WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Obras da Lagoa Grande’

Vereadores cobram conclusão das obras da Lagoa Grande

Cadmiel, Carlito, Bililiu e Lulinha

Cadmiel (PSC), Carlito do Peixe (DEM), João Bililiu (PPS) e Lulinha (DEM)

O vereador Cadmiel Pereira (PSC), em seu discurso na Câmara Municipal de Feira de Santana, nesta quarta-feira (28), denunciou o descaso do Governo do Estado e cobrou a conclusão dos serviços de esgotamento sanitário dos bairros do entorno da Lagoa Grande. “Não poderia deixar de destacar a gravidade do problema sobre a obra da Lagoa Grande, denunciado pelo Folha do Estado. Feira de Santana não pode ter um tratamento tão vergonhoso, não podemos aceitar tanto descaso com a legislação ambiental. Já se passaram 11 anos e a Lagoa Grande continua sendo depósito de esgoto. A denúncia demonstra que a ordem de serviço dada em 2007 tinha previsão de término em 2014, então completará 4 anos de atraso sem conclusão e sem perspectiva”, resumiu.

O edil questionou, ainda, os valores já aplicados no projeto de revitalização da Lagoa. “O que será dos R$ 78 milhões investidos em nada. Isso é um desrespeito ao erário público. Não podemos aceitar essa situação. As ruas dos bairros vizinhos à Lagoa Grande estão com a pavimentação destruída, com esgoto correndo a céu aberto. Quem tem direito que responda: o que será feito para resolver essa situação?”.

Em aparte, o vereador Carlito do Peixe (DEM) afirmou que o Governo do Estado quis transferir para o Governo Municipal a responsabilidade sobre a realização da obra de esgotamento sanitário do local. “Queriam passar para ao Município uma responsabilidade que cabia exclusivamente ao Estado. Enganaram a população e não concluíram uma obra que é apenas de fachada”, afirmou.

vereador João Bililiu (PPS) parabenizou o colega Cadmiel Pereira (PSC) pelo discurso questionando o atraso na conclusão das obras da Lagoa Grande e agradeceu o apoio de mais um membro da Casa à luta em defesa dos moradores dos bairros vizinhos à lagoa que sofrem com os transtornos ocasionados pela falta de esgotamento sanitário na região. “Hoje ganhamos mais uma força nessa luta contra essa má administração do Governo do Estado, que vive de aparências, fantasias e gabolices. Precisamos nos unir em defesa dos moradores daqueles bairros Caseb, Rocinha, Ponto central, que ficam vizinhos à Lagoa Grande e estão sofrendo com o esgoto correndo a céu aberto e derramando os dejetos na lagoa”, afirmou.

Já o líder governista, Luiz Augusto de Jesus- Lulinha (DEM), na sessão desta quarta-feira (28), na Casa da Cidadania. “Deram início aos trabalhos há 11 anos e até hoje ainda não foram concluídos. O Governo do Estado está enganando o povo. Os moradores da Rocinha, que sofrem com o esgoto, estão sendo enganados. Aquela água está contaminada com o esgoto dos bairros adjacentes. O vereador João Bililiu (PPS) vem cobrando a conclusão da obra, a população sofrendo, as ruas esburacadas pelos serviços mal feitos de esgotamento”, reclamou.

Zé Neto rebate críticas sobre período de conclusão e andamento das obras da Lagoa Grande

Deputado Zé Neto

Deputado Zé Neto (PT)

O deputado estadual e líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), Zé Neto (PT), rebateu as críticas de vereadores feirense a respeito das obras da Lagoa Grande. ‘’A obra da Lagoa Grande, realizada pelo Governo do Estado, é a maior intervenção urbana já feita em toda história de Feira de Santana. Em decorrência da sua proporção, ela carece de uma demanda de tempo muito acima do que se previu inicialmente. Inclusive, a previsão inicial é que fosse gasto um investimento total de R$ 68 milhões, e hoje, seguramente, já estão sendo gastos quase R$ 80 milhões, porque só nos últimos três anos, o Governo do Estado já aportou quase R$ 9 milhões a mais, para fazer intervenções que foram necessárias’’, disse.

Segundo Zé Neto, a ordem de serviço da obra foi dada no fim do ano de 2007 e ela foi dividida em etapas para serem cumpridas. A primeira delas, a parte social, foi iniciada em dezembro de 2008. Esta etapa durou em torno de quatro anos e, durante este período, foi construído um Conjunto Habitacional para cadastrar cada família. “Inicialmente, pensávamos em 690 famílias. Mas, ao final, foram 848, sendo que dessas, 626 foram para o Conjunto e as demais foram indenizadas”, esclarece o deputado estadual Zé Neto, líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia.

De acordo com Neto, a segunda parte da intervenção na Lagoa Grande, prevista no cronograma, foi a ampliação do espelho d’água. Além disso, como explica Zé Neto, foram feitas outras intervenções que não estavam previstas no projeto inicial e não estavam na órbita do Estado como, por exemplo, a obra de drenagem de água de chuva, de minação e intervenções dos canais em 10 ruas do entorno, dentre elas ruas que sempre tiveram dificuldades grandes. Depois das últimas intervenções dos canais, Feira de Santana esteve inundada, mas no entorno da Lagoa não houve nenhum problema. “Essa é uma demanda do município, que ‘cruzou os braços’, mesmo sabendo que a obra possui algumas etapas. A primeira etapa ficou pronta, mas não foi fácil o Governo Municipal assumir com transporte, limpeza, postos de saúde e muito mais. E a segunda etapa foi tão quanto dificultosa, pois, mais uma vez, deixamos tudo pronto, com grama arrumada e com quiosque pronto. Só faltava a iluminação. Mas, o Município não recebeu, demorou de liberar a parte da Coelba para que pudéssemos avançar e, enfim, temos agora duas licitações feitas para serviços complementares da Lagoa, uma de assistência e manutenção, realizadas pela Empresa MJF; e outra com o objetivo de colocar grades e canais de drenagem dessas ruas, que é a Metro Engenharia, que realiza uma licitação da ordem de quase R$ 3,6 mi. Lá existem problemas de décadas, e nós estamos tentando resolver demandas que não são nossas”, disse. :: LEIA MAIS »

João Bililiu cobra a diretor da Conder conclusão das obras da Lagoa Grande

João Bililiu e diretor da ConderEm abril uma licitação complementar para execução das obras de esgotamento sanitário das ruas da região da Lagoa Grande, será realizada pelo Governo do Estado. A informação foi passada pelo diretor de habitação da Conder, Deusdete Fagundes de Brito, na tarde desta terça, 14, na sede da Conder, em Salvador durante audiência solicitada pelo vereador João bililiu (PPS).

Para João Bililiu a agilidade das obras representa a solução de um problema que atinge os moradores dos bairros Caseb, Rocinha e Parque Getúlio Vargas, que é o esgoto que corre a céu aberto em diversas ruas da região. “Estou aqui para levar respostas para os moradores dos bairros no entorno da Lagoa Grande. Eu sou morador do bairro Caseb , convivo com essa situação desde o início e sei o que cada morador está passando nesse momento”, reclama.

Deusdete explica que o planejamento orçamentário está sendo concluído e tão logo finalize essa etapa, será marcada a data da licitação que acredita ser realizada na segunda quinzena de abril.

Ainda segundo Deusdete Fagundes, a conclusão da parte urbanística das obras da Lagoa grande será até meados de abril. “Os equipamentos da academia, brinquedos para parques infantis e lixeiras já estão em Feira de Santana e nos próximos dias serão instalados”, garante.

Também articiparam da reunião a coordenadora social da Conder, Graziane Amorim, o fiscal da obra, engenheiro Reinaldo Santana e Cassio Cerqueira que é coordenador de obras da Conder, que deram explicações técnicas.

“Obras da Lagoa Grande e suas repercussões urbanas em Feira” é tema de audiência pública

Lagoa GrandeUma audiência pública que terá como tema as “Obras da Lagoa Grande e suas repercussões urbanas em Feira” será realizada no auditório da Associação Comercial de Feira de Santana (ACEFS), no próximo dia (2), a partir das 9h, em Feira de Santana. Na ocasião serão discutidos junto à comunidade feirense os últimos detalhes da obra da Lagoa Grande.

A audiência tem o objetivo de dialogar sobre a implantação dos novos equipamentos na localidade, como a construção de uma base especial da Polícia Militar, de uma ampla praça de eventos, concretada, e que sirva para a utilização permanente, tanto para shows, como para convenções e feiras, além da área de esportes, entre outros.

Audiência Pública sobre as Obras da Lagoa Grande é transferida para próximo dia 02 de junho

 Obras da Lagoa GrandeEm virtude da passagem da Tocha Olímpica em Feira de Santana nesta quarta-feira (25), o Mandato da Luta do deputado estadual e líder do governo, Zé Neto, definiu que a Audiência Pública com o tema: Obras da Lagoa Grande e suas repercussões urbanas em Feira, será transferida para o para o próximo dia 02 de junho na Associação Comercial de Feira de Santana (Acefs), às 9h.

Obras da Lagoa Grande e suas repercussões urbanas em Feira

Lagoa GrandeNa próxima quinta-feira (12), às 9 horas, acontecerá uma audiência pública no Auditório do Centro Industrial do Subaé (CIS), que terá como tema as “Obras da Lagoa Grande e suas repercussões urbanas em Feira”.

Na ocasião serão discutidos junto à comunidade feirense os últimos detalhes da obra da Lagoa Grande, com o intuito de dialogar sobre a implantação dos novos equipamentos na localidade, como a construção de uma base especial da Polícia Militar, de uma ampla praça de eventos, concretada, e que sirva para a utilização permanente, tanto para shows, como para convenções e feiras, além da área de esportes, entre outros. O auditório fica na Av. Sudene, s/n, no bairro do Tomba.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia