WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


POLICLÍNICA DE FEIRA - SECOM

:: ‘Vereador José Carneiro Rocha’

Câmara de Feira prorroga validade de concurso

Câmara Municipal de Feira de Santana

Câmara Municipal de Feira de Santana

Os candidatos aprovados no último concurso realizado pela Câmara Municipal de Feira de Santana, convocados em agosto deste ano, só podem ser nomeados a partir de primeiro de janeiro de 2022, informa o presidente do Legislativo feirense, vereador José Carneiro Rocha. É quando a Lei Complementar número 173, de 27 de maio de 2020, não mais estará em vigor.

A lei, que estabelece o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus SARS-CoV-2 (Covid-19), proibe, até 31 de dezembro de 2021, qualquer ação que resulte no aumento da despesa de pessoal no serviço público, em todos os níveis.  Desta forma, a Câmara está impedida de admitir ou contratar pessoal nesse período.

“Nós fizemos a convocação dos demais concursados para se apresentarem. A previsão era para o mês de março, mas veio a pandemia e nós os chamamos neste mês de agosto, quando todos que foram contemplados no concurso se apresentaram, trouxeram a documentação. Mas esbarramos na Lei Complementar Federal”, explica o presidente da Câmara. :: LEIA MAIS »

José Carneiro diz que declaração de Isaías foi infeliz

Vereador José Carneiro Rocha

Vereador José Carneiro Rocha (MDB)

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, José Carneiro Rocha (MDB), falou ao site Política In Rosa sobre as declarações do vereador Isaías de Diogo de que alguns edis estão insatisfeitos com o líder do Governo, Marcos Lima (DEM). “Declaração infeliz. Essa é uma prerrogativa exclusivamente do prefeito Colbert Filho. Pode não está sendo bom para Isaías, mas está sendo útil para o prefeito. Então, eu acho que ele foi muito infeliz e tem que respeitar que essa decisão não é dele, nem minha nem de ninguém. É do Poder Executivo”, declarou.

José Carneiro fala sobre eleições, redução de salários e anulação de aumento salarial dos vereadores

Presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro Rocha (PSDB) - Foto: Anderson Dias / site Política In Rosa

Presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro Rocha (MDB) – Foto: Anderson Dias / site Política In Rosa

O presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro Rocha (MDB), concedeu entrevista ao site Política In Rosa onde ele falou sobre diversos assuntos.  Sobre o possível adiamento das eleições por conta da pandemia do coronavírus, José Carneiro foi enfático. “Se a pandemia permanecer, as eleições devem ser adiadas. Mas esse adiamento deve acontecer dentro do mandato que estamos exercendo”.

Redução de salários

Por conta do isolamento social recomendado pela Organização Mundial de Saúde como única possibilidade para evitar a disseminação da COVID-19 alguns órgãos públicos não estão funcionando em sua capacidade total. Quanto à possibilidade de uma possível redução de salários para auxiliar no combate ao coronavírus, José Carneiro deu sua opinião. “Se nós abdicarmos de certo percentual dos nossos salários representa tão pouco que não vai absolutamente resolver problema algum. Se houvesse uma redução em todo país dos salários de servidores públicos e de agentes políticos, eu até acho que daria sim um valor considerável”, opinou.

Carneiro relatou que o Legislativo feirense conta com 21 vereadores e, se cada um abdicar de R$2 mil dos seus salários, vai dar mais de R$40 mil. “Você faz o quê com R$40 mil no combate ao coronavírus? É questão de política de jogar pra galera”, opinou. :: LEIA MAIS »

Vereador pede compromisso do Estado para com Feira de Santana

Vereador José Carneiro

Vereador José Carneiro (PSDB)

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta terça-feira (10), na Casa da Cidadania, o presidente da Câmara, vereador José Carneiro Rocha (PSDB) disse esperar que o governador Rui Costa cumpra as promessas feitas, na última segunda-feira (09), quando esteve em Feira de Santana. O presidente aproveitou também para concordar com o governador quando acredita existir interesses particulares na proliferação do coronavírus.

“Quero me referir à vinda do governador Rui Costa ontem, pela 24 vez em Feira, em seus dois governos. Espero que dessa vez ele cumpra com os compromissos que fez com os feirenses. Das vindas anteriores, prometeu a conclusão do Centro de Convenções, disse que o aeroporto era prioridade e que iria funcionar, mas nenhuma delas se tornou realidade. Espero que agora cumpra, porque senão pode ficar por Salvador”, pontuou o presidente.

Em aparte, o edil petista Alberto Nery entrou em defesa do governador. “Para criticar precisa tomar conhecimento. Para concluir o Centro de Convenções houve uma permuta entre o Estado e o prefeito. Ontem, o governador já conversou e tenho certeza que vai sair essa obra. Para ampliar o aeroporto, há necessidade de desapropriar áreas, que estão em demandas judiciais iniciais. O que não pode acontecer é colocar máquinas para destruir propriedades privadas”, argumentou. :: LEIA MAIS »

“Não confio muito e nem acredito que a gente consiga”, diz José Carneiro sobre TV Câmara

Presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro Rocha (PSDB) - Foto: Anderson Dias / site Política In Rosa

Presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro Rocha (PSDB) – Foto: Anderson Dias / site Política In Rosa

O presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro Rocha (PSDB), relatou ao site Política In Rosa que pretende colocar a Rádio FM no ar. O projeto da TV Zé Carneiro disse que ainda existe, mas não confia muito e nem acredita que irá conseguir implantá-la. Já sobre a implantação de energia solar nos prédios do Legislativo feirense, Zé Carneiro está animado. “Está em processo licitatório e confio muito que vamos conseguir”, enfatizou.

Para equilibrar as contas, Câmara de Feira corta gratificações de comissionados

Presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro Rocha (PSDB) - Foto: Anderson Dias / site Política In Rosa

Vereador José Carneiro Rocha (PSDB) – Foto: Anderson Dias / site Política In Rosa

O presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro Rocha (PSDB), em entrevista ao site Política In Rosa, informou que para equilibrar as contas será necessário mais uma vez cortar as gratificações dos cargos comissionados do Legislativo feirense. O corte das gratificações será neste mês de dezembro.

O ano passado nós cortamos em outubro, novembro e dezembro. Esse ano nós queimamos algumas gorduras e vamos ter que suspender as gratificações neste mês de dezembro. Isso é uma coisa normal que vem acontecendo ao longo dos anos, mas temos que fechar as contas. É melhor prevenir do que remediar”, informou.

José Carneiro critica TVE pela transmissão do pronunciamento do ex-presidente Lula

Vereador José Carneiro

Vereador José Carneiro (PSDB)

A TV Educativa da Bahia (TVE), canal público vinculado ao governo do estado e a TV Brasil, mobilizou, no último sábado (09), sua programação e redes sociais para exibir o pronunciamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Lula) em São Bernardo do Campo, cidade do ABC paulista. Quem repercutiu o acontecimento foi o presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro Rocha (PSDB), durante a sessão ordinária desta segunda-feira,11.

Em sua fala, Rocha lembrou que a emissora é uma estatal mantida pelo Governo do Estado e tem como principal função difundir a cultura do estado, cobrindo as festas populares, bem como ajudar na formação do telespectador. Quanto a transmissão do ex-presidente Lula, o presidente do Legislativo feirense externou seu repúdio. “A TVE não pertence ao PT, não está ali para servir a partido algum. A missão é informar a população baiana. Lula fez um discurso inflamado de ódio, criticou o atual governo de Jair Bolsonaro e atacou o plano econômico de Paulo Guedes. Isso foi uma verdadeira falta de vergonha, uma atitude descabida”, comentou.

Carneiro ratificou que é a favor da democracia e não se opõe a qualquer manifestação política. “Não sou contra o ato político organizado pelo PT. O que eu acho incoerente é a inclinação política que a TVE vem tendo nos últimos anos. Se ela fosse uma emissora privada tudo bem, mas não é. Deixo aqui meu repúdio a essa atitude imoral”, finalizou.

José Carneiro diz que se não descontar subsídios dos colegas estará cometendo improbidade administrativa

Vereador José Carneiro Rocha

Presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro Rocha (PSDB).

Após a sessão ordinária da última terça-feira (29), na Câmara Municipal de Feira de Santana, ter sido suspensa por falta de quorum, o presidente do Legislativo feirense, vereador José Carneiro Rocha (PSDB), alertou que não serão pagos os subsídios do dia para os vereadores faltosos. Segundo o parlamentar, dos 21 parlamentares, seis estavam presentes no horário previsto para a abertura da sessão: os vereadores José Carneiro Rocha, Carlito do Peixe, Eremita Mota, Fabiano da Van, Isaías de Diogo e Marcos Lima.

De acordo com José Carneiro, o vereador Roberto Tourinho, que estava internado, e a vereadora Gerusa Sampaio, que estava no médico, apresentaram atestado. A vereadora Neinha também não pode estar presente. O apurado é de ela estava doente e avisou em suas redes sociais que não poderia participar de nenhuma atividade política por uma semana. Os demais são faltosos.

O site Política In Rosa questionou o presidente na manhã da quarta-feira (30) se já havia sido encaminhada a lista dos vereadores ausentes para que o setor de Recursos Humanos da Casa fizesse o desconto dos subsídios. “Já foi encaminhado para providências serem tomadas. Só que vai ser descontado no subsídios de novembro. Os senhores da imprensa estão autorizados a consultar o Portal da Transparência no mês de novembro e saber se nós descontamos ou não. Se não descontar estarei cometendo o crime de improbidade administrativa. Aí os senhores poderão ir ao Ministério Público me denunciar”, relatou.

Ainda de acordo com Carneiro, o valor que será descontado é o que manda a lei. “Se a lei mandar descontar 300 ou 500 reais, o RH irá fazer”, finalizou.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia