WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Mutirão de Negociação de Dividas 2019

:: ‘Gripe’

Município supera meta de vacinação contra a gripe entre os idosos

Vacina gratuita contra a gripe já imunizou 66 mil feirenses

Foto: Raylle Ketlly

Chegou ao fim no último dia 14 a campanha nacional de vacinação contra a influenza em todo o país. Dentre os grupos prioritários o melhor resultado alcançado pelo Município de Feira de Santana foi referente aos idosos: a meta foi batida em 101,68%. Entretanto este resultado não foi alcançado junto aos demais grupos prioritários. Até o momento foram vacinadas 130.423 pessoas, que representa 55,35%. “A vacinação ficou abaixo do esperado em comparação ao ano passado, que atingimos a meta antes mesmo de acabar a campanha. Lançamos estratégias de vacinação, porém a adesão do público prioritário não supriu nossas expectativas”, afirma Neuza Santos, supervisora da Vigilância Epidemiológica.

As doses da vacina se encontram disponíveis em todas as unidades de saúde até acabarem os estoques. Para receber a dose é necessário se dirigir a qualquer unidade portando documento de identidade oficial, caderneta de vacinação e cartão SUS. “Apesar de vacinarmos sem a caderneta, ela é muito importante para o profissional de saúde verificar e atualizar se necessário”, ressalta a supervisora.

Na tentativa de alcançar a meta, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde intensificou as estratégias de vacinação durante toda a campanha realizando vacinação aos sábados e em pontos estratégicos para trabalhadores. :: LEIA MAIS »

Vacinação contra a gripe inicia nesta quarta

Vacina gratuita contra a gripe já imunizou 66 mil feirenses

Foto: Divulgação

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza inicia em Feira de Santana nesta quarta-feira, 10, sendo o dia 04 de maio o dia D de mobilização nacional. A meta é imunizar 90% da população. A campanha vai até o dia 31 de maio e a novidade este ano é que o imunizante estará disponível para crianças menores de 6 anos (5 anos, 11 meses e 29 dias). A referência técnica em imunização, Kátia Ferraz, ressalta que para a eficácia da campanha, os pais devem estar atentos as datas de vacinação. “A vacina protege por um ano e é muito importante para evitar o agravamento da doença”, pontua.

Tem direito a vacina: gestantes e puérperas (até 45 dias pós-parto), pessoas com 60 anos de idade ou mais, crianças de seis meses a menores de 6 anos, professores das escolas públicas e privadas, trabalhadores da saúde, indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada e os funcionários do sistema prisional. 31 mil imunizantes já estão sendo distribuídos nas unidades de saúde e até o final da campanha a Rede de Frio receberá um total de 233 mil doses. Para ser imunizado é necessário ter em mãos o cartão de vacinação, cartão SUS e carteira de identidade com foto. Atendendo a orientação do prefeito Colbert Martins Filho, a Secretaria de Saúde da Prefeitura está montando uma logística para garantir a imunização a todo público alvo.

Vacinação contra a gripe tem início em 15 de abril na Bahia

Vacina contra gripe

Vacinação contra a gripe

Para distribuir aproximadamente 4 milhões de doses de vacina destinadas à Bahia, a 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (gripe) será aplicada conforme o calendário de ações da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). A campanha ocorrerá no período de 15 de abril a 31 de maio, sendo o dia de mobilização nacional em 4 de maio. Nesta campanha, além de indivíduos com 60 anos ou mais de idade, serão vacinadas as crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes e as puérperas (até 45 dias após o parto), os trabalhadores da saúde, professores, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

De acordo com a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações, Akemi Erdens, oportunamente, também serão disponibilizadas as demais vacinas do calendário vacinal para atualização da Caderneta de Vacinação da criança e da gestante. “Esta ação busca o resgate e vacinação de não vacinados, por considerar o risco para as doenças imunopreveníveis, além das baixas coberturas vacinais neste público”, ressalta Akemi, ao apontar ainda que a meta é vacinar 90% das pessoas que compõem os grupos prioritários. :: LEIA MAIS »

Quatro mil crianças ainda precisam ser vacinadas contra gripe em Feira

Vacina contra gripe em criança

Vacina contra gripe em criança

Feira de Santana ultrapassou a meta de vacinação contra a gripe estabelecida pelo Ministério da Saúde. Até o momento mais de 127 mil pessoas foram imunizadas. Mesmo com a cobertura vacinal em 101.15%, ainda há uma preocupação do município em relação as crianças que faltam tomar a segunda dose da vacina. “Todas as crianças que possuem idade entre seis meses e menores de 5 anos e tomaram a vacina pela primeira vez devem retornar a unidade de saúde para o reforço com a segunda dose. Aguardamos uma média de 4 mil crianças para receber o imunizante”, informa a referência técnica em imunização, Carlos Henrique Valverde.

O município conta com 14 mil doses da vacina contra Influenza, estas distribuídas entre Unidades Básicas de Saúde e Unidades de Saúde da Família. “Cabe ressaltar que a qualquer momento algumas dessas unidades podem apresentar falta da vacina, já que com o fim da campanha o Ministério da Saúde não enviará novas remessas”, informa Carlos Henrique Valverde.

As doses remanescentes estão sendo disponibilizadas também para crianças de 5 a 9 anos e adultos maiores de 50, mesmo com a abertura para esse novo público, pessoas que fazem parte do grupo prioritário e ainda não foram imunizadas podem procurar a unidade. A vacina prossegue enquanto durar o estoque.

Prorrogada campanha de vacinação contra a gripe em Feira de Santana

Idosos do Centro Dona Zazinha estão sendo vacinados contra H1N1

Foto: Sara Silva

A campanha de vacinação contra a influenza foi prorrogada em Feira de Santana até o dia 15 de junho, devido a paralisação dos caminhoneiros. Com a extensão do prazo, a Secretaria Municipal de Saúde visa atingir a meta de 90% do público alvo, até o momento 82% foram vacinados, o que corresponde ao número de 105 mil pessoas. De acordo com a referência técnica em imunização, Carlos Henrique Valverde, o município encontra-se preparado para atender a demanda. “Todas as unidades tem o imunizante. Recebemos a remessa mais recente na última semana, com 45 mil doses. Portanto a gente pede que as pessoas se dirijam até a unidade de saúde de seus respectivos bairros”, ressalta.

Caso haja disponibilidade de vacina em estoque, após o dia 18 de junho crianças de cinco a nove anos e adultos de 50 a 59 anos também poderão receber o imunizante. “Recebemos uma nota técnica do Ministério da Saúde autorizando a imunização a essas pessoas caso sobrem doses do imunizante, já que não serão enviadas remessas para esse público”, informa.

Segundo a nota do Ministério da Saúde, a escolha de estender o imunizante para o grupo de 50 a 59 anos é devido a apresentação de maior carga de doença, elevando o percentual de risco e maior vulnerabilidade para o óbito. Já no caso das crianças de cinco a nove anos, o Ministério informa que estas apresentam melhor resposta a vacinação e também são transmissores do vírus para comunidade. Até o momento, tem direito a vacina crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), idosos (com 60 anos ou mais), gestantes, mulheres em período pós parto, portadores de doenças crônicas, professores das redes pública e privada, trabalhadores de saúde, indígenas, pessoas privadas de liberdade (presos) e funcionários do sistema prisional.

Vacina gratuita contra a gripe já imunizou 66 mil feirenses

Vacina gratuita contra a gripe já imunizou 66 mil feirenses

Vacina gratuita contra a gripe

Mais de 66 mil pessoas já foram vacinados contra a gripe em Feira de Santana. Somente no dia “D” de mobilização nacional, realizado no último sábado, 12, 10 mil pessoas foram imunizadas. A meta da Secretaria Municipal de Saúde é vacinar 90% do público alvo, que corresponde a 128 mil pessoas.

Seguindo o cronograma de vacinação por categoria, até esta sexta-feira, 18, a prioridade é para gestantes, puérperas – até 45 dias após o parto – e idosos. No momento, 34,82% das gestantes e 45,41% dos idosos foram imunizados. As puérperas representam um número maior, com 57,46% de mulheres vacinadas.

Quem não procurou as unidades para imunização dentro das datas estabelecidas por categoria, têm até o dia 1º de junho para receber a vacina. Segundo o encarregado pela referência técnica de imunização, Carlos Henrique Valverde, também têm direito a vacina portadores de doenças crônicas, professores das redes pública e privada, indígenas, pessoas privadas de liberdade (presos) e funcionários do sistema prisional.

Feira: Cinco casos confirmados de H1N1 este ano

Os dados constam do mais recente Boletim Epidemiológico, liberado no fim de semana, pela Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana: Do total de 33 casos suspeitos da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), este ano, cinco foram confirmados para H1N1. Outros seis se referem a SRAG por outros vírus, e cinco não especificados. Seguem em investigação 17 casos. A Vigilância Epidemiológica do município foi informada que há mais um caso confirmado de H1N1, residente de Feira de Santana, tratado na cidade de Salvador. No entanto, a SMS aguarda recebimento da ficha de notificação, para poder averiguar e confirmar a informação. Para proteger a população, desde o dia 23 a vacina contra gripe está em vigor no município. Até o momento foram contempladas 28 mil pessoas, estas pertencentes ao grupo prioritário estabelecido pelo Ministério da Saúde.

Além disso, a SMS tem intensificado ações de conscientização em vários pontos da cidade. A equipe de educação em saúde tem percorrido escolas, pontos de ônibus, rodoviária, entre outros locais de grande fluxo para incentivar a prática de hábitos de higiene que previnem a doença, como: lavar sempre as mãos com água e sabão ou  utilizar álcool 70; não tossir e espirrar diretamente nas mãos; utilizar lenços descartáveis ao invés dos de pano e evitar lugares aglomerados ao perceber sintomas da gripe.

A influenza, conhecida como gripe, é uma doença viral, aguda, benigna e o quadro da doença é geralmente resolvido em uma semana. Os sintomas são febre, calafrios, tremores, dor de cabeça, dor de garganta, falta de apetite, tosse e coriza. A doença pode evoluir, em alguns casos, com complicações levando a um quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com sinais de desconforto respiratório, pressão baixa e desidratação.

Campanha de vacinação contra a gripe é iniciada na Bahia

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) deu início à campanha de vacinação contra a gripe nesta segunda-feira (23), com o objetivo de reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções trazidas pelo vírus da influenza. A meta é vacinar 90% do público-alvo, formado na Bahia por 3,6 milhões de pessoas. “Essa é uma doença sazonal, que tem aumento no número de casos nas estações mais frias. A prevenção ocorre no mês de abril justamente para garantir a proteção no inverno, sobretudo da população de maior risco”, explica o coordenador do Programa Estadual de Imunização, Ramon Saavedra.

Fazem parte dos grupos prioritários os indivíduos com 60 anos ou mais; crianças de seis meses a menores de cinco anos; gestantes e puérperas (até 45 anos dias após o parto); trabalhadores da saúde; professores; povos indígenas; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

A campanha segue até 1º de junho, tendo o dia 12 de maio como o Dia D de mobilização nacional. Em 2017, na Bahia, foram vacinadas 2,6 milhões de pessoas, o que representou 84,60% da cobertura vacinal, considerando a estimativa populacional de 3 milhões de pessoas. Dos 417 municípios, apenas 172 alcançaram a meta de vacinar 90%.

Bahia vacinou 78,6% do público-alvo contra a gripe

Balanço do Ministério da Saúde aponta que, até o final da campanha, 2,9 milhões de brasileiros foram vacinados na Bahia. Esse total considera todos os grupos com indicação para a vacina, incluindo população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas com comorbidades, além da população que não faz parte de nenhum desses públicos prioritários. O público-alvo da campanha no estado, que não considera esses grupos, é de 3 milhões de pessoas. Desse total, 87,9% foram vacinados no estado.

Em todo o país, 46 milhões de pessoas foram vacinadas, incluindo a população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, pessoas com comorbidades e população em geral. O público-alvo da campanha no país, que não considera esses grupos, é de 54,2 milhões de pessoas. Desse total, 82,5% foram vacinados.

A 19ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza terminou na última sexta-feira (9), após ser prorrogada em duas semanas. A vacina contra a gripe estava disponível na rede pública de saúde desde o dia 17 de abril, totalizando oito semanas de campanha. Neste ano, o Ministério da Saúde decidiu disponibilizar a vacina para toda a população durante a última semana da campanha para evitar desperdício, já que havia um estoque disponível de 10 milhões de doses. A medida era válida enquanto durassem os estoques da vacina nos estados.

No total, 1,8 milhão de pessoas que não faziam parte do público-alvo se vacinaram em todo o país, o que significa 4% do total de doses aplicadas na campanha. A faixa etária que mais procurou a rede pública de saúde da população que não é alvo foi a de 30 a 39 anos, com 379,2 mil doses aplicadas (20,5%). No estado da Bahia, 109,1 mil pessoas que não fazem parte do público prioritário se vacinaram. Mesmo com a expansão do público para vacinação neste ano a meta da campanha, que é de 90%, ainda não foi atingida. Os estados que ainda têm doses em estoque podem continuar vacinando a população.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, ressalta que a ampliação do público na última semana da campanha ocorreu porque ainda havia doses disponíveis. “Neste ano, tivemos poucos casos por influenza devido à baixa circulação do vírus. Em consequência disso, o público-alvo procurou menos os postos de saúde e havia ainda 10 milhões de doses disponíveis de um montante de 60 milhões adquiridas. Para que não haver desperdício, já que estas vacinas só valem por um ano, decidimos estender a todas as faixas etárias, enquanto durarem os estoques.”, destacou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

No estado da Bahia, a adesão do público-alvo está em 66,1% entre as crianças; 88,6% trabalhadores de saúde; 74,4% gestantes; 88,8% puérperas; 101,8% indígenas; 82,8% idosos; e 91,3% entre os professores. Entre as regiões do país, o Sul apresenta maio cobertura vacinal, com 87,3%, seguida pelas regiões Nordeste (84,2%), Centro-Oeste (83,1%); Norte (82,5%) e Sudeste (79,7%).

Levante a Voz - Todos contra a Dengue


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia