WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-CRQM

:: ‘vereador Lulinha’

Líder do Governo exalta seu trabalho e diz que está no cargo até o gestor definir

Vereador Lulinha

Vereador Lulinha (DEM)

O vereador Lulinha (DEM) informou que continua líder do Governo na Câmara Municipal de Feira de Santana até o prefeito Colbert Martins definir se haverá alguma troca. “Até o momento o prefeito não anunciou se eu permanecerei ou se sairei. Vou aguardar para que possa conversar com ele e definir a questão da liderança na Casa que é um cargo de confiança do gestor municipal. Tenho a consciência tranquila de que fiz um bom trabalho a frente da liderança do Governo tanto na gestão do ex-prefeito José Ronaldo como na do prefeito Colbert Martins, aprovando e discutindo com os colegas vereadores todos os projetos que o gestor programou para o desenvolvimento de Feira de Santana”, disse ao site Política In Rosa.

Lulinha faz balanço do seu mandato e afirma que em 2019 o trabalho continuará

Vereador Lulinha

Vereador Lulinha (DEM)

O vereador Luiz Augusto de Jesus – Lulinha (DEM) fez uma avaliação positiva do seu mandato neste ano de 2018, garantindo que em 2019 o trabalho continuará constante, buscando projetos e ações que beneficiam Feira de Santana e seus distritos. Segundo o vereador foi um ano de muitas conquistas e serviços realizados na sede e na zona rural através de seus reclames atendidos na gestão do ex-prefeito José Ronaldo e do atual prefeito Colbert Martins, além apontar sua atuação como líder do governo na Câmara Municipal, afirmando que desenvolveu a liderança com muita ética, responsabilidade, diálogo e compromisso.

“Finalizo o ano com a sensação de dever cumprido, foram várias obras e serviços realizados no município através de meu pedido, como pavimentação de ruas, construções e reformas de escolas, troca de lâmpadas, limpeza geral, patrolamento de estradas e muitos mais. Como líder governista orientei a bancada de situação no tocante a importância da aprovação das matérias para a continuidade do desenvolvimento da cidade e sendo a “ponte” entre os Poderes Legislativo e Executivo e encerramos o ano com todos os Projetos de Lei encaminhados pelo Poder Executivo aprovados por maioria dos presentes. Estou feliz”, disse.

Lulinha, ainda apresentou o balanço do seu mandato, destacando 08 Projetos de Lei, 123 Requerimentos, 188 Indicações de sua autoria aprovados na Casa da Cidadania, além de 09 Decretos Legislativos, 246 Moções, 1015 Ofícios, ainda pontuou a realização de sessões solene em homenagem ao Dia do Professor; Dia do Médico; Dia do Vigilante; Dia do Enfermeiro; Dia do Servidor Público; Dia das Mães e outros. Além de três importantes Ações Sociais realizadas nos bairros Conceição I, Conceição II e no distrito de Matinha que promoveram muitos serviços gratuitos para a população e contou com o total apoio do vereador. :: LEIA MAIS »

Marcos Lima questiona líder do Governo sobre pacote de obras: “Vai ter?”

Vereador Marcos Lima

Vereador Marcos Lima (PRP)

“Já que é um governo de continuidade, vai ter pacote de obras no final do ano?”. O questionamento foi feito pelo vereador Marcos Lima (PRP) à liderança do Governo na Câmara Municipal de Feira de Santana. Ele argumentou que já foi aprovado o Orçamento do Município para 2019 e não houve redução de recursos, por isso está sendo aguardado o anúncio, como tem ocorrido nos últimos anos.

A resposta do líder do Governo, vereador Lulinha (DEM), que de antemão garantiu que todos os pleitos da comunidade serão atendidos. Segundo ele, caso o anúncio das obras a serem realizadas no próximo ano não seja feito ainda no mês de dezembro, certamente ocorrerá no início de janeiro.

Lulinha pede que colegas digam com quem na verdade estão insatisfeitos

Vereador Lulinha

Vereador Lulinha (DEM)

A bancada governista tem demonstrado constantemente a sua insatisfação com o líder do Governo, o vereador Lulinha (DEM). Mas o líder acha que a insatisfação na verdade não é dirigida a ele, que tem servido como bode expiatório. “A insatisfação não é comigo. Usem o microfone e digam com quem estão insatisfeitos. Tenham certeza que todos os pleitos dos vereadores que me foram pedidos foram passados para o prefeito, mas eu não tenho a caneta na mão”, afirmou.

Vereador diz a líder do Governo que foi eleito pelo povo e não por cargos

Vereadores Ron do Povo e Lulinha-montagem Política In Rosa

Ron do Povo e Lulinha da Conceição – montagem Política In Rosa

O vereador Ron do Povo (PTC), na discussão de um projeto de lei de sua autoria, se dirigiu ao líder do Governo, o vereador Lulinha (DEM), e disse que não foi eleito através de vários cargos. Ron pediu mais respeito ao colega. “O líder do Governo bate muito a cabeça. Às vezes nós vereadores precisamos da sua ajuda e ele não retribui com o prefeito Colbert Martins. Estamos sofrendo um pouco nesta Casa. Mesmo assim vou em frente porque não fui eleito com vários cargos, mas com trabalho e meu nome”, disse Ron.

Líder do Governo diz que muitos feirenses dependem das cooperativas

Vereador Lulinha

Vereador Lulinha (DEM)

Respondendo as críticas do vereador Pastor Tom (PATRI) e ressaltando que com isso não fazia a defesa das cooperativas, o líder do Governo, vereador Lulinha (DEM), afirmou que muitas pessoas na cidade dependem e brigam por uma vaga em cooperativas da cidade. “Não estou defendendo as cooperativas. Estou defendendo os cidadãos que nelas trabalham. Haveria muitos desempregados em nossa cidade hoje se não existisse as cooperativas”, afirmou. Lulinha disse ainda que futuramente o Governo Municipal poderia ver se conserta o fato de que os funcionários não recebem direitos trabalhistas com a entrada de empresas.

Líder do Governo destaca fim da verba de subvenção

Vereador Lulinha

Vereador Lulinha (DEM)

“Esse é o último ano em que os vereadores vão poder destinar verba de subvenção para as entidades filantrópicas de Feira de Santana. São R$ 50 mil para ajudar associações e instituições que atuam na cidade”. A informação foi prestada pelo vereador e líder do Governo Lulinha (DEM), durante pronunciamento na sessão desta quarta-feira (31) na Câmara Municipal de Feira de Santana.

Em aparte, o vereador Alberto Nery (PT), ao lamentar a possibilidade de suspensão da liberação do recurso, informou que o prefeito municipal Colbert Martins da Silva Filho deverá se reunir com os vereadores para discutir o projeto que extingue o repasse de verba de subvenção para entidades filantrópicas. “Essa verba é de extrema importância. É preciso discutir antes de qualquer decisão”, ressaltou.

“Vá trabalhar e pare de fazer picuinha”, dispara Nery para Lulinha

Vereador Alberto Nery

Vereador Alberto Nery (PT)

Falando do edil Lulinha que é líder do Governo, o vereador Alberto Nery questionou quando ele reconhecerá que as eleições acabaram e que o povo da Bahia reconheceu o trabalho do governador Rui Costa. “Reconhece tanto que o reelegeu com 75,5% dos votos válidos. E ele insiste e ficar fazendo críticas e picuinha com o Governo do Estado. As eleições já passaram, Lulinha, vá trabalhar. Faça o seu trabalho. Bolsonaro ganhou no país, mas aqui na Bahia ganhamos. Em apenas quatro cidades do estado Bolsonaro ganhou. Aceite”, disparou.

Nery disse ainda que o PT reconheceu o resultado das urnas, não fará terceiro turno como Aécio Neves fez e fará oposição a Jair Bolsonaro. “Mas estou cansado de picuinhas. Às vezes me ausento da sessão porque se fala muita besteira aqui nessa tribuna e não tenho paciência de ouvir. Enquanto isso um colega seu, o vereador Gilmar Amorim (PSDC) cobra aqui a poda de uma árvore”, criticou.

“Alguns vereadores não estão se sentindo bem com o vereador Lulinha como líder do Governo”

Zé Curuca e Lulinha-montagem Política In Rosa

Zé Curuca e Lulinha-montagem Política In Rosa

Apos mais uma confusão do líder do Governo, o vereador Lulinha (DEM), o vereador Zé Curuca (DEM) pediu a palavra e desabafou. Segundo Curuca, o comportamento de Lulinha está incomodando alguns colegas. “Alguns vereadores não estão se sentindo bem com o vereador Lulinha como líder do Governo”, afirmou Zé Curuca.

Lulinha não havia registrado a presença, fez a leitura da ata da sessão anterior e só quando pediu tempo para o horário das lideranças percebeu o erro. O presidente José Carneiro (PSDB) permitiu que Lulinha falasse, mesmo tendo pedido tempo enquanto não estava registrada a sua presença. Mesmo com a concessão Lulinha brigou com o presidente e os colegas.

Após vereador tecer críticas a Ronaldo e ex-prefeitos, líder do Governo puxa microfone

Vereador Roberto Tourinho e o líder do Governo Lulinha-montagem Política In Rosa

Vereador Roberto Tourinho e o líder do Governo, vereador Lulinha-montagem Política In Rosa

O vereador Roberto Tourinho (PV), após a aprovação em primeira discussão do projeto de lei de nº 114/2018 que determina o Orçamento Impositivo nesta segunda-feira (15), sofreu com a intempestividade do líder do Governo, o vereador Lulinha (DEM). Enquanto discursava fazendo críticas aos colegas pelo fato de ter sido discutido na Câmara Municipal de Feira de Santana anteriormente a possibilidade de haver o Orçamento Impositivo, mas nunca ter acontecido por haver uma proibição do ex-prefeito José Ronaldo e de ex-prefeitos, Tourinho teve o microfone bruscamente tirado pelo líder do Governo com a justificativa de que o seu tempo havia acabado (veja o vídeo). “Eu ainda não terminei de falar. Pelo que me consta o senhor não é o presidente desta Casa, vereador”, reagiu Tourinho, continuando a sua fala.

Vereador reclama de compra de votos e falta de fiscalização da PF nas eleições

Vereador Lulinha

Vereador Lulinha (DEM)

O vereador Lulinha (DEM) que foi candidato a deputado estadual e não conseguiu se eleger reclamou que houve compra de votos nessa eleição por parte de alguns candidatos. Segundo Lulinha, não houve por parte da Polícia Federal o mesmo rigor na fiscalização como houve na eleição para vereador. “Estava escancarado nos bairros e distritos de Feira de Santana a compra de votos. Não houve uma posição da Polícia Federal como houve na eleição de vereador onde a PF intimidou essa ação, o que deu a oportunidade de muitos vereadores se elegerem”, afirmou. Lulinha reclamou ainda da desorganização no processo eleitoral por parte do Tribunal Regional Eleitoral do Estado da Bahia.

Líder do Governo ressalta compromisso do Município com a educação

Vereador Lulinha

Vereador Lulinha (DEM)

No uso da tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, na sessão desta quarta-feira (03), o vereador e líder governista, Lulinha (DEM), criticou a oposição feita à gestão do ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho. O edil pontuou os investimentos realizados pelo governo municipal para melhoria da qualidade da educação, como reforma e construção de creches e escolas, aquisição de equipamentos, fardamento e material escolar, capacitação de professores, dentre outras. “É muito fácil a oposição criticar o ex-prefeito José Ronaldo, que pegou feira de Santana com a estrutura da educação totalmente destruída e construiu mais de 30 escolas e creches em diversos bairros. Em sua gestão, José Ronaldo promoveu reformas em escolas da sede e zona rural”, informou.

Lulinha questionou o vereador Alberto Nery (PT) sobre a falta de cobranças ao Governo do Estado para realização de investimento neste município. “Nery, por que você não cobrou a construção e reforma de escolas, fardamento e material escolar para os alunos  ao Governo do Estado? Tem escola estadual em Feira de Santana que está há mais de seis meses sem professor de português. Quatro anos se passaram e não vimos Rui Costa fazendo uma obra sequer por aqui”, criticou.

O líder do Governo prosseguiu criticando. “As escolas estaduais de Feira de Santana estão acabadas. O Estado fechou uma escola com 600 alunos matriculados. Podem até não gostar de José Ronaldo, mas não podem tirar o mérito do ex-prefeito de ter transformado esta cidade. Já o governador deixou empresas falidas e escolas abandonas”, disse.

O edil voltou a cobrar ao governador da Bahia o cumprimento das promessas feitas ao povo de Feira de Santana na última campanha eleitoral. “Cadê o hospital regional que foi prometido para Feira de Santana? Cadê o teatro do Centro de Convenções, a Linha Norte? José Ronaldo construiu sete policlínicas e duas UPAs, enquanto Rui Costa só construiu duas policlínicas. Feira de Santana tem o Hospital da Mulher, que é referência no atendimento a mulheres de Feira e região. O Estado não faz uma maternidade no município”, protestou. :: LEIA MAIS »

Candidato diz que até o momento não teve verba partidária do Democratas

Vereador Lulinha

Vereador Lulinha (DEM)

O líder do Governo na Câmara Municipal de Feira de Santana e candidato a deputado estadual, vereador Lulinha (DEM), em entrevista ao site Política In Rosa, lamentou que até o presente momento não tenha recebido nenhum centavo de verba do seu partido, o  Democratas. Diferente do que vem acontecendo com outros candidatos, diz ainda o vereador. “Não tive nenhum centavo do partido Democratas. As verbas me parecem que são direcionadas pelo prefeito de Salvador, ACM Neto. Eu tinha a expectativa de que esses recursos viriam para que eu pudesse fazer uma campanha mais forte, mas tenho recebido ajuda dos amigos. Quem tem amigos vence mesmo sem receber nada do partido”, afirmou.

Lulinha ressalta ainda que o tratamento deveria ser igual para todos os candidatos a deputado. “Tudo bem que quem tem mandato recebesse mais, mas quem é candidato também deveria receber recursos para fazer a sua campanha política. Os deputados federais estão abocanhado tudo e os estaduais nada”, lamentou.

CÂMARA DE VEREADORES_somos parceiro_banner de site Política in Rosa - 500x500 gif


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia