WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Novas obras

:: ‘Ilhéus’

Aeroporto de Ilhéus vai a leilão; vencedor terá que investir entre R$ 12 e 15 milhões

Aeroporto Jorge Amado

Aeroporto Jorge Amado

O Aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus, será colocado em leilão no dia 31 de julho deste ano. O aviso de licitação foi publicado no Diário Oficial do Estado nesta quarta-feira (20). O terminal passará a ser administrado pela empresa ganhadora da concorrência pública que, após assumir o aeroporto, deverá requalificar a infraestrutura, ampliar, administrar, operar e explorar comercialmente suas áreas e serviços. De acordo com o aviso, a empresa que vencer o processo licitatório deverá investir entre R$ 12 e R$ 15 milhões na requalificação do equipamento. Os interessados em participar da licitação para a concessão do aeroporto de Ilhéus devem comparecer às 14h do dia 31 de julho, na sala de reunião da Agerba, localizada no Centro Administrativo da Bahia (CAB), na Paralela.

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, destaca que este novo passo que está sendo dado atende a uma mudança natural que vem ocorrendo em diversos aeroportos brasileiros, em função as dificuldades financeiras da estatal Infraero e o do seu projeto de reestruturação que está em curso e prevê a redução no número de aeroportos administrados e de funcionários, também. “Com a Infraero as chances de avançarmos são reduzidas já que a estatal vem colecionando prejuízos ao longo dos últimos tempos”, disse. “Com a mudança, além de investimentos técnicos, ampliamos nossa capacidade de gerar novos empregos na área de serviços através de parcerias público-privadas”, destaca ainda o prefeito Mário Alexandre.

Prejuízos – Em 2015, a Infraero teve prejuízo de R$ 3 bilhões. Em 2016, o prejuízo foi de R$ 767 milhões. Dos aeroportos administrados pela estatal, 70 por cento são deficitários.

Aterro sanitário preocupa prefeito de Ilhéus

Coleta de lixo em Ilhéus

Coleta de lixo em Ilhéus

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, acompanhado do secretário municipal de Serviços Urbanos, Hermano Fahning, se reuniu esta manhã (20) em Salvador, com o secretário estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur), Demir Barbosa. Na sede do órgão, trataram de um dos assuntos considerados como “grave” pela atual gestão municipal, que é a situação do Aterro do Itariri, situado na rodovia BA-262, que liga a cidade a Uruçuca, gerenciado pelo Governo da Bahia. O prefeito se mostra extremamente preocupado com o desfecho da transferência do aterro do estado para o município, que deve acontecer em breve. “Há uma necessidade ambiental que exige o fechamento das atuais células do aterro, a recuperação de sua estrutura e toda a requalificação da área. Nossa proposta é que somente a partir destas ações é que o estado nos entregue para iniciarmos o processo de terceirização da gestão”, afirmou Mário Alexandre.

Serviços normalizados – Enquanto isso, ações corretivas feitas pela equipe de Ilhéus garantem o retorno a normalidade dos serviços a partir da tarde desta quarta-feira (20) a tarde. Os serviços estavam parados nas últimas horas em virtude da inadequada operação no local. Segundo a Secsurb, o município de Ilhéus quase sempre intervém com iniciativas financeiras, de recursos humanos e maquinários para dar paliativos à grave situação.

Para Hermano Fahning, esta operação deve ser da Conder que é a administradora do aterro.  “O diálogo que vem sendo estabelecido entre o prefeito de Ilhéus e o titular da Sedur é no sentido de que, antes da concretização da transferência, o estado faça novos investimentos no equipamento”, comentou. Ainda em Salvador, os gestores debatem um plano de otimização do Aterro do Itariri até o fim do ciclo de vida útil. Inaugurado em 2000, até hoje o aterro permanece sendo administrado pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), mas esta função não está entre as suas atribuições e, em breve, o estado deverá entregar esta gestão a Ilhéus. Itariri atende à demanda de Ilhéus e Uruçuca, recebe diariamente cerca de 250 toneladas de lixo e entulho, mas já ligou o seu sinal de alerta necessitando de novos investimentos.

Ilhéus já é um dos destinos mais procurados para os festejos juninos

Ilhéus já é um dos destinos mais procurados para os festejos juninos

Ilhéus

Ilhéus é um dos destinos mais procurados para os festejos juninos para quem mora em Salvador ou Região Metropolitana. Segundo estimativa da Agerba (agência estadual que regula o transporte) cerca de 160 mil pessoas devem deixar Salvador pela rodoviária e, para atender a demanda para o interior, serão colocados 600 horários extras, além dos 540 regulares realizados diariamente pelas empresas.

No período, o município vai realizar o Viva Ilhéus Fest. Com atrações renomadas e expoentes da música regional, o evento acontece de 27 a 30 de junho, na Avenida Soares Lopes. O evento integra a programação festiva do aniversário de 484 anos de fundação e 136 anos de elevação de Ilhéus à categoria de cidade. A grade de programação já está confirmada. Dia 27, entra em cena Adelmário Coelho, Danniel Vieira, Mel de Forró e Realce. No dia do aniversário da cidade, 28, será a vez de Felipe Araújo, Estakazero, Papazoni, Top Gan e Leonardo Leo. No dia de São Pedro, 29, o arrasta-pé fica por conta de Filomena Bagaceira, Forrozão, Trio da Huanna e Stampa do Forró. No encerramento, dia 30, tem Forró dos Plays, Kart Love, Via de Acesso e Pagofunk.

Além dos shows, a população contará com um espaço gourmet, com comidas típicas e variadas.As barracas para comercialização de alimentos e bebidas do Viva Ilhéus Fest, serão totalmente padronizadas e numeradas, em uma quantidade limite de 40 unidades. A Secretaria Municipal de Indústria e Comércio (Sedic), responsável por esta organização, decidiu que não permitirá a presença de ambulantes com isopor nem um número maior de barraqueiros no local.

Deputado cobra reabertura do Hospital Regional Luiz Viana Filho

Deputado estadual Pedro Tavares

Deputado estadual Pedro Tavares (DEM)

Em pronunciamento no plenário da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (ALBA), o deputedo estadual Pedro Tavares (DEM), cobrou do Governo do Estado a reabertura do Hospital Regional Luiz Viana Filho, em Ilhéus. Referência no atendimento de urgência e emergência, o Luiz Viana Filho foi fechado após a abertura do Hospital da Costa do Cacau para dar lugar a um Hospital Materno-Infantil. “No entanto, ainda não há nem sinal do início das obras prometidas pelo governo. Não tem data para início das construções, tampouco previsão para que essa estrutura volte a funcionar para aos munícipes. Ilhéus, pela sua importância política e econômica, merece ter o Hospital da Costa do Cacau, especializado em atendimento de alta e média complexidade, e também o Hospital Regional, para suprir a demanda no atendimento de urgência e emergência”, afirmou o deputado.

Ainda segundo Pedro, já que não existe previsão de início das obras do hospital materno-infantil, o governo deveria ter o bom senso e ouvir os reclames da população ilheenses e reabrir o Luiz Viana Filho. “Pelo déficit que tem na saúde pública, Ilhéus merece ter as duas unidades em pleno funcionamento”, finalizou.

Ilhéus é o primeiro município da Bahia a instalar marcos territoriais

Ilhéus é o primeiro município da Bahia a instalar marcos territoriais

Ilhéus

Ilhéus é o primeiro município da Bahia a iniciar a instalação de marcos territoriais em consonância à Lei 12.057, aprovada pela Assembleia Legislativa, que baseou o trabalho de atualização dos limites municipais no estado. O trabalho prático já está sendo executado por técnicos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) e acompanhado in loco pelo vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal. Ilhéus possui 60 vértices que constituem o seu memorial descritivo e todos serão visitados e identificados. O município faz divisa com Una, Buerarema, Itabuna, Itajuípe, Coaraci, Itapitanga, Aurelino Leal e Uruçuca. Neste momento, estão sendo instaladas estacas provisórias nas áreas limítrofes mas, em seguida, a Prefeitura irá construir estruturas de concreto, instalar placas sinalizadoras e, através de um GPS Geodésico, o IBGE vai oficializar a certificação dos marcos.

Ilheenses – “A iniciativa facilita a vida do cidadão que passa a saber onde começa e onde termina o seu município”, destaca o vice-prefeito de Ilhéus. “Este trabalho estava previsto após a aprovação da lei e, como ele, evita-se a invasão de município pelo outro, que era uma prática generalizada na Bahia”, completa Manoel Lamartin, pesquisador do IBGE que participa da operação. Logo após às identificações dos limites entre as cidades, Ilhéus também vai realizar o trabalho nos limites dos seus distritos e povoados, informa Nazal.

Todo o trabalho realizado pelo IBGE, SEI e Prefeitura de Ilhéus tem o acompanhamento de representantes dos municípios limites, que testemunham toda a operação. Ilhéus já concluiu a identificação no limite com Aurelino Leal e está em fase final com Uruçuca.

Pioneirismo – Lamartin destaca ainda que a Bahia é o primeiro estado da federação que está completando o trabalho de atualização dos limites municipais. “É um trabalho pioneiro, com metodologia nossa mas que o IBGE pretende levar como referência para o restante do País”, destaca. Na primeira fase de campo, logo no início destes debates, foi possível, por exemplo, identificar que cinco municípios baianos tinham suas sedes em territórios que não lhes pertenciam, em municípios vizinhos.

Modelo – O passo pioneiro que Ilhéus dá, neste momento, deverá ser estendido para todos os 417 municípios da Bahia. “Seu” Adalgiso, com 92 anos, agora sabe que mora bem na linha limítrofe de Ilhéus e Uruçuca. Ele foi um dos entrevistados em 2012, quando foi realizado o primeiro levantamento. Um diretor nacional de Estruturas Territoriais do IBGE estará chegando a Ilhéus nos próximos dias para conhecer de perto a metodologia usada e que será levada para todo o território nacional.

Ilhéus decreta situação de emergência devido a fortes chuvas

Ilhéus decreta Situação de Emergência devido a fortes chuvas

Ilhéus

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre de Sousa, decretou situação de emergência em altos e morros da cidade, atingidos pelas fortes chuvas que caíram sobre a cidade nas últimas semanas. Após ter visitado as localidades mais atingidas, o prefeito recebeu da Coordenação Municipal de Defesa Civil um relatório, seguido de parecer técnico, descrevendo os impactos e riscos gerados pelas chuvas.

Após a decretação, a Prefeitura enviou ofício ao Secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil para cadastrar o município em processo de reconhecimento federal de anormalidades, procedimento adotado pelo Ministério da Integração Nacional.  Com a medida o governo municipal poderá obter recursos financeiros federais para se recuperar os prejuízos causados pelas chuvas e atender as famílias direta e indiretamente atingidas. O decreto determina, ainda, a atuação da equipe de Defesa Civil em conjunto com todos os órgãos municipais que forem necessários à atenção e providências diante da situação emergencial.

Santa Casa assegura continuidade de serviços do SUS

Hospital São José

Hospital São José

A Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus garantiu hoje (4), através de uma Nota Pública, que não há nenhuma possibilidade de cancelar o atendimento por intermédio do Sistema Único de Saúde (SUS) à população de Ilhéus. O desmentido já havia sido feito pela secretária municipal de Saúde, Elizângela Oliveira, logo que boatos começaram a circular a respeito de um possível cancelamento do contrato do município com o Hospital São José. Na nota, a Santa Casa informa que “em nenhum momento deixou ou deixará de atender a qualquer paciente que precise dos seus serviços médico hospitalares, principalmente pacientes do SUS, pois é essa a sua missão prevista nos seus estatutos e, que por mais de cem anos vem sendo cotidianamente cumprida”.

“A Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus é a casa do SUS, portanto é a casa de muitos”, assegura a nota. Explica ainda que por ser muitos os que necessitam de atendimento, eventualmente pode ocorrer um excesso de procura pelos seus serviços, principalmente do pronto atendimento que, na impossibilidade de acomodar em um determinado momento a todos os que o procuram, pode temporariamente, até que se normalize os atendimentos, suspender momentaneamente o atendimento a pacientes que não apresentarem quadro de emergência.

Devido ao grande número de pacientes que procuraram o pronto atendimento da Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus no último dia 1º de junho, que lotou todas as acomodações, inclusive ocupando cadeiras e macas que foram totalmente utilizadas, e na impossibilidade de admitir novos pacientes para realizar novos atendimentos, por orientação do médico de plantão, a recepção e o enfermeiro da triagem, passaram a informar aos cidadãos que buscavam atendimento no pronto socorro, que o pronto atendimento estava lotado e que providencias urgente estavam sendo tomadas para regularizar o atendimento no mais breve espaço de tempo.

A nota explica que providencias foram tomadas como transferências de pacientes para enfermarias e apartamentos do Hospital São José e também para o Hospital Regional Costa do Cacau, conforme havia sido dito pela secretária Elizângela Oliveira, em resposta aos boatos. “A Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus jamais deixou de atender ao SUS, pois esta é a sua árdua mais gloriosa missão.  Reiteramos que a Santa Casa de M. de Ilhéus/Hospital São José e Maternidade Santa Helena é a CASA DO SUS, é a casa do cidadão enfermo quando dela precisar”, conclui a nota.

CÂMARA DE VEREADORES_somos parceiro_banner de site Política in Rosa - 500x500 gif ZÉ NETO - BOAS FESTAS - BANNER SITE - POLÍTICA IN ROSA - 500X500PX - FINAL Deputado José Nunes Boas Festas 2018 RON DO POVO Luiz da Feira Boas Festas Gerusa Boas Festas 2018 Vereador Bililiu Natal e Ano Novo Gilmar Amorim Boas Festas


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia