WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Expofeira2019

:: ‘Legislativo Feirense’

Líder do Governo rebate crítica de colega governista

Marcos Lima e Edvaldo Lima-montagem-Política-In-Rosa

Marcos Lima e Edvaldo Lima – montagem: Política In Rosa

Em resposta a matéria veiculada no site Política In Rosa com o titulo: Líder do Governo faz um péssimo trabalho, critica vereador, o vereador e líder do Governo, Marcos Lima (Patriota) rebateu a declaração do seu colega Edvaldo Lima (PP). Confira a nota encaminhada a nossa redação:

Em fevereiro do corrente ano, fui designado pelo prefeito Colbert Martins Filho para o papel de líder da bancada governista na Câmara Municipal. De lá para cá, tenho tido a preocupação de buscar um diálogo com todos, inclusive da oposição, e uma unidade do nosso grupo.

Tenho plena consciência de que estou passível de todo tipo de crítica e sempre me coloquei à disposição dos meus colegas para qualquer esclarecimento. Todavia, quando a crítica não possui qualquer fundamento, contexto ou provas, a gente recebe com certa surpresa e indignação.

É preciso trabalhar com a verdade. E é isso o que tenho buscado. Em minha visão como político, compreendo que um péssimo trabalho é trazer notícias falsas para a Câmara e ainda nos expor nacionalmente de maneira negativa por conta de uma fake news. Um péssimo trabalho é não respeitar a cultura e a diversidade que temos. Sou um homem íntegro, um pai de família, um cristão, mas tenho a plena consciência de que como vereador preciso respeitar a todos e buscar diálogo. Exatamente como Jesus Cristo nos ensinou, o amor e o respeito ao próximo é que devem nortear as nossas vidas.

O meu compromisso na Câmara Municipal é com todos os cidadãos feirenses, independente da vida particular de cada um. Sou um vereador de todos! Acredito que esse deve ser o papel de cada um de nós vereadores. Vamos seguir trabalhando para que a nossa cidade evolua cada vez mais. Sempre com idéias, diálogos, sensatez e, principalmente, a verdade.

Vereador Marcos Lima

Otto Alencar receberá Comenda Maria Quitéria

Senador Otto Alencar

Senador Otto Alencar – Foto: Reprodução

O Projeto de Decreto Legislativo de nº 030/2019, de autoria do vereador Zé Filé (PROS), que concede a Comenda Maria Quitéria ao senador Otto Roberto Mendonça de Alencar, foi aprovado, em discussão única e por unanimidade dos presentes, na sessão ordinária da Câmara Municipal de Feira de Santana, desta quarta-feira (14). A honraria é concedida à pessoa que tenha prestado relevante e notório serviço ao Município e ao seu povo.

De acordo com a proposição, a Mesa Diretiva da Câmara Municipal providenciará a impressão da Comenda, que será entregue em sessão solene, convocada especialmente para este fim. As despesas decorrentes da execução deste Decreto Legislativo correrão por conta de verba existente na Secretaria da Casa.

Líder do Governo faz um péssimo trabalho, critica vereador

Edvaldo Lima e Marcos Lima-montagem-Política-In-Rosa

Edvaldo Lima e Marcos Lima-montagem-Política-In-Rosa

O vereador Edvaldo Lima (PP), que é da base de sustentação do governo do prefeito Colbert Martins Filho, disse na sessão ordinária desta terça-feira (13) que o líder do Governo, Marcos Lima (Patriota), faz um péssimo trabalho na Casa. A opinião do vereador veio após Marcos ter sido elogiado pelo colega Zé Curuca (DEM). “Sinceramente o líder do Governo faz um péssimo trabalho aqui nesta Casa. Me desculpe, vereador, mas Vossa Excelência fazer um elogio deste…”, disparou Edvaldo.

Vereador critica troca de hidrômetros nas residências de Feira de Santana

Vereador Cadmiel Pereira

Vereador Cadmiel Pereira (PSC)

O vereador Cadmiel Pereira (PSC) em seu discurso na sessão ordinária da última quarta-feira (07), na Câmara Municipal de Feira de Santana, informou que a Embasa está realizando troca gradativa de hidrômetros em Feira de Santana. Segundo ele, com essa atitude as contas de água estão chegando mais caras. “Desde ontem quero retratar sobre o que vem acontecendo em Feira de forma gradativa: a troca de hidrômetros feita pela Embasa. Se uma rua tem 50 casas, eles trocam de cinco para não chamar atenção. As casas em que os hidrômetros foram trocados, as contas de água saíram de R$ 50 para R$ 436. Estamos vendo nos bairros manifestações, onde as pessoas estão tomando conhecimento das trocas e a Embasa, para não explodir de vez, está trocado de forma gradativa”, disse Cadmiel.

De acordo com o edil, tiveram pessoas que prestaram uma queixa e com isso a conta saiu de R$ 436 para R$ 230. “A Embasa, há muito tempo, vem ofertando um serviço que está deixando a desejar. A terceirizada da Embasa está estragando o piso da cidade, não deixa igual e não volta para resolver. Embasa é campeã de queixas no Procon. Ainda temos bairros com problemas de abastecimento de água e na zona rural muitos lugares que ainda não têm esse fornecimento. Peço as pessoas que estão com esse problema que venham até mim, pois vamos dar entrada em uma ação civil pública contra esta atitude da Embasa”, disse.

“Buracos se multiplicam e cidade sofre com falta de gestão”, afirma vereador

Vereador Alberto Nery

Vereador Alberto Nery (PT)

“Existem pessoas na zona rural de Feira de Santana caminhando cinco quilômetros pra conseguir pegar o transporte porque os ônibus não conseguem transitar pelas estradas da zona rural”. O problema foi debatido durante a sessão desta segunda-feira (5), na Câmara Municipal de Feira de Santana pelo vereador Alberto Nery (PT).

Líder da bancada de oposição, Nery lembrou que “quando defendemos que o recurso do BRT fosse usado para recuperar os corredores de tráfego era exatamente para evitarmos a situação que chegamos hoje: estradas intransitáveis e usuários do transporte público sofrendo as consequências”.

Para o vereador, a situação é reflexo da falta de gestão pública que vive hoje Feira de Santana e questionou: “Cadê o governo municipal que não está vendo os buracos se multiplicarem não só na zona rural, mas por toda cidade? Não sei se em Feira de Santana existe uma só rua que não tenha um buraco”.

Colbert Filho tem almoço com vereadores de sua bancada

Alguns vereadores da bancada governista da Câmara Municipal de Feira de Santana em almoço com Colbert Filho

Alguns vereadores da bancada do prefeito Colbert Filho – Foto: Reprodução

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho (MDB), teve um almoço neste domingo (21) com alguns vereadores que fazem parte da sua bancada na Câmara Municipal de Feira de Santana. Informações obtidas pelo site Política In Rosa dão conta de que o objetivo era o gestor alinhar com os edis propósitos e projetos.

Estiveram presentes os vereadores José Carneiro Rocha (presidente da Câmara – PSDB), Marcos Lima (líder do Governo – Patriota), Lulinha (DEM), Carlito do Peixe (DEM), Isaías de Diogo (PSC), Cíntia Machado (PRB), Luiz da Feira (PPL), Gilmar Amorim (PSDC), Neinha Bastos (PTB) e Fabiano da Van (PPS).

Cadmiel cobra duplicação da BA-502 que liga Feira-São Gonçalo

Vereador Cadmiel Pereira

Vereador Cadmiel Pereira (PSC)

O vereador Cadmiel Pereira (PSC) em seu discurso durante a sessão ordinária desta terça-feira (25), na Câmara Municipal de Feira de Santana, falou sobre a situação das estradas que ligam Feira de Santana e seus distritos a outras localidades. Cadmiel cobrou a execução do requerimento aprovado no dia 13 de março de 2018, de número 65/2018, que tem o objetivo de viabilizar a duplicação da BA-502 que liga Feira de Santana a São Gonçalo dos Campos. Segundo o vereador, existem muitas estradas sinuosas na região e com grande fluxo de veículos, precisando de atenção das autoridades para que sejam feitas duplicações. O edil finalizou a temática requisitando implantação de pistas de rodagem no trajeto Feira-Salvador.

Projeto que fixa subsídios dos agentes políticos para o exercício de 2021/2024 é aprovado

Câmara Municipal de Feira de Santana foto Política In Rosa

Câmara Municipal de Feira de Santana / Foto: Política In Rosa

Na manhã desta terça-feira (25), a Câmara Municipal de Feira de Santana aprovou, em segunda discussão e por unanimidade dos presentes,  o Projeto de Lei de nº 070/2019, de autoria da Mesa Diretiva, que fixa os subsídios do prefeito, vice-prefeito, secretários municipais e dos vereadores, do município de Feira de Santana, para o exercício 2021/2024, e dá outras providências.

De acordo com o artigo 1° da matéria, o prefeito, o vice-prefeito, secretários municipais e os vereadores do município de Feira de Santana perceberão subsídios e/ou remunerações mensais, para o exercício 2021/2024, nos termos desta Lei. O artigo 2º diz que o prefeito municipal de Feira de Santana perceberá um subsídio (remuneração) mensal, em parcela única, no valor de R$ 26.723,13 (vinte e seis mil, setecentos e vinte e três reais e treze centavos). Segundo o artigo 3°, o vice-prefeito de Feira de Santana perceberá um subsídio (remuneração) mensal, em parcela única, no valor de R$ 18.991,69 (dezoito mil, novecentos e noventa e um reais e sessenta e nove centavos). O artigo 4° informa que os secretários municipais de Feira de Santana perceberão em subsidio (remuneração) mensal, em parcela única, no valor de R$ 18.991,69 (dezoito mil, novecentos e noventa e um reais e sessenta e nove centavos).

Conforme o artigo 5º, os vereadores de Feira de Santana perceberão um subsídio mensal, em parcela única, no valor de R$ 18.991,69 (dezoito mil, novecentos e noventa e um reais e sessenta e nove centavos). :: LEIA MAIS »

“A sinalização no centro não está evoluindo”, reclama líder do Governo

Vereador Marcos Lima

Vereador Marcos Lima (Patriota)

O vereador e líder do Governo, Marcos Lima (Patriota), em seu discurso na sessão desta terça-feira (18), na Câmara Municipal de Feira de Santana, fez algumas críticas ao superintendente Municipal de Trânsito  Maurício Carvalho. O edil disse que a decisão de fechar os retornos da avenida Getúlio Vargas foi correta, mas falta sinalização informando onde estão os retornos. “Nós que somos feirenses temos dificuldade para fazer o retorno. Imagine as pessoas que são de outras cidades e transitam por aqui”, observou.

Marcos Lima destacou que este é o tipo de falha que não deve acontecer em uma cidade do porte de Feira de Santana. “Precisamos de placas indicativas. A sinalização no centro não está evoluindo”, reclamou.

“Tem secretaria que deixa a desejar”, critica vereador governista

Vereador Gilmar Amorim

Vereador Gilmar Amorim (DC)

O vereador Gilmar Amorim (DC) em seu pronunciamento na manha desta terça-feira (04), na Câmara Municipal de Feira de Santana, informou que no distrito da Matinha ocorreu uma reunião para debater a situação do transporte coletivo na localidade. Ele ressaltou que o transporte não anda bem naquela região.

Gilmar questionou se os representantes do Legislativo feirense foram convidados para a reunião e aproveitou para tecer criticas a algumas secretarias. “Às vezes tem secretaria que deixa a desejar”, criticou.

Em aparte, o vereador Lulinha também afirmou que não foi convidado e que soube por terceiros. “Espero que levem boas notícias para a comunidade, não retire os ônibus e nem as vans que circulam na localidade”, disse.

Líder do Governo fala que Tourinho deu um descanso e pede que continue assim

Marcos Lima e Robeto Tourinho montagem site Política In Rosa

Marcos Lima e Roberto Tourinho – montagem site Política In Rosa

O vereador e líder do Governo, Marcos Lima (Patriota), disse na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana que a manha desta terça-feira (04) estava tranquila, pois o vereador Roberto Tourinho (PV) tinha dado um descanso. O edil ainda pediu que permanecesse assim durante a semana e o mês.

Vale ressaltar que o vereador Roberto Tourinho vem tecendo diversas críticas ao Governo Municipal ultimamente.

Presidente da Câmara de Feira sugere cortar gratificações de assessores para poder dar reajuste salarial

Vereador José Carneiro

Vereador José Carneiro (PSDB)

A Câmara Municipal de Feira de Santana aprovou, na manhã desta segunda-feira (20), por unanimidade dos presentes, o Projeto de Lei de nº 050/2019, que dispõe sobre a revisão geral anual dos vencimentos dos servidores públicos efetivos do Legislativo feirense. A matéria é de autoria da Mesa Diretiva. De acordo com o artigo 1°, ficam reajustados em 2,5% (dois e meio por cento) os valores da remuneração dos servidores públicos efetivos da Casa. O PL foi questionado por alguns edis. Eles queriam saber o porquê de o aumento não ter sido dado para os cargos comissionados também.

O presidente do Legislativo feirense, vereador José Carneiro (PSDB), em entrevista ao site Política In Rosa, disse que não teve como contemplar os assessores com o reajuste salarial de 2,5%. “Claro que são dedicados, gostaria de ter atingido e infelizmente não deu. Quero que os assessores entendam que o salário de vereador está congelado há 12 anos. Apenas um ano que ficou sem aumento de 2,5% não será o fim e nem vai morrer ninguém por causa disso”, disse.

De acordo com Carneiro, todos os vereadores sabem a dificuldade que a Casa tem enfrentado no final do ano para fechar as contas. “Já que os vereadores Marcos Lima e Lulinha questionaram, sugeri tirar as gratificações dos assessores que alguns recebem de até 75% e a gente contemplava sem exceção todos os cargos comissionados. Assim eu teria como conceder esse aumento a todos os assessores de cada vereador”, finalizou.

Líder do Governo diz que se for para cortar gratificações que corte de todos

Vereador Marcos Lima

Vereador Marcos Lima (PRP)

O vereador e Líder do Governo, Marcos Lima (Patriota), disse ao site Política In Rosa que o aumento de 2,5 % da remuneração dos servidores públicos efetivos da Câmara Municipal de Feira de Santana deveria ser para todos. “Foi dado para os efetivos que já são muito bem agraciados nessa Casa com salários bons e muitos tem gratificações. Infelizmente, os comissionados que são contratados pelos vereadores não receberam”, disse.

Segundo Marcos Lima, o presidente da Casa, José Carneiro, deu o aumento dos efetivos e não mandou dos outros. “Se ele achar que deve cortar as gratificações, que corte. Corte dos efetivos, dos comissionados e inclusive dos que ele tem indicado na Casa, pois aí será democrático”, finalizou.

Município deve ter participação em arrecadações da Embasa, diz José Carneiro

Vereador José Carneiro

Vereador José Carneiro (PSDB)

O presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro (PSDB), em entrevista ao site Política In Rosa, falou sobre a renovação do contrato do Município com a Embasa. De acordo com Carneiro, o contrato que deve ser assinado com a Embasa deve ser revisado. “A Embasa explora o solo do Município ao longo dos anos e ela não dá uma contrapartida ao Município. Esburaca as ruas, usa e ocupa o solo do Município e até a água que o Município consome tem que pagar”, reclamou o vereador.

Na opinião do presidente, para renovar um contrato dessa natureza, o Município não pode simplesmente ser bondoso e dar a Embasa a oportunidade que teve nos últimos 20 anos de explorar o solo em troca de absolutamente nada. “Entendo e sou defensor de que o contrato deve ser renovado. Só que o Município deve ter no mínimo 5% do montante arrecadado nas ligações, no consumo de água e esgoto sanitário”, relatou. José Carneiro finalizou dizendo que “o Município não pode ficar isento das arrecadações já que o solo é do Município e a Embasa explora”.

Câmara Municipal de Feira de Santana - Lado a Lado


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia