WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


Micareta de Feira de Santana 2019

:: ‘Ilhéus’

Vans escolares têm até dia 30 para renovação de alvarás

Os permissionários do serviço de Transporte Escolar de Ilhéus têm até o próximo dia 30, sexta-feira, para realizar as vistorias exigidas pela Superintendência de Transporte e Trânsito (Sutran) para a renovação de alvarás de circulação.

Os donos das vans devem se dirigir à sede do órgão, na avenida Governador Roberto Santos, no bairro Esperança. O atendimento acontece das 8 às 14 horas, sob o critério de ordem de chegada. Mas atenção: nesta quarta (28), feriado municipal, não haverá expediente.

De acordo com o superintendente Rogério Buralho, a vistoria é pré-requisito para a entrega dos novos alvarás. O proprietário da van deverá apresentar cópias de alvará de circulação antiga, certidão de identificação do permissionário e auxiliar, CNH, certidão de condutor emitida pelo Detran, CRLV, atestado médico, foto, Certificado de Antecedentes Criminais, Certidão de Ações Criminais da Justiça Estadual e Federal, cópia do curso especializado, inscrição como autônomo do INSS, título de eleitor e comprovante de residência.

Ilhéus terá 14 horas de shows na festa da cidade

Os shows comemorativos aos 483 anos de fundação de Ilhéus e dos festejos alusivos ao São Pedro, programados para acontecer na avenida Soares Lopes, nos próximos dias 27 e 28, terão 14 horas de boa música e a apresentação de 14 bandas e artistas regionais e de expressão nacional.

As apresentações serão iniciadas nos dois dias às 18 horas se estendendo até às 3 horas da madrugada. Os shows são uma realização da Prefeitura, através da secretaria municipal de Turismo e Esporte, e o governo da Bahia.

No dia 27, a festa será iniciada com a apresentação do grupo Boteco das Amigas. Em seguida sobe ao palco Menina Forrozeira para, depois, se apresentarem Danniel Vieira, Estakazero, Naiara Azevedo, Forró dos Plays e a dupla Marcos e Pablo, que encerra o primeiro dia de shows gratuitos.

No dia do aniversário de Ilhéus, 28, quarta-feira, os shows contarão com as apresentações de Raneychas, Sinho Ferrary, Aduílio Mendes, Simone e Simaria, Thaeme e Thiago, Donas do Bar e Genard.

Uma estrutura de palco será montada na avenida Soares Lopes, próxima à praça de Alimentação, em frente à praça Rui Barbosa. A área será cercada para facilitar o esquema de segurança montado pela PM e o público vai passar por detectores de metal para ter acesso ao arraial. A expectativa de público da Prefeitura é de 30 mil pessoas por noite, entre moradores da cidade e turistas que visitam Ilhéus neste período do ano.

Prefeito discute os rumos do Conselho Tutelar em Ilhéus

Conselho Tutelar em IlhéusO prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, se reuniu com representantes da Vara da Criança e do Adolescente, Ministério Público do Estado da Bahia – Ilhéus e da Secretaria de Assistência Social, além dos vereadores Makrisi Angeli e Pastor Matos. O objetivo do encontro foi discutir os rumos do Conselho Tutelar dos Direitos da Criança e do Adolescente diante do Acórdão, que é uma decisão judicial de segundo grau, criado pela gestão passada que anula a Lei que criou o Terceiro Conselho Tutelar em Ilhéus.

Diante disso, a juíza Sandra Magali Brito Silva Mendonça, da Vara da Infância e Juventude, solicitou reunião com o chefe do executivo para decidir se o município anula ou não a eleição deste Conselho. No entendimento da magistrada, a criação da lei está a cargo do Poder Executivo e enviado ao Legislativo e não ao contrário. Na época, a Procuradoria Geral do Município ganhou a ação, tendo total poder para extinguir o Terceiro Conselho, pois, havia, segundo a decisão, ilegalidade no processo.

Referendo – Entendendo ser o melhor para a sociedade ilheense, o prefeito Mario Alexandre decidiu referendar o Terceiro Conselho Tutelar Centro-Oeste, pactuando com a juíza, Proposta de Lei que ratifica a existência do Conselho Tutelar dos Direitos da Criança e do Adolescente – Centro-Oeste, tornando-o regular no município. “A visão dessa gestão coaduna com a visão do Ministério Público, também com a Vara da Infância e do Adolescente, entendendo que essas ações são o melhor para a nossa cidade e para o cidadão. Estaremos abertos ao diálogo a fim de que o trabalho de fato aconteça”, declarou Mário.

A secretária de Desenvolvimento Social, Soane Galvão, comemorou a decisão do prefeito Mário Alexandre e disse que o trabalho desta instituição é formular Políticas Públicas para a promoção de ações que minimizem o número de vítimas de violência e exploração. “O que está em jogo é a defesa dos direitos da criança e do adolescente, pois são grandes os casos de desobservância desses direitos. Vamos continuar avançando”, afirmou.

O Conselho Tutelar, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), tem como finalidade zelar por crianças e adolescentes que foram ameaçados ou que tiveram seus direitos violados. Cabe também ao Conselho fiscalizar a atuação dos órgãos públicos e entidades governamentais e não governamentais de atenção às crianças, adolescentes e suas famílias. Além disso, é atribuído ao Conselho (arts. 95 e 136), o dever de atender crianças e adolescentes e aplicar medidas de proteção; atender e aconselhar os pais ou responsável e aplicar tais medidas.

Toda suspeita e confirmação de maus-tratos deve ser, obrigatoriamente, comunicada ao Conselho Tutelar, que deve ser acionado imediatamente presencialmente ou através do telefone de plantão. O Conselho Tutelar não substitui outros serviços públicos, já que não foi criado para isso. Só deve ser acionado se houver recusa de atendimento a criança e ao adolescente.

Órgão público do município, vinculado à Prefeitura e autônomo em suas decisões é também um órgão não jurisdicional, ou seja, é uma entidade pública, com funções jurídico-administrativas, que não integra o Poder Judiciário. O artigo 132 do ECA determina que em cada município deve haver, no mínimo, um Conselho Tutelar composto por cinco membros, escolhidos pela comunidade por eleição direta, permitida uma recondução. Denúncias podem ser feitas pelo número (73) 3231-3929.

Câmara de Ilhéus: vereador apresenta projetos sobre fiscalização eletrônica e gratuidades em eventos culturais

vereador Jerbson MoraesNa última quarta-feira, 31, na 33ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Ilhéus, o vereador Jerbson Moraes apresentou dois projetos de lei inéditos de sua autoria. O primeiro torna obrigatória a sinalização luminosa vertical e horizontal em locais onde a redução de velocidade tem fiscalização eletrônica e o segundo, garante entrada gratuita para policiais militares, civis, guardas municipais e salva-vidas a eventos culturais e/ou festivos.

Segundo o vereador, a principal justificativa para o primeiro projeto é de que, “a função da fiscalização eletrônica é educar o condutor não é arrecadar dinheiro, se você não sinaliza e não comunica o limite de velocidade de determinada via corretamente, não faz sentido multar, tem semáforos que são um absurdo, ninguém percebe que existe, o da Av. Canavieiras, por exemplo, quase todos os turistas são multados por excesso de velocidade naquele local”, afirmou Jerbson.

O parlamentar escreveu também um segundo projeto de lei, este garante aos policiais militares, civis, guardas municipais e salva-vidas o direito a entrada gratuita em qualquer evento cultural ou festivo do município, podendo também, caso estejam acompanhados dos familiares, pagar meia-entrada pelos ingressos destes familiares. “Entendemos que o exercício da atividade dessa categoria, por cuidar da vida e do patrimônio, levam a um stress muito grande por um salário muito baixo. Então, sobra pouco para estes profissionais investirem em cultura” justifica Jerbson.

Ainda segundo o edil, tais projetos já foram protocolados na secretaria da casa e, em breve, serão encaminhados para as comissões, avaliados, e reencaminhados ao plenário.

Projeto de lei obriga que processos de licitações públicas sejam gravados em áudio e vídeo

vereador Paulo CarqueijaO projeto de Lei nº 48/2017, proposto pelo vereador Paulo Carqueija, foi apresentado aos demais vereadores no plenário da Câmara Municipal de Ilhéus na sessão da última quarta-feira (31). De acordo com a lei, os poderes Executivo e Legislativo municipais serão obrigados a ter seus processos licitatórios gravados em áudio e vídeo.

A lei prevê que as gravações das sessões citadas, deverão estar disponíveis na Internet para consulta no prazo máximo de 48 (quarenta e oito) horas após o encerramento da mesma e as filmagens deverão conter todos os documentos relativos aos Processos de Licitação, e não apenas editais. A lei também afirma que as despesas decorrentes da sua implantação correrão por conta de dotações orçamentárias próprias, suplementadas se necessário.

A lei é baseada nos princípios básicos da Administração Pública, preconizados no Art.37 da Constituição Federal que versam sobre a legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência. A eles, unem-se os princípios propostos pela Lei Federal n°8.666/93 que gere as Licitações Públicas (regendo as modalidades de Concorrência, Tomada de Preços, Concurso, Convite e Leilão), bem como a Lei 10.520/2002 (Modalidade Pregão). Este projeto visa relevar a importância da divulgação de atos públicos, previstos na Lei Federal nº 12.527/2011 da Transparência.

De acordo com o vereador Paulo Carqueija, “a lei tem caráter preventivo, pois detecta fraudes em todo processo licitatório, como também, servirá de ferramenta para evitar alterações nos documentos licitatórios depois de assinados, dentre outras irregularidades”. O projeto de lei foi enviado para apreciação das comissões pertinentes e será votado na próxima sessão da casa legislativa.

Operação Citrus: Justiça nega pedido de habeas corpus a acusados de fraudar licitações em Ilhéus

O Tribunal de Justiça da Bahia negou nesta terça-feira, dia 30, por unanimidade, os pedidos de habeas corpus do empresário Enoch Andrade Silva e dos ex-secretários de Desenvolvimento Social de Ilhéus, vereador Jamil Chagouri Ocké e Kácio Clay Silva Brandão. Eles foram presos no último mês de março durante a “Operação Citrus”, deflagrada pelo Ministério Público do Estado da Bahia para desmantelar um grupo criminoso que praticava fraudes e superfaturamento em procedimentos licitatórios e contratos realizados pela Prefeitura Municipal de Ilhéus. A manutenção das prisões foi solicitada pelo Ministério Público na Primeira Câmara Criminal. Ontem e hoje também estão acontecendo na 1ª Vara Criminal de Ilhéus as audiências da ação penal formulada pelo MP contra os acusados, com a oitiva de testemunhas de acusação e de defesa.

Segundo apurado em investigação realizada pelo promotor de Justiça de Ilhéus, Frank Ferrari, e pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), o grupo criminoso operava há cerca de dez anos celebrando contratos com o Município de Ilhéus para o fornecimento de bens diversos, utilizando as rubricas genéricas de “gêneros alimentícios” e “materiais de expedientes/escritório”. Somente as empresas de Enoch Andrade teriam recebido da Secretaria de Desenvolvimento Social, no período de 2013 a 2016, mais de R$ 5 milhões em esquema que contava com a participação de agentes públicos da secretaria. O MP apura, ainda, se houve fraudes em outras licitações realizadas pelo Município de Ilhéus neste mesmo período, que estão calculadas em mais de R$ 20 milhões.

Segunda Câmara do TCE imputa débito a ex-prefeito de Ilhéus

Em votação unânime, na sessão plenária desta quarta-feira (24.05), os conselheiros integrantes da Segunda Câmara do Tribunal de Contas do estado da Bahia (TCE/BA) decidiram pela desaprovação das contas do convênio 177/2006 (Processo TCE/001519-2010), firmado entre a Prefeitura de Ilhéus e a Secretaria do Trabalho e Ação Social (Setras) para manutenção e realização de ações continuadas no âmbito do SUS. Além de desaprovar as contas, o voto do relator do processo, conselheiro Pedro Henrique Lino, impôs ao ex-prefeito Valderico Luiz dos Reis, responsável pelo convênio, imputação de débito no valor de R$ 13.725, 37, quantia que deverá ser devolvida aos cofres públicos acrescida de juros e correção monetária. O voto do relator foi acompanhado na integralidade pelos conselheiros Gildásio Penedo Filho e Sérgio Spector (este último na condição de conselheiro substituto).

Secretaria de Saúde normaliza emissão do Cartão SUS

A Secretaria de Saúde (Sesau) da Prefeitura de Ilhéus comunica à população, de modo geral, que a Central de Regulação, situada no bairro do Malhado, retomará a emissão do Cartão SUS a partir desta segunda-feira, dia 15 de maio.

O serviço foi suspenso no último dia 10, devido à necessidade de reconfiguração no Sistema DATASUS para diversos municípios. operado pelo Sistema Nacional de Regulação, do Ministério da Saúde.

Com a normalização do sistema, a Central de Regulação volta a emitir normalmente o Cartão SUS.

Chuvas deixam Defesa Civil em alerta nas áreas de risco da cidade de Ilhéus

Devido as fortes chuvas que caíram ininterruptamente de ontem à tarde até as primeiras horas da manhã de hoje (03), em Ilhéus, a Defesa Civil está em alerta e monitorando todas as 42 áreas de risco existentes nos altos e morros da cidade. Às 8 horas da manhã as equipes já tinham vistoriado todas estas áreas. De acordo com Joandre Neres, coordenador da Defesa Civil, choveu 29,3 mm em apenas duas horas, ontem.

O Alto Nerival é o que apresentou, até o momento, a maior preocupação. Uma área de acesso ao morro ficou bastante danificada com o excesso da chuva e foi preciso estender lonas de plástico para evitar maiores deslizamentos de terra. A cidade registrou 20 pontos e alagamentos e quatro ocorrências de deslizamento e desabamento de contenção.

De acordo com o Climatempo, o dia hoje será com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora. A previsão é de que volte a chover forte durante a noite. Para hoje, a temperatura mínima prevista é de 21 graus. A máxima, 28. A precipitação para hoje é de aproximadamente 40 mm.

A Defesa Civil disponibiliza dois telefones para atendimento de emergência: 3234-3597 e 98895-8633.

Projetos

No último final de semana, dois engenheiros civis, um geógrafo e uma assistente social, da Prefeitura de Ilhéus e de uma empresa de consultoria, percorreram todas as áreas de risco do município. O objetivo é traçar um diagnóstico, definindo prioridades de investimento, para elaboração de projetos que contemplem estas comunidades, tanto nos altos quando na parte baixa da cidade.

A ideia é que, de posse dos diagnósticos sobre estas comunidades, projetos possam ser apresentados ao governo federal e, depois de analisados, recursos possam ser liberados para sua execução. “Estamos fazendo agora medidas que irão nos contemplar nos próximos quatro anos”, afirma Hermano Fahning, secretário municipal de Infraestrutura, Transporte e Trânsito (Seintra). A equipe dele já concluiu o levantamento na zona sul, centro e norte do município. “A partir deste trabalho de campo vamos definir poligonais de intervenção e elaborar projetos completos para captar recursos na modalidade de Saneamento Integrado, via PAC, no Ministério das Cidades”, projeta.

Técnicos fazem diagnóstico para elaborar projetos e buscar recursos

Para o município receber recursos e dar conta das suas demandas é preciso planejar. Hoje em dia, nem um centavo é liberado por instâncias superiores – onde há fonte de recursos -, se não houver projetos, de preferência com boas ideias e baixo custo. Em Ilhéus, uma cidade geograficamente acidentada, é preciso estabelecer prioridades, subir e descer os morros e conhecer de perto as necessidades da população mais carente. Saber onde o problema está. E criar alternativas para resolvê-los.

Neste final de semana, dois engenheiros civis, um geógrafo e uma assistente social, da Prefeitura de Ilhéus e de uma empresa de consultoria, fizeram este trajeto. “Realizamos visitas técnicas em áreas com carência de infraestrutura. São vistorias acompanhadas de um levantamento de dados técnicos, sociais e econômicos sobre o local e sua comunidade”, explica Hermano Fahning, secretário municipal de Infraestrutura, Transporte e Trânsito (Seintra).

A ideia é que, de posse dos diagnósticos sobre estas comunidades, projetos possam ser apresentados ao governo federal e, depois de analisados, recursos possam ser liberados para sua execução. “Estamos fazendo agora medidas que irão nos contemplar nos próximos quatro anos”, afirma Hermano. A equipe dele já concluiu o levantamento na zona sul, centro e norte do município. “A partir deste trabalho de campo vamos definir poligonais de intervenção e elaborar projetos completos para captar recursos na modalidade de Saneamento Integrado, via PAC, no Ministério das Cidades”, projeta.

O secretário sabe que o caminho até a liberação dos recursos em Brasília “é longo”. Mas é preciso começar agora para colher frutos até 2020. “Estamos cumprindo a primeira etapa. Nossa meta é, a partir das visitas aos pontos críticos traçados no nosso planejamento, levar água, drenagem, esgoto, pavimentação e calçadas às áreas mais carentes de Ilhéus, onde hoje só se vê obstrução de córregos, alagamentos, inundações e deslizamento de terra”, explica.

Esta é uma ação integrada determinada pelo prefeito Mário Alexandre. Envolve, além da Seintra, as secretarias de Planejamento, Meio Ambiente e Sustentabilidade (Seplandes) e Desenvolvimento Social (SDS). Em uma outra etapa – pós-aprovação de projetos – vão se integrar ao grupo a Secretaria Municipal de Administração e o Controle Interno da Prefeitura.

Prefeito apresenta resultado dos seus primeiros 100 dias de governo

prefeito de Ilhéus Mário Alexandre.jpgO prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre (PSD), o vice-prefeito José Nazal e todos os secretariado da atual gestão vão se reunir com a sociedade civil organizada e a imprensa regional para apresentar os resultados dos seus 100 primeiros dias à frente da administração municipal. O encontro será na próxima segunda-feira (24), às duas da tarde, no Salão Nacib, do Centro de Convenções Luiz Eduardo Magalhães.

Na oportunidade, a equipe vai apresentar relatórios contendo as principais ações de cada pasta. “Exercer a sua cidadania plena é conhecer e participar do que acontece na sua cidade”, afirma Mário Alexandre. Para ele, dar transparência aos atos do governo é um compromisso. “E ouvir, encontrar caminhos, debater os rumos de Ilhéus com a sociedade organizada será uma marca desta gestão”, reforça.

Professores terão reajuste após cinco anos de salários congelados

Uma tarde histórica, fruto do diálogo transparente, da cordialidade e, sobretudo, do respeito com que o governo municipal trata seus servidores. Assim definiu o prefeito Mário Alexandre (PSD) o resultado do encontro que manteve ontem (18) com sindicalistas da APPI/APLB, no Centro Administrativo.

Após um período de cinco anos sem reajuste salarial, os trabalhadores em educação assinaram com o governo um acordo coletivo de trabalho para o período de 2017. “Sei que ainda não chegamos ao ponto ideal. Mas estamos oferecendo neste momento o que é possível e o acordo está sendo firmado graças ao entendimento que conseguimos construir com o sindicato da categoria”, afirmou Mário.

Os profissionais da Educação não docentes terão correção da tabela salarial, garantindo os percentuais entre os níveis e referências, conforme prevê a Lei 3549, a partir do mês de abril. Os professores terão 7,68 por cento para os padrões B e C, garantindo o cumprimento do piso nacional. Também ficou definido que o valor do Ticket Alimentação passa a ser de 200 reais.

O acordo tem um impacto de 0.98 por cento nos gastos de pessoal. E para garantir o reajuste, o governo anunciou medidas de austeridade nas contas públicas e uma parceria com a APPI/APLB no sentido de realizar um programa de Avaliação de Desempenho, a fim de identificar possíveis distorções na folha de pessoal. Com o cumprimento, Ilhéus volta a cumprir o Piso Nacional dos Professores.

“Vivemos neste momento um alívio depois de convivermos com cinco anos sem um reajuste”, comemorou a assinatura do contrato, Osman Nogueira. De acordo com o presidente da APPI, o diálogo estabelecido pelo governo demonstra, sobretudo, uma nova visão administrativa implementada pelo prefeito Mário Alexandre. Para o presidente da Câmara de Vereadores de Ilhéus, Lukas Paiva, o acordo revela um amadurecimento entre governo e trabalhadores que é benéfico para toda a sociedade.

Ainda estiveram presentes ao ato os secretários Eliane Oliveira (Educação), Bento Lima (Administração), Alisson Mendonça (Relações Institucionais), Alcides Kruschewsky (Comunicação), o Procurador Geral, Márcio Cunha, além dos dirigentes sindicais Luiz Cláudio Souza e Cosme Oliveira.

Ilhéus: Prefeito discute ampliação do aeroporto com o Governo Federal

Aeroporto de IlhéusA ampliação da pista do Aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus, foi tema de reunião realizada, na manhã de hoje, 11, na sede da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), em Brasília. O prefeito Mário Alexandre, acompanhado do secretário de Turismo, Roberto Lobão, foi recebido pelo diretor comercial da Infraero, José Cassiano, pelo superintendente de Negócios, Claiton Farias, e pelo assessor da presidência do órgão, Ivan Souto.

No encontro, a proposta reivindicada prevê a ampliação da pista do Aeroporto, adequando-a para receber aeronaves A320. Além disso, a implantação de um novo aeroporto também fez parte da pauta de discussão. Uma nova reunião, desta vez com o ministro dos Transportes, Maurício Quintella Lessa, visando buscar alternativas para a questão, está agendada para amanhã, dia 12.

As ações empreendidas na área pretendem garantir o escoamento de parte da produção industrial, a exemplo do polo de informática do município, bem como incrementar o faturamento do setor de turismo, posicionando e consolidando a cidade entre os grandes destinos turísticos da Bahia.

A viagem faz parte do planejamento da atual gestão, cujo calendário prevê encontros e reuniões com órgãos e ministérios do Governo Federal a fim de agilizar providências quanto à busca e liberação de recursos para importantes obras no município. Ao final, o prefeito Mário Alexandre classificou o encontro como “fundamental para a retomada do assunto, já que isso impulsiona a infraestrutura da cidade, o que atrai empresas e turistas para Ilhéus, e assim aumenta a arrecadação do município”.

Fiscalização demoliu obra irregular em praia da zona sul de Ilhéus

Atendendo a recomendação do Ministério Público do Estado da Bahia, o serviço de fiscalização integrada da Prefeitura de Ilhéus demoliu, após a devida notificação, a plataforma de madeira que estava sendo construída irregularmente ao lado de um contêiner, instalado na Praia do Sul, no trecho conhecido como Pedra da Cachorra, próximo ao condomínio Jardim Atlântico I.

A ação realizada na manhã da sexta-feira, 6, foi empreendida pela fiscalização de posturas subordinada à Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável (Seplandes). A retirada do contêiner deverá ser feita nos próximos dias.

O procedimento faz parte de ações realizadas ao longo da Praia do Sul, conforme denúncias realizadas pela população ou por intermédio de instituições públicas. No último mês de fevereiro, a fiscalização removeu outra estrutura irregular na Praia do Sul, que não obedecia ao mínimo padrão em termos de instalações e serviços exigido para o comércio no local.

Tapume – Outra medida executada pelo Serviço de Fiscalização Integrada do Município foi a retirada de um tapume irregular instalado em frente a uma obra localizada na Avenida Itabuna, no bairro da Conquista. Nesse caso, a Fiscalização cumpriu a ação com base em parecer técnico emitido pela Procuradoria Geral do Município de Ilhéus.

CÂMARA DE VEREADORES_somos parceiro_banner de site Política in Rosa - 500x500 gif


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia