WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


185 anos de Feira de Santana

:: ‘Vereador Edvaldo Lima’

“Muito cara”, diz vereador sobre valor cobrado na tarifa de ônibus em Feira de Santana

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

O vereador Edvaldo Lima (PP) criticou o valor cobrado pela tarifa de ônibus em Feira de Santana. “É tão cara. A população paga muito caro para ser transportada. A tarifa de Salvador é R$ 3,70, e em Feira de Santana é R$ 3,80. Não tem como a população de Feira de Santana pagar esse valor absurdo”, pontuou. Ainda segundo o vereador, ao menos em Salvador os percursos são mais longos chegando até 29km. “Você sai do Tomba para Cidade Nova, 5 km, paga R$ 3,80. É uma discrepância. A população paga caro para ter um péssimo serviço”, analisou. Para finalizar, Edvaldo lembrou que retiraram os ônibus da zona rural e colocaram vans. “As vans não têm condição nenhuma de fazer esse transporte. Eu peço ao prefeito para verificar com muito carinho essa questão da retirada dos ônibus e buscar reduzir o valor da tarifa”, finalizou.

“Não serei bonzinho e nem farei papel de palhaço”, dispara Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

Em pronunciamento na sessão ordinária desta terça-feira (11), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Edvaldo Lima (PP) criticou o mau atendimento prestado por assessores do Gabinete do prefeito municipal Colbert Martins Filho. O vereador afirmou que agendou uma reunião com o gestor para tratar sobre um terreno no bairro Cidade Nova, doado pelo então prefeito Colbert Martins para a Igreja Assembleia de Deus. Edvaldo reclamou que o encontro foi desmarcado na última hora.

O vereador do PP esclareceu que a igreja não utilizou o terreno em sua totalidade deixando um espaço para o Município construir uma praça.  Segundo ele, a instituição religiosa reivindica uma parte do espaço para o estacionamento de veículos. “Os evangélicos de Feira de Santana têm representantes nesta Casa. Nunca me furtei de usar esta tribuna para defender nossos princípios, sobretudo, a Igreja Assembleia de Deus, que me elegeu. No tocante ao terreno, a igreja só quer um espaço para o estacionamento. O terreno nos foi doado e deixamos espaço suficiente para ser usado para outros fins. Queremos ser respeitados. Não invadimos nada”, protestou.

Claramente irritado com o ocorrido, Edvaldo Lima reivindicou providências por parte do prefeito. “Peço ao prefeito Colbert Martins que reveja os seus assessores. Eu me senti muito desrespeitado. Me colocaram como mentiroso. Eu agendei a reunião pessoalmente e de última hora disseram que não tinha nenhuma reunião agendada. Essa atitude foi desprezível. Tenho a minha postura como homem cristão, mas, deixo claro que não serei bonzinho e nem farei papel de palhaço. Não tenho medo. Não irei me acovardar. Vou até o fim por esta causa e peço ao líder do Governo nesta Casa que me ajude nessa missão”, concluiu.

Edvaldo Lima faz evento e candidatos que ele apoia participam através de vídeo

Edvaldo Lima faz evento e candidatos que ele apoia participam através de vídeo

Foto: Divulgação

O vereador Edvaldo Lima (PP) realizou um encontro na manhã deste domingo (9), no auditório da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), para apresentar os seus candidatos nas próximas eleições. Participaram do evento eleitores, lideranças e amigos. O evento contou apenas com as presenças do deputado estadual Carlos Geilson e do prefeito Colbert Martins da Silva, que representou o candidato a governador, José Ronaldo de Carvalho (DEM). A justificativa para a ausência de Ronaldo era a agenda de compromissos de candidato em outras cidades. Ele participou do evento através de vídeo. O mesmo aconteceu com o candidato a deputado federal Ronaldo Carletto (PP) que enviou seu sobrinho para lhe representar e também encaminhou uma mensagem eletrônica que foi reproduzido para público presente.

Para vereador, Parada LGBTQ não merece ser patrocinada com dinheiro público

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

O vereador Edvaldo Lima (PP) informou que encaminhou uma indicação ao Poder Público Municipal sugerindo a não liberação de verbas municipais para a Parada LGBTQ. De acordo com o edil, as necessidades de economizar recursos que levaram o prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho, a cancelar os shows da Expofeira 2018 deverão também ser aplicadas à Parada Gay.

“O nosso prefeito foi muito sábio quando cancelou as grandes atrações da Expofeira. Parabenizo o prefeito por essa atitude. Economizamos R$ 1 milhão. Eu não aceito que a fé cristã seja afrontada desse jeito. A Parada Gay é uma festa profana e não merece ser patrocinada com dinheiro público”, disse.

“Quando enfrentei as antigas empresas de ônibus fui ameaçado diversas vezes”, afirma vereador

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

A audiência pública que debateu o transporte público de Feira de Santana ainda repercutiu na manhã desta segunda-feira (20) na Câmara Municipal de Feira de Santana. O vereador Edvaldo Lima (PP) acusou os donos das empresas São João e Rosa de debochar do Poder Legislativo. Edvaldo garantiu ainda que não se vende e nem se acovarda diante de nenhuma situação. “Durante a Audiência Pública eu fiquei boquiaberto com a audácia daqueles empresários gananciosos. Debocharam do Poder Público. Mostraram dados mentirosos. Acham que somos bobos? Sabemos a realidade dos funcionários, sabemos da realidade da população que necessita utilizar os ônibus”, protestou.

O edil lembrou ainda quando enfrentou as antigas empresas que tinha a concessão do transporte público de Feira de Santana e que sofreu represálias por isso. “Quando enfrentei as antigas empresas de ônibus Princesinha e 18 de Setembro fui ameaçado diversas vezes e não recuei. Não vou me acovardar. Vou lutar até o fim para garantir o bem para a população e, principalmente, para os rodoviários. Não podemos amolecer”, disse.

Vereadores com partidos na base de Rui apoiam Ronaldo

Marcos Lima (PRP), Edvaldo Lima (PP) e Ron do Povo (PTC) - montagem Política In Rosa

Marcos Lima (PRP), Edvaldo Lima (PP) e Ron do Povo (PTC) – Montagem: Política In Rosa

A Câmara Municipal de Feira de Santana tem três vereadores que estão em partidos que fazem parte da base do Governo do Estado apoiam o ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho que concorre nas próximas eleições ao cargo de governador. São eles: Marcos Lima (PRP), Edvaldo Lima (PP) e Ron do Povo (PTC). Não se sabe se os partidos cobram dos seus componentes com mandato a fidelidade partidária. Ao que parece não. Os três não fazem nenhuma questão de esconder de que lado estão.

Coligação de Rui

Ao todo 14 partidos compõem a coligação da chapa que tem como candidato a reeleição o governador Rui Costa. PT, PSB, PSD, PP, PC do B, PR, PDT, PRP, PMB, PTC, PMN, Podemos, Avante e Pros já garantiram o apoio a Rui.

Por causa das obras inacabadas, vereador pede suspensão de pedágios

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

As obras inacabadas da Concessionária de Rodovias Via Bahia na BR 116 Sul foi tema do pronunciamento do vereador Edvaldo Lima (PP). O edil garantiu que dará entrada em uma ação na Justiça Federal pedindo a retirada dos pedágios na BR 116 sul. De acordo com o ele, o trajeto está repleto de obras inacabadas, que contribuem para acidentes na rodovia.

“Recentemente passei por essa rodovia. Me impressionei com a ineficiência da Via Bahia. Não posso ficar inerte diante dessa situação. Eles têm usurpado o dinheiro do povo e ninguém faz absolutamente nada. Na semana passada seis vidas foram ceifadas naquela estrada. Eu me pergunto: onde estão os senadores e deputados da Bahia que não tomam uma providência? Este vereador não se acovarda diante dessa pouca vergonha. Quero uma mudança e vou em busca dela”, destacou.

Eleito para oposição, Edvaldo Lima participa da convenção do DEM

Vereador Edvaldo Lima Foto Política In Rosa

Vereador Edvaldo Lima / Foto: Anderson Dias-Política In Rosa

Mesmo sendo filiado ao Partido Progressista (PP) e ter sido eleito na coligação oposicionista, o vereador Edvaldo Lima estava presente na convenção do Democratas que anunciou o ex-prefeito de Feira de Santana José Ronaldo de Carvalho (DEM) como o candidato ao Governo do Estado. Como alguns vereadores, Edvaldo não conseguiu subir no palanque.

Vereador sugere implantação de subprefeituras nos distritos de Feira

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

De acordo com o vereador Edvaldo Lima (PP), o gestor público estar em todos os lugares ao mesmo tempo, por conta da grandeza do Município. Por esse motivo, ele informou que dará entrada em uma indicação solicitando a implantação de subprefeituras nos distritos de Feira de Santana. “Em 2015 já fiz essa mesma indicação só que ao prefeito José Ronaldo. Pedi a implantação de subprefeituras em todos os distritos de Feira de Santana. São 700 mil habitantes em Feira e mais os moradores dos distritos. Farei uma nova indicação motivado pelas reclamações das pessoas que moram mais distantes. Segundo eles, quando queima uma lâmpada, eles precisam se deslocar à sede do Município para fazer a reclamação. Estarei dando entrada novamente na indicação e, se o Governo assim entender, pode implantar as subprefeituras dando estrutura adequada aos administradores dos distritos”, afirmou.

Partido veta candidatura de Edvaldo Lima a deputado federal

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

Revoltado, o vereador Edvaldo Lima (PP) disse que foi chamado pelo presidente do seu partido em Salvador, o vice-governador João Leão, e avisado que ele não teria a legenda para se candidatar a deputado federal. “Muito aborrecido, do na alma, aviso que não disputarei a eleição para deputado federal porque o meu partido não me deu a legenda para continuar a minha candidatura. Infelizmente somos reféns de partidos e a Justiça Eleitoral é cúmplice. O partido não deveria estar nas mãos de políticos. O partido tem dono e o proprietário disse que eu não vou. Papel ridículo de presidente de partido”, disparou.

Fronteira Feira e São Gonçalo volta a ser tema de discurso na Câmara

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

Preocupado com os transtornos enfrentados pelos moradores do Parque Bem Viver e do loteamento Jardim Aliança, o vereador Edvaldo Lima (PP) cobrou a delimitação territorial entre os municípios de Feira de Santana e São Gonçalo. Edvaldo declarou que apóia a manifestação realizada na manhã de hoje na rodovia que liga as duas cidades. “Os moradores do Bem Viver e Jardim Aliança estão vivendo um momento difícil porque não sabem a quem recorrer para cobrar melhorias. Por esse motivo eles fecharam a rodovia que liga os municípios de Feira e São Gonçalo com pneus queimados. Peço providências para que a delimitação do território daquela área aconteça o mais rápido possível porque a população não sabe mais a quem recorrer”, reclamou. O vereador acredita que a área pertence a cidade de Feira de Santana.

Com gasolina escassa, vereador que protestou indo a cavalo para Câmara utiliza carro

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

Estranhamente, o vereador Edvaldo Lima (PP), que tanto reclamou dos preços altos dos combustíveis e fez protesto indo a cavalo para a Câmara Municipal de Feira de Santana, está indo de carro para a Câmara em tempos de escassez de gasolina. Fica difícil de entender o protesto do vereador já que esse era o momento para ele mostrar que é contra os aumentos abusivos praticados quase que diariamente pelo Governo Federal.

“Se cercar vira hospício, se colocar a lona vira circo”

Vereador Roberto Tourinho

Vereador Roberto Tourinho (PV)

O vereador Roberto Tourinho (PV) comentou a ida do vereador Edvaldo Lima (PP) à Câmara Municipal de Feira de Santana a cavalo. Tourinho disparou a seguinte frase. “Quando eu disse que se cercasse a Câmara de Vereadores viraria um hospício e se colocasse uma lona viraria um circo fui duramente criticado. Hoje só precisa cobrar ingresso para assistir o espetáculo que está acontecendo fora dessa Casa”.

Vereador cumpre promessa e vai para Câmara a cavalo; veja o vídeo

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

E o vereador Edvaldo Lima (PP) cumpriu a sua promessa e foi realmente para a Câmara Municipal de Feira de Santana de cavalo. A atitude do vereador é em protesto contra o aumento vertiginoso na gasolina que chega perto de R$ 4,60 em alguns postos de gasolina de Feira de Santana. “Destruíram a Petrobrás e estamos pagando o preço. Quem tem que pagar a conta é quem roubou”, afirmou.
O vereador Isaías de Diogo (PSC) concordou com o protesto do vereador e lembrou que nos próximos dias a gasolina passará a custar R$ 5. “Em alguns locais a gasolina poderá custar R$ 7. Quero parabenizar a coragem do nosso colega por cumprir com o prometido. O senhor terá o meu apoio para vim a esta Casa de cavalo quantas vezes quiser, basta agora se fazer uma baia para que o senhor coloque seu cavalo”, afirmou.

 

Edvaldo Lima critica beijo gay em novela global

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

Em mais um discurso inflamado contra os homossexuais, o vereador Edvaldo Lima (PP) criticou duramente o beijo gay dado por dois atores na novela global “O Outro Lado do Paraíso”. Segundo o vereador, a Bíblia Sagrada diz que o homem que deitar com outro homem morrerá. “É um desrespeito, uma imoralidade. O nosso país tem que ter ética e princípios da família. Eles descerão no enxofre como desceu em Sodoma e Gomorra”, afirmou.

Presidente responde Edvaldo sobre cavalo: “Não temos como conseguir uma baia”

Vereador José Carneiro e Vereador Edvaldo Lima, montagem Política In Rosa

Vereadores José Carneiro e Edvaldo Lima, montagem Política In Rosa.

Com a solicitação do vereador Edvaldo Lima (PP) para que um local adequado fosse arrumado para seu cavalo ser colocado, o presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, José Carneiro (PSDB), afirmou que não tem como conseguir uma baia para o animal.

Com o aumento da gasolina, Edvaldo disse que havia comprado um cavalo para ir à Casa da Cidadania em dias de sessão. “Não temos como conseguir uma baia, vereador. Mas o estacionamento para carros no Caroá está a sua disposição”, afirmou.

Edvaldo Lima quer que Município construa novo Hospital Geral

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

Saúde tem sido um tema recorrente nos discursos na Câmara Municipal de Feira de Santana. O vereador Edvaldo Lima (PP) fez uma sugestão bem peculiar ao Governo Municipal. Já o Governo do Estado não constrói o tão falado novo Hospital Geral da cidade, o edil pediu que o Governo Municipal o fizesse. “Feira precisa melhorar o atendimento de urgência e emergência e desafogar o HGCA. Trago aqui a indicação de número 276/2016,  de minha autoria sugerindo a construção desse hospital”, disse.

O discurso do vereador veio após o seu colega, o vereador Roberto Tourinho (PV), dizer que foram gastos R$ 11 milhões na Micareta da cidade, dinheiro esse que na opinião de Edvaldo foi jogado no lixo. “Não se pode gastar tanto numa festa quando se falta saúde”, afirmou.

 

Edvaldo Lima denuncia que um homem se passa por vereador em bairros de Feira

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

O vereador Edvaldo Lima (PP) denunciou que um cidadão está se passando por vereador de Feira de Santana nos bairros Parque Lagoa Grande e Subaé. Edvaldo disse que o homem chama-se Israel, chegou ao local com documentos se dizendo vereador por Feira de Santana e que as indicações de obras realizadas no local foram pedidas por ele. “Gostaria que a Casa mostrasse a essa comunidade que esse rapaz não é vereador. Neste painel não consta nenhum Israel”, afirmou. O edil destacou ainda que as indicações foram feitas por ele, mostrando todos os documentos.

O presidente da Casa, vereador José Carneiro (PSDB), disse que o Israel que conhece é ex-assessor da vereadora Cíntia Machado (PRB) e se intitula como candidato a vereador. “Esse é um método errado de se fazer política e provavelmente é falsidade ideológica”, destacou.

CÂMARA DE VEREADORES_somos parceiro_banner de site Política in Rosa - 500x500 gif


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia