WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Matriculas 2020

:: ‘PSL’

Pastor Tom fala sobre conflitos dentro do PSL

Deputado estadual Pastor Tom-foto Política In Rosa Anderson Dias

Deputado estadual Pastor Tom – Foto: Anderson Dias / site Política In Rosa

O deputado estadual Pastor Tom (PSL) falou ao site Política In Rosa sobre os conflitos entre o presidente da República Jair Bolsonaro e o presidente do PSL, o deputado federal Luciano Bivar. O entrevero pode culminar com uma possível saída de Bolsonaro do PSL. Pastor Tom foi enfático ao dizer que é um simples filiado do PSL. “Não fui eleito pela legenda. Meu antigo partido não alcançou o coeficiente e eu migrei para o PSL. Vejo essa situação com muita tristeza, pois o presidente do meu partido sendo investigado por uma denúncia de uma filiada que afirmou ser ‘laranja’ na campanha eleitoral passada. Não posso me meter nessa briga. Irei aguardar as definições para decidir para que lado irei partir. Hoje eu não tenho nenhuma informação se continuo no PSL ou se saio. Só posso resolver isso lá na frente. É muito cedo para está falando. Vou esperar alguns dias para ver onde isso irá chegar”, disse Pastor Tom.

Pastor Tom avalia governo de Colbert Filho e diz: “precisa melhorar muito”

Deputado estadual Pastor Tom - Foto site Política In Rosa

Deputado estadual Pastor Tom – Foto: site Política In Rosa

O deputado estadual Pastor Tom (PSL) esteve, na manhã desta quarta-feira (04), fazendo uma visita a Câmara Municipal de Feira de Santana. Em entrevista ao site Política In Rosa, Tom fez uma análise a possível candidatura de Dayane Pimentel (presidente do partido PSL) ou do marido dela, Alberto Pimentel, a Prefeitura. “Eu estou no PSL. Estou vendo algumas entrevistas de Alberto Pimentel onde se intitula como pré-candidato a prefeito. Nada contra da candidatura de A, B ou C no PSL, mas se eu entender que as pesquisas pontuam meu nome, é lógico que eu vou sair candidato. Não tenho dificuldade nenhuma de sair do PSL e entrar em outro partido”, afirmou.

Segundo Pastor Tom, se o povo entender e aclamar pelo seu nome, ele não tem nenhuma dúvida de sua candidatura. “E repito: se o PSL não me der legenda, não tem problema. Sairei com muita harmonia e irei pra outro que vai me dar. Não estou amarrado. Se o PSL vai me colocar candidato a prefeito não sei, só sei que estou nas mãos do povo”, completou.

Sobre a escolha do nome do PSL para a Prefeitura, Pastor Tom  diz que entende que esse processo é democrático e não tem dúvida que vai ter “a mão do ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho”. “O que não podemos perder é a Prefeitura de Feira para o governador Rui Costa”, relatou.

Avaliação do governo de Colbert Filho

Pastor Tom ainda fez uma avaliação sobre o governo do atual prefeito, Colbert Filho (MDB). Por não ter o costume de “ficar em cima do muro”, Tom acredita que o Governo precisa melhorar. “Qualquer gestor precisa se relacionar, abrir um diálogo. Não se faz política sem conversar e sem se reunir. Tem alguns meses que estou pedindo uma audiência com o prefeito e não consigo. Como se faz política desse jeito? Como vai agregar dessa forma? Fica difícil. Precisa melhorar muito”, disparou.

Ainda segundo o deputado, algumas pessoas não têm coragem de falar a verdade e reclamam que “está com medo de perder o emprego”. “Só que na hora de decidir pode tomar uma bola nas costas. Continuo no grupo de José Ronaldo, mas para prefeito é aquele que for melhor nas pesquisas entre nós para ser o candidato”, finalizou.

Anderson Dias

Pastor Tom desembarca no PSL

Pastor Tom desembarca no PSL

Foto: Divulgação

O deputado estadual Pastor Tom, que era filiado ao partido Patriota, saiu do mesmo e desembarcou no PSL na tarde da última sexta-feira (22). Pastor Tom esteve com a presidente do PSL na Bahia, A deputada federal Dayane Pimentel, e seu esposo o secretário do Trabalho e Esporte de Salvador, Alberto Pimentel, em uma reunião confirmando seu ingresso ao partido PSL.

“Confesso que fiquei lisonjeado com o convite. Primeiro quero agradecer a Deus, pois creio que tudo tem a permissão dEle. Estou diante de uma grande deputada, de minha cidade e que já fez história como uma das deputadas federais mais votadas. Temos uma visão de quem defende a fé, defende a família e os princípios cristãos; então quem ganha é a Bahia. Esse é um começo. A deputada é muito bem articulada, está agregando e não tenho dúvidas de que o PSL, que já é um dos maiores partidos do Brasil, será um dos maiores da Bahia também”, disse.

PSL, PHS, PPS e PRTB fecham coligação na proporcional para próximas eleições

PSL, PHS, PPS e PRTB fecham coligação na proporcional para próximas eleições

PSL, PHS, PPS e PRTB fecham coligação na proporcional.

Há 65 dias das eleições, os partidos políticos começam a definir a composição das alianças para o próximo pleito. Na tarde desta sexta-feira (03), o PRTB, PSL, PHS e PPS confirmaram a união e bateram o martelo sobre a composição das chapas proporcionais para deputados federal e estadual.

A composição visa garantir a competitividade e formar musculatura partidária para os postulantes aos cargos legislativos, afim de eleger o maior número possível de parlamentares dentro da chapa. Na majoritária, o PHS, PSL e PPS apoiam o candidato do Democratas, Jose Ronaldo, para o Governo do Estado. Já o PRTB segue marchando isolado no apoio ao ex-prefeito de Salvador, João Henrique, na corrida ao Palácio de Ondina.

“Na proporcional, não”, diz Dayane Pimentel sobre possíveis coligações com PSL

 

Professora Dayane Pimentel

Foto: Silvio Tito

Após especulação de vários partidos sobre uma possível coligação com PSL para a chapa proporcional, a professora Dayane Pimentel, presidente estadual da sigla que tem como pré-candidato a presidente Jair Bolsonaro e para governo da Bahia o advogado e professor Wank Medrado, não confirma a possibilidade de compor “chapão” nas eleições de outubro.

Nas constantes entrevistas concedidas a professora Dayane não sinaliza qualquer possibilidade de coligação com outros partidos. Segundo a professora, o Partido Social Liberal tem condições de disputar vagas para deputados federais e estaduais sem precisar se coligar com outras siglas. “Temos condições de conquistar vagas na Câmara Federal e também na Alba sem que seja necessário caminhar com os partidos que pretendem formar chapão. Temos fortes pré-candidatos em todas as regiões do estado. Pessoas que abriram mão de recursos de campanha, de condições de coeficiente e por onde passamos a crescente manifestação de apoio popular, juntamente com pesquisas que realizamos constantemente, nos indicam a possibilidade de disputarmos as eleições proporcionais sem adesão a qualquer chapa. Aqui é uma renovação”.

Ainda segundo Dayane Pimentel, o que existe dentro do partido são diálogos sobre a possibilidade de união exclusivamente para a disputa pelo governo do estado. “Estamos conversando com nossos correligionários e também com nosso candidato a presidente, Jair Bolsonaro e com Wank Medrado somente sobre a possibilidade de unir a oposição para tirarmos o PT do Governo da Bahia. Nos próximos dias publicaremos nossa decisão”.

Câmara Municipal de Feira de Santana - Lado a Lado Vereador Alberto Nery - Boas Festas - site Política In Rosa Luiz da Feira Natal e Ano Novo - SITE POLÍTICA IN ROSA Vereador João Bililiu - Boas Festas Vereador Ron do Povo - BOAS FESTAS Gilmar-Amorim-Boas-Festas


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia