WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Ministério da Integração’

Sete cidades da Bahia entram em situação de emergência

Cidades da Bahia tiveram a situação de emergência reconhecida nesta quinta-feira (23) pelo Ministério da Integração Nacional. A medida contempla regiões afetadas pelo longo período de seca e estiagem. Com o reconhecimento federal, as prefeituras poderão ter acesso às ações de socorro e assistência à população, restabelecimento de serviços essenciais e recuperação de áreas danificadas. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União.

Os municípios reconhecidos por seca e estiagem foram: Caldeirão Grande, Euclides da Cunha, Itiúba, Jaguaquara, Macururé, Ruy Barbosa e Tucano.

Solicitação de apoio – Para acessar os recursos materiais e financeiros de apoio emergencial disponibilizados pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), os municípios devem apresentar o Plano Detalhado de Resposta (PDR), por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID), disponível no endereço eletrônico www.mi.gov.br/defesa-civil/s2id. Após a análise técnica por equipes da Sedec, o Ministério da Integração define o valor do recurso a ser disponibilizado.

Ministério da Integração libera R$ 5 milhões para barragem na Bahia

ministerio-da-integracao-libera-r-5-milhoes-para-barragem-na-bahiaO Ministério da Integração liberou nesta terça-feira (6), R$ 5 milhões dos R$ 13 milhões referentes à primeira parcela dos investimentos para a construção da Barragem de Baraúnas. A confirmação do repasse foi feita pelo próprio Ministro Hélder Barbalho para o secretário estadual de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto. A barragem, cujo valor total alcança investimentos da ordem de R$ 54 milhões, vai beneficiar 65 mil pessoas.

“É uma excelente notícia. Significa dizer que o governo federal está atento às necessidades da população baiana e nós vamos continuar seguindo as determinações do governador Rui Costa de buscar os recursos que são de obras prioritárias para o nosso estado”, comemorou Peixoto, acrescentando que o prazo para o término da obra é de 18 meses.

A Barragem de Baraúnas tem como principal finalidade o abastecimento de água para as populações das sedes municipais de Seabra , Boninal, Mucugê, Palmeiras e parte do município de Piatã, contemplando, também, 180 hectares de irrigação, além da regularização da vazão do Rio Cochó.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia