WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Seminário

:: ‘Jair Bolsonaro’

Vereador que teve o nome pichado na Câmara diz: “É perseguição”

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

O vereador Edvaldo Lima (PP), em entrevista ao site Política In Rosa, falou sobre a pichação com o seu nome e o do presidente da República Jair Bolsonaro. O prédio anexo da Câmara Municipal de Feira de Santana amanheceu pichado com palavras de baixo calão direcionados a Edvaldo e a Bolsonaro. “Vejo essa pichação como uma perseguição a mim e ao presidente da República Jair Bolsonaro. Devido a minha fé vejo como uma intimidação, uma ameaça e tudo isso contra o presidente da República e a minha pessoa”, disse.

Ao mesmo tempo em que afirma que a pichação dizia respeito a ele e ao presidente, de forma contraditória, Edvaldo voltou a afirmar que era também contra todos os vereadores que aprovaram por unanimidade o Título de Cidadão Feirense a Jair Bolsonaro. “O presidente da República é uma autoridade máxima e precisa ser respeitado. Esta Casa precisa ser respeitada. Não aceito ameaça de siglas de gangues. Já estamos com os vídeos e imagens que foram levadas para polícia. Os culpados serão descobertos e punidos na forma da lei”, relatou.

Vereador diz: “Bolsonaro não é Deus”

vereador Isaías de Diogo

Vereador Isaías de Diogo (PSC)

O vereador Isaías de Diogo (PSC) comemorou a vitória de Jair Bolsonaro, eleito novo presidente da República e desejou sabedoria para o novo presidente do país. Mas alertou que ele não é Deus. “Estou muito feliz. O meu candidato alcançou a vitória. Mas, faço uma ressalva: devemos depositar toda a nossa esperança em Deus e não no homem, pois este pode falhar. Fico triste em ver muitas pessoas endeusando o candidato. Bolsonaro não é Deus. O momento não é para festejar. O momento é de ajoelhar e pedir ao Senhor que dê sabedoria ao novo presidente para governar a nação de forma justa. Não sejamos ingênuos a ponto de dizer que Bolsonaro não fará alianças políticas. É impossível um governante governar sozinho. Sejamos adultos e coerentes”, pediu.

“Não acredito em um projeto que faz apologia à violência”, diz Alberto Nery

Vereador Alberto Nery

Vereador Alberto Nery (PT)

Ao desejar ao presidente eleito Jair Bolsonaro um bom governo, o vereador Alberto Nery (PT) criticou o modelo de gestão pregado pelo futuro líder da nação, revelou decepção com os grandes medalhões das igrejas do país e desaprovou as propostas de redução da maioridade penal e mudanças no Estatuto do Desarmamento. “Não acredito em um projeto que faz apologia à violência. O novo presidente vai reunir sua equipe para mudar o Estatuto do Desarmamento e reduzir a maioridade penal. Mas, para isso, precisamos mudar a desigualdade social do país, dar oportunidade para esses jovens estudar e trabalhar. Punir um adolescente não é a solução”, refletiu.

Edvaldo Lima elogia posição de José Ronaldo

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

Em pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, na sessão ordinária desta quarta-feira (03), o vereador Edvaldo Lima (PP) parabenizou o candidato do Democratas a governador da Bahia, José Ronaldo de Carvalho, por declarar apoio ao candidato à Presidência da República do PSL, Jair Bolsonaro.

“Há muito tempo eu venho falando que o Brasil será governado pelo eleito do Senhor. Meu coração se alegrou ainda mais quando o nosso futuro governador, José Ronaldo, declarou o seu apoio a Jair Bolsonaro. Só não vê quem não quer, Bolsonaro será eleito no primeiro turno porque ele está nas mãos de Deus”, disse.

Convenção do PSL em Feira de Santana não conta com a presença de sua maior estrela

Dayane Pimentel e Zé Ronaldo - foto Silvio Tito (1)

Foto: Silvio Tito

Ao que parece a cidade de Feira de Santana não está com muito prestígio para o pré-candidato a presidente pelo PSL, o deputado federal Jair Bolsonaro. O que causa estranheza, já que se cogitou inclusive a possibilidade de que uma componente do partido na cidade, a professora Dayane Pimentel.

Bolsonaro participou apenas através de vídeo transmitido para os presentes. No vídeo, Bolsonaro parabeniza todos os convencionais do PSL e reafirma o apoio do ao pré-candidato ao Governo do Estado, Zé Ronaldo (DEM). “Acredito que na Bahia tenhamos um governador coligado conosco, deputados federais e estaduais, pra a gente começar a dar esperança para este povo que vem sofrendo há muito tempo no Brasil”, afirmou.

O evento aconteceu no auditório do Hotel Ibis em Feira de Santana, na tarde deste domingo (29). Contou com participação de candidatos e militantes do PSL de todas as regiões do estado e do vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis. Na convenção, o partido declarou o seu apoio ao ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho para o Governo do Estado.

“Na proporcional, não”, diz Dayane Pimentel sobre possíveis coligações com PSL

 

Professora Dayane Pimentel

Foto: Silvio Tito

Após especulação de vários partidos sobre uma possível coligação com PSL para a chapa proporcional, a professora Dayane Pimentel, presidente estadual da sigla que tem como pré-candidato a presidente Jair Bolsonaro e para governo da Bahia o advogado e professor Wank Medrado, não confirma a possibilidade de compor “chapão” nas eleições de outubro.

Nas constantes entrevistas concedidas a professora Dayane não sinaliza qualquer possibilidade de coligação com outros partidos. Segundo a professora, o Partido Social Liberal tem condições de disputar vagas para deputados federais e estaduais sem precisar se coligar com outras siglas. “Temos condições de conquistar vagas na Câmara Federal e também na Alba sem que seja necessário caminhar com os partidos que pretendem formar chapão. Temos fortes pré-candidatos em todas as regiões do estado. Pessoas que abriram mão de recursos de campanha, de condições de coeficiente e por onde passamos a crescente manifestação de apoio popular, juntamente com pesquisas que realizamos constantemente, nos indicam a possibilidade de disputarmos as eleições proporcionais sem adesão a qualquer chapa. Aqui é uma renovação”.

Ainda segundo Dayane Pimentel, o que existe dentro do partido são diálogos sobre a possibilidade de união exclusivamente para a disputa pelo governo do estado. “Estamos conversando com nossos correligionários e também com nosso candidato a presidente, Jair Bolsonaro e com Wank Medrado somente sobre a possibilidade de unir a oposição para tirarmos o PT do Governo da Bahia. Nos próximos dias publicaremos nossa decisão”.

Levante a Voz - Todos contra a Dengue Câmara Municipal de Feira de Santana - Lado a Lado


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia