WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘vereador José Carneiro’

“É do PT, mas é o companheiro com quem mais me identifiquei”, diz José Carneiro a não reeleição de Alberto Nery

Vereador José Carneiro (MDB)

“É do PT, mas é o companheiro com quem eu mais me identifiquei nesta Casa”, disse o vereador José Carneiro (MDB), nesta segunda-feira (16), em sessão da Câmara Municipal de Feira de Santana, ao lamentar que vários dos seus colegas da atual legislatura não tenham obtido a reeleição, entre eles o líder rodoviário, Alberto Nery (PT), a quem se referiu logo no início do seu pronunciamento. “Temos que ter a consciência de que isso aqui é passageiro, já passamos por esta situação e sabemos o que significa”, disse o presidente do Legislativo feirense aos que não conseguiram a vitória.

José Carneiro obteve votação de 4.749 votos, garantindo nas urnas o quinto mandato. “Devemos continuar confiando plenamente em Deus. Espero que Ele continue me dando dignidade para respeitar e ouvir os anseios populares que me reconduziram”.

Carneiro também mencionou em seu discurso o vereador Lulinha (DEM), que não obteve renovação do mandato, embora tenha obtido expressiva votação. “Nunca imaginei que ele não conseguiria, porque é trabalhador. Ninguém nesta Casa trabalha tanto quanto Lulinha”. :: LEIA MAIS »

Edvaldo Lima critica posicionamento do colega Alberto Nery: “O único super-herói aqui é Rui Costa”

Edvaldo Lima, Alberto Nery e José Carneiro - montagem site Política In Rosa

Edvaldo Lima, Alberto Nery e José Carneiro – montagem site Política In Rosa

Em resposta ao pronunciamento do vereador Alberto Nery, que criticou alguns colegas que defendem a reabertura do comércio e de todas as atividades, o vereador Edvaldo Lima (PP) disse que o único super-herói que está nesse estado é o governador Rui Costa. A crítica de Lima se deve ao fato de que, segundo ele, o governador ter deixado de atender um pedido da Polícia Civil que já tem mais de 40 policiais contaminados pelo coronavírus.

Edvaldo informou que entidades representativas da categoria pediram ao Governo do Estado que fizessem testes rápidos em todos os policiais civis. “Rui Costa se negou a fazer os testes rápidos dos policiais. Aí, agora, eu ver o PT aqui na Casa se fazer um bom moço? Não vai, não”, disse o vereador, sem citar nomes, mas provavelmente se referindo ao petista Alberto Nery.

Resposta do presidente

O vereador e presidente do Legislativo feirense, José Carneiro Rocha (MDB), respondeu também as críticas do colega petista dizendo que não se sente super-herói. “Não tomei a iniciativa sozinho. Convidei a todos os colegas para discutir essa questão e foi votado por unanimidade, inclusive com o voto de vossa excelência (Alberto Nery), pois eu pedi para quem fosse contra se manifestasse e vossa excelência não se manifestou. Então, não quero crucificar ninguém, mas também não posso deixar de informar a quem interessar possa que, quando suspendemos a sessão agora a pouco, foi para discutir a reabertura do prédio anexo e pedi a sugestão de cada vereador. Todos concordaram com a reabertura na próxima semana. Inclusive, com alguns defendendo a reabertura imediata. Mas, preferimos reabrir na próxima segunda-feira (10)”, disse.

Segundo Carneiro, todas as medidas de segurança que foram tomadas no início continuam sendo adotadas. “Desinfecção do prédio, não permitindo aglomeração de pessoas e dentre outras. Quando reabrir o prédio anexo também vamos atender um protocolo que vamos discutir com vereadores e com a direção. Nosso objetivo é fazer o melhor e dar todas as condições a cada vereador dessa Casa para desenvolver o seu trabalho. Estou tomando essa decisão conjunta atendendo as solicitações dos meus colegas”, finalizou.

Presidente da Câmara vê possibilidade de sessões ordinárias acontecerem através de videoconferência

José Carneiro Rocha concedendo entrevista ao site Política In Rosa-foto Lúria Sarraf

José Carneiro Rocha concedendo entrevista ao site Política In Rosa – Foto: Lúria Sarraf

Questionado sobre a retomada nas sessões ordinárias presenciais da Câmara Municipal de Feira de Santana, ao qual foi duramente criticado, o presidente José Carneiro (MDB) afirmou que vê a possibilidade de elas acontecerem através de videoconferência. A recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) é de evitar aglomerações e para que as pessoas fiquem em casa para evitar a disseminação do coronavírus. “Já pensei em fazer as sessões através de videoconferência. Inclusive recebi uma proposta em que me cobraram menos de R$4 mil para usarmos o sistema e estamos avaliando. Do jeito que fizemos a sessão nesta segunda-feira (13), houve um distanciamento conforme orientações dos profissionais de saúde. Não permitimos acesso do público às galerias da Casa e, a principio, não vejo razão ainda para fazermos sessões através de videoconferência”, explicou ao site Política In Rosa.

“Infelizmente encerrei a sessão por falta de quórum e descontarei no subsídio”, garante José Carneiro

Vereador José Carneiro

Vereador José Carneiro (PSDB)

A sessão ordinária da Câmara Municipal de Feira de Santana, que iria acontecer terça-feira (29), foi suspensa por falta de quórum. Dos 21 parlamentares, seis estavam presentes no horário previsto para a abertura da sessão: o presidente da Casa, José Carneiro Rocha e os vereadores Antônio Carlos Ataíde, Eremita Mota, Fabiano Nascimento, Isaías de Diogo e Marcos Lima.

O presidente do Legislativo feirense, José Carneiro (PSDB), informou ao site Política In Rosa que o Regimento Interno da Casa é bem claro. “Temos que abrir a sessão as 8h30 com uma tolerância de mais 15 minutos. Às 8h45 apenas seis vereadores estavam no plenário. O Regimento diz que só pode abrir a sessão com sete edis. Exatamente 8h47 o vereador Lulinha chegou”, informou.

De acordo com Carneiro, ele tentou consultar o plenário para manter a sessão, mas o Regimento é mais soberano do que o plenário. “Estaríamos votando uma lei importante na manhã desta terça-feira (29), que é o orçamento do município. Se nós feríssemos o Regimento e abríssemos a sessão, qualquer cidadão que entrasse na Justiça conseguiria anular a sessão. Em decorrência disso, decidimos suspender a sessão infelizmente e vergonhosamente por falta de quórum”, relatou.

Corte de pontos dos vereadores

Zé Carneiro garantiu ainda que o ponto dos vereadores faltosos seria cortado. “A lei manda e eu irei fazer. A Câmara não vai pagar o subsídio do vereador que faltou a sessão. Infelizmente vamos ter que descontar do subsídio”, finalizou José Carneiro.

Presidente da Câmara de Feira diz que vê com naturalidade a aprovação das contas com ressalvas

José Carneiro Rocha concedendo entrevista ao site Política In Rosa-foto Lúria Sarraf

José Carneiro Rocha concedendo entrevista ao site Política In Rosa – Foto: Lúria Sarraf

O presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro (PSDB), falou ao site Política In Rosa sobre o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) ter aprovado as contas de 2018 do Legislativo feirense com ressalvas. “Vejo com naturalidade, pois o mais importante é ser aprovada. Os questionamentos do TCM são pertinentes. Vamos entrar com recurso em relação às ressalvas e mostrar ao TCM que nós agimos dentro da lei. Temos convicção de que nosso recurso será aceito e consequentemente até a eliminação da multa”, informou.

Anderson Dias

Presidente da Câmara de Feira e líder do Governo tecem duras críticas ao secretário de Cultura

José Carneiro, Edson Borges e Marcos Lima-montagem site Política In Rosa

José Carneiro, Edson Borges e Marcos Lima – montagem site Política In Rosa

O presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro (PSDB), em seu pronunciamento na sessão ordinária desta segunda-feira (23), teceu duras críticas ao secretário Municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Edson Borges. “Ontem, estive numa festa popular na comunidade de Alecrim Miúdo e, se Edson Borges continuar na secretaria de Cultura, as festas populares vão acabar. Ele chegou a anunciar em cartazes a presença do cantor Canindé no evento e depois retirou sem dar explicações à população. A festa aconteceu, mas a reclamação era geral no sentido de que o secretario não é comprometido com as festas populares. Parece que eu vou dar meus óculos ao prefeito para ver se ele enxerga um pouquinho, porque não pode continuar como está”, observou.

Segundo José Carneiro, o secretário não está respeitando a população. “Mesmo sendo governista não podemos nos calar diante de fatos como esse. Nem o portão, que é comum colocar nessas festas para evitar a passagem de veículos, não foi autorizado por ele. A Secretaria pecou de novo; o secretário deita e rola, faz o que quer e o prefeito aceita. Pode estar bom para o senhor prefeito, mas para o povo não. A população está repudiando as atitudes do secretário”, avaliou.

Em aparte, o líder do Governo, vereador Marcos Lima, disse concordar com as colocações do presidente. “As ações de Edson Borges estão deixando a desejar. Ele está agindo de forma autoritária e modificando muito para pior”, disse. :: LEIA MAIS »

Presidente da Câmara de Feira pede informações sobre o Shopping Popular

Vereador José Carneiro

Vereador José Carneiro (PSDB)

O Requerimento de nº 160/2019, de autoria do vereador e presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, José Carneiro (PSDB), que pede ao prefeito Colbert Martins da Silva Filho a viabilização de documentos e informações sobre o Shopping Popular, foi aprovado, na sessão desta terça-feira (03), em votação única e por unanimidade dos presentes, com abstenção do vereador Cadmiel Pereira (PSC).

O presidente do Legislativo feirense solicita do chefe do Poder Executivo Municipal: “cópia do contrato entre a Prefeitura Municipal de Feira de Santana e a empresa do Grupo UAI, responsável pela operação do empreendimento, bem como a minuta do contrato da Parceria Público-Privada (PPP) e os camelôs.

José Carneiro também indaga se, atualmente, existe venda de espaço no estacionamento para atividade comercial ou se há perspectiva para futura venda. :: LEIA MAIS »

José Carneiro diz que entende como ‘privilégio’ conceder mais dois anos de mandato a vereadores e prefeitos

Vereador José Carneiro

Vereador José Carneiro (PSDB)

O presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro (PSDB), em entrevista ao site Política In Rosa, afirmou que a prorrogação de mandato de prefeitos e vereadores é um retrocesso. “Me elegi para exercer um mandato de quatro anos. Os prefeitos e vereadores de todo Brasil se elegeram para exercer o mandato de quatro anos. Aí vem o Congresso Nacional apresenta uma emenda tentando prorrogar os mandatos dos vereadores e prefeitos para seis anos. Se fizerem uma pesquisa junto ao povo brasileiro, será que o povo irá aprovar essa prorrogação de mandato? Claro que não. Eu entendo que seja um privilégio conceder mais dois anos de mandato aos vereadores e prefeitos de todo o país”, disse.

De acordo com o edil, o país vive uma crise política muito grande. Por esse motivo ele tem certeza de que a população não aprovaria uma ideia dessas. “Se eu fosse deputado federal apresentaria um aumento de mandato dos prefeitos e vereadores que irão se eleger em 2020 para até 2026 e aí sim seria uma proposta interessante, pois o povo brasileiro estaria votando convictos de que eles iriam exercer um mandato de seis anos. Não estaria enganando ninguém, privilegiando ninguém”, finalizou.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia