WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Secretaria de Serviços Públicos’

Secretaria de Serviços Públicos informa que trocou mais de duas mil lâmpadas em janeiro

Foto: ACM

No período de 02 a 28 de janeiro foram trocadas 2.293 lâmpadas de iluminação pública em Feira de Santana. Desse total 1.442 foram em 106 bairros da zona urbana e 851 nos oito distritos. A informação é da Secretaria Municipal de Serviços Públicos (SESP).

De acordo com o chefe do Departamento de Iluminação Pública, Jairo Torres, as trocas são sempre motivadas por vandalismo, tempo de vida útil ou por picos e quedas de tensão da energia, queimando a lâmpada – este último sendo o principal fator.

Além deste serviço, o órgão se manteve empenhado realizando revisões em pontos apagados em avenidas, ruas, praças, residenciais, bairros, além de distritos, comunidades, povoados, conjuntos e viadutos.

“Toda a nossa equipe se manteve empenhada para realizar os serviços”, ressalta o secretário interino, João Falcão, acrescentando que as solicitações ao órgão podem ser feitas através do aplicativo Fala Feira 156. :: LEIA MAIS »

Em 2020, Secretaria de Serviços Públicos emitiu 157 notificações de terrenos baldios

Foto: Izinaldo Barreto

Manter o terreno limpo e murado é lei. Contudo, há ainda quem desrespeite a legislação municipal. A Prefeitura, por meio da Secretaria de Serviços Públicos (SESP), alerta que caso não cumpram, os proprietários serão notificados e estão sujeitos ao pagamento de multa.

“Primeiro fazemos a fiscalização e emitimos a notificação. Se o dono do terreno não atender, é aplicado um auto de infração e ele terá dez dias para resolver o problema. Passado esse prazo emitimos a multa”, afirma a Graciela Barbosa, chefe de Fiscalização da SESP. Os donos de terrenos são responsáveis também em construir o passeio, conforme a Lei Municipal 3.245/2011.

O valor da multa é de dois salários mínimos pela falta do muro e mais um quando não há a calçada. Ainda assim, em ruas e avenidas de Feira de Santana, é possível encontrar áreas que acabam servindo como depósito irregular de lixo e entulho.

Segundo a chefe de Fiscalização, em 2020, a SESP emitiu 157 notificações de terreno baldio, sendo 96 casos resolvidos. Os demais tiveram o processo encaminhado para dívida ativa do município. “Quando o proprietário é notificado, autuado e multado e não atende a nenhum desses termos, finalizamos o processo e encaminhamos para a dívida ativa do município e com isso, quando ele for fazer qualquer tipo de negociação com o terreno e a Prefeitura vai existir essa pendência “, disse. :: LEIA MAIS »

Secretaria de Serviços Públicos reinicia Projeto Bota Fora

Secretaria de Serviços Públicos reinicia Projeto Bota Fora

Foto: Divulgação / PMFS

O bairro Brasília será o primeiro a ser atendido na retomada do Projeto Bota Fora, nesta segunda-feira, 13, que é desenvolvido pela Prefeitura de Feira de Santana, por meio da SESP (Secretaria de Serviços Públicos).

A iniciativa tem como objetivo recolher das vias públicas ou dos quintais das casas móveis e outros utensílios que não mais estão sendo usados e que podem estar sendo locais de desova do mosquito aedes aegypti.

O inseto transmite a dengue, zika e chikungunya e a Brasília é um dos bairros que apresentam maiores índices de dengue na cidade, com quase 400 casos positivos. Os moradores deste bairro devem colocar os bens considerados inservíveis nos passeios que os veículos e prepostos da SESP passarão para pegá-los e dar a correta destinação. :: LEIA MAIS »

Transportadores de resíduos sólidos têm prazo de 60 dias para se cadastrarem na SESP

Justiniano França

Justiniano França – Foto: Jorge Magalhães

Já se encontra em vigor a Lei Municipal de nº 3.987, de 06 de dezembro de 2019, que normatiza e disciplina a ação dos geradores e transportadores de resíduos sólidos da construção civil nas etapas de transporte, manejo e destinação, no município de Feira de Santana, e dá outras providências. Com a atual legislação, foram revogadas as disposições em contrário, especialmente as Leis 266/2011 e a 3.760/2017, visando, entre outras coisas, o comprometimento dos geradores de resíduos sólidos da construção civil nas etapas de transporte, manejo e destinação. Define-se gerador de Resíduos Sólidos da Construção Civil – RSCC o proprietário ou responsável pelo imóvel, terreno ou local gerador, sendo responsável pelo seu manejo, guarda e ou descarte, identificado no Controle de Transporte de Resíduos da Construção Civil (CTRC). Os geradores obrigatoriamente devem providenciar o descarte dos RSCC através dos transportadores cadastrados na Secretaria de Serviços Públicos (SESP), mediante recebimento do recibo canhoto do Controle de Transporte de Resíduos da Construção Civil.

O secretário municipal de Serviços Públicos, Justiniano França, informou que os transportadores de resíduos sólidos da construção civil e resíduos volumosos, pessoa física e ou jurídica, terão o prazo de 60 dias para se cadastrarem na Secretaria Municipal de Serviços Públicos (SESP). “Após o cadastramento, a SESP emitirá o Controle de Transporte de Resíduos da Construção Civil (CTRC) – documento de autorização para o transportador de resíduos, fornecendo informações sobre o gerador, origem, quantidade e descrição dos resíduos e seu destino, conforme a regulamentação desta Lei e as diretrizes contidas no Anexo da Norma Brasileira NBR 15.112”, disse.   :: LEIA MAIS »

“Secretário pegou em minha mão como se estivesse pegando num pacote de fezes”, diz vereador

Vereador João Bililiu

Vereador João Bililiu (PPS)

O vereador João Bililiu (PPS) parabenizou o ótimo trabalho que ele disse que está sendo feito pelos prepostos da Secretaria de Servicos Públicos, mesmo o seu secretário Justiniano França tendo lhe olhado “torto”. “Quando preciso eu sei cobrar e sei elogiar também. Mesmo Justiniano tendo passado e pegado em minha mão como se estivesse pegando num pacote de fezes”, disparou. O vereador concluiu a sua fala pedindo ao secretário para continuar o seu bom trabalho em prol do comunidade porque esse é o seu trabalho.

Secretaria de Serviços Públicos promove mutirão de serviços

A praça do conjunto Antônio Carlos Magalhães (ACM) receberá várias melhorias, nos próximos dias. O local será beneficiado com serviços de revitalização de bancos, recuperação do parque infantil e dos aparelhos de ginástica, instalação de lixeiras, podas ornamentais, corte de grama, recuperação no piso, reavaliação da irrigação, além de outras ações. Dezoito lâmpadas serão trocadas na praça, sendo quatro nas torres grandes e 14 nas torres baixas.

Além da praça, várias ruas do conjunto estão sendo sendo assistidas em várias necessidades, pela Secretaria de Serviços Públicos, a exemplo de varrição, capinação, pintura de meio-fio, requalificação das áreas verdes e manutenção da iluminação da pública. Também acontece ali a Operação “Bota Fora”, que recolhe móveis, eletrodomésticos e outros materiais considerados inservíveis das residências.

A iniciativa, de acordo com o secretário da pasta, Justiniano França, visa segurança, melhorias na paisagem urbana, conservação do meio ambiente, lazer e bem-estar. Vários departamentos do órgão estão envolvidos neste trabalho.

Secretaria de Serviços Públicos fará recolhimento de sucata ferrosa a partir da próxima terça-feira

Secretaria de Serviços Públicos fará recolhimento de sucata ferrosaA Secretaria Municipal de Serviços Públicos (SESP) iniciará o recolhimento de sucata ferrosa, sobretudo de veículo em desuso, a partir da próxima terça-feira (18), no município de Feira de Santana.

A iniciativa, segundo o secretário da pasta, Justiniano França, atende a um Acordo de Cooperação firmado entre o Governo do Município e a Cooperativa dos Badameiros de Feira de Santana (COOBAFS), no dia 16 de junho do corrente ano, tendo em vista a preservação do meio ambiente, o aperfeiçoamento da coleta seletiva solidária e o fomento aos catadores de materiais recicláveis e de resíduos sólidos.

Ele informou que a sucata ferrosa coletada pela SESP será destinada à COOBAFS, que, por sua vez, desenvolverá atividades relacionadas ao meio ambiente equilibrado, gerando oportunidades de trabalho, renda e de negócios aos catadores, uma vez que esse tipo de material pode ser aproveitado para o abastecimento do mercado de siderurgia e metalurgia.

“Vale salientar que a sucata ferrosa a céu aberto pode causar danos irreversíveis ao meio ambiente, além de ser um grande problema de saúde pública, visto que contribui para a poluição do solo e é um ambiente propício para a criação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya”, disse Justiniano, ressaltando a importância da iniciativa da SESP.

Secretaria de Serviços Públicos esclarece novos valores para as tarifas dos transportes coletivos

A Secretaria de Serviços Públicos (Sesp) esclarece que o decreto Nº 6707/2017, fixa novos valores para as tarifas dos transportes  coletivos por ônibus e do especial complementar no âmbito do Município de Camaçari, e não trata de mudanças no transbordo do serviço do Transporte Universitário, que pode sim, ter o seu ponto de baldeação modificado, mas que, de forma alguma, gerará prejuízos aos usuários.

A Sesp tem o compromisso de informar qualquer mudança que seja implementada no Transporte Universitário e está à disposição da imprensa e, principalmente, da população para prestar os devidos esclarecimentos.

Esta nota de esclarecimento se faz necessária porque na última quinta-feira (20), o movimento estudantil secundarista União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), apoiou a manifestação dos estudantes da rede municipal e estadual de ensino, que difundiu a informação de que havia sido baixado um decreto onde, além de aumentar o valor da tarifa do transporte público, o local de transbordo do serviço de Transporte Universitário seria alterado, deixando assim, os estudantes no Terminal Rodoviário e não mais próximos de suas respectivas residências.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia