei de nº 114/2018 que determina o Orçamento Impositivo nesta segunda-feira (15), sofreu com a intempestividade do líder do Governo, o vereador Lulinha (DEM). Enquanto discursava fazendo críticas aos colegas pelo fato de ter sido discutido na Câmara Municipal de Feira de Santana anteriormente a possibilidade de haver o Orçamento Impositivo, mas nunca ter acontecido por haver uma proibição do ex-prefeito José Ronaldo e de ex-prefeitos, Tourinho teve o microfone bruscamente tirado pelo líder do Governo com a justificativa de que o seu tempo havia acabado (veja o vídeo). “Eu ainda não terminei de falar. Pelo que me consta o senhor não é o presidente desta Casa, vereador”, reagiu Tourinho, continuando a sua fala.

Roberto Tourinho pede revisão do sistema de votação por parte do TRE-BA

Vereador Roberto Tourinho

Vereador Roberto Tourinho (PV)

O vereador Roberto Tourinho (PV) chamou a atenção do TRE e TSE para que fosse revista a forma como as eleições foram conduzidas, pois segundo ele, as mudanças não foram favoráveis para o pleito. “Quero falar mais uma vez para que o TRE e o TSE corrijam os erros ocorridos em Feira de Santana. Se tivermos esse mesmo problema em uma eleição municipal, onde a presença dos eleitores nas urnas é bem maior, haverá grande prejuízo à população do nosso município. Identificamos que em Feira de Santana, cerca de 30 mil pessoas deixaram de votar, pois não fizeram o recadastramento da Biometria e a instalação das máquinas não surtiu eleito, pois o objetivo é evitar que o eleitor escrevesse seu nome e fosse direto para a máquina, havendo redução do tempo de votação. Mas, o que aconteceu foram que as máquinas, na maioria, não fizeram a leitura da digital apenas com o polegar e alguns tiveram quer colocar todos os dedos, o mesmo tempo que gastaria para colocar os nomes”, pontuou Tourinho.

O edil lembrou mais que a junção das sessões eleitorais também dificultou a votação. “Houve concentração para votação, juntaram três sessões e apenas uma urna. Na sessão que voto, sempre tinham duas urnas, então a sessão que tinha em media 300 pessoas votando, passou a ter mil pessoas votando, com apenas uma urna, o que formou fila quilométrica”, disse.

Para finalizar, Tourinho observou a falta de treinamento dos voluntários que trabalharam no pleito. “As pessoas que trabalharam nesta eleição, com todo o respeito, não foram treinadas para dirigirem às sessões. Muitas não sabiam praticamente nada. Fui chamado  a atenção por ter colocado em minha camisa preguinhas de dois candidatos e tive que explicar que meu ato era legal. Mas, isso reflete um despreparo e não vou culpar a pessoa que estava ali sem receber nada, de forma voluntária”, finalizou.

“José Ronaldo fez como o escorpião: traiu”, acusa Tourinho

Vereador Roberto Tourinho

Vereador Roberto Tourinho (PV)

O vereador Roberto Tourinho (PV) fez a leitura da fábula “O escorpião e o sapo” em seu discurso na manhã desta quarta-feira (03), fazendo comparativos com o atual cenário político da Bahia. “Ouvi o líder do Governo, o vereador Lulinha (DEM) falando e entendo a importância da escola, mas educação não se resume à construção de escolas, mas sim ao cumprimento de meta estabelecida pela valorização da educação e vários outros pontos de uma administração municipal. Reconheço que escolas foram construídas, mas não podemos deixar de dizer que existem muitas falhas. Fui procurado por uma diretora, que me informou que até o momento a escola não tinha recebido farda. Quando busquei o por que fui informado de que houve um atraso no processo licitatório”, pontuou Tourinho. E continuou garantindo que trabalha em prol do povo e não para agradar lideranças políticas. “Sou um vereador que compõe a base, portando sou um aliado e não um alienado. Debato, divirjo e apoio o que deve ser apoiado. Não estou aqui por pedidos, mas sim pela minha história e amigos que me confiaram os votos. Por isso, não se pode deixar de ter a sensibilidade de entender que, quando o governo erra, deve ser criticado com o desejo de que os erros sejam corrigidos. Não se pode confundir apoio com atos de subserviência”, avaliou.

Sobre a fábula “O escorpião e o sapo”, Tourinho disse que fez a leitura a pedido de alguns profissionais da imprensa, destacando que aquele era um momento oportuno para repeti-la. “Quem é escorpião, morre escorpião. É quem a vida toda só sabe trair, ferroar, fazer da política o laboratório da maldade. Existem pessoas que dormem e acordam pensando de que forma vão trair, apunhalar. Está na corrente sanguínea”, comparou. E continuou. “Imaginem de que ACM Neto, pelo qual não tenho simpatia, presidente do DEM, coordenador da campanha de Geraldo Alckmin no Nordeste, que tem Ronaldo como seu candidato ao Governo do Estado, teve que ouvir Ronaldo pedir votos para outro candidato à Presidência, faltando poucos dias para as eleições. Ronaldo fez como o escorpião: traiu. A pessoa deve ter postura na vida. Quem trai em Feira, trai na Bahia, no Brasil. Não posso aceitar um ato desta natureza”, observou.

Tourinho disse mais que a discussão hoje não é se Ronaldo vai ganhar no estado, e sim o tamanho da derrota em Feira; se vai perder por muito ou por pouco. “Acho que não deveria perder em Feira, pois tem uma carreira política na cidade, a qual não podemos negar. Ele tem serviço prestado, mas a população cansou e está chateada pela maneira como foi conduzida”, avaliou. E finalizou, desejando sabedoria à população na hora de votar e respondendo a pergunta de Lulinha, em quem ele irá votar para governador da Bahia. “Que Deus dê sabedoria e que a população escolha a melhor opção. Meu candidato não é Ronaldo, se quer eu digo, pois não digo nos cantos. Não faço como muitos, que não têm coragem de falar aqui e falam nos cantos, nas salas. Homem público tem que ter coragem, não fico nas esquinas confabulando. E digo: desejo sucesso à Vossa Excelência, assim como os demais vereadores que são candidatos, mas não percam de vista a coragem que norteia o homem”, findou se dirigindo a Lulinha.

“Targino colocou muito mais gente em evento do que o candidato a governador do DEM”, dispara Tourinho

Vereador Roberto Tourinho

Vereador Roberto Tourinho (PV)

O vereador Roberto Tourinho (PV) disse admirar ditados antigos e fez relação deles com a atual campanha para o Governo do Estado da Bahia. “Gosto muito do ditado dos mais velhos e têm dois que admiro: “Quem semeia vento colhe tempestade” e “Boa cama faz quem nela se deita”. Quero dizer que a situação de desespero do candidato do DEM nesta eleição é o reflexo destes dois ditados. Hoje, a discussão não é o resultado da eleição na Bahia e sim como será em Feira de Santana. Este é o comentário nos meios políticos. Sabe por quê? Porque boa cama faz quem nela se deita. Quem semeia vento colhe tempestade”, pontuou Tourinho.

Ainda no uso da tribuna,Tourinho comparou os eventos realizados pelo candidato a  Governo do Estado do DEM e do deputado Targino Machado, em uma casa de shows da cidade. “Targino, como candidato a deputado estadual, colocou muito mais gente no Prime do que o candidato ao Governo do Estado do DEM. Sabe por quê? Porque os correligionários do ex-prefeito cansaram. Estavam por ai dizendo do tratamento que receberam. Esta aí o resultado do que foi feito em Feira de Santana. O resultado de quem maltratou, de quem traiu. Pena que poucos têm a coragem de chegar a público e dizer”, observou.

Candidato opositor na eleição passada, Tourinho apoiará José Carneiro

Vereador Roberto Tourinho

Vereador Roberto Tourinho (PV)

O vereador Roberto Tourinho (PV), que manifestou seu interesse na última eleição da Câmara Municipal de Feira de Santana para ser o presidente do Legislativo feirense, afirmou ao site Política In Rosa de que não irá concorrer as eleições para esse biênio. “Estamos caminhando para ter uma chapa única. O vereador e atual presidente, José Carneiro (PSDB), tem conseguido agregar votos para concorrer à presidência da Câmara e ninguém é candidato de si só. Ele [Zé Carneiro] contará com meu apoio”, disse.

“Pedir votos em instituições religiosas é crime”

Vereador Roberto Tourinho

Vereador Roberto Tourinho (PV)

O vereador Roberto Tourinho (PV), em seu discurso na Câmara Municipal de Feira de Santana, na sessão desta terça-feira (28), parabenizou o Ministério Público pela decisão que torna crime eleitoral o ato de pedir votos em instituições religiosas.

“Decisão acertadíssima da Justiça. O Ministério Público vai estar atento a essa prática. O argumento é bastante simples: não é que a igreja não possa participar da vida política, mas o púlpito religioso não deve ser usado para promover candidatos”, destacou, cumprimentando os estudantes do curso de Direito e demais presentes nas galerias da Casa.

“Ao fazer parte de um grupo não vendi a minha alma e nem calei a minha voz”, dispara Tourinho

Vereador Roberto Tourinho

Vereador Roberto Tourinho (PV)

O vereador Roberto Tourinho (PV) afirmou, em seu discurso na Câmara Municipal de Feira de Santana, que nunca mudou o curso da sua trajetória política, ou seja, nunca se elegeu por uma coligação e no curso do mandato aderiu a qualquer que fosse o governo. “Se existe alguém que tem lado sou eu. Estou no meu sétimo mandato de vereador e durante seis deles fui vereador de oposição do primeiro ao último dia. Na última eleição o meu partido apoiou o ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo, mas isso não me tirou o direito, o raciocínio e muito menos a minha independência de me posicionar nessa Casa. Eu sou aliado, não sou alienado. Eu penso e tenho as minhas posições”, disparou.

Tourinho lembrou ainda que quando ficou insatisfeito com o ex-prefeito José Ronaldo fez questão de protocolar em seu gabinete uma solicitação em que o deixava a vontade para exonerar os poucos cargos que o pertencia. “O meu mandato é muito maior do que cargos que possam ter”, completou. Ele ainda ressaltou que é aliado do atual prefeito, Colbert Martins, mas que é ate o dia em que entender que deve se portar desta forma sem com isso lhe tirar o direito de divergir. “Não cheguei a esta Casa por causa de prefeito ou deputado. Cheguei principalmente pelo meu trabalho político e pelos amigos que tenho. Isso me dá a liberdade de votar como eu devo votar. Ao fazer parte de um grupo não vendi a minha alma e nem calei a minha voz”, explicou.

“Não mordo e assopro ao mesmo tempo”, diz José Carneiro

Vereador José Carneiro

Vereador José Carneiro (PSDB)

Após o discurso do vereador Roberto Tourinho (PV), dizendo que “é aliado político e não alienado” e que por isso age de acordo com a sua consciência na vida pública, o presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro (PSDB) parece que enviou não uma indireta, mas uma direta para o colega. Na sequência da fala de Tourinho, Carneiro disparou. “Quero dizer a quem interessar possa que não mordo e assopro ao mesmo tempo”.

E ainda fez uma observação, essa já se dirigindo diretamente ao colega. “O senhor não ficou a vida na oposição. O senhor se elegeu com o prefeito José Falcão e não fez oposição a ele”. Tourinho explicou que quando tomou posse em seu primeiro dia de mandato como secretário e assim que voltou a Casa já o fez como oposição. “Eu participei do Governo, por isso não fiz oposição”, explicou.

Não satisfeito, José Carneiro voltou a rebater. “O senhor também participou do Governo José Ronaldo como secretário”. E Tourinho mais uma vez não fugiu ao debate. “Participei do Governo porque participei da campanha, não fui candidato a vereador e fui convidado. Como também tive e tenho a total liberdade para dizer o que eu penso e o que eu acho”. Carneiro garantiu que também goza da mesma liberdade.

“Proposta indecente”, diz Tourinho sobre chamado para Gerusa ser candidata a deputada federal

Vereador Roberto Tourinho

Vereador Roberto Tourinho (PV)

Fazendo uma análise da candidatura da vereadora Gerusa Sampaio (DEM) a deputada federal, o vereador Roberto Tourinho (PV) pontuou algumas dificuldades que a candidata deverá enfrentar. “Para candidata a deputado estadual seriam necessários 45 mil votos. Para federal, a senhora vai precisar de 80 mil votos. Fica uma dica, comece pegando o apoio dos vereadores desta Casa, ligados ao seu líder, e que ainda não têm candidatos definidos”, sugeriu.

Tourinho lembrou ainda que em 2010, Colbert Filho foi candidato a deputado federal pela oposição e na eleição seguinte saiu candidato aliado de José Ronaldo e teve uma queda expressiva na votação. “Tenha cuidado. Esses candidatos que vêm de fora, são trazidos pelos líderes. Essa proposta que lhe fizeram é indecente”, alertou.

Gerusa era candidatura a deputada estadual e, na opinião de Tourinho, com reais chances de conseguir a sua eleição. Com a desistência de Zé Chico, o DEM ficou sem candidato a deputado federal e o ex-prefeito José Ronaldo de Carvalho pediu que Gerusa ocupasse esse espaço que ficou vago.

Demora nas obras do BRT faz vereador formar comissão para visitação

Vereador Roberto Tourinho

Vereador Roberto Tourinho (PV)

O vereador Roberto Tourinho (PV) afirmou que formará uma comissão de vereadores para saber os motivos pelos quais as obras do BRT em Feira de Santana estão paradas. “Uma das obras mais discutidas nos últimos anos é o BRT. Elas tiveram início no dia 24 de junho de 2015 e já estamos em 12 de junho de 2018, ou seja, vai completar três anos e durante um bom período estas obras ficaram paralisadas por indetermináveis ações e representações judiciais. Isso fez com que as obras ficassem paradas por um tempo. Tão logo Colbert assumiu a Prefeitura  e quando cobrado pela imprensa sobre a conclusão do BRT, afirmou que seriam concluídas no fim deste ano. Faltam apenas seis meses para findar o ano e talvez o prefeito tenha sido induzido ao erro quando deu este prazo”, pontuou Tourinho.

O edil relatou mais que o BRT foi fruto de um empréstimo de R$ 90 milhões, feito pelo ex-prefeito José Ronaldo, e depois um aditivo. “R$ 90 milhões corresponde a 10% do orçamento do Município. A exceção das duas trincheiras, observa-se de que as demais obras referentes ao BRT apresentam um atraso em seu cronograma. A imprensa cobra, a população anseia e esta Casa, de forma natural, acompanha e deseja a conclusão dessa obra’, afirmou.

Ainda no uso da tribuna, Tourinho disse que como presidente da Comissão de Obras, Infraestrutura, Meio Ambiente e Agricultura da Casa, formará uma comissão de vereadores para visitarem as obras do BRT. “Vamos marcar uma data e anunciar para os colegas para que possamos visitar as obras do BRT, pois teremos em agosto a audiência pública para discutir este equipamento e o transporte público coletivo e precisamos fazer o dever de casa. Se os empresário garantiram que virão à audiência, vamos cobrar algumas atitudes e para isso precisamos saber os motivos da paralização da obra”, disse.

Para finalizar, Tourinho ressaltou a importância da obra do BRT. “Quando passo pelo BRT não vejo ninguém trabalhando. São uma média de R$ 100 milhões, que não podem cair no esquecimento. A comissão irá propor esta visita e fazer nosso dever de casa, tomando conhecimento dos motivos das obras estarem paradas”, findou.

Tourinho afirma que não se arrepende das apreensões de sons enquanto era secretário

Vereador Roberto Tourinho

Vereador Roberto Tourinho (PV)

O vereador Roberto Tourinho (PV) comentou sobre as apreensões de sons que fez enquanto estava como secretário de Meio Ambiente de Feira de Santana. O discurso do vereador se deu porque nesta terça-feira, dia 5 de junho, comemora-se o Dia Internacional do Meio Ambiente. “Enquanto era secretário fazendo o meu trabalho não estava preocupado em perder votos. Se pudesse teria apreendido mais. E, diferente do que achavam, me elegi com a maior quantidade de votos que já tive. Temos que fazer a coisa certa e combater o que é errado”, afirmou.

Grupo dos incendiários x Grupo dos bombeiros: “Não faço parte de nenhum”

Vereador Roberto Tourinho

Vereador Roberto Tourinho (PV)

Na sessão desta terça-feira (29), o vereador Roberto Tourinho (PV) dividiu a Câmara Municipal de Feira de Santana em dois grupos: o dos incendiários e dos bombeiros. A fala do vereador se deveu ao  fato de que um grupo de vereadores se declarar como independentes nesta segunda-feira (28). Tourinho ressaltou que não faz parte de nenhum deles. “Respeito todas as opções políticas. Prefiro ser o que sempre fui: o fogo, a tocha, aquele que está o tempo todo lutando e defendendo meus ideais”, disse Tourinho.

Ainda segundo o vereador, existem digitais por trás desta mobilização e por isso fez um alerta aos colegas. “Tomem cuidado para que os soldados que estão de prontidão não sejam os que venham ainda a receber medalhas por terem combatido a luta. Cuidado. Eu já estiva na Faixa de Gaza e é uma luta desigual. Estou preocupado com os salva vidas desta luta. Cuidado com os bombeiros, pelotão de insatisfeitos”, alertou.

O edil lembrou que a insatisfação dos colegas não é com Colbert e sim com os insurgentes que não estão tendo o tratamento igual a dos bombeiros. “E isso vem desde o Governo passado, mas só agora chegaram ao limite”, avaliou.

“Se cercar vira hospício, se colocar a lona vira circo”

Vereador Roberto Tourinho

Vereador Roberto Tourinho (PV)

O vereador Roberto Tourinho (PV) comentou a ida do vereador Edvaldo Lima (PP) à Câmara Municipal de Feira de Santana a cavalo. Tourinho disparou a seguinte frase. “Quando eu disse que se cercasse a Câmara de Vereadores viraria um hospício e se colocasse uma lona viraria um circo fui duramente criticado. Hoje só precisa cobrar ingresso para assistir o espetáculo que está acontecendo fora dessa Casa”.

Tourinho pede que quatro projetos de sua autoria sejam promulgados pela Câmara

vereador Roberto Tourinho

Vereador Roberto Tourinho (PV)

Segundo o vereador Roberto Tourinho (PV), quatro leis de sua autoria não foram sancionadas pelo prefeito José Ronaldo e nem promulgadas pela Câmara de Feira de Santana. A Lei Orgânica do Município disse que a Prefeitura Municipal tem o prazo de 15 dias úteis para vetar ou sancionar. Passado esse prazo a Câmara Municipal de Feira de Santana deve promulgar a lei. “Estou requerendo o cumprimento do Regimento Interno e que a Câmara promulgue as leis. O hábito do cachimbo não pode deixar a boca torta, solicito o cumprimento do Regimento e que as leis sejam promulgadas”, afirmou.

“Espero que a paz continue reinando neste lugar”

Vereador LulinhaCausou uma grande polêmica em todo o estado da Bahia a fala do vereador Roberto Tourinho (PV) sobre a Câmara Municipal de Feira de Santana. “Se jogar lona vira circo, se cercar vira hospício”, disse Tourinho na sessão desta segunda-feira (05). O vereador Marcos Lima (PRP) chegou revoltado e exigiu energicamente do presidente que providências fossem tomadas sobre a fala do colega. Uma reunião com todos os edis foi convocada pelo presidente da Casa, o vereador José Carneiro (PSDB). Após quase meia hora reunidos a sessão foi retomada com a seguinte frase do líder do Governo, o vereador Lulinha (DEM). “Espero que a paz continue reinando neste lugar”. Então tá.

“A Rosa e a São João, numa manobra sem vergonha, estão começando a tirar ônibus e colocar microônibus”, denuncia Tourinho

vereador Roberto TourinhoO vereador Roberto Tourinho (PV) destacou que está alertando sobre a situação financeira das empresas que são permissionárias do transporte coletivo da cidade e da recuperação judicial da São João e sobre o BRT. Para Tourinho, as empresas não terão condições de operar o novo sistema. Exemplo disso, segundo o vereador, é que em algumas comunidades os ônibus estão sendo retirados e substituídos por microônibus, o que traz para eles economia com mão de obra e custos. “A Rosa e a São João, numa manobra sem vergonha, estão começando a tirar ônibus e colocar microônibus. Eles já estão começando a fazer isso em algumas localidades como no bairro Três Riachos”, alertou.

“Uma empresa que não tem condições de pagar terá condições de operar o BRT?”, questiona vereador

Vereador Roberto TourinhoRespondendo a fala do líder do Governo, o vereador Lulinha (DEM), o vereador Roberto Tourinho (PV) voltou a reafirmar o pedido de apreensão de seis ônibus da empresa São João pelo banco Mercedes Benz. “O processo está suspenso por seis meses, é verdade. O que o senhor não entender e que o Governo Municipal não entendeu é que se uma empresa não tem dinheiro para pagar seis ônibus, essa empresa terá de R$ 8 a R$ 10 milhões para implantar os ônibus articulados do BRT? É isso que não está sendo dito ao povo de Feira de Santana”, disparou.

O vereador reclamou ainda que o governo está calado e o BRT está custando para o Município R$ 90 milhões. “Não existe BRT sem os ônibus articulados”, completou. Tourinho concluiu sua fala dizendo que foi o Governo Municipal que blindou as empresas para que elas não participassem da audiência pública que discutiria a situação financeira das mesmas.

Roberto Tourinho denuncia que empresa terá mais seis ônibus apreendidos

vereador Roberto TourinhoO vereador Roberto Tourinho (PV) denunciou que a justiça determinou a apreensão de seis ônibus da empresa São João, a mesma que pediu recuperação judicial e não participou da audiência pública na semana passada que pedia explicações sobre a situação financeira da mesma. “A empresa São João terá mais seis ônibus retirados das ruas por causa de uma carta precatória civil busca e apreensão requerido pelo banco Mercedes Benz do Brasil. A decisão foi para que seja feita a busca e apreensão de seis veículos de propriedade da empresa”, criticou.

O vereador lembrou que a Prefeitura Municipal tomou um empréstimo no valor de R$ 90 milhões para a implantação do BRT. “Se a Prefeitura não tomar cuidado com essas empresas não terá BRT e terá que pagar o empréstimo”, alertou. O vereador concluiu dizendo que essas empresas não terão condições de colocar para funcionar o BRT. “Elas não tem condições de operar o BRT”, finalizou.

CÂMARA DE VEREADORES_somos parceiro_banner de site Política in Rosa - 500x500 gif


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia