WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Mobilidade - CoronaVírus X Transporte SECOM - AÇÕES FEIRA

:: ‘Política’

Eleições Municipais de 2020 devem ter maior representatividade feminina

O desafio está posto na política nacional: equilibrar o número de eleitoras e o de eleitas. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, são 77 milhões de mulheres votantes no país, o que corresponde a 52,5% do total dos brasileiros que vão às urnas. Apesar disso, 70% dos cargos eletivos ainda são ocupados por homens. No cenário baiano, a porcentagem é semelhante: 52% de eleitoras e apenas 13,6% de eleitas em 2018, dados do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia.

As estatísticas ganham ainda mais sentido com os dados de 2016, considerando que, naquele ano, foram realizadas Eleições Municipais, assim como acontecerá em 2020. No Brasil, 31,9% de candidatas eram mulheres e apenas 13,4% foram eleitas. Na Bahia, o número é parecido: naquele ano, foram 31,8% de candidaturas femininas e 12,3% de mulheres eleitas para as prefeituras e câmaras de vereadores.

As Eleições Municipais de 2020 podem alterar esse quadro. Com mudanças recentes na Lei Eleitoral (nº 9504/1997), a expectativa é que mais mulheres possam concorrer. :: LEIA MAIS »

“Além de muito positiva, a união entre PSB, PV, PCdoB e REDE veio para mudar paradigmas”, declara Angelo

Frente Democrática Progressista

Reunião da Frente Democrática Progressista – Foto: Reprodução

Após uma matéria veiculada no site Política In Rosa intitulada “Acho muito positiva”, diz Zé Neto sobre Frente Democrática Progressista”, o ex-deputado estadual Angelo Almeida (PSB), em nome da Frente Democrática Progressista, entrou em contato com a nossa redação para falar sobre o posicionamento da Frente com relação as declarações do deputado federal Zé Neto.

“Além de muito positiva, diria que a união entre PSB, PV, PCdoB e REDE veio para mudar paradigmas na política da cidade. Antes dos nomes vamos discutir a forma e os meios de levar para a comunidade feirense um projeto onde um conjunto de novas propostas será o carro chefe da nossa jornada, que sabemos, será dura, por conta das amarrações e tretas existentes em 20 anos de domínio da política local”, declarou o ex-deputado Angelo Almeida.

De acordo com Angelo, o sentimento de mudança está batendo forte no coração do povo feirense. “Nas eleições 2020 não haverá marqueteiro que consiga esconder o elefante atrás do poste, o sentimento de mudança está batendo forte no coração do povo feirense. Vamos caminhar! Na boa política, é necessário que sejamos generosos, juntando os diferentes, cedendo para o bem comum, construindo desprovido de interesses pessoais, mas alimentando o sonho e a esperança de entregarmos para o povo de Feira o sentimento de pertencimento de cada um de nós por nossa cidade”, finalizou.

Em encontro com Bacelar, Celsinho Cotrim diz: ‘política se faz no diálogo e agregando’

Celsinho Cotrim e o deputado federal Bacelar

Deputado federal Bacelar e Celsinho Cotrim – Foto: Reprodução: Redes Sociais

Os pré-candidatos a prefeito de Salvador, deputado federal Bacelar (PODEMOS) e o ex-candidato a Senador Celsinho Cotrim (PRTB) estiveram, nesta segunda-feira (27), no restaurante A Porteira na Boca do Rio. Nesse encontro o que não faltou foi conversas sobre as eleições deste ano.

“Temos convergência nas ideias e ações, e acreditamos que juntos poderemos construir uma cidade melhor. Vamos que vamos, pois, política se faz no diálogo e agregando”, declarou Celsinho sobre o almoço com Bacelar.

“Essa política de subsídios do governo do PT vai quebrar a Bahia”, critica Targino Machado

Deputado estadual Targino Machado

Deputado estadual Targino Machado – Foto: Divulgação

O deputado estadual Targino Machado (Democratas), líder da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), questionou nesta terça-feira (14) a política de subsídios adotada pelo governo do estado. Segundo ele, a oposição tem criticado há anos acordos – como a parceria público privada (PPP) da Arena Fonte Nova – que provocam um rombo milionário nos cofres do estado e podem quebrar a Bahia.

De acordo com Targino, no ano passado, o governo pagou R$ 65 milhões de subsídio ao metrô. Em 2020, este número pode dobrar. Já o valor anual pago à Fonte Nova ultrapassa os R$ 160 milhões. “O metrô, obviamente, é um modal de transporte fundamental para Salvador, e nós somos totalmente favoráveis a ele. Contudo, os números que vemos são preocupantes. Hoje, o estado já tem graves problemas fiscais, que podem ser potencializados nos próximos anos caso nada seja feito”, pontua.

Na Fonte Nova, Targino diz que o acordo, que perdura até hoje mesmo com os diversos questionamentos, o caso é pior. “Até o TCE (Tribunal de Contas do Estado) já fez questionamentos. Com o dinheiro pago anualmente o governo poderia construir um estádio novo. Imagine o que não dava para fazer com esse dinheiro num estado com graves problemas de saúde, educação e segurança”, enfatiza o líder da oposição. :: LEIA MAIS »

“A política só é bem feita se for de serviço ao próximo e não a si próprio”, diz João Henrique

João Henrique e o presidente do Avante em Feira, Wagner Pereira, na Rádio Geral

João Henrique e o presidente do Avante em Feira, Wagner Pereira – Foto: Walace Almeida

Filiado ao Avante, João Henrique, ex-prefeito de Salvador já se lançou pré-candidato à Prefeitura de Feira de Santana em 2020, cidade que já foi administrada por seu pai, o ex-prefeito João Durval e que já teve seu irmão, Sérgio Carneiro como também candidato a prefeito por duas oportunidades. Na última sexta-feira (27), em entrevista à Rádio Geral, explicou o que lhe motivou a ser pré-candidato a prefeito da cidade. De acordo com João Henrique, a cidade de Feira de Santana tem a necessidade de rotatividade no poder. Segundo ele, isso garantirá uma agregação de valor na administração pública municipal. “Um governo novo tem que chegar com uma equipe nova, para construir uma nova cidade, há a necessidade de uma nova equipe, entusiasmada, com garra, com fibra, vontade de realizar, transformar, mudar as coisas e adaptar a cidade aos novos tempos. Feira sempre teve um potencial econômico muito forte, muito mais do que Salvador, que é movido pela indústria das festas”, e continuou.

“Estamos nesse planeta para servir, e a política só é bem feita se for de serviço ao próximo e não a si próprio. Em Salvador, durante oito anos, eu lutei contra governadores adversários e sempre fui a zebra nas eleições, ninguém acreditava que eu fosse sair do quinto para o primeiro lugar sem ter nenhum apoio, o que surpreendeu muita gente. Apesar disso, tive muito apoio popular, pois lutei por muitas causas, e, com isso, adquiri muita experiência. Se eu me candidatar, Feira terá um candidato experimentado, uma pessoa que sabe, mais ou menos, o que é possível e o que não é, ou seja, teremos limites de compromisso, o que passei a conhecer após as experiências que tive”, disse. :: LEIA MAIS »

Cláusula de barreira será aplicada a partir de fevereiro

Cláusula de barreira será aplicada a partir de fevereiro

Foto: Divulgação

Os partidos políticos que não alcançaram a cláusula de barreira nas eleições de 2018 ficarão impossibilitados de receber recursos do Fundo Partidário a partir de 1° de fevereiro do ano que vem. O entendimento unânime foi firmado nesta quarta-feira (19) pelo Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ao analisar petição protocolada pela Rede Sustentabilidade (REDE). A legenda afirmou que, por ter sido criada há pouco tempo, não conseguiu atender as disposições constitucionais introduzidas no ordenamento jurídico pelo artigo 3º da Emenda Constitucional (EC) nº 97/2017, que instituiu a cláusula de barreira, também conhecida como cláusula de desempenho. O partido questionou o TSE quanto à data-limite de acesso ao Fundo Partidário “com vistas a permitir um planejamento financeiro”. A cláusula de desempenho estabeleceu novas normas de acesso dos partidos políticos aos recursos do Fundo Partidário e ao tempo de propaganda eleitoral gratuita no rádio e televisão. O desempenho eleitoral exigido das legendas partidárias será aplicado de forma gradual e alcançará seu ápice nas eleições de 2030, conforme previsto na EC nº 97/2017.

Na sessão plenária realizada na noite de ontem (18), o TSE determinou que o resultado obtido nas Eleições 2018 para a composição da Câmara dos Deputados será o considerado para aplicação da cláusula de barreira na legislatura de 2019 a 2022. De acordo com as alíneas “a” e “b” do inciso I do parágrafo 1º do artigo 3º da EC nº 97/2017, terão acesso aos benefícios os partidos que obtiverem, no mínimo, 1,5% dos votos válidos para deputado federal, distribuídos em pelo menos um terço das unidades da Federação, com um mínimo de 1% dos votos válidos em cada uma delas; ou tiverem elegido pelo menos nove deputados distribuídos em pelo menos um terço dos estados. :: LEIA MAIS »

“Não formo fila com os neófitos políticos”, diz Targino sobre candidatura a prefeito

Deputado estadual Targino Machado

Deputado estadual Targino Machado (DEM)

Questionado sobre se é pré-candidato a prefeito de Feira de Santana pelo radialista Silvério Silva em seu programa na Rádio Sociedade, o deputado estadual Targino Machado (DEM) afirmou que não quer entrar na fila de candidatos. “Não formo fila com os neófitos políticos. Se declarar candidato a prefeito logo após um pleito como esse, a dois anos das eleições para prefeito é ser intempestivo, amador e entrar para o anedotário da política como um idiota político. Eu não quero inscrever meu nome nessa fila. Candidato ao Legislativo pode ser um ato de vontade, a majoritária não. Embora eu reconheça que 50% da campanha se hospeda na vontade do candidato. Os outros 50% estão divididos entre o trabalho e a capacidade de se conquistar através dos sonhos, ideias, ideais e aliados. Ser candidato a prefeito é uma construção”, afirmou.

Jhonatas Monteiro, o Rasta, faz campanha corpo a corpo na Bahia

Jhonatas Monteiro ,o Rasta, faz campanha corpo a corpo na Bahia

Foto: Divulgação

A campanha do candidato a deputado estadual, Jhonatas Monteiro (PSOL), está sendo de corpo a corpo. Jhonatas está fazendo uma política do diálogo, com propostas e interação em todas as plataformas e espaços populares. O Rasta está nas ruas, nas feiras, conversando e apresentando propostas para uma nova política. Da mesma maneira ele diz fazer em outras cidades.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia