WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Mobilidade - CoronaVírus X Transporte SECOM - AÇÕES FEIRA

:: ‘Teatro’

Projeto que obriga salas de teatro da Bahia a colocarem interprete de Libras é aprovado

Projeto que obriga salas de teatro da Bahia a colocarem interprete de Libras é aprovado

Foto: Divulgação

A Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) aprovou o Projeto de Lei nº 23.062/2019, de autoria do deputado estadual Targino Machado, Líder da Oposição na Casa, que obriga as salas de teatro na Bahia a disponibilizarem intérpretes de Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) para os cidadãos com deficiência auditiva. A contratação do intérprete de LIBRAS será de responsabilidade do estabelecimento, que terá a obrigação de colocar em local visível um cartaz informativo sobre a presente lei, contendo o seguinte texto: “Todo cidadão com deficiência auditiva tem o direito de solicitar um intérprete de LIBRAS para o acesso aos espetáculos deste estabelecimento”.

“O Projeto de Lei tem como objetivo garantir direitos aos deficientes auditivos e mais participação cultural no meio social. A falta de intérpretes ainda é um desafio para acessibilidade dos deficientes auditivos”, declarou Targino Machado.

Segundo Censo realizado em 2010 pelo IBGE, quase dez milhões de brasileiros possuem deficiência auditiva, o que representa mais de 5% da população do país. No que se refere a idade, cerca de um milhão de deficientes auditivos são crianças e jovens de até 19 anos. A pesquisa revelou, também, que o maior número de deficientes auditivos está concentrado nas áreas urbanas. :: LEIA MAIS »

Projeto Teatro para Todos leva programação gratuita de teatro para Feira de Santana

Projeto Teatro para Todos leva programação gratuita de teatro para Feira de Santana

Foto: Divulgação

O ator Frank Menezes e a Cia. Baiana de Patifaria são atrações do projeto Teatro para Todos, nos dias 18 e 19 de maio, na Praça da Kalilândia, em Feira de Santana, que leva obras do teatro baiano consagradas pelo público e pela crítica. O público feirense vai conferir a programação que traz no sábado, dia 18 de maio, às 16h30 a peça Grão Circo, do NUCCA – Núcleo Circense da Cia. Cuca de Teatro, a dupla Fanta e Pandora, da comédia A Bofetada, da Cia Baiana de Patifaria, às 18h e no domingo, dia 19 de maio, os espetáculos A Peleja de Maria Bonitinha, da Cia. Cuca de Teatro, às 16h30mim e O Corruptocom Frank Menezes, às 18h. A iniciativa foi idealizada pela Maré Produções Culturais, com realização por meio da Lei de Incentivo a Cultura do Ministério da Cidadania e patrocínio da Hapvida. Além de levar peças de teatro para a rua, o projeto oferece gratuitamente uma série de atividades de saúde, bem estar, além da realização da Feira da Sé, com a participação de mais de 20 empreendedores criativos expondo seus trabalhos.

O projeto Teatro para Todos nasce do desejo de levar para a rua, espetáculos teatrais que comunicam para um amplo público, reunindo obras de diferentes estilos para alcançar crianças, jovens e adultos. Além de aproximar as pessoas da linguagem teatral, o projeto reúne serviços de saúde como medição de pressão e glicemia, bem como atividades lúdicas para crianças, práticas de atividades físicas e autocuidado. O Teatro para Todos já passou por Salvador, no Parque da Cidade e terá sua próxima parada em Camaçari, com uma nova programação.

Teatro para Todos – A edição Feira de Santana do projeto Teatro para Todos terá uma programação que reúne nomes fundamentais da história do humor baiano. É o caso das personagens Fanta e Pandora, da comédia A Bofetada, da Cia. Baiana de Patifaria, mais longeva montagem teatral baiana, com estreia em 1988. O público vai conferir um espetáculo com as personagens, encarnadas pelos atores Lelo Filho e Rodrigo Villa, que vão mostrar sua capacidade de improviso a partir do texto concebido pelos escritores paulistas Miguel Magno e Ricardo de Almeida. :: LEIA MAIS »

Segunda etapa de construção do Teatro Municipal de Itabuna custará R$ 24 milhões

Segunda etapa de construção do Teatro Municipal de Itabuna

Foto: Paula Fróes

Em sua viagem de trabalho de número 399 ao interior da Bahia, o governador Rui Costa chegou, neste domingo (17), a Itabuna, no sul do estado, onde assinou ordem de serviço para início da segunda etapa de construção do Teatro Municipal da cidade, no valor de R$ 24 milhões. O Teatro tem capacidade para 581 lugares, antecâmaras, housemix, palco, plateia, passarelas técnicas sobre a plateia, varandas de manobra e de cargas sobre o palco, sofita, salas de sonorização e de luz cênica, dispondo ainda de foyer, sala multiuso, sala de dança, camarins coletivos e individuais, cafeteria, bilheteria, administração e sala de reunião.

“É uma emoção grande saber que amanhã completamos 400 viagens de trabalho ao interior. Isso mostra o nosso estilo de gestão, que é governar próximo onde as coisas acontecem, indo aos municípios e conhecendo as demandas e as obras realizadas. Hoje aqui em Itabuna inauguramos a UPA, uma contenção de encostas e autorizamos mais uma etapa da construção do Teatro, empreendimento belíssimo e tão importante, que vai atender toda a região”, afirmou o governador.

Na oportunidade, Rui também assinou o Convênio de Gestão de Unidade de Semiliberdade no município com o Instituto Monte Serrat e Adjacências (Monsa), e autorizou a Fundação da Criança e do Adolescente (Fundac) a celebrar cessão de imóvel com a prefeitura para instalar a Casa de Abrigamento Regionalizada para Mulheres Vítimas de violência.

Lançado edital para conclusão das obras do Teatro Municipal de Itabuna

Teatro Municipal de ItabunaA Prefeitura de Itabuna lançou o edital 01/2018 para seleção e contratação de uma empresa especializada na área de engenharia para execução da segunda etapa da construção do Teatro Municipal de Itabuna. A obra está paralisada há dez anos e o teatro terá 700 lugares, além de equipamentos de som, iluminação e de segurança de acordo com as normas técnicas internacionais.

A licitação será pelo sistema de menor preço obtido através do menor fator “K”, sob a forma de execução indireta e regime de empreitada por preço global, tendo como valor de referência para a contratação R$ 24,8 milhões repassados através de convênio assinado com o governo do estado. Já o governo municipal participa no acompanhamento e execução da obra com uma contrapartida de recursos próprios.

A licitação deverá ocorrer às 9 horas do dia 19 de fevereiro, no Centro Administrativo Firmino Alves e o prazo para conclusão das obras será de oito meses. Constam do edital um memorial descritivo e especificações técnicas do projeto; planilha de serviços; cronograma físico financeiro; modelo de proposta de preços; modelo de declarações unificadas; modelo de credenciamento específico; minuta de contrato e modelo de atestado de vistoria.

A proposta informa que as modificações implementadas no projeto inicial foram originadas pela necessidade de atualizá-lo ao desenvolvimento científico e tecnológico do país, com adequações às novas recomendações de segurança e prevenção de Incêndio, mobilidade permitindo melhorar a acessibilidade, incorporando avanços tecnológicos nas áreas de condicionamento de ar, tratamento acústico, mecânica e iluminação cênica, sonorização, dados, voz e imagem, ainda à modernização arquitetônica com requalificação de ambientes e aplicação de revestimentos metálicos e em panos de vidro.

As áreas do segundo piso serão transformadas em espaços multiuso que permitirão a sua utilização plena para aulas de dança e cursos de arte cênica e/ou outros pertinentes. O teatro estará preparado para apresentação de peças teatrais, shows e outros eventos artísticos, apresentação de orquestras, eventos de formatura, congressos e eventos particulares.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia