WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Micaretaresultados

:: ‘PSL’

Pastor Tom desembarca no PSL

Pastor Tom desembarca no PSL

Foto: Divulgação

O deputado estadual Pastor Tom, que era filiado ao partido Patriota, saiu do mesmo e desembarcou no PSL na tarde da última sexta-feira (22). Pastor Tom esteve com a presidente do PSL na Bahia, A deputada federal Dayane Pimentel, e seu esposo o secretário do Trabalho e Esporte de Salvador, Alberto Pimentel, em uma reunião confirmando seu ingresso ao partido PSL.

“Confesso que fiquei lisonjeado com o convite. Primeiro quero agradecer a Deus, pois creio que tudo tem a permissão dEle. Estou diante de uma grande deputada, de minha cidade e que já fez história como uma das deputadas federais mais votadas. Temos uma visão de quem defende a fé, defende a família e os princípios cristãos; então quem ganha é a Bahia. Esse é um começo. A deputada é muito bem articulada, está agregando e não tenho dúvidas de que o PSL, que já é um dos maiores partidos do Brasil, será um dos maiores da Bahia também”, disse.

PSL, PHS, PPS e PRTB fecham coligação na proporcional para próximas eleições

PSL, PHS, PPS e PRTB fecham coligação na proporcional para próximas eleições

PSL, PHS, PPS e PRTB fecham coligação na proporcional.

Há 65 dias das eleições, os partidos políticos começam a definir a composição das alianças para o próximo pleito. Na tarde desta sexta-feira (03), o PRTB, PSL, PHS e PPS confirmaram a união e bateram o martelo sobre a composição das chapas proporcionais para deputados federal e estadual.

A composição visa garantir a competitividade e formar musculatura partidária para os postulantes aos cargos legislativos, afim de eleger o maior número possível de parlamentares dentro da chapa. Na majoritária, o PHS, PSL e PPS apoiam o candidato do Democratas, Jose Ronaldo, para o Governo do Estado. Já o PRTB segue marchando isolado no apoio ao ex-prefeito de Salvador, João Henrique, na corrida ao Palácio de Ondina.

“Na proporcional, não”, diz Dayane Pimentel sobre possíveis coligações com PSL

 

Professora Dayane Pimentel

Foto: Silvio Tito

Após especulação de vários partidos sobre uma possível coligação com PSL para a chapa proporcional, a professora Dayane Pimentel, presidente estadual da sigla que tem como pré-candidato a presidente Jair Bolsonaro e para governo da Bahia o advogado e professor Wank Medrado, não confirma a possibilidade de compor “chapão” nas eleições de outubro.

Nas constantes entrevistas concedidas a professora Dayane não sinaliza qualquer possibilidade de coligação com outros partidos. Segundo a professora, o Partido Social Liberal tem condições de disputar vagas para deputados federais e estaduais sem precisar se coligar com outras siglas. “Temos condições de conquistar vagas na Câmara Federal e também na Alba sem que seja necessário caminhar com os partidos que pretendem formar chapão. Temos fortes pré-candidatos em todas as regiões do estado. Pessoas que abriram mão de recursos de campanha, de condições de coeficiente e por onde passamos a crescente manifestação de apoio popular, juntamente com pesquisas que realizamos constantemente, nos indicam a possibilidade de disputarmos as eleições proporcionais sem adesão a qualquer chapa. Aqui é uma renovação”.

Ainda segundo Dayane Pimentel, o que existe dentro do partido são diálogos sobre a possibilidade de união exclusivamente para a disputa pelo governo do estado. “Estamos conversando com nossos correligionários e também com nosso candidato a presidente, Jair Bolsonaro e com Wank Medrado somente sobre a possibilidade de unir a oposição para tirarmos o PT do Governo da Bahia. Nos próximos dias publicaremos nossa decisão”.

Câmara Municipal de Feira de Santana - Lado a Lado


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia