WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘patrimônio’

Artigo: Não tenho dinheiro, mas compro pelo dobro

Luiz Santos

Luiz Santos

Por Luiz Santos

Jornalista, Radialista e apresentador do programa Levante a Voz da Rádio Sociedade News FM

A lei eleitoral obriga todos os postulantes aos cargos de vereador, prefeito e vice a declararem o patrimônio perante a Justiça Eleitoral e, como sempre, os nossos políticos espertos que são, sempre dão aquele jeitinho de brasileiro, fazendo jus a lei “Gerson de querer levar vantagem em tudo”, declaram, mas não pelo valor real e sim pelo venal de quando eles adquiriram o patrimônio, principalmente imóveis .

O site politicainrosa.com.br fez um trabalho minucioso, através de um levantamento sobre os valores declarados dos candidatos a prefeito de Feira. Confesso que fiquei penalizado com a pobreza de todos os declarantes, pois os patrimônios deles são muito desvalorizados. Eu não tenho dinheiro, mas se eles quiserem vender tudo pelo valor declarado, farei uma “vaquinha” entre os internautas do site conectadonews.com.br e ouvintes do programa Levante a Voz da Rádio Sociedade News FM e arrecadarei o triplo dos valores declarados e comprarei tudo. No entanto, essa tática não é exclusiva dos atuais candidatos. Em um passado recente, o ex-prefeito de Feira, José Ronaldo declarou o valor do seu imóvel ,uma casa no bairro do Pilão e virou chacota nacional, até o saudoso Ricardo Eugenio Boechat, criticou Ronaldo em cadeia nacional de rádio, pois o valor declarado pelo ex-prefeito não era condizente ao preço do imóvel.

Já se sabe que os nossos políticos não gostam quando falamos das declarações dos patrimônios que pertencem a eles, porém isso é algo que nos deixa inquietos e nos vêm à mente as seguintes perguntas: Por que eles não declaram o que de fato é verdade? Será que eles adquiriram seus bens através do fruto de seu trabalho como políticos? Ou exercem outras profissões e escondem? Lembro-me de um certo político feirense que me concedeu uma entrevista e quando o questionei sobre os valores declarados por ele antes das eleições e, depois de eleito, triplicou os patrimônios em tão pouco tempo. Ele me respondeu de forma taxativa e rispidamente: “Estou aqui pra falar da minha administração e não para declarar imposto de renda”. :: LEIA MAIS »

Confira o patrimônio que os candidatos a prefeito de Feira declararam ao TSE

ELEIÇÕES 2020 - SITE POLÍTICA IN ROSA

ELEIÇÕES 2020

O site Política In Rosa fez um levantamento das declarações de bens dos candidatos a prefeito de Feira de Santana nas eleições 2020. Os dados foram retirados nesta quarta-feira (23) do sistema DivulgaCand dos patrimônios declarados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por cada um deles. Confira a lista das declarações dos candidatos em ordem alfabética.

Veja o Partido/Coligação:

PSB

Beto Tourinho (PSB) – R$ 222.325,35 total em bens.

Vice – Angelo Almeida (PSB) – R$ 385.988,77 total em bens.

 

COLIGAÇÃO “#MUDAFEIRA”

Carlos Geilson (PODEMOS) – R$ 716.820,34 total em bens.

Vice – Deibson Cavalcanti (CIDADANIA) – R$ 178.000,00 total em bens.

 

COLIGAÇÃO “NOVO”

Carlos Medeiros (NOVO) – R$ 1.297.756,93 total em bens.

Vice – Louise Novais (NOVO) – R$ 2.378.819,37 total em bens.

 

COLIGAÇÃO “TRABALHO CONSTANTE”

Colbert Martins Filho (MDB) – R$ 895.895,70 total em bens.

Vice – Fernando de Fabinho (DEM) – R$ 296.908,79 total em bens. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia