WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Vereador Edjaime Rosa – Bibia’

Vereador reforça críticas à Via Bahia pela ausência de serviços

Vereador Edjaime Rosa ‘Bibia’ – Foto: Divulgação / CMVC

O vereador Edjaime Rosa ‘Bibia’, durante a sessão ordinária da útima sexta-feira (19), na Câmara Municipal de Vitória da Conquista, fez um discurso focado em reforçar as críticas à Via Bahia pelos serviços prestados – e não prestados – ao município.

Bibia destacou todos os encontros que a comissão da Casa, junto com a Polícia Rodoviária Federal e outros órgãos, realizou com a Concessionária Via Bahia e afirmou que são feitas diversas solicitações e demandas para Vitória da Conquista e poucas são atendidas. “Tivemos vários e vários encontros, e nós cobramos muito. E a única que conseguimos para a Lagoa das Flores foi aquela iluminação do viaduto”, disse Edjaime, acrescentando que “a única coisa que a Via Bahia faz em Vitória da Conquista é a limpeza nas margens do Anel Viário”.

Ele ainda fez um paralelo entre o tempo de duração que o consórcio da Via Bahia é responsável pela BR-116 no trecho do município e os benefícios que a cidade recebeu nesse período. :: LEIA MAIS »

“Nossa cidade é caótica”, aponta vereador

Vereador Edjaime Rosa – Bibia

Vereador Edjaime Rosa Bibia (MDB)

O vereador Edjaime Rosa Bibia (MDB) em seu discurso na sessão ordinária da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), na última sexta-feira (31), apontou que Vitória da Conquista é caótica. “Todos sabem que a nossa cidade é uma cidade caótica”, disse o parlamentar. Ele apontou que um dos principais pontos de caos na cidade é o trânsito, que segundo ele tende a piorar com a implementação do sistema de mototáxi. “Se vier o mototáxi, como vai ficar?”, questionou.

De acordo com Bibia, a cidade está bem servida de táxis, inclusive tendo uma frota superior à de Feira de Santana, maior cidade do interior do estado. “Vitória da Conquista tem a maior frota de táxis do interior da Bahia. Nós temos mais táxis que Feira de Santana”, apontou ele.

“Dois anos se passaram e nada foi feito”, dispara vereador para Herzem Gusmão

Vereador Edjaime Rosa Bibia

Vereador Edjaime Rosa Bibia (MDB)

Na sessão ordinária da última quarta-feira (07), da Câmara Municipal de Vitória da Conquista, o vereador Edjaime Rosa Bibia (MDB) questionou o silêncio dos vereadores da Bancada de Situação e a inoperância do governo municipal durante esses dois anos de gestão. “Dois anos se passaram e nada foi feito”, afirmou Bibia sobre o governo Herzem Gusmão (MDB). Segundo o vereador, bairros como o Bruno Bacelar e Senhoria Cairo estão abandonados. “Tem uma carência muito grande, e nada foi feito. E sabemos que tem o recuso do PAC II para fazer as obras”, disse. Além dos bairros, ele registrou o descaso com a zona rural.

Bibia falou também sobre as ementas impositivas dos vereadores que não foram executadas pela prefeitura. “Eu e os colegas vereadores perdemos o nosso tempo nas secretarias em reuniões, esperando que o prefeito fizesse as ementas. Já vai dá 31 de dezembro. O tempo acabou e nada foi construído”, cobrou.

O edil frisou a veracidade das informações: “todos que são ligados à política e tem compromisso com a cidade, sabem que eu estou falando com a verdade”, disse. “Mas tem colega que fica aqui quieto, não fala nada”, completou. “Não vou me recuar diante de homem grande não. Eu garanto isso a cada voto que tive. Um dia, se eu sair dessa casa, quero sair de cabeça erguida”, se comprometeu.

Líder deixa bancada de situação: “Não vou jogar fora meus anos de mandato por aliados que não querem trabalhar”

Vereador Edjaime Rosa Bibia

Vereador Edjaime Rosa Bibia (MDB)

Na sessão ordinária da última sexta-feira (19), na Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), o vereador Edjaime Rosa Bibia (MDB), até então líder da bancada de situação, declarou o seu desligamento com a bancada. Durante o seu pronunciamento, o edil fez duras críticas, principalmente ao secretariado do governo Herzem Gusmão. “Não vou jogar fora meus três anos de mandato porque tem aliados do governo que não querem trabalhar”, disparou.

“Quero declarar que estou independente de aliança política”, disse Bibia. “Só por mais pouco tempo vou estar defendendo administração”, falou sobre o seu papel enquanto líder de Situação. “Essa é uma mensagem que um político que tem ética e transparência. Depois não venham dizer que o vereador não reivindicou.”, afirmou sobre o seu mandato.

Bibia disparou críticas aos secretários municipais: “Os secretários acham que somos palhaços. Acham que só porque tem um cargo só vai fazer o que gosta. Cargo é uma indicação passageira. Já o vereador só sai aqui pelo voto popular”, disse. “Tenho indicações de estradas há dois anos e o governo não fez nada. Cobrança de bombas de água para zona rural, e nada. O bairro Nossa Senhora Aparecida está lá abandonado”, criticou.

O parlamentar falou também sobre a atuação do líder do prefeito. “Toda vez cobramos, o líder recua. Já cobrei reuniões, e fica: é hoje, é amanhã. Mas nada de acontecer”, contou. “Que o governo sente para conversar com a Câmara”, clamou.

“Eles trazem um monte de lixo pra nossa cidade”, dispara vereador sobre transporte público

Vereador Edjaime Rosa – Bibia

Vereador Edjaime Rosa Bibia (MDB)

Na sessão ordinária desta sexta-feira (20), na Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), o vereador Edjaime Rosa Bibia (MDB) voltou a criticar o sistema de transporte público do município. Ele aponta os problemas da Viação Vitória e pede uma nova licitação para que a empresa seja substituída. Segundo Bibia, a Viação Vitória deve mais de R$ 40 milhões aos cofres públicos e está circulando com ônibus com emplacamento de diversos lugares do país. “Um monte de lixo que eles trazem pra nossa cidade”, disparou.

O vereador explica que para que a empresa possa circular no município é necessário que ela cumpra todas as exigências do edital de licitação. Como, segundo Bibia, a Vitória não vem cumprindo essas regras e leis determinadas, deve-se abrir um novo processo licitatório para a contração de uma nova empresa.

O edil frisa também que “a falência do transporte público não veio com a gestão de governo Herzem”. Ele afirma que há mais de quatro anos, a Câmara já vem discutindo sobre os problemas da empresa Vitória.

Vereador pede investigação de empresas do transporte coletivo de Conquista

vereador Edjaime Rosa BibiaDurante a sessão ordinária da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), na última sexta-feira (16), o vereador Edjaime Rosa Bibia (PMDB) levantou a possibilidade de as empresas Viação Vitória e Viação Cidade Verde serem “laranjas”. “Tudo indica que essas empresas são empresas laranjas. É de um empresário só e faz a laranja, e aí ficam operando em nossa cidade nessa situação, prejudicando o usuário e os funcionários”, explicou o parlamentar.

Para Bibia, há um desequilíbrio muito grande nas distâncias das rotas percorridas pelas empresas e na qualidade da pavimentação das ruas nas quais os ônibus passam. Ele apontou que a Cidade Verde tem seus ônibus circulando em linhas cujas ruas tem melhor qualidade de pavimentação. “Por que uma não reclama da outra? Algumas coisas estão acontecendo de errado e nós temos que investigar”, disse Bibia.

Ainda falando sobre os problemas do transporte coletivo da Cidade, Bibia apontou que o problema do transporte coletivo de Vitória da Conquista é antigo. “Não é agora que esta empresa vai resolver o problema”, apontou. Ele disse que a Viação Vitória, cheia de débitos, está com a frota sucateada.

Atuação da Via Bahia na região de Conquista – Bibia voltou a questionar o motivo dos baixos investimentos da Via Bahia na região de Vitória da Conquista. “Por que a Via Bahia não aplica os recursos aqui na nossa cidade?”, disse ele, destacando que a empresa realiza grandes investimentos em cidades menores como Brejões e Paraguaçu.

Ele cobrou a construção de viadutos nos cruzamentos que envolvem a BR-116 e o Anel Rodoviário Jadiel Matos. “Cadê os viadutos da nossa cidade? Isso é uma vergonha”, apontou.

O vereador pediu que os deputados estaduais com domicílio eleitoral em Vitória da Conquista, Zé Raimundo (PT), Fabrício Falcão (PCdoB) e o deputado federal Waldenor Pereira (PT), atuem em defesa da cidade.

Vereador critica transporte coletivo e acusa empresas de monopólio

vereador Edjaime Rosa BibiaNa sessão ordinária desta quarta, 18, o vereador Edjaime Rosa Bibia (PMDB), líder da Bancada de Situação na Câmara Municipal de Vitória da Conquista, criticou duramente o transporte público coletivo. Para ele, não existem duas empresas operando no município, mas um monopólio.

Segundo Bibia, a empresa Cidade Verde só roda em ruas asfaltadas e planas, já a Vitória atende regiões da zona rural, ruas sem asfalto e enladeiradas. Mesmo nessa situação, que ele considera desigual, a Vitória não faz qualquer tipo de reclamação. O parlamentar julga que não são duas empresas e sim uma ou que elas têm o mesmo interesse, o que caracterizaria o monopólio. Bibia se auto intitulou um vereador do povo e afirmou que vai continuar denunciando o péssimo serviço das empresas.

Em sua fala, parabenizou a comissão da festa de Nossa Senhora Aparecida, na paróquia e bairro de mesmo nome. Segundo ele, mais de duas mil pessoas participaram da atividade. O vereador também parabenizou a atuação da Comissão de Combate à Seca, formada pela Câmara. Ele destacou reunião do grupo com o prefeito Herzem Gusmão que rendeu a contratação de 10 caminhões pipa para atender as comunidades mais críticas.

Vereador critica cobrança de taxa mínima pela Embasa: “A região inteira é roubada”

vereador Edjaime Rosa BibiaNa sessão especial sobre a escassez de água realizada pela Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), ocorrida nessa quarta, 5, o vereador Edjaime Rosa Bibia (PMDB) tratou de dois temas: abastecimento de água pela Embasa e a distribuição pelos caminhões pipa por meio da Defesa Civil. Segundo ele, os caminhões abasteciam as casas de localidades da zona rural rotineiramente, mas passado o pleito “baixam uma portaria, direto de Salvador, que a Coordenação aqui tinha que colocar água em uma casa só e com a distância de 500 metros”. Para ele, não é uma decisão correta, “porque está descumprindo um acordo que fizeram lá atrás, um ou dois anos atrás”. Em sua fala, afirmou que não concorda com a situação em que está a distribuição de água na zona rural. “Tem muitas pessoas que não podem nem sair de suas casas por motivo de saúde e idade avançada”, falou.

Para ele, as ações empreendidas por autoridades fazem parte da obrigação de cada órgão com a população. Sobre as contas de água cobradas pela Embasa, nomeadamente a taxa mínima, artificio que criticou. “A região inteira é roubada por duas vezes. Porque, a taxa mínima só chega para pobre. A taxa mínima não chega para rico. Tem que acabar com a taxa mínima porque você tem que pagar o que passa no hidrômetro”, disse.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia