WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Mineradora’

Mineradora pretende investir R$ 128 milhões em Jequié

Mineradora pretende investir R$ 128 milhões em Jequié

Foto: Divulgação

Na manhã da última sexta-feira (05), aconteceu, no salão nobre da Prefeitura de Jequié, uma reunião entre o prefeito de Jequié, Sérgio da Gameleira, e representantes da empresa mineradora Granet Prospecção. Os representantes da Granet Prospecção apresentou aos presentes, um protocolo de intenções para a operação de uma jazida de quartzito, rocha ornamental descoberta no município de Jequié, na Fazenda Ouro Preto, que fica localizada a 20 quilômetros do Centro da cidade.

Com investimentos de R$ 128 milhões, o empreendimento tem potencial para produzir três bilhões de toneladas de quartizito, o que pode gerar mais de mil empregos. Nos planos, a intenção é promover uma integração com a Ferrovia Oeste Leste (FIOL), para a exportação do minério, através do Porto de Ilhéus. Além do mercado nacional, parte da produção será destinada para países como Arábia, Canadá, China e os Estados Unidos.

Herder Mendonça, executivo da Grant Prospecção, disse que a previsão é de que, com a jazida, toda a cadeia produtiva da região seja movimentada, gerando muitos postos de trabalho, diretos e indiretos. “Nós já fizemos todo o trabalho de pesquisa e identificação e temos a comprovação que o mineral quartzito, que existe em Jequié, corresponde a cerca de 95% de todo esse mineral existente no Brasil. Viemos aqui apresentar o projeto para a mineração, contando com o apoio do prefeito, Sérgio da Gameleira, para que a gente possa fazer uma parceria e o município passe a gerar riqueza, no menor espaço de tempo possível.”, afirmou o empresário, Herder Mendonça. :: LEIA MAIS »

Prefeito de Ibicaraí recebe representantes da Sul Americana de Metais S/A

O prefeito de Ibicaraí, Lula Brandão, recebeu na manhã da última quinta-feira (05), em seu gabinete, o diretor de Relações Internacionais, Geraldo Magela Gomes, e gerente de Comunicação e Relacionamento, Gizelle Andrade Tocchetto, da Sul Americana de Metais S/A (SAM), mineradora com sede em Minas Gerais, subsidiária da Honbridge Holdings Ltd. Hong Kong – China.

A visita foi para apresentar o Projeto Vale do Rio do Pardo, que irá ligar um duto de aproximadamente 482 quilômetros – de Minas Gerais até o Porto Sul em Ilhéus – cortando parte dos dois estados (21 cidades), sendo 9 em Minas Gerais e 12 na Bahia, incluindo Ibicaraí. O projeto já passou por alguns estágios e está na fase de estudo ambiental, com expectativa de aprovação e início da construção do duto em no máximo três anos. “Novas visitas serão feitas ao município e em breve acontecerá uma audiência pública para mostrar à sociedade civil organizada todo o projeto”, disse Magela.

Segundo o diretor, o investimento previsto para o projeto é da ordem de 3.8 bilhões de dólares, podendo variar de acordo com a cotação do dólar. A implantação desse projeto vai gerar em torno de 9 mil empregos diretos no período da sua construção, nas 21 cidades por onde passará o duto, sem contar os empregos indiretos, com expectativa de produção anual de mais de 27 milhões de toneladas de minério, que será despejado no Porto Sul de Ilhéus.

“Estamos visitando todas as 21 cidades por onde passará o duto e Ibicaraí está entre as contempladas. Serão cerca de 6,8 quilômetros de duto que passará pelo município e a SAM irá procurar todos os donos das propriedades por onde o duto passará e irá indenizar pelo trecho de área que será ocupada. Além da indenização, o proprietário continuará dono da faixa ocupada, seguindo apenas algumas exigências que constarão no contrato”, explicou o diretor.

“É um projeto ousado que trará progresso para a nossa região e emprego para nossa cidade. O transporte do minério via duto é muito mais ágil, seguro e sem danos para o meio ambiente, o que nos deixa aliviado, pois moramos em um município com grande área rural, de muitas nascentes e matas preservadas. Estamos aqui para apoiar sempre o que for melhor para a nossa cidade”, disse o prefeito.

Estiveram presentes na reunião o chefe de Gabinete José Alberone, o Assessor Especial Charles Novaes, o Vereador Aroldo Melo e Alam Rogério.

Mineradora em Guanambi pode ter licença suspensa por danos ao meio ambiente

MineradoraO promotor de Justiça Jailson Trindade Neves recomendou ao prefeito e ao secretário municipal do meio ambiente de Guanambi que suspendam, de imediato, a licença ambiental concedida ao Consórcio Pavotec Trail para extração de granito em uma propriedade rural denominada Fazenda Corredor. A recomendação, expedida no último dia 20, considerou os possíveis danos que a atividade mineral estaria causando ao meio ambiente.

No documento, o promotor de Justiça recomenda também que seja suspenso eventual processo de licenciamento ambiental em trâmite no município em relação ao Consórcio e que sejam interditadas, administrativamente, atividades econômicas que estejam eventualmente sendo desenvolvidas pela empresa. Entre outras orientações, o promotor recomenda aos diretores e gerentes que se abstenham de realizar qualquer atividade que possa impactar, de qualquer forma, as moradias, casas, prédios e a população do entorno da mineração, sob pena de responsabilidade civil e criminal.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia