WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Vozes da Terra 2019

:: ‘Uefs’

Núcleo de Línguas da Uefs oferece vagas para professores da Educação Básica

Núcleo de Línguas da Uefs oferece vagas para professores da Educação Básica

Foto: Divulgação

O Núcleo de Línguas do Programa Idioma sem Fronteiras (NucLi-isF) da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) está com inscrições abertas para cursos de línguas para Professores de Línguas Estrangeiras da Educação Básica, que atuam na Rede Pública de Ensino. As inscrições para os cursos presenciais podem ser feitas até as 12 horas da próxima quinta-feira (14), através do Site do Programa. É importante o preenchimento do formulário de inscrição. Para mais informações acesse o Edital ou envie e-mail para: uefs@programaisf.pro.br.

Uefs recebe Selo OAB Recomenda

Uefs recebe Selo OAB Recomenda

Foto: Divulgação

Em cerimônia realizada na quarta-feira (30), em Brasília, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) entregou a instituições de ensino superior o selo de qualidade em ensino de Direito “OAB Recomenda”. A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) está entre as instituições premiadas e foi representada pela vice-reitora, professora Norma Lúcia Fernandes, e o coordenador do curso de Direito, professor Héber Uzun. Dos mais de 1.500 cursos jurídicos autorizados pelo MEC, apenas 161 receberam o Selo, pouco mais de dez por cento. Sobre a premiação, a vice-reitora destacou que o Selo é uma forma de reconhecer os cursos que mantêm uma regularidade de aprovações no Exame da Ordem e no Enade. “Estar entre os 161 cursos premiados, em um universo de mais de mil é, entre outras coisas, o reconhecimento do trabalho realizado na Instituição, por todos que fazem o curso e pela Uefs como um todo”, disse.

Para o coordenador do curso de Direito da Uefs, o Selo representa um grande estímulo. “Como professor de Direito à frente do curso por ocasião do recebimento dos dois últimos Selos conferidos pela OAB, estou convicto de havermos trilhado na direção não apenas das necessidades sociais brasileiras, mas também de seus anseios. Em mim o sentimento, que é coletivo, tenho certeza, não apenas de dever cumprido, mas sobretudo, do dever de fazer ainda mais e melhor”, concluiu professor Héber Uzun.

Na cerimônia o presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, destacou que “esta solenidade tem significado ímpar para a classe jurídica nacional. Coroa um próspero e incessante trabalho conjunto de diversas Entidades em prol do aprimoramento do ensino do Direito no país. Por meio da outorga do Selo de Qualidade OAB Recomenda, um decisivo passo é dado em direção ao aperfeiçoamento da cultura jurídica. Chegamos com êxito e orgulho à nossa Sexta Edição”.

Mais de 90% dos aprovados no Sisu para Uefs são da Bahia

Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs)

Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs)

A adoção do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) pela Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) mantém a interiorização da universidade pública no estado da Bahia. Como foi previsto pela Uefs, o ingresso aos cursos de graduação pelo Sisu não alterou o perfil de origem dos candidatos aprovados. Das 959 vagas preenchidas, 903 foram ocupadas por candidatos da Bahia, sendo 528 destes de municípios do Portal do Sertão e 436 de Feira de Santana. De um total de 968 vagas oferecidas pela Uefs neste primeiro acesso pelo Sisu, 959 foram preenchidas: 453 pela ampla concorrência; 370 por negros da Rede Pública de Ensino; 87 por não negros da Rede Pública de Ensino; 21 por estudantes indígenas; e 28 por quilombolas.

De acordo com a Pró-reitora de Graduação da Uefs, professora Amali Mussi, “nos últimos anos a Uefs não tinha candidatos aprovados em número suficiente para completar as vagas oferecidas, e com o Sisu tivemos aprovados para todos os cursos. As nove vagas não preenchidas correspondem à reserva de vagas para indígenas e quilombolas, ainda que, com o Sisu a Uefs tenha superado as aprovações nessas categorias comparado aos processos anteriores”. A pró-reitora destaca ainda que a adesão ao Sisu amplia a democratização do acesso à Uefs e a qualifica ainda mais. “Nós estamos preparados, mas mais do que isso, muito motivados para receber esses estudantes, que fizeram um excelente exame pelo Enem e que com certeza vão qualificar esses cursos”. Para ela, a boa avaliação dos cursos da Uefs, reforça a procura pela instituição.

Uefs disponibiliza 968 vagas para o Sisu

Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs)

Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs)

Os estudantes que tiver interesse em disputar umas das 968 vagas disponibilizadas na Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) para os cursos de graduação devem ficar atento ao período de inscrição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu): 22 a 25 de janeiro. Ao todo, os candidatos poderão escolher entre 27 opções de cursos nas áreas de Tecnologia, Exatas e Ciências (Engenharia Civil, Engenharia da Computação Engenharia de Alimentos, Matemática, Física – Licenciatura e Bacharelado, Química); Ciências Humanas e Filosofia(Administração, Contábeis, Ciências Econômicas, Filosofia, História, Geografia, Pedagogia, Direito, Psicologia); Letras e Artes (Letras Vernáculas, Letras c/ Inglês, Letras c/ Francês, Letras c/ Espanhol, Música); Ciências Naturais e da Saúde (Ciências Biológicas – Licenciatura e Bacharelado, Educação Física, Enfermagem, Odontologia, Agronomia). Para conhecer mais detalhes dos cursos, clique AQUI.

As inscrições devem ser feitas no site do Sisu, onde também será divulgado o resultado no dia 28 de janeiro. Mais informações podem ser adquiridas na Coordenação de Seleção e Admissão (CSA) da Uefs, pelo telefone (75) 3161-8030 ou no site SISU/Uefs.

Uefs investe R$ 150 mil em melhorias na iluminação do campus

Uefs investe R$ 150 mil em melhorias na iluminação do campus

Foto: Edvan Barbosa

A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) informou que já está em fase de conclusão a segunda etapa de revitalização do sistema de iluminação do campus. O projeto inclui a troca da antiga iluminação externa por equipamentos em LED, substituição dos braços de luminárias e também melhorias na iluminação da quadra poliesportiva coberta. Ao todo, 150 mil reais estão sendo investidos para a revitalização da iluminação da Universidade. Desta vez, as intervenções estão sendo feitas na avenida que começa do Auditório Central e vai até a rotatória em frente ao módulo 6; na rua que dá acesso ao portão lateral do Feira 6; caminho entre o Auditório Central e a Residência Indígena; área no entorno do CEB, Parque Esportivo e acesso ao Prédio do Labio (PAT-00). Além disso, estão sendo instaladas as luminárias da Alameda dos Oitis, a principal da Universidade, que agora passa a contar com iluminação dos dois lados (canteiro e avenida). O quadro de energia da Biblioteca Central também está passando por modernizações.

Segundo Saulo José Rocha, chefe da Unidade da Infraestrutura (Uninfra) da Uefs, investir na melhoria da iluminação do campus traz reflexos positivos para a comunidade universitária, pois esta iluminação proporciona a visão de todo o campus e as pessoas circulam aqui com mais tranquilidade.

Estudante de Física da Uefs ganha prêmio em congresso nacional

Estudante de Física da Uefs ganha prêmio em congresso nacional

Edine Silva dos Santos-Foto: Arquivo Pessoal

A estudante Edine Silva dos Santos, do curso de Bacharelado em Física da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), obteve o prêmio de melhor pôster durante participação no 41º Congresso de Física Teórica Paulo Leal Ferreira, que aconteceu no Instituto de Física Teórica da Universidade Estadual Paulista, em São Paulo. Edine Santos desenvolve pesquisa na Uefs, sob a orientação do professor doutor Franz Peter Alves Farias, no Projeto Física no Campus, coordenado atualmente pelo professor doutor Álvaro Santos Alves. O pôster apresentado no evento teve origem no projeto Eletrodinâmica quântica em cavidades – campos quânticos em cavidades e em presença de campos externos, com o plano de trabalho A eletrodinâmica de supercondutores segundo London. Parte I – efeito Meissner e o comprimento de penetração de London, financiada por uma Bolsa de Iniciação Científica PROBIC-Uefs, no período 08/2017 a 07/2018.

A relevância do trabalho e a qualidade da formação oferecida pela Uefs foram reconhecidas pela Comissão organizadora do evento, premiando Edine Silva com a melhor apresentação de pôster, compartilhado com outra estudante de graduação da Unesp, Campus de Rio Claro.

Professora da Uefs é processada após fraude em licença

Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs)

Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs)

De acordo com o Ministério Público, uma articulação fraudulenta de licença para realização de curso de doutorado, com manutenção dos vencimentos mensais, levou uma professora da Universidade Estadual de Feira de Santana à Justiça. Segundo o promotor de Justiça Tiago Quadros registra na ação civil pública ajuizada ontem (30), “ela obteve vantagem indevida dos cofres públicos durante dois anos, período em que gozou de licença remunerada para realizar curso do Programa de Doutoramento da Universidade Federal do Ceará (UFC), sem que sequer tenha sido matriculada no referido programa. Entre março de 2014 e março de 2016, a professora esteve afastada das suas funções e recebeu integralmente a sua remuneração e valor referente a bolsa auxílio, explica o promotor, registrando que a prática configura enriquecimento ilícito. De acordo com ele, a professora violou os princípios da moralidade e da legalidade, previstos na Constituição Federal, e da honestidade, materializado na Lei de Improbidade. Para conseguir o afastamento e garantir o recebimento da remuneração, ela apresentou documentos falsos sobre o Programa de Doutoramento”, explica Tiago Quadros ressaltando que será apurado em ação própria. Ele solicita que a ré seja condenada à perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao seu patrimônio, em montante a ser liquidado no curso do processo; ressarcimento integral do dano, quando houver; perda da função pública; suspensão dos direitos políticos de oito a dez anos; pagamento de multa civil de até três vezes o valor do acréscimo patrimonial; e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, pelo prazo de dez anos. (MP)

UEFS avança em desempenho no Ranking Universitário Folha

UEFS avança em desempenho no Ranking Universitário Folha

Foto: Divulgação

De acordo com pesquisa, a Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) galgou várias posições, saindo do 63º para o 60º lugar no cenário nacional, obtendo a pontuação de 62,5. Entre as universidade públicas obteve a posição de número 51. Foram avaliadas 107 instituições públicas e 89 privadas. Nas avaliações específicas, que fazem parte do conceito geral do RUF, alguns cursos da Uefs se destacam nacionalmente. O curso de Enfermagem ocupa o 20º lugar, Farmácia o 22º, História o 28º e Odontologia o 21º. O curso de Agronomia é o 53º e avançou 61 posições em relação a 2015, tornando-se o segundo melhor avaliado da Bahia. Os cursos de Enfermagem, Farmácia, Física, História, Odontologia e Pedagogia estão posicionados como os melhores entre as universidades públicas estaduais da Bahia. E Administração, Agronomia, Biologia, Ciências Contábeis, Computação, Engenharia Civil, Geografia, Letras, Medicina e Química em segundo lugar neste ranking.

O reitor da Uefs, professor Evandro do Nascimento, encara os resultados com uma importante reflexão. “Apesar dos cortes orçamentários, da perda de docentes com titulação de mestre e doutor devido a aposentadorias, do impacto da redução de verbas de pesquisas oriundas da Capes, da Fapesb e do CNPq, a Uefs segue como uma universidade de boa reputação acadêmica. Mas é preciso fazer um alerta: essa situação adversa não sustentará essa reputação indefinidamente. É preciso reverter o ciclo recente de financiamento inferior ao necessário”, disse.

O ranking avalia, anualmente, os cursos de graduação de universidades e faculdades públicas e particulares de todo o Brasil com base em dados nacionais e internacionais, analisados nos seguintes aspectos: pesquisa, ensino, mercado, internacionalização e inovação.

Uefs abre concurso público para professor neste mês de outubro

Concurso Público

Concurso Público

Estarão abertas, no período de 1 de outubro a 31 de outubro de 2018, as inscrições para o Concurso Público de Provas e Títulos destinado ao provimento de cargos permanentes de Professor Auxiliar, nível “A”, da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs). O candidato deverá se inscrever no Site da Coordenação de Seleção e Admissão.

As disciplinas são o Ensino de Química e Química Geral (2 vagas), regime de trabalho de 40h, vinculadas ao Departamento de Exatas (DEXA/Uefs), com formação exigida de Licenciatura em Química com Especialização em Ensino de Química, Ensino de Ciências ou Educação; e Médico – Medicina da Família e Comunidade (1 vaga), regime de trabalho de 40h, vinculada o Departamento de Saúde (DSAU/Uefs), com formação exigida de Graduação em Medicina com Especialização em Medicina Geral de Família e Comunidade ou residência em Medicina Geral de Família e Comunidade. Registro do Conselho Profissional. Acesse o Edital Completo.

Aluno de Educação Física é o primeiro estudante trans a se graduar na Uefs

Aluno de Educação Física é o primeiro estudante trans a se graduar na Uefs

Bruno Silva de Santana

Pesquisas indicam que pessoas trans e travestis estão entre os grupos historicamente excluídos de toda esfera da educação, desde a Educação Básica até o Ensino Superior. Contudo, essa realidade está começando a mudar. O ano de 2018, na Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), é um momento histórico para esta luta. O aluno de Educação Física, Bruno Silva de Santana, é o primeiro estudante transgênero a concluir o curso de graduação na Instituição. A Cerimônia de Colação de Grau ocorreu na última quinta-feira (20). “Essa conquista não é apenas minha, é também de toda população trans e travesti que tem seus diretos negados. Como disse no discurso de formatura, apenas 2% da população trans estão nas universidades. Expulsas da escola, da família e do mercado de trabalho, vivem às margens de um ‘cis-tema’ que nos silencia, invisibiliza e nos extermina cotidianamente”, afirmou Bruno Santana.

Desde 2015, a Uefs assegura aos estudantes, servidores-técnicos e docentes, cujo nome oficial não reflita adequadamente sua identidade de gênero, a inclusão nos registros acadêmicos do seu nome social. Antes de ter seu registro civil retificado para nome e gênero, Bruno Santana utilizou o nome social na Uefs. “Ao adotar essa possibilidade, a Uefs deu um grande passo no sentido de reconhecer a existência dessa população. Ações como essa, refletiram não somente na minha trajetória acadêmica dentro do curso de Educação Física, mas também reverberam na vida de todas as pessoas que passaram a conviver com a transgeneridade dentro da universidade. Mas, ainda é necessário criar políticas públicas que possibilitem a permanência desse grupo historicamente marginalizado e excluído de todas as esferas da nossa sociedade”, ressaltou.

De acordo com a pró-reitora de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis da Uefs, professora Ana Maria Carvalho, “o que motiva a Universidade a desenvolver políticas afirmativas para os grupos historicamente excluídos é o compromisso da Instituição com a defesa da democracia, do reconhecimento das diferenças e da necessidade de combater as práticas que reforçam as desigualdades”. Durante a cerimônia de colação de Grau, Bruno Santana proferiu um discurso acerca dos desafios de concluir o Ensino Superior, que pode ser acessado AQUI, na íntegra.

Ex-servidores de Uefs são denunciados pelo recebimento de quase 50 mil em vantagens indevidas

Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs)

Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs)

Os ex-servidores da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), Everaldo de Oliveira Santana Júnior e Caroline Nunes da Silva, foram denunciados pelo Ministério Público estadual pelo recebimento de R$47.542,98 em vantagens indevidas. De acordo com a denúncia apresentada pelo promotor de Justiça Tiago de Oliveira Quadros, os valores eram creditados por Everaldo, então assessor administrativo encarregado pela gerência de admissão e acompanhamento de pessoal da Uefs, na folha de pagamento de Caroline. O desvio de recursos aconteceu entre os meses de julho de 2014 e outubro de 2017.

De acordo com o promotor de Justiça, “os valores indevidos eram, posteriormente, repartidos por ambos, que eram amigos pessoais”. A denúncia revela que o montante desviado era de cerca de R$2.500 por mês, com algumas interrupções. A irregularidade só se tornou conhecida quando outro servidor tentou inserir na folha de Caroline dados referentes a um adicional noturno, ao qual ela fazia jus, e detectou valores referentes a uma substituição que ela não havia feito, reportando o fato aos seus superiores. A Uesf abriu um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) e os dois servidores, que ocupavam cargos temporários, foram demitidos.

Uefs inscreve para vagas remanescentes do Vestibular 2018.2

No período de 7 a 14 de agosto estarão abertas as inscrições para o preenchimento de vagas remanescentes do Prosel 2018.2 da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs). Poderão se inscrever apenas os candidatos que tenham sido classificados como “excedente de vaga” no resultado do Vestibular 2018.2 e que não tenham sido convocados para a matrícula. Será permitida a inscrição, exclusivamente, para vagas remanescentes em cursos da mesma área do curso optado pelo candidato na inscrição do Prosel 2018.2.

Ao todo, 105 vagas estão sendo disponibilizadas, divididas nos seguintes cursos: Licenciatura em Matemática, Licenciatura e Bacharelado em Física, Licenciatura em Química, Bacharelado em Ciências Econômicas, Licenciatura e Bacharelado em Filosofia, Licenciatura e Bacharelado em Geografia, Licenciatura em Letras com Francês, Licenciatura em Letras / Português e Espanhol.

O candidato classificado para o preenchimento de vaga remanescente deste Edital ingressará na Uefs no semestre letivo 2018.2. Mais informações podem ser acessadas no Site da Coordenação de Seleção e Admissão, onde o Edital de Vagas Remanescentes será publicado na terça-feira (07).

Celebração do Dia da Mulher Negra Latino-americana e Caribenha será nos dias 18 e 19

Celebração da Mulher Negra Latino-americana e Caribenha

Celebração da Mulher Negra Latino-americana e Caribenha

“Saberes e viveres das mulheres negras: ancestralidade, família e afetividade” é o tema do Celebrando o 25 de Julho, data que foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-americana e Caribenha. Aqui no Brasil, a data inspirou a criação do Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra.

Celebrando a data pela segunda vez consecutiva na Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), o LECADIA (Laboratório de Estudos Conexões Atlânticas e Diáspora Africana: Culturas Afro-brasileira e Indígena), promove a celebração juntamente com as seguintes parcerias: MULIERIBUS (Núcleo interdisciplinar de estudos sobre as mulheres e relaçóes de gênero-Uefs), Coletivo de Mulheres de Feira de Santana, NUAS (Núcleo de estudos da Saúde-Uefs) e o GT Gênero e História da ANPUH/BA.

O evento será realizado nos próximos dias 18 e 19 de julho, com atividades concentradas no auditório do mestrado em História, módulo 7 do campus universitário, e contará com mesas-redondas, debates, relatos de experiências, conferências, intervenções culturais, entre outras atividades, com o objetivo de refletirmos sobre a história de luta das mulheres negras em Feira de Santana e na Bahia, reverenciando nossa ancestralidade e em busca das encruzilhadas afetivas necessárias para manter acesa nossa resistência diária contra o machismo, o racismo e a violência.

Uefs integra comitê do Plano Municipal de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário

A utilização de água de chuva no abastecimento rural e urbano, o que resulta em diversos ganhos ambientais tais como menor consumo de energia, redução de alagamentos nas ruas, redução da despesa da conta de água, e metas de despoluição dos rios urbanos já que muitos deles passam por áreas onde já existe rede de esgotamento sanitário. Essas são algumas das contribuições para o Plano Municipal de Saneamento Básico de Feira de Santana, com a inserção da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) no comitê de coordenação.

De acordo com o professor Silvio Roberto Orrico, vinculado ao Departamento de Tecnologia (Detec) da Uefs, o Plano de Saneamento tem como metodologia de construção, amparado na Lei Federal 11.445/2007, a mobilização e participação da população no sentido de subsidiar o diagnóstico e as proposições de planos e projetos e, sobretudo se apropriar do produto para que futuramente sua execução seja melhor acompanhada pela sociedade. Silvio Orrico ressaltou que houve reuniões com a comunidade, bairros da cidade e distritos, tanto na fase do diagnóstico para a construção do prognóstico, planos e metas. No momento qualquer cidadão ou organização pode acessar o plano e sugerir melhorias.

Disponível para consulta pública, até o dia 17 de julho, no site da Prefeitura, o Plano Municipal de Saneamento Básico de Feira de Santana é fruto do Comitê de Coordenação para Elaboração do Plano Municipal de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário de Feira de Santana que foi formado por representantes da prefeitura municipal, governo do Estado da Bahia, organizações não governamentais, associação de moradores e a Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs).

CÂMARA DE VEREADORES_somos parceiro_banner de site Política in Rosa - 500x500 gif


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia