WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Seminário

:: ‘Vereador Edvaldo Lima’

Vereador que teve o nome pichado na Câmara diz: “É perseguição”

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

O vereador Edvaldo Lima (PP), em entrevista ao site Política In Rosa, falou sobre a pichação com o seu nome e o do presidente da República Jair Bolsonaro. O prédio anexo da Câmara Municipal de Feira de Santana amanheceu pichado com palavras de baixo calão direcionados a Edvaldo e a Bolsonaro. “Vejo essa pichação como uma perseguição a mim e ao presidente da República Jair Bolsonaro. Devido a minha fé vejo como uma intimidação, uma ameaça e tudo isso contra o presidente da República e a minha pessoa”, disse.

Ao mesmo tempo em que afirma que a pichação dizia respeito a ele e ao presidente, de forma contraditória, Edvaldo voltou a afirmar que era também contra todos os vereadores que aprovaram por unanimidade o Título de Cidadão Feirense a Jair Bolsonaro. “O presidente da República é uma autoridade máxima e precisa ser respeitado. Esta Casa precisa ser respeitada. Não aceito ameaça de siglas de gangues. Já estamos com os vídeos e imagens que foram levadas para polícia. Os culpados serão descobertos e punidos na forma da lei”, relatou.

Edvaldo Lima poderá desembarcar no PDT

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

A informação que chega ao site Política In Rosa é de que o vereador Edvaldo Lima (PP) poderá pedir a sua desfiliação do partido qual ele está e se filiar ao Partido Democrático Trabalhista (PDT). Lima acompanhará os colegas Pablo Roberto e Isaías de Diogo.

Em recente matéria publicada neste site, Isaías informou que ele é o vice-presidente do PDT e Pablo Roberto é o presidente do partido em Feira de Santana. Isaías disse ainda que o partido poderá ter até oito vereadores filiados. Vamos aguardar.

Líder do Governo rebate crítica de colega governista

Marcos Lima e Edvaldo Lima-montagem-Política-In-Rosa

Marcos Lima e Edvaldo Lima – montagem: Política In Rosa

Em resposta a matéria veiculada no site Política In Rosa com o titulo: Líder do Governo faz um péssimo trabalho, critica vereador, o vereador e líder do Governo, Marcos Lima (Patriota) rebateu a declaração do seu colega Edvaldo Lima (PP). Confira a nota encaminhada a nossa redação:

Em fevereiro do corrente ano, fui designado pelo prefeito Colbert Martins Filho para o papel de líder da bancada governista na Câmara Municipal. De lá para cá, tenho tido a preocupação de buscar um diálogo com todos, inclusive da oposição, e uma unidade do nosso grupo.

Tenho plena consciência de que estou passível de todo tipo de crítica e sempre me coloquei à disposição dos meus colegas para qualquer esclarecimento. Todavia, quando a crítica não possui qualquer fundamento, contexto ou provas, a gente recebe com certa surpresa e indignação.

É preciso trabalhar com a verdade. E é isso o que tenho buscado. Em minha visão como político, compreendo que um péssimo trabalho é trazer notícias falsas para a Câmara e ainda nos expor nacionalmente de maneira negativa por conta de uma fake news. Um péssimo trabalho é não respeitar a cultura e a diversidade que temos. Sou um homem íntegro, um pai de família, um cristão, mas tenho a plena consciência de que como vereador preciso respeitar a todos e buscar diálogo. Exatamente como Jesus Cristo nos ensinou, o amor e o respeito ao próximo é que devem nortear as nossas vidas.

O meu compromisso na Câmara Municipal é com todos os cidadãos feirenses, independente da vida particular de cada um. Sou um vereador de todos! Acredito que esse deve ser o papel de cada um de nós vereadores. Vamos seguir trabalhando para que a nossa cidade evolua cada vez mais. Sempre com idéias, diálogos, sensatez e, principalmente, a verdade.

Vereador Marcos Lima

Líder do Governo faz um péssimo trabalho, critica vereador

Edvaldo Lima e Marcos Lima-montagem-Política-In-Rosa

Edvaldo Lima e Marcos Lima-montagem-Política-In-Rosa

O vereador Edvaldo Lima (PP), que é da base de sustentação do governo do prefeito Colbert Martins Filho, disse na sessão ordinária desta terça-feira (13) que o líder do Governo, Marcos Lima (Patriota), faz um péssimo trabalho na Casa. A opinião do vereador veio após Marcos ter sido elogiado pelo colega Zé Curuca (DEM). “Sinceramente o líder do Governo faz um péssimo trabalho aqui nesta Casa. Me desculpe, vereador, mas Vossa Excelência fazer um elogio deste…”, disparou Edvaldo.

Vereador propõe que IPTU seja parcelado em 10 vezes

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

O vereador Edvaldo Lima (PP) propôs, na última quarta-feira (12), que dívidas de contribuintes com tributos municipais, como o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), parcelados em até 10 vezes em Feira de Santana. Edvaldo voltou a apresentar o Projeto de Lei de nº 58/2019 que permite o parcelamento de impostos, taxas, contribuição e dívida ativa com o Município, através de cartão de crédito, ou de débito. “Cidades como Goiânia, Rio de Janeiro e Espirito Santo já adotaram esse sistema e obtiveram resultados positivos. Acredito que aqui, em Feira, também trará benefícios para a população e para a Prefeitura. O trabalhador vai dividir em até 10x no cartão”, disse.

Edvaldo relatou que o projeto já passou pela Casa, mas ainda não foi aprovado. “Encaminharei esse projeto para a Ordem dos Advogados e com certeza terá um parecer favorável. Não fere a Constituição, como alguns já disseram. A proposta é ajudar o povo a sair da inadimplência”, justificou.

Edvaldo Lima solicita isenção de taxas municipais para taxistas

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta quarta-feira (22), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Edvaldo Lima (PP) informou que solicitou ao Município, através de indicação, isenção de taxas municipais para taxistas e através de ofício à secretária de Saúde, o conserto do equipamento de Raio X da policlínica do Tomba. “Encaminhei a esta Casa a indicação nº 501/2019, solicitando ao Município a isenção de taxas para os taxistas. Fiz o pedido por conta da situação difícil que se encontra a categoria. Eles têm me procurado e informado as dificuldades que estão passando. Tive uma reunião com o prefeito e com o secretário de Transporte, Saulo Figueiredo, onde pedi ajuda para estes trabalhadores”, informou Edvaldo.

Segundo ele, solicitou mais a interferência do Governo em relação à mudança do ponto de táxi, que ficava próximo ao restaurante Giraffas. “O ponto ficava entre a Getúlio e a Barão de Cotegipe, aquele ponto perto do Giraffas. Eles foram relocados para a Barão de Cotegipe e já serão relocado novamente. Eu fiz um apelo ao secretário para que a categoria não seja prejudicada e ele foi bem solícito. Nada melhor que o Governo atender as reivindicações da categoria e atender a minha indicação”, comemorou.

Ainda no uso da tribuna, o vereador informou que pediu ao Município, através de ofício, o conserto do equipamento de Raio X da policlínica do bairro Tomba. “Encaminhei o documento para a secretária de Saúde, pois os moradores do bairro me informaram que o equipamento está quebrado há muito tempo e por isso os exames de Raio X não estão sendo realizados. Espero contar com a atenção da secretária e do prefeito Colbert Martins”, finalizou.

 

Vereador pede que prefeito coloque a Zona Azul para funcionar: “Não suportamos mais que as pessoas sejam donas das ruas”

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

O vereador Edvaldo Lima (PP) pediu para que o prefeito Colbert Martins Filho coloque a Zona Azul em Feira de Santana para funcionar. Em entrevista ao site Política In Rosa o vereador disse que o povo não suporta mais que alguns se achem donos das ruas.  “Não suportamos mais que as pessoas sejam donas das ruas. Quando não são os cavaletes que estão na porta da maioria das lojas, são os flanelinhas. E quando não são os flanelinhas são os zebrinhas (prepostos da Superintendência Municipal de Trânsito que utilizam motocicletas) do Município que não deixam você parar”, reclamou.

O edil ainda disse que não tem como aceitar isso. “Tenho certeza que o prefeito vai resolver esse problema. Prefeito, não dá para as frentes de lojas e de hospitais com placas dizendo que aquele pedaço é deles. Não temos mais lugar em Feira de Santana para parar veículos, a não ser em alguns bairros”, finalizou.

Vereador pede que prefeito retire radares eletrônicos de Feira de Santana

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

O cancelamento da instalação de oito mil novos radares em rodovias de responsabilidade do Governo Federal foi bastante elogiado pelo vereador Edvaldo Lima (PP) na sessão desta terça-feira (09), na Câmara Municipal de Feira de Santana. Para o edil, a decisão do presidente Jair Bolsonaro foi correta, “pois estes radares servem apenas para engordar os cofres públicos”. Segundo o parlamentar, o presidente também afirmou que ao renovar as concessões de trechos rodoviários, todos os contratos de radares serão revisados para verificar a real necessidade.

Edvaldo informou que fez uma indicação ao prefeito Colbert Martins Filho solicitando que ele “siga a mesma meta do presidente” e retire os radares eletrônicos que funcionam no município de Feira de Santana. “Já temos os agentes de trânsito para notificar as irregularidades”, alegou.

Nery chama Marcos Lima de vaidoso e critica comportamento de Edvaldo Lima

Alberto Nery, Marcos Lima e Edvaldo Lima montagem site Política In Rosa

Alberto Nery, Marcos Lima e Edvaldo Lima – montagem site Política In Rosa

Na semana passada o líder do Governo, vereador Marcos Lima (PRP) pediu que o projeto de lei que versa sobre o aumento dos professores fosse adiado de pauta. Ao assumir da tribuna da Casa, o oposicionista, vereador Alberto Nery (PT) disse que eles fez isso apenas por vaidade porque ao discursar os professores lhe deram as costas. “Esses professores moram em Feira de Santana e aqui pagam seus impostos. Eles têm direito de apoiar ou vaiar quem quiserem. O líder do Governo não levou em consideração o que indicado pelo prefeito Colbert Martins”, disparou.

“O senhor está aposentado hoje batendo “lavanca”

Nery ainda criticou o vereador Edvaldo Lima (PP) que apoiou Marcos Lima no adiamento da pauta lembrando a ele que em sua época de sindicalista não era assim que agia. “Edvaldo foi dirigente sindical e durante essa sua trajetória tinha outro comportamento. Ouvia e defendia a classe trabalhadora. Peço ao senhor que não entre nessa de votar contra trabalhador porque faz parte da base do Governo. Faz jus a sua historia. O senhor está aposentado hoje batendo “lavanca”, não como vereador. Isso aqui é uma passagem. Amanha poderemos não ser vereadores”, afirmou. Edvaldo é motorista de ônibus aposentado.

Desdobramentos

Marcos Lima acabou retirando o pedido de adiamento e o projeto entrou em votação sendo aprovado em primeira discussão. O objetivo é que esse projeto seja votado em segunda discussão hoje.

Edvaldo Lima diz que vai propor ação contra Embasa

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

A constante falta de abastecimento de água em Feira de Santana foi criticada pelo vereador Edvaldo Lima (PP), durante sessão ordinária, nesta quarta-feira (27). O edil informou que vai propor uma ação civil pública contra a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). De acordo com o edil, o município cresceu muito nos últimos anos, mas a empresa não fez os investimentos necessários para ampliação da rede. “Todo ano é mesmo problema de falta de água e a mesma ladainha”, frisou.

O vereador observou que a Barragem de Pedra do Cavalo está cheia, mas a população continua sofrendo com a falta de água nas torneiras “Quero conclamar a quem precisar comprar água para atender as necessidades diárias, que peça nota fiscal. Vamos pedir o reembolso deste valor a Embasa” sugeriu. Edvaldo finalizou afirmando que pode faltar água quase todo dia, mas a conta chega mensalmente e quem atrasa o pagamento tem o serviço cortado.

“Homem nasce homem e mulher nasce mulher”, diz vereador

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

O vereador Edvaldo Lima (PP) repercutiu o discurso do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello. Para o edil, ao defender a criminalização da homofobia o ministro atacou as religiões e abraçou a ideologia de gênero. “Segundo o ministro Celso de Mello, a mulher não nasce mulher, ela se torna mulher. É uma pena ver um ministro do alto escalão tão perdido nas ideias”, comentou Edvaldo.

O edil acrescentou que a ação de criminalizar a homofobia é uma represália contra os pastores evangélicos. “Ninguém nasce ladrão, elas se tornam criminosos. Assim são os homossexuais, eles não nascem se tornam. É isso que a bíblia fala e nós pastores não fugiremos do que ela prega. Poderemos ser taxados como criminosos por defender o correto. Pastores serão presos. E eu serei o primeiro. Não vou omitir os mandamentos de Deus. Homem nasce homem e mulher nasce mulher”, finalizou.

Edvaldo Lima apresenta projeto declarando a Bíblia como Bem Imaterial e Cultural de Feira de Santana

Edvaldo Lima apresenta projeto declarando a Bíblia como Bem Imaterial e Cultural de Feira de Santana

Vereador Edvaldo Lima (PP)

O vereador Edvaldo Lima (PP) apresentou na última segunda-feira (04) uma proposta na Câmara Municipal de Feira de Santana onde propõem transformar a Bíblia em Bem Imaterial e Cultural no Município. Ao apresentar o projeto, o vereador justificou a intenção de transformar a Bíblia em Bem Imaterial e Cultural no Município, em razão de ser o livro mais antigo e o mais lido do mundo. “Não é questão de religião, mas esse livro demonstra a vontade de Deus para os seres humanos. Para nós cristãos, a Bíblia contém respostas para todos os problemas da humanidade, sendo também a base de princípios e normas de moral”, explicou.

Edvaldo Lima diz que já estava tudo “arquitetado e montado” para que Gerusa fosse corregedora

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

O vereador Edvaldo Lima (PP), após o resultado da eleição para corregedor da Câmara Municipal de Feira de Santana, afirmou que já estava tudo arquitetado e montado para que a vereadora Gerusa Sampaio (DEM) fosse eleita corregedora da Casa. “Primeiro vou parabenizar a vereadora Gerusa Sampaio por ter sido eleita. Mas em nenhum momento eu lembro aqui nesta Casa a leitura da resolução que teria a votação para a Corregedoria. Como não sabia desta eleição e o senhor presidente anunciou no dia de hoje no microfone, automaticamente eu me credenciei. Pelo visto já estava tudo arquitetado e já tudo montado para que a vereadora Gerusa Sampaio pudesse ser a corregedora”, acusou.

“Existem entidades que são criadas apenas para receber dinheiro público”, denuncia vereador

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

O vereador Edvaldo Lima (PP) denunciou na última terça-feira (27) que existem entidades que são criadas apenas para receber dinheiro público e defendeu medidas enérgicas para acabar com a situação. Ele citou a iniciativa da Procuradoria do Município de Feira de Santana, que está cobrando prestação de contas relativas a repasses financeiros ao Grupo Liberdade Igualdade e Cidadania Homossexual (GLICH).

“O governo não tem dinheiro, o dinheiro é do povo”, disse Edvaldo Lima, ao parabenizar o procurador Cleudson Almeida por querer provas do uso do dinheiro de cooperação financeira com a entidade. “É preciso saber para que foi usado o dinheiro. Nem a Procuradoria sabe a destinação”, disse o vereador, que prometeu acompanhar de perto o andamento do caso.

Levante a Voz - Todos contra a Dengue Câmara Municipal de Feira de Santana - Lado a Lado


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia