WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-CRQM

:: ‘Sedeso’

Inscrições para Pré-Vestibular Cidadão prosseguem à noite

Inscrições para Pré-Vestibular Cidadão prosseguem à noite

Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso) prossegue com as inscrições para o Pré-Vestibular Cidadão, a partir desta quarta-feira, 06, somente à noite. Os candidatos devem se dirigir ao anexo da Igreja do Avivamento Bíblico, na avenida Senhor dos Passos, 26, Centro, esquina com a rua Senador Quintino. A diretora do Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional e Cidadania, Ivone Magalhães, ressalta que as inscrições serão realizadas à noite enquanto existirem vagas para o curso preparatório para o vestibular. Já nos dois primeiros dias, segunda (04) e terça-feira (05), as inscrições foram realizadas somente durante o dia.

As vagas são exclusivamente para quem possui o Número de Inscrição Social (NIS), tenha concluído o ensino médio e seja oriundo de escola pública, além de residir no município de Fera de Santana. A aula inaugural será no próximo dia 19, às 19hs, no Salão da Igreja do Avivamento Bíblico.

Para este ano estão sendo oferecidas 240 vagas para o curso, que é realizado à noite, através de parceria com a Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), com aulas ministradas pelos alunos dos cursos de graduação do 5º ao 7º semestre, oferecendo as disciplinas de Gramática, Literatura, Redação, Espanhol, Matemática, Física, Química, Biologia, Geografia, História Geral e História do Brasil. Também será mantido um cadastro reserva com 120 inscritos.

Aluguel Social tem valor reajustado pela Prefeitura

Prefeitura de Feira de Santana foto Jorge Magalhaes

Prefeitura de Feira de Santana

O valor do Aluguel Social, programa da Prefeitura de Feira de Santana, através da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedeso) e do Conselho de Assistência Social, aumentou em 2019. O novo valor será de R$ 350,00. O reajuste foi publicado na edição de terça-feira, 15, do Diário Oficial. O benefício tem caráter excepcional, transitório, não contributivo, concedido em pecúnia e destinado para pagamento de aluguel de imóvel de terceiros a famílias em situação habitacional de emergência e de baixa renda, que não possuam outro imóvel no município. Tem prioridade para receber o benefício família em situação de extrema pobreza, com crianças, idosos, pessoas com necessidades especiais, gestante, nutriz e os casos de calamidade pública.

A decisão do reajuste foi definida em reunião ordinária do conselho no dia 13 de dezembro e atende, além das políticas de assistência social, o acompanhamento dos valores de mercado que são redefinidos a cada ano.

Resultado de processo seletivo para Criança Feliz divulgado até fim do mês

Resultado de processo seletivo para Criança Feliz divulgado até fim do mês

Foto: Abnner Kaique

O resultado do processo seletivo de 120 pessoas para cadastro reserva do programa Primeira Infância – Criança Feliz será divulgado até o próximo dia 28. Na manhã desta sexta-feira, 21, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso) conclui a segunda etapa, com as entrevistas dos 256 candidatos ao cargo para função de visitador. As entrevistas estão sendo realizadas em prédio anexo da Igreja do Avivamento Bíblico, à avenida Senhor dos Passos, esquina com a rua Senador Quintino. Já a primeira etapa foi mediante apresentação e análise curricular.

A diretora do Departamento de Segurança Alimentar e Cidadania da Sedeso, Ivone Magalhães, ressalta a qualidade dos candidatos inscritos para participar do programa. “Para ingresso no programa Criança Feliz é exigido o mínimo de ensino médio, mas tem muita gente com nível superior disputando as vagas”, revelou. Estudante de Psicologia, Ester Ferreira, 23 anos, vê no programa Criança Feliz uma oportunidade impar para desenvolver um trabalho alinhado com sua futura formação profissional.

Comprovação de frequência escolar para Bolsa Família termina nesta terça-feira (30)

Bolsa Família

Bolsa Família

Termina nesta terça-feira (30) o prazo para todas as escolas públicas municipais e estaduais, assim como particulares, encaminharem os comprovantes de frequência escolar referentes aos meses de agosto e setembro, dos alunos inseridos no programa Bolsa Família. Em função do prazo estar expirando, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso) solicita às coordenações das escolas da rede estadual em Feira de Santana que agilizem o envio dos dados em tempo hábil a fim de evitar o bloqueio do benefício social dos seus estudantes. O secretário de Desenvolvimento Social, Ildes Ferreira, alerta para a necessidade de todos estarem atentos aos prazos do programa social a fim dos benefícios não serem suspensos. E solicita a colaboração de todos para que os dados sejam encaminhados até o dia 30 deste mês.

Segundo a Secretaria Municipal de Educação (Seduc), 84% das escolas da rede pública estadual ainda não haviam encaminhado informações ou estavam com pendências de informação. “Das 88 escolas estaduais ou conveniadas ao Estado no município, 74 delas apresentavam pendências de informação de frequência escolar até o dia 23 deste mês”, alerta o chefe da Divisão de Informações Educacionais, Lênio Lins.

A rede pública municipal já adota sistema informatizado que atualiza os dados diariamente. “As escolas da rede municipal fazem o acompanhamento diariamente no sistema próprio, que é o sistema integrado de educação”, destacou Lênio Lins. Na rede pública municipal são contemplados atualmente 18.617 estudantes com o programa Bolsa Família, de um total de cerca de 49 mil alunos da rede. “A comprovação de frequência é de responsabilidade da escola, mas os alunos podem cobrar”, revela Lênio Lins. Caso o acompanhamento da frequência escolar do aluno não seja informado pelas escolas, as famílias que recebem o Bolsa Família podem ter o benefício social bloqueado.

Humanização no atendimento público será abordado em Seminário

Humanização no atendimento público será abordado em Seminário

Foto: Divulgação

Através do I Seminário Encontro com a Diversidade, conselhos municipais e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso) defendem a universalização do conhecimento para a garantia de direitos. O evento está programado para ser realizado no dia 6 de novembro, durante toda a manhã, na Faculdades Pitágoras, à avenida José Falcão da Silva. Além da Sedeso, conforme explica a presidente do Conselho Municipal das Comunidades Negras e Indígenas, Lurdes Santana, o conselho presidido por ela também é um dos promotores do evento ao lado do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência de Feira de Santana. O credenciamento para participar do evento será realizado das 7h30 às 8h30. Logo em seguida, formação da mesa e abertura das atividades com a promoção da palestra sobre “Humanização no atendimento público – a ética como um princípio organizador da ação”, proferida por Patrícia Nascimento, consultora em Gestão de Pessoas.

Ainda na programação palestras temáticas sobre “Feminicídio – uma violência extrema que pode ser evitada”, tendo como palestrante a delegada Maria Clécia Vasconcelos; “Violência Patrimonial”, proferida por Poliana Moraes Almeida, “Racismo institucional – um desafio a ser superado”, por Arestides Lopes Maltez Júnior, Tata Ndembuka. E encerrando a programação, palestra sobre “Inclusão da pessoa com deficiência – desafios para uma vida digna”, por Maria Gorette Carneiro Cerqueira.

Secretaria de Desenvolvimento Social funciona em novo endereço

Ildes Ferreira

Foto: Abnner Kaique

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso) passou a funcionar em novo endereço, à rua Sabino Silva, 437, Klilândia, esquina com a rua Arnold Silva. A mudança visa proporcionar melhores condições de atendimento aos usuários dos serviços da secretaria. O secretário de Desenvolvimento Social, Ildes Ferreira, explica que órgão passa funcionar em instalações mais modernas e mais amplas, além de fácil acesso aos demandatários dos serviços de garantia de direitos.

Conforme o secretário, a mudança foi necessária em função do crescimento da oferta de serviços e da própria demanda na secretaria. E somente em novas instalações, mais amplas, o Governo Municipal poderá atingir a meta de ofertar ainda mais serviços à comunidade que resultem na inclusão social e amenizar as desigualdades sociais. Nas novas instalações todos os serviços da Sedeso estão centralizados no mesmo prédio. No local passam a funcionar o Programa de Convivência Social Minha Casa, Minha Vida; o Departamento da Igualdade de Gênero, Racial e Juventude e suas divisões; e o Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional e Cidadania.

Ações de inclusão social em Feira são referência para município de Nazaré

Ações de inclusão social em Feira são referência para município de Nazaré

Feira de Santana

As ações governamentais de inclusão social promovidas em Feira de Santana, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso), são referência também para a região do recôncavo baiano. Representantes do Governo Municipal e técnicos da histórica cidade de Nazaré estiveram em reunião com o secretário feirense Ildes Ferreira e conheceram alguns projetos que alavancam a garantia de direitos e possibilitam melhorias na qualidade de vida das famílias em situação de vulnerabilidade social.

A comitiva foi formada pelo vice-prefeito de Nazaré, Ben-Wilson Brito de Souza Júnior; o secretário de Desenvolvimento Social, Nagib Boeri Neto; e mais dois técnicos da Prefeitura. A visita foi na manhã desta terça-feira, 12, no gabinete do secretário Ildes Ferreira. A eficácia na gestão de programas sociais tem sido o que mais chama a atenção de outras administrações que visitam o município. E no caso específico da comitiva de Nazaré, o interesse especial pelo programa Leite Fome Zero, o qual pretendem implantar dentro em breve.

Elaborado Plano Municipal da Assistência Social

Elaborado Plano Municipal da Assistência Social

Plano Municipal da Assistência Social

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso) apresentou as propostas do Plano Municipal da Assistência Social para o período de 2018 a 2021 aos representantes de equipamentos de assistência social e conselheiros ligados à área para uma discussão ampliada com a gestão. O evento foi realizado no auditório da Faculdade Uniasselvi, atendendo a convocação do Conselho Municipal de Assistência Social. O Plano foi elaborado pela Sedeso e é analisado pelo Conselho Municipal de Assistência Social de Feira de Santana, que também participa dos debates e sugere alterações, caso considere necessárias. E para acelerar o processo de consolidação do plano foi promovida a reunião ampliada. Durante a abertura do evento, o secretário da Sedeso, Ildes Ferreira, falou sobre a importância de apresentar o Plano para que todos possam contribuir para a sua elaboração.

Para a presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Ângela Pérsico, o momento é de importantes contribuições para os avanços nas conquistas sociais. “É um momento rico de diálogos e interlocução onde foram apontadas algumas propostas pelos participantes. E um plano elaborado de acordo com as demandas, e também com as resoluções e determinações da última conferência”, frisou.

Nesta quinta-feira, 17, o plano vai para o Pleno do Conselho para aprovação em reunião ordinária. Depois serão realizadas quatro reuniões itinerantes para que os assistidos possam se envolver mais no processo participativo e democrático de elaboração do Plano. O plano foi apresentado por Eduardo Antônio. Em seguida, a diretora do Departamento de Gestão Integrada, Soneide Rios. “Trata-se de um planejamento da política para quatro anos, que já subsidiou o PPA, trazendo informações precisas dos quatro anos de trabalho, nosso planejamento orçamentário e de recursos humanos”.

Já o diretor do Departamento de Assistência Social, Carlos Lacerda, considera a iniciativa uma consideração clara de uma gestão democrática do Governo Municipal. “Ao apresentar o Plano Municipal de Assistência Social com a participação do Conselho como também de todos os trabalhadores do SUAS e também de conselheiros de Assistência Social”.

248 famílias podem perder valores do Bolsa Família

Bolsa Família

Bolsa Família

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso) está convocando 248 famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família a sacarem a parcela dos recursos referentes ao mês de janeiro de 2018 até o próximo dia 30 deste mês. Com o fim do prazo, quem não fizer a retirada terá os valores devolvidos ao Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

O secretário de Desenvolvimento Social (Sedeso) de Feira de Santana, Ildes Ferreira, alerta que o prazo não será prorrogado e que é determinação do Governo Federal. Justamente por isso, pede a quem ainda não sacou o benefício para fazer a retirada até o último dia deste mês.

Reconhecendo a importância destes benefícios para as famílias contempladas com o programa, Ildes Ferreira informa que algumas ações também já estão sendo adotadas visando aumentar o volume de pagamentos. Dentre elas, consultar a lista de não pagos a cada atendimento realizado pela equipe do Cadastro Único e telefonar para qualquer membro da família a partir dos contatos disponíveis no Cadastro Único.

As ações para localizar os beneficiários que ainda não sacaram os recursos referentes ao mês de janeiro deste ano estão sendo intensificadas pela Sedeso. “Estamos mobilizando a equipe da secretaria em todos os equipamentos onde são feitos atendimentos, como os CRAS, para localizar estas famílias que ainda não receberam os benefícios porque sabemos o quanto estes valores são importantes para eles”, frisou o secretário.

Outras medidas adotadas, conforme o diretor do Departamento de Assistência Social da Sedeso, Carlos Lacerda, também informa que estão sendo articuladas parcerias com outras secretarias, como a de Educação e a de Saúde, para comunicar aos alunos ou pacientes membros de famílias com benefícios não pagos para alertarem seus pais. Caso o titular do benefício tenha o cartão mas não possua a senha, deve ligar para o 0800 726 0207 e no mesmo dia ir num Lotérico CAIXA com documento de identidade para recadastrá-la.

Aberto período de inscrição para cursos profissionalizantes

O Centro Integrado de Capacitação e Apoio ao Adolescente e Família Gilza Melo (Cicaf), equipamento da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso), realiza as inscrições para os cursos profissionalizantes de 2018, nesta terça-feira, 20, e quarta-feira, 21. Os interessados devem se dirigir ao anexo da Igreja do Avivamento Bíblico, na avenida Senhor dos Passos, esquina com a rua Senador Quintino.

Estão sendo oferecidas 720 vagas distribuídas entre 13 cursos. Os candidatos podem optar entre Básico Integrado (informática básica, relações interpessoais e atendimento ao público – 100 vagas), Aprendiz Empresarial (100 vagas), Garçom (50 vagas), Auxiliar Administrativo (50 vagas), Manutenção em Micro (25 vagas), Depilação (25 vagas), Corte Masculino (50 vagas), Corte e Escova (50 vagas), Penteado (50 vagas), Atendente de Farmácia (100 vagas) e Informática para Adulto (100 vagas).

O secretário da Sedeso, Ildes Ferreira, ressalta a importância da iniciativa visando proporcionar a qualificação de jovens para inclusão no mercado de trabalho de forma mais competitiva. Observa também que todos os cursos são oferecidos gratuitamente pelo Governo Municipal.

A diretora do Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional e Cidadania, Ivone Magalhães, explica que as inscrições podem ser feitas pela manhã e a tarde, sendo que os interessados devem ser adolescentes acima de 14 anos e adultos de todas as idades, com documentos pessoais, comprovante de residência, cartão do Bolsa Família ou Número de Inscrição Social (NIS).

Ivone Magalhães destaca ainda que as aulas serão ministradas na sede do Cicaf, à rua Manoel Matias de Azevedo, atrás da Estação de Transbordo Centro, data para a aula inaugural será anunciada posteriormente. E ressalta ainda que terá cadastro de reserva com 160 inscritos.

Por determinação judicial, menores recolhidos na Praça de Alimentação são encaminhados a abrigo

menores recolhidos na Praça de Alimentação são encaminhados a abrigoFlagrados em situação de vulnerabilidade social nas vias públicas da cidade, através das câmeras de vídeo-monitoramento da Secretaria Municipal de Prevenção à Violência e Promoção dos Direitos Humanos (Seprev), três crianças, das quais uma de apenas um mês, foram recolhidas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso) e encaminhadas para o Abrigo Raul Freire.

A medida protetiva foi determinada pela Justiça e cumprida pela Sedeso e o Conselho Tutelar III, com apoio da Guarda Municipal e da 64ª Companhia Independente da Polícia Militar. Os menores, um garoto de 14 anos e uma menina de 10 anos, conforme os agentes de defesa de crianças e adolescentes, estavam sendo aliciados e usando crack.

A operação para resgatar os menores das vias públicas foi realizada na última sexta-feira, 22. Todos estavam na Praça de Alimentação Gilson Pereira, ao lado das rampas de skate, deitados pela calçada. A mãe, bastante nervosa e com o bebê de apenas um mês nos braços, tentou reagir enquanto os dois menores também tentaram fugir.

Os conselheiros tutelares informaram que a situação foi confirmada através das investigações. Inclusive o Governo Municipal constatou que a mãe dos menores, que também estava em via pública, possui casa. “Ela, juntamente com os menores, já receberam todo o apoio do Governo Municipal, através da Sedeso, para deixar as vias públicas, mas se recusam a abandonar a vida nas ruas, mesmo correndo riscos”, ressaltaram as conselheiras tutelares.

Banco Mundial valoriza programas da Sedeso no MCMV

Banco Mundial valoriza programas da Sedeso no MCMVÚnica cidade do Nordeste selecionada pelo Banco Mundial (BM) para um estudo nacional da garantia de direitos humanos no programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV), Feira de Santana chama a atenção dos técnicos da missão diante das ações promovidas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso). Os agentes valorizaram o empenho do Governo Municipal “dando prioridade e fazendo articulações com outros setores” para promover o desenvolvimento das comunidades dos residenciais voltados para famílias de baixo poder aquisitivo.

Durante a visita à cidade, os técnicos Francesco Villa Rosa e Tereza Herling, consultores do Banco Mundial, observaram os pontos cruciais das ações da Sedeso. “Pelo que estou vendo, duas coisas interessantes: está sendo dada prioridade e fazendo trabalho de articulação. Algo fundamental para ter acesso a serviços básicos”, frisou Francesco.

As ações desenvolvidas pela Sedeso foram apresentadas pelo secretário titular da pasta, Ildes Ferreira, que esteve acompanhado de técnicos da secretaria durante a reunião com os representantes do BM. Também presente o gerente de Filial da Caixa Econômica Federal, Ivanberg Pereira.

O secretário Ildes Ferreira ressaltou a preocupação da Sedeso em conscientizar os cidadãos sobre as políticas sociais que eles podem buscar e estimular a organização autônoma para manter relação contínua com os poderes públicos.

Os técnicos ainda foram informados sobre a experiência exitosa de projeto desenvolvido pela Sedeso em parceria com o Senai visando levar cursos profissionalizantes para os moradores dos empreendimentos do MCMV nos próprios conjuntos, visando estimular a economia e o trabalho autônomo.

Logo em seguida, os técnicos também visitaram a exposição de artesanato desenvolvido por moradores de unidades do programa MCMV, fruto de oficinas de artesanato promovidas pela Sedeso. A mostra está no escritório central da Caixa Econômica Federal na avenida Getúlio Vargas.

Os estudos são resultado de parceria entre o Banco Mundial e o Ministério das Cidades, que vêm mantendo contatos com a Caixa Econômica Federal e diversas prefeituras do Brasil para conhecer a realidade dos empreendimentos do programa Minha Casa, Minha Vida. Além de Feira de Santana, na condição de única cidade do Nordeste, também foram selecionadas as cidades de São Paulo, Guarulhos, São Bernardo dos Campos, São Leopoldo e Brasília.

Vereadora Eremita pede mais empenho da SEDESO no cadastramento de idosos

Vereadora Eremita MotaEm seu discurso na manhã desta terça-feira (07), na Câmara Municipal de Feira de Santana, a vereadora Eremita Mota (PSDB) destacou que diversos idosos na cidade têm o benefício assistencial que é dado através da Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS) para quem nunca trabalhou ou tem pouca contribuição.

O objetivo da vereadora com o seu discurso é fazer um alerta, principalmente para a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, para que incentive os idosos ir até o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e fazer o seu cadastro único. “Esse cadastro é o NIS, Número de Identificação Social. Todo o cidadão que tem um benefício em programas sociais tem um NIS. E ele agora é obrigatório”, ressaltou.

O NIS é um número adquirido através de um cadastro realizado pela Caixa Econômica Federal que dá o direito aos brasileiros de participar de diversos programas e projetos oferecidos pelo Governo Federal como é o caso do Bolsa Família, Minha Casa, Minha Vida, e outros.

O cadastro tem que ser feito até o dia 31 de dezembro deste ano para que os benefícios não sejam cortados. “A falta desse registro pode deixar em Feira de Santana, a partir de janeiro, muitos idosos com os seus benefícios suspensos. É essa a minha preocupação”, afirmou.

A vereadora pediu então mais empenho da SEDESO nesse cadastramento, já que ao visitar o local encontrou apenas um pequeno resumo que não considerou como muito explicativo. “Quem não tem um conhecimento maior de interpretar o que estava escrito fica difícil de entender. Em minha opinião uma campanha deve ser feita para que todos os idosos se conscientizem de ir ao CRAS fazer o seu cadastro único para garantir o direito da permanência do seu beneficio”, destacou.

Eremita ainda falou que deve haver mais calma no atendimento as pessoas na sede do Bolsa Família em Feira de Santana. Ela contou  ter presenciado o mal atendimento e chegou a chamar de desumana a forma com que os beneficiários são tratados. “Parece que estão conversando com animais. Se fosse um cachorro acho que tratariam melhor”, criticou.

A edil concluiu sua fala salientando que os idosos têm seus direitos garantidos e merece da Secretaria responsável um pouco mais de atenção. “Em minhas visitas já estou alertando os idosos com que encontro para que façam seu NIS e não corram o risco de perder o seu direito”, finalizou.

CÂMARA DE VEREADORES_somos parceiro_banner de site Política in Rosa - 500x500 gif


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia